SlideShare uma empresa Scribd logo
"E nos últimos dias
acontecerá, diz o Senhor, que do
meu Espírito derramarei sobre toda
carne; os vossos filhos e as vossas
filhas profetizarão, vossos mancebos
terão visões e os vossos velhos
sonharão sonhos." - (ATOS, capítulo
2, versículo 17.)
No dia de Pentecostes, Jerusalém
estava repleta de forasteiros. Filhos da
Mesopotâmía, da Frígia, da Líbia, do Egito,
cretenses, árabes, partos e romanos se
aglomeravam na praça extensa, quando os
discípulos humildes do Nazareno
anunciaram a Boa Nova, atendendo a cada
grupo da multidão em seu idioma
particular.
Mediunidade
Médium
Chico Xavier
Francisco de
Paula Cândido Xavier, mais
conhecido como Chico
Xavier (Pedro Leopoldo, 2
de abril de 1910 —
Uberaba, 30 de junho de
2002), foi um médium,
filantropo e um dos mais
importantes divulgadores
do Espiritismo. Seu nome
de batismo, Francisco de
Paula Cândido, em
homenagem ao santo do
dia de seu nascimento, foi
substituído pelo nome
paterno de Francisco
Cândido Xavier logo que
psicografou os primeiros
livros, mudança oficializada
em abril de 1966, quando
chegou da sua segunda
viagem aos Estados
Unidos. Chico só estudou
até a 4ª série do ensino
fundamental, entretanto,
psicografou 458 livros
abrangendo vários gêneros
e estilos literários, tendo
vendido mais de 50
milhões de exemplares e
sendo o "escritor"
brasileiro mais prolífico e
de maior sucesso da
história mas sempre cedeu
os direitos autorais dos
livros para instituições de
caridade e organizações
e s p í r i t a s c o m o
c o m p r o m i s s o d e
destinarem recursos a
tarefas de socorro à
populações carentes.
Também psicografou cerca
de dez mil cartas, nunca
tendo cobrado algo ao
destinatário.
Instituição Espírita Caravana Fraterna Nosso Lar 27/04/2013
Emmanuel
C a rava n a F r at e r n a
Uma onda de surpresa e de
alegria invadiu o espírito geral.
Não faltaram os cépticos, no
divino concerto, atribuindo à loucura e à
embriaguez a revelação observada. Simão
Pedro destaca-se e esclarece que se trata
da luz prometida pelos céus à escuridão da
carne.
Desde esse dia, as claridades do
Pentecostes jorraram sobre o mundo,
incessantemente.
Até aí, os discípulos eram frágeis
e indecisos, mas, dessa hora em diante,
quebram as influências do meio, curam os
doentes, levantam o espírito dos
infortunados, falam aos reis da Terra em
nome do Senhor.
O poder de Jesus se lhes
comunicara às energias reduzidas.
Estabelecera-se a era da
mediunidade, alicerce de todas as
realizações do Cristianismo, através dos
séculos.
Contra o seu influxo, trabalham,
até hoje, os prejuízos morais que
avassalam os caminhos do homem, mas é
sobre a mediunidade, gloriosa luz dos céus
oferecida às criaturas, no Pentecostes, que
se edificam as construções espirituais de
todas as comunidades sinceras da Doutrina
do Cristo e é ainda ela que, dilatada dos
apóstolos ao círculo de todos os homens,
ressurge no Espiritismo cristão, como a
alma imortal do Cristianismo redivivo.
XAVIER, Francisco Cândido. Caminho, Verdade e Vida.
Pelo Espírito Emmanuel. 28.ed. Brasília: FEB, 2009.
Capítulo 10.
Endereço:
Sede provisória: Rua redentor 276,
Jardim Redentor - Belford Roxo
Instituição Espírita
Caravana Fraterna Nosso
Parnaso de Além-Túmulo é
uma obra espírita. Trata-se de uma
antologia de poemas cuja autoria é
atribuída a poetas mortos.
Constitui-se na primeira obra
psicografada pelo então jovem médium
brasileiro Francisco Cândido Xavier,
lançada em julho de 1932 pela
Federação Espírita Brasileira.
Parnasso de além Túmulo
Esta primeira edição trazia sessenta poemas, assinados por nove poetas
brasileiros, quatro portugueses e um anônimo. A partir da segunda edição, publicada em
1935, foram sendo gradualmente incorporados novos poemas à obra até à 6ª edição,
publicada em 1955, quando fixou-se a quantidade de poemas em duzentos e cinquenta e
nove, atribuídos a cinquenta e seis autores luso-brasileiros, entre renomados e anônimos.
Do mesmo modo que a reação obtida em Portugal quando da publicação
original de Do País da Luz, Parnaso, por sua peculiaridade, suscitou rapidamente a reação
de literatos e intelectuais brasileiros. Elogiando ou criticando seu conteúdo, membros da
Academia Brasileira de Letras, poetas, críticos literários e até psiquiatras pronunciaram-se,
à época, a respeito da obra, contribuindo em muito para a sua divulgação.
Essa obra, até hoje causa polêmica, constituindo-se como um desafio à ciência e
teoria da literatura, como produção de uma prova da reencarnação e/ou comunicação
entre vivos e mortos contrapondo-se, no plano da teoria da literatura às dificuldades da
definição de criação e autoria, considerando também a qualidade da obra literária e o
mérito da capacidade humana, mais especificamente da Inteligência linguística, no domínio
dos diversos estilos em referência tanto à individual como ao época, na criação literária. É
importante lembrar que Chico Xavier só estudou até a quarta-série do ensino
fundamental e na época do lançamento do livro, trabalhava das 7h ás 20h como caixeiro
de um armazém em Uberaba.
A referida publicação reúne 56 autores de diversas escolas literárias com
estilística própria e distinta entre si. Entre os autores se incluem: os simbolistas Cruz e
Sousa (1861–1898) e Alphonsus de Guimaraens (1870–1921), o simbolista/parnasiano
Augusto dos Anjos (1884–1914); poetas românticos como Casimiro de Abreu (1839–
1860) e ; o estilo satírico de Artur Azevedo (1855–1908); o parnasianismo de Olavo Bilac
(1865–1918); o realismo de Júlio Dinis (1839–1871); entre outros.
04/05 O Homem Integral – Cap. 1 – Fatores de perturbação Alexandre Ramos
11/05 Ideias inatas (O Livro dos Espíritos – perguntas 218 a 221) Denizard Farias
18/05 Convites da Vida – Cap. 6 – Convite à caridade Anete Ramos
25/05 A vingança e o ódio (O Evangelho segundo o Espiritismo – Cap. XII – Itens 9 e 10) Fábio Leal
Programação Maio 2013
Dentro da visão espíritaDentro da visão espíritaDentro da visão espíritaDentro da visão espírita----cristã, céu, inferno e purgatório começam dentro de nóscristã, céu, inferno e purgatório começam dentro de nóscristã, céu, inferno e purgatório começam dentro de nóscristã, céu, inferno e purgatório começam dentro de nós
mesmos. A alegrai do bem praticado é o alicerce do céu. A má intenção já é um pisomesmos. A alegrai do bem praticado é o alicerce do céu. A má intenção já é um pisomesmos. A alegrai do bem praticado é o alicerce do céu. A má intenção já é um pisomesmos. A alegrai do bem praticado é o alicerce do céu. A má intenção já é um piso
para o purgatório e o mal devidamente efetuado, positivado, já é o remorso que é opara o purgatório e o mal devidamente efetuado, positivado, já é o remorso que é opara o purgatório e o mal devidamente efetuado, positivado, já é o remorso que é opara o purgatório e o mal devidamente efetuado, positivado, já é o remorso que é o
princípio do inferno.princípio do inferno.princípio do inferno.princípio do inferno.
Chico XavierChico XavierChico XavierChico Xavier

