CEBs - Informação e Formação para animadores     1                            Lá vem o Trem das CEBs...                   ...
2           CEBs - Informação e Formação para animadoresPALAVRA DO ASSESSOR                                               ...
CEBs - Informação e Formação para animadores          3formação                                      VOTO: A FORÇA DA CIDA...
4            CEBs - Informação e Formação para animadores                                                                 ...
CEBs - Informação e Formação para animadores        5    Pe. Rogério Félix Machado    Paróquia Coração de JesusFotos: Bern...
6           CEBs - Informação e Formação para animadoresFORMAÇÃO PARA A MISSÃO                                            ...
CEBs - Informação e Formação para animadores   7              Romaria Estadual das CEBs   Nós das CEBs de todo o Estado de...
8        CEBs - Informação e Formação para animadores                                                                     ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Informativo das CEBs junho 2012

4.712 visualizações

Publicada em

Informativo das CEBs junho 2012 - Diocese de São José dos Campos - SP

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.712
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.483
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Informativo das CEBs junho 2012

  1. 1. CEBs - Informação e Formação para animadores 1 Lá vem o Trem das CEBs... FORMAÇÃO E INFORMAÇÃO PARA ANIMADORES Diocese de São José dos Campos - SP - Informativo das CEBs - Ano VIII - Junho de 2012 - Nº 79 12 Promessas do Sagrado Coração de Jesus Neste mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus nos aproximamos carinhosamente de onde brota alimento para nossa fé e nossa vida. 1ª Promessa: 2ª Promessa: “A minha bênção perma- 3ª Promessa: 4ª Promessa: “Eu darei aos devotos denecerá sobre as casas em “Estabelecerei e “Eu os consolarei meu Coração todas asque se achar exposta e ve- conservarei a paz em em todas as suas graças necessárias a seunerada a imagem de meu suas famílias”. aflições”. estado.” Sagrado Coração”. 6ª Promessa: 5ª Promessa: “Lançarei bênçãos“Serei refúgio seguro na abundantes sobre osvida e principalmente na seus trabalhos e hora da morte”. empreendimentos”. 7ª Promessa: 8ª Promessa: “Os pecadores “As almas tíbias encontrarão em meu tornar-se-ão fervorosasCoração fonte inesgotável pela prática dessa de misericórdias”. devoção”. 12ª Promessa: 10ª Promessa: 11ª Promessa: “A todos os que comun- 9ª Promessa: “Darei aos sacerdotes que “As pessoas que guem nas primeiras sex- “As almas fervorosas praticarem especialmente propagarem esta tas-feiras de nove meses subirão em pouco tem- essa devoção o poder de devoção terão o seu consecutivos, darei a gra-po a uma alta perfeição”. tocar os corações mais nome inscrito para sem- ça da perseverança final e endurecidos”. pre no meu Coração”. da salvação eterna”. Romaria2 Palavra do Assessor LEIA + NA PÁGINA 2 3 Formação das CEBs LEIA + NA PÁGINA 3 4 Espaço dos Animadores LEIA + NA PÁGINA 4 5 ENTREVISTA LEIA + NA PÁGINA 5 6 Formação para Missão LEIA + NA PÁGINA 6 7 Estadual das CEBs LEIA + NA PÁGINA 7
  2. 2. 2 CEBs - Informação e Formação para animadoresPALAVRA DO ASSESSOR Fotos: Bernadete Mota Meus queridos amigos e amigas, ir- CORPUS CHRISTI É momento para avaliar, de modo sin- Midias Sociaismãos na fé e caminhada, neste mês de- cero, se a Eucaristia atinge a vida das pes-dicado ao Sagrado Coração de Jesus nos soas, se é motivadora de mudanças nosaproximamos carinhosamente de onde relacionamentos sociais ou, se é apenasbrota alimento para nossa fé e nossa vida um “serviço religioso”, povoado de inten-– Jesus Eucarístico. E louvamos, bendize- ções pelos falecidos e por graças alcança-mos e agradecemos a Deus, celebrando das através dos santos e santas.a Festa do Santíssimo Corpo e Sangue de A pergunta questiona se a EucaristiaJesus – Corpus Christi. é, de fato, fonte de encantamento da Baixe os hinos e cânti- A solenidade do Santíssimo Corpo e vida; se a Eucaristia, que a comunidade cos dos encontros, noSangue do Senhor nos coloca diante da celebra todos os Domingos, ou todos os Blog das CEBs:razão de nossa existência cristã e da exis- dias, é capaz de dar um sentido especial http://tremdascebs.blogspot.com/tência da própria Igreja. às coisas simples da vida, a ponto de ves- ti-la com o avental do serviço, como fez Jesus no lava-pés. O encantamento pela Eucaristia co- meça no modo como a comunidade a ce- Siga nos no Twitter: lebra. Que valor dá ao espaço celebrativo https://twitter.com/tremdascebs (à sua igreja, capela, casa), ao cuidado na escolha e execução de canções, o modo solidários, que possam desenvolver nos- como realiza os ritos, o respeito durante sa compreensão eucarística, a partir da o rito celebrativo, a participação. partilha dos bens e da vida. É pelo encantamento que se revela Com certeza, antes de passar em Assista aos videos dos principais acontecimen- o amor divino agindo na vida humana, a qualquer tapete, seja ele bonito ou não, tos das CEBs, dos encontros de comunidades promoção da fraternidade e a necessida- Jesus quer permanecer no coração de nas paróquias, das Regiões Pastorais... de da adoração silenciosa diante de “tão cada um de nós, Ele procura corações http://www.youtube.com/user/bernadetecebs sublime sacramento”. estendidos e dispostos a Amar Sem Me- Do encantamento celebrativo ao aco- dida, Ele quer unir as pontas dos Tapetes, lhimento é um passo. Acolher significa para assim unir os corações das pessoas. deixar de lado preconceitos, imitando Je- Por isso, estenda seu coração e deixe que sus Cristo que acolhe a todos sem avaliar a Eucaristia – Jesus Cristo – transforme grau de santidade ou de pureza da pes- sua vida. http://www.facebook.com/profile. soa. É pelo acolhimento fraterno que a Um abraço, minha bênção e uma Feliz php?id=100001269450280 A solenidade de Corpus Christi é mo- comunidade se torna livre e libertadora. Celebração a todo o povo de Deus que fazmento privilegiado para refletir sobre a É preciso saber que esta celebração é parte das Comunidades Eclesiais de Base.incidência da Eucaristia na vida da comu- uma oportunidade para voltarmos nossanidade e na vida de cada celebrante. consciência para a utilização de Tapetes Pe. Fabiano Kleber Cavalcante do Amaral Assessor Diocesano das CEBs Albuns de fotos: Completando mais um ano a serviço do Reino... http://picasaweb.google.com/ CEBsMaria Um momento especial de renovação 01 de Junho (16 anos) para sua alma e seu espírito, porque Pe. Antônio Silva França Deus, na sua infinita sabedoria, deu à Missão - Paróquia Imaculada Conceição natureza, a capacidade de desabrochar Anori - Amazonas a cada nova estação e a nós capacidade de recomeçar a cada ano. 21 de Junho (15 anos) Desejamos a vocês, um feliz aniver- Pe. Raimundo Paulo de Siqueira sário cheio de amor e de alegrias, afinal Paróquia Santo Antônio fazer aniversário é ter a chance de fa- zer novos amigos, ajudar mais pessoas, 22 de Junho (16 anos) aprender e ensinar novas lições. Pe. Dimas Eugênio Barbosa É ser grato, reconhecido, forte, des- Paróquia Santo Antônio temido. É ser rima, é ser verso, é ver Deus no universo. Felicidades!!! 26 de Junho (13 anos) Pe. Francisco Alexandre de Vasconcelos Equipe de Comunicação da CEBs Paróquia São José Operário
  3. 3. CEBs - Informação e Formação para animadores 3formação VOTO: A FORÇA DA CIDADANIA Parte IV um... Esta é uma forma de corrupção tão perda do mandato. Você ainda se lembra em quem votou A CORRUPÇÃO difícil de ser provada, que alguns parla- Esta foi uma vitória importante napara vereador na ultima eleição? Se res- A corrupção é um dos maiores inimi- mentares chegam a dizer, cinicamente, luta contra a corrupção e os resultadospondeu sim, parabéns! Pois as pesquisas gos do povo e da democracia. Infelizmen- que “é dando que se recebe”... são animadores: uma pesquisa divulgadamostram que a maioria dos eleitores não te, ela existe por toda parte. Em nosso O profeta Jeremias assim descreveu em outubro de 2007 revelou que desdeconsegue responder a essa pergunta. país suas formas mais frequentes são esses políticos: “Como gaiola cheia de o ano 2000, ano da primeira eleição em Ao votar em uma pessoa, transferi- o clientelismo e a corrupção eleitoral. É passarinhos, assim as casas deles estão que foi aplicada a Lei 9840, a Justiça Elei-mos para ela um poder que pertence a preciso saber como funcionam, para que de coisas roubadas. Eles se tornaram ri- toral cassou o mandato de 623 políticoscada cidadão e cidadã. É como se passás- sejam denunciadas e eliminadas. cos e importantes, gordos e reluzentes. acusados de compra de votos.semos uma procuração para que outra Os cargos políticos trazem muitas (Jr. 5, 27)pessoa decida em nosso nome, por um vantagens pessoais para quem os con- Políticos corruptos, que buscam van- VAMOS PARTICIPAR!período de quatro anos. Essa procura- quista. Além das vantagens legítimas, tagens ilegítimas nos cargos públicos, É claro que ainda há muitos passosção é o mandato dado pela Justiça Elei- previstas por lei (como a boa remunera- só conseguem alcançar seus propósitos a dar para eliminar a corrupção da cenatoral, em nome da população. Por isso, ção, a imunidade parlamentar e a contra- encobrindo-os com falsas promessas ou política brasileira, pois ainda existe can-todo cidadão tem o direito de cobrar dos tação de assessores) eles abrem possibili- comprando votos de pessoas que desco- didato que compra, e eleitor que vendeeleitos que cumpram os compromissos dade também para vantagens ilegítimas, nhecem o valor do seu voto. São como voto. O primeiro passo é a formação daassumidos na campanha e consciência de que “voto não temque trabalhem de maneira preço, tem consequência”. Cadaética e responsável. O pro- voto é precioso, porque é a pro-blema é que muita gente curação que damos a alguém paranão tem consciência do nos representar no exercício doseu próprio poder político Poder Público e todos queremose acredita que o mandato ter dignos representantes. Outroé uma conquista dos candi- passo importante é fazer que asdatos vitoriosos, um prêmio denúncias de corrupção eleitoralque recebem para usarem à cheguem ao Ministério Público.vontade. Para isso, o melhor instrumento Vejamos as raízes histó- de ação são os Comitês de Comba-ricas dessa alienação do po- te à Corrupção Eleitoral. Se houverder cidadão. pelo menos um comitê por mu- Nos tempos do império, nicípio (nos municípios maioressomente os homens livres, é recomendável pelo menos umproprietários ou que prova- por zona eleitoral), só o medo devam ter certa renda anual, podiam votar. decorrentes do uso do poder público lobos cobertos por peles de ovelhas, que ser denunciado inibirá os políticos mal-A República ampliou o número de elei- para alcançar benefícios privados. Isso se aproveitam da necessidade econômica -intencionados.tores, mas até 1930 eles não chegavam se dá, por exemplo, quando o Executivo de muitos cidadãos honestos, para ofere- Enfim, também na política vale a sa-a 5% da população total. Só em 1933 o contrata empreiteiras que praticam o su- cerem benefícios de ordem material na bedoria do Evangelho: “pelos frutos, re-direito de voto foi estendido às mulheres. perfaturamento ou que fazem obras com certeza de que quem recebe tais benefí- conhecereis a árvore”: político que temMas as pessoas analfabetas, soldados, material de qualidade inferior ao previsto cios só poderá retribuir com o voto nas muito dinheiro para gastar na campanha,cabos, índios e os jovens entre 16 e 18 e embolsam a diferença. Depois dividem eleições. ou que distribui favores, certamente nãoanos só em 1988 conquistaram o direito o lucro ilegal, seja como financiamento é árvore boa porque, se for eleito, elede voto. para a campanha eleitoral, seja como de- COMBATE À CORRUPÇÃO fará de tudo para recuperar tudo que ti- Felizmente, hoje o Brasil já tem mais pósito fora do Brasil. ELEITORAL - LEI 9840 ver gastado na campanha...de 100 milhões de pessoas legalmente No caso de parlamentares, a forma Foi para combater eficazmente essa Convém estar atento aos candidatosaptas a votarem. É um grande avanço mais usual de corrupção está na venda forma perversa de compra de votos, que que fazem doações para festas e eventospara a democracia, mas seria ingenuida- do voto para certos projetos de lei. Um em 1997 a Comissão Brasileira Justiça e comunitários, oferecem faixas para festasde pensar que todas essas pessoas co- exemplo: num bairro onde só são permi- Paz (organismo vinculado com a CNBB) religiosas, patrocinam torneios esporti-nhecem as regras jurídicas do processo tidas residências até quatro andares, uma lançou a proposta de “Combate à Cor- vos, facilitam consultas médicas e trata-eleitoral. No mês passado refletimos so- empresa imobiliária quer construir gran- rupção Eleitoral”. Ela obteve a adesão de mento de dentes...bre as relações entre o Poder Executivo des edifícios e tem grande interesse em muitos grupos e organizações e conse- • Após refletir sobre tudo isso, vai(prefeito e secretários) o Legislativo (ve- ver aprovada uma lei que mude o plano guiu reunir mais de um milhão de assina- aqui um desafio: - o que você fará estereadores). No próximo mês refletiremos diretor municipal. Alegando que o proje- turas para o Projeto de Lei de Iniciativa ano para combater a corrupção eleitoral?sobre as regras das eleições proporcio- to favorecerá o desenvolvimento urbano, Popular. Ela foi aprovada pelo Congressonais. Desta vez refletiremos sobre um a maioria dos vereadores o aprovará, re- Nacional e passou a vigorar como a Lei Fonte: Escola de Fé e Politica - CEFEPgrave problema. cebendo depois um apartamento cada 9840, que pune a compra de votos com a
  4. 4. 4 CEBs - Informação e Formação para animadores JESUS, O MISSIONÁRIO DO PAI! Em junho celebramos a Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo e, Solenidade do Sagrado Coração de Jesus. Neste sentido queremos refletir sobre a grande missão de Jesus. de sua presença encontram-se na vida de religiosas que deviam defender a Tradição, É tudo isto que ele vê e ouve, vive e cada ser humano, em nosso próprio cora- muitas delas estavam de mãos dadas com sente, experimenta e sofre, durante trin- ção. Porém ele se mostra a quem abre o a política do governo. ta anos. É a partir desta situação que ele coração ao amor: “Quem me ama... eu o Diante disso tudo o povo dos pobres vai discernir a ação de Deus, descobrir sua amarei e a ele me manifestarei” (Jo 14,21). estava ameaçado de perder tudo. Diante própria missão e anunciar a Boa Nova do Há imagens diversas de Jesus em toda do avanço do projeto do governo ninguém Reino. a Bíblia. Marcos acentua que ele é o Filho lhe revelava o verdadeiro Projeto de Deus. A vida do Crucificado-ressuscitado é a de Deus. Para Mateus, Jesus é o Messias Diante das normas e leis ensinadas pelos celebração da vitória com todos os eleitos. que realiza as promessas judaicas. Lucas, escribas e fariseus, ninguém lhe revelava A vida cristã, mesmo na terra, já é parti- o evangelista de cultura grega, que não a gratuidade do amor de Deus! (Mt 9,13). cipação e início da grande festa que nun- conheceu Jesus pessoalmente, apresenta- O povo era realmente como um re- ca se acaba. Que a Solenidade de Corpus -o como o Libertador dos pobres. Para banho sem pastor (Mt 9,36). Sem líderes Christi e, a Solenidade do Sagrado Coração João, Jesus é o Revelador do Pai. Paulo, já para orientá-lo, naquela situação confusa de Jesus ajudem nossas comunidades a no contexto opressor do Império Romano, de tantos movimentos, tendências e lide- abraçarem com maior fidelidade o projeto A missão da Igreja tem sua origem em mostra Jesus como o Senhor, em contra- ranças, sem rumo e sem horizonte, cansa- de Jesus Cristo.Jesus Cristo, enviado do Pai no dinamismo posição aos senhores do Império. do de tanta exploração (Mt 11,28), vivia à Os desenhos foram tirados do site: http://do Espírito Santo. “A Igreja peregrina é por O autor da Carta aos Hebreus revela espera da chegada do Reino. servicioskoinonia.org, de Cerezo Barredo.natureza missionária, pois ela se origina da outra identidade de Jesus: Sumo Sacerdo- É nesta realidade dura e sofrida que Nivaldo Aparecido Silvamissão do Filho e da missão do Espírito San- te. Enfim, no Apocalipse, ele é o Cordeiro Jesus convive com o seu povo! P/ Irmandade dos Mártires da Caminhadato, segundo o desígnio de Deus Pai” (AG 2). imolado. Ele é ainda Servo Sofredor, Pas- Assim queremos celebrar o mistério da tor, Rei, Salvador, Redentor e muito mais.encarnação do Filho de Deus que entra na JESUS NA HISTÓRIAnossa história e salva a humanidade. Boa O cristianismo não é um culto atem-Nova melhor e mais expressiva do que essa poral prestado fora da realidade históricajamais poderia ser anunciada ao mundo. dos seres humanos. O próprio Jesus viveuDeus, cujo nome em determinada época dentro da história humana. Jesus passou asequer era lícito pronunciar, agora se deixa maior parte de sua vida na Galiléia, terraver pelos homens e mulheres e, a pleno tí- dominada, na época, pelo Império Roma-tulo começa a fazer parte da nossa vida. no. O projeto do governo não levava em JESUS NA BÍBLIA conta a cultura nem a religião do povo. Era Conhece-se Cristo amando. Os traços contrário à Tradição. Mas as autoridadesESPAÇO DOS ANIMADORES (AS) Fotos: José Ribeiro Encontrão de Homens na Igreja No dia 29 de abril, dia do Bom Pastor tos jovens se matando, envolvidos em sunto de prevenção e saúde física do ho- de 100 homens. Todos gostaram muito. houve um Encontrão de Formação para drogas, ou até mesmo sendo assassina- mem. O encontro terminou às 14 horas Homens na Paróquia Imaculada Concei- dos, talvez não por culpa deles, mas por- com um delicioso almoço oferecido pela José Ribeiro Filho (vulgo Juquita) ção em (Eugênio de Melo). O encontro que faltou acompanhamento dos pais na Igreja. E teve uma participação de mais teve início às nove horas com a Missa infância e adolescência celebrada pelo Cônego Gouvêa, que de seus filhos. chamou a atenção para a responsabili- Nos dias de hoje dade do homem na Igreja e na família: os pais se preocupam - Enquanto não existir homens respon- muito com os afazeres sáveis na família, não vai existir família da vida, quase não de- unida e estruturada. dicam tempo para brin- Após a Missa tivemos uma palestra car, passear, dialogar e com o Diácono Friger, que nos falou da até mesmo impor limi- necessidade hoje de homens compro- tes aos filhos quando metidos para formar a Igreja de Deus. necessário. Aquele que é casado deve ter também No final tivemos compromisso com a esposa e os filhos. uma palestra com o Manter bom relacionamento, e dedicar cardiologista Dr. Wil- amor para com eles. Hoje existem mui- son, que tratou do as-
  5. 5. CEBs - Informação e Formação para animadores 5 Pe. Rogério Félix Machado Paróquia Coração de JesusFotos: Bernadete Mota ação e, cresce, por isso, a cons- dade, entre outros compromissos fora Vê ciaparéci. Crica no nosso saite pra ciência que a Igreja acontece no da paróquia. Enfim, é responsabilidade sabê tudinho: templo e nas casas; é muito legal pra caramba. Mas, amo ser quem eu sou www.paroquiacoracaodejesus.org.br ver a festa, o perdão e alegria e amo o que faço e, conto com Jesus do Informativo CEBs: - Na sua comuni- nessas pequenas comunidades; meu lado. Então não há o que temer. dade existem quase trinta setores de as visitas nas casas já se torna- Tamo junto! CEBs! Gostaríamos de uma mensagem ram um hábito por aqui; a preo- Informativo CEBs: - Pe. Rogério, fale sua para todas as comunidades da nossa cupação em chegar nas pessoas um pouco para todos nós sobre o padro- Diocese? afastadas da igreja é uma cons- eiro “Coração de Jesus” e sobre sua co- Pe. Rogério: - CEBs não é uma pasto- tante; nas CEBs, as pessoas são munidade paroquia? ral a mais, nem movimento. Todos devem valorizadas; nas ruas onde elas Pe. Rogério: - É meio esquisito dizer participar delas como um organismo que acontecem o ambiente é diferen- que o padroeiro da nossa paróquia é o une a todos. Pequenas comunidades são te ao constatarmos a fraternida- Coração de Jesus. Na verdade se o Cora- o jeito que Papa e os bispos nos apon- de que se instala; Bem... e por ção de Jesus não for padroeiro de todos tam para que a Igreja possa avançar em aí vai. Com as CEBs as coisas an- os seus discípulos, então eles estão lasca- águas mais profundas na evangelização Neste mês de junho, a comunidade dam, funcionam. Todas as ações dos...rs. Penso que recai sobre nós, aqui de nossas paróquias. Lembrem-se de queda Paróquia do Coração de Jesus, de São evangelizadoras, todos os trabalhos pas- da paróquia, um peso maior em tornar, as pessoas afastadas e que deviam estarJosé dos Campos, está em festa. Em festa torais em nível paroquial são entregues verdadeiramente, o Coração de Jesus o perto de nós moram em nossas ruas e, éporque, no dia 17, ela celebrará a festa às comunidades e, no final, é só alegria. modelo único a ser imitado em nossas lá, em primeiro lugar que devemos teste-do Coração de Jesus, o seu Padroeiro. E Aliás, esta paróquia começou com CEBs vidas. O Coração de Jesus é o símbolo munhar nossa fé, nossa união, nossa fra-é no amor do Coração de Jesus que esta e, este alicerce está firme até hoje. As do amor maior, da sede dos sentimentos ternidade e, desta maneira, mostrar umacomunidade, tão vibrante, celebra sem- pastorais e movimentos daqui são frutos divinos. É olhando e adorando o Coração Igreja que ama e acolhe a todos. Aqui eupre o dom da vida partilhada. Esta alegria das CEBs. Quanto mais se apoia este jei- ferido de Jesus que podemos dizer como afirmo: depois da missa dominical, nos-queremos levar para todas as comuni- to de ser Igreja, mais fortes tornam-se os São Paulo: “Ele me amou e por mim se sa obrigação é participar das CEBs. Osdades da nossa Diocese. Por isto vamos outros organismos da Igreja. entregou”. O Coração de Jesus é o Co- outros compromissos vêm depois. Noconversar um pouco com Pe. Rogério Fé- Informativo CEBs: - Entendemos que ração de Deus,lix Machado, que é pároco desta comu- o sacerdócio representa uma entrega às afetado por nós.nidade. Causas do Reino de Deus. Fale um pouco É nosso porto se- Informativo CEBs: - Pe. Rogério, pri- para nós como este ministério se realiza guro, nosso refú-meiramente queremos agradecê-lo pelo em sua vida? gio e nossa fonteapoio às CEBs, e pelo grande incentivo Pe. Rogério: - Jesus me escolheu restauradora. Mi-que o senhor dá para que sua comunida- e, topei ser Padre. Coloco, diariamen- sericordioso, é alide viva intensamente a Igreja nas bases. te, minha vida à disposição Dele para a que encontramosQuais são as razões pelas quais o senhor construção do seu Reino. Na prática, no o perdão e os cui-incentiva sua paróquia a vivenciar assim dia-a-dia, isso acontece pelo anúncio e dados que preci-as CEBs? pregação da Palavra de Deus e, isso eu samos Dele. Dê o Pe. Rogério: - “Eu acredito nas CEBs” faço com muito prazer. Sou um homem melhor presentee, é isto que motiva meu incentivo a elas. dos sacramentos! Por meio deles expe- pro seu coração:Se é pelos frutos que sabemos que a ár- rimento que Jesus continua cuidando do refugie-se no Co-vore é boa, então tenho que reconhecer seu povo. Especialmente a celebração da ração de Jesus.que as CEBs é uma árvore excelente. Eis Eucaristia... é o que eu mais amo fazer. Quanto a minhaalguns frutos: vemos pessoas voltando Atender confissões, estar perto dos do- paróquia, eu apara a comunidade; vemos conversões e entes e de todos os que sofrem é priori- amo de paixão. Aqui me alegro, choro, mais digo: acreditem nas CEBs! Não de-famílias restauradas; lá as pessoas se co- dade na minha agenda. Sou um homem canso, partilho o que tenho, fabrico riso e sanimem! Mesmo com poucas pessoas,nhecem e ficam amigas; as pessoas que de oração diária e, este é o segredo da esperança. Tento me aproximar de todos perseverem. Insistam sempre no convitesofrem recebem a solidariedade de que minha alegria, disposição e perseverança e tratá-los com caridade (nem sempre às pessoas, principalmente lideranças,precisam; os pobres são tratados com na caminhada. Organizar a comunidade, consigo). coordenadores, catequistas e todos osdignidade; em torno da Palavra de Deus administrar e tornar toda a pastoral cada Mais óia: o povo aqui é bão dimais leigos engajados em alguma pastoral ouas pessoas são tocadas por ELE ao parti- vez mais missionária é minha preocupa- da conta, uai! Ceis precisa vim aqui pra movimento. Os frutos podem demorar,lharem suas alegrias e esperanças; a Eu- ção constante. Exerço também a função vê nóis, sô! Nossa festa começa no dia 7 mas virão, com certeza! Deus abençoe acaristia é a fonte e inspiração para toda a de professor de teologia em nossa facul- e termina no dia 17 de junho. todos.
  6. 6. 6 CEBs - Informação e Formação para animadoresFORMAÇÃO PARA A MISSÃO Fotos: Bernadete Mota “Despertar uma Igreja que deseja ser missionária” Assessor: Pe. Jaime Carlos Patias - turas eficazes, Cultos inspiradores e con- pessoas deram testemunho da sua atu- -Nova e a todos aqueles que nunca ouvi-Instituto Missões Consolata tagiantes e celebrações com conteúdo, ação em suas comunidades, além dos ví- ram falar de Jesus Cristo. Grupos de CEBs e de pequenas comuni- deos que nos relataram o quanto é con- Tivemos neste encontro a visita de Domingo, dia 06 de maio, aconteceu dades - Igreja doméstica, Evangelização tagiante anunciar Jesus Cristo ao mundo, vários padres, diáconos, seminaristas eno Seminário Diocesano em São José dos orientada pelas necessidades e Relacio- mesmo sabendo de todas as dificuldades religiosas de nossa Diocese.Campos ,formação para a missão. Estive- namento marcado pelo amor. e desafios. O anuncio da fé em Cristo, foi O encontro terminou com a Celebra-ram presentes 201 missionários e missio- Falou-nos da origem da missão – e continua sendo importante na vida de ção Eucarística, e o envio de todos para anárias durante este dia para um despertar Deus Trindade (Mt 3,13-17) Experiência todos missionários e missionárias. Dom serviço da missão.para a missão. O encontro teve seu início da Ressurreição – Erwin Krauther em sua mensagem nos A nossa resposta ao chamado para acom momento de oração conduzida pelo “Assim como o Pai me enviou, tam- chama atenção para que nos preocupe- missão “Aqui estamos Senhor, envia-nos!”Diác. Torres, em seguida uma pausa para bém vos envio a vós” (Jo 20,21 –Mt mos com outras Igrejas irmãs tanto emo café e posteriormente a formação con- 28,18 ). O amor de Deus nos impulsiona recursos humanos quanto materiais e Luiz Marinho - Equipe das CEBsduzida por Pe. Jaime. Citando o Doc. de para a missão (Mt 22,34-45). não deixarmos de reproduzir nossos ta- Paróquia Coração de Jesus.Aparecida , o Doc. Conclusivo do I Síno- Pe. Jaime por diversas vezes lem- lentos e observar que missio-do Diocesano e as Diretrizes Gerais para brou que é preciso implantar o COMIPA nário não só é aquele que vemAção Evangelizadora 2011/2015 como em nossas paróquias e todo trabalho mas também aquele que vai.´fontes para uma ação conjunta, para pastoral seja em conjunto a partir dele Pe. Jaime divulgou que o nossomelhor exercermos a missão, esclareceu ,nas nossas casas, nossas ruas em toda planeta tem uma população deque é preciso haver conversão pastoral, a comunidade paroquial , diocese e fora 7 bilhões de pessoas e somen-renovação nas estruturas da Igreja, para dela- além fronteiras para que possamos te 2 bilhões se dizem cristãos.um novo despertar. cumprir as exigências da missão. Tem muito trabalho a ser feito Foram citados oito tópicos para este O trabalho de grupo foi muito impor- de reintegrar na Igreja os quedespertar: Lideranças capacitadas e for- tante porque gerou uma grande troca de foram batizados e não assumi-mação, Ministérios orientados pelos experiências e esta conclusão foi parti- ram a caminhada “afastados” edons, Espiritualidade contagiante, Estru- lhada com toda a assembleia .Diversas levar-lhes a mensagem da Boa-
  7. 7. CEBs - Informação e Formação para animadores 7 Romaria Estadual das CEBs Nós das CEBs de todo o Estado de São Paulo estivemos reunidosem romaria, no dia 20 de maio, na casa de Nossa Mãe Negra de Apa-recida. Foi uma manifestação de fé e de esperança. As romarias fazemparte da alma do povo brasileiro. É uma manifestação da nossa reli-giosidade popular que é profundamente afetiva e emotiva. A relaçãoentre Deus e o povo é sempre cheia de emoção, adoração profunda eatos de confiança. É uma relação apaixonada. Assim foi nossa romariaao Santuário de Aparecida. Era madrugada quando já estávamos to-dos no “Trem das CEBs” a caminho. De nossa diocese de São José dosCampos foram vinte e três ônibus. Muita partilha, esperança e alegria.Seis horas da manhã, todos já estávamos na casa da Mãe. Em caminha-da, da antiga basílica, fomos ao Santuário Nacional para celebrarmos aalegria de sermos CEBs. Na casa de Nossa Mãe Aparecida celebramosa Eucaristia, presidida por D. José Luiz Bertanha, bispo da Diocese deRegistro, SP, juntamente com D. Gil, bispo de Juiz de Fora, MG. NossaEucaristia e nossa Romaria foram um grande encontro. Muitos ros-tos, muitas histórias, um só caminhar: o Caminho do Reino de Deus. Paulo José de Oliveira (Paulinho) Membro da Equipe Diocesana de Comunicação das CEBs e da Irmandade dos Mártires da Caminhada Latino-Americana Fotos: Bernadete Mota / Maria Matsutacke / Cidinha Toquinho / Maria Helena Moreira
  8. 8. 8 CEBs - Informação e Formação para animadores Foto: Fátima Pereira Região Pastoral III e IV Danaire da Silva Ramos foi escolhida como a nova coordenadora da CEBs da Região Pastoral III e IV. Que- remos agradecer o João Camilo da Silva, que acaba de deixar o serviço, pelos muitos anos que dedicou-se a co- ordenação dessa Região Pastoral. A coordenação paroquial da CEBs da paróquia San- ta Inês, também tem nova coordenadora. É com alegria que acolhemos Vera Lúcia para a coordenação a partir do mês de abril de 2012. Fátima Pereira 05 - Dia Mundial do Meio Ambiente COMUNICAÇÃO EM REDES 09 - Dia Mundial da Imunização JUNHO 11 - Dia do Educador Sanitário Queremos comunicar com todos os animadores(as) de nossa dioce- Datas 18 - Dia do Químico 21 - Dia Nacional da Prevenção à Asmase. Enviem notícias de suas comunidades, se for possível com fotos doseu grupo para serem publicadas no informativo das CEBs, selecionare- comemorativas 25 - Dia Nacional de Combate às Drogas da Saúde 26 - Dia Internacional de Combate às Drogasmos de acordo com o espaço no jornal “Lá em o trem das CEBs”, e-mail: 26 - Dia Internacional sobre o Abuso e Tráfico tremdascebs@diocesesjc.org.br Ilícicito de Drogas Sor Enviando notícias de sua comunidade, você participará do sorteio da camiseta da comunicação que será sorteada nas 2º Paulistão das CEBs teio reuniões dos coordenadores das CEBs na diocese. Não es- queçam de enviar junto com o texto o tamanho da camiseta. CEBs: a vida na cidade em busca da sociedade do DIA 30 Adote esta idÉia nas reuniões de comunidade Bem Viver e Conviver. De Junho Troque os copos plásticos descartáveis, por copos duráveis. O meio ambiente agradece! Santo André - SP de 2012 Vários delegados(as) de nossa diocese Aproveite o copo de requeijão! irão participar deste encontro. Publicação Mensal das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) da Diocese de São José dos Campos – Diretor: Dom Moacir Silva – Diretor Técnico: Pe. Fabiano Kleber Cavalcante Amaral - Jornalista Responsável: Ana Lúcia Zombardi - Mtb 28496 – Equipe de Comunicação das CEBs: Coordenadora: Maria Bernadete P. Mota de Oliveira - Vice Coordenador: Luiz Antonio de Oliveira - Integrantes: Paulo José de Oliveira, Maria Helena Moreira e Ângela Ferreira - Colaboradores: Madalena das Graças Mota e Celso Correia Diagramação: Maria Bernadete de Paula Mota Oliveira - Correção: Maria Lairde Lopes de Siqueira Ravazzi - Revisão: Pe. Fabiano Kleber Cavalcante Amaral - Arte Final e Impressão: Katú Editora Gráfica - Tiragem: 6.200 Exemplares Sugestões, críticas, artigos, envie para Bernadete. Fale com a Redação... Av. Ouro Fino, 1.840 - Bosque dos Eucalíptos CEP 12.233-401 - S. J. Campos - SP Esperamos seu contato! E-mail do informativo: tremdascebs@diocesesjc.org.br

×