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Livro dos Espíritos Q.419 ESE - Cap1item 8
Livro dos Espíritos Q.419 ESE - Cap1item 8 Livro dos Espíritos Q.419 ESE - Cap1item 8
Livro dos Espíritos Q.419 ESE - Cap1item 8
Patricia Farias
 
O perispirito
O perispiritoO perispirito
O perispirito
Francisco Baptista
 
Livro - Morrer e Depois - Waldo Lima do Valle
Livro - Morrer e Depois - Waldo Lima do ValleLivro - Morrer e Depois - Waldo Lima do Valle
Livro - Morrer e Depois - Waldo Lima do Valle
viannadecarvalho
 
A pregação de Jesus - n.18
A pregação de Jesus  - n.18A pregação de Jesus  - n.18
A pregação de Jesus - n.18
Graça Maciel
 
Livro dos Espiritos q218 Evangelho cap 16 item 5
Livro dos Espiritos q218 Evangelho cap 16 item 5Livro dos Espiritos q218 Evangelho cap 16 item 5
Livro dos Espiritos q218 Evangelho cap 16 item 5
Patricia Farias
 
Apostila escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueira
Apostila   escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueiraApostila   escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueira
Apostila escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueira
Antonio Gazato
 
As 3 revelações
As 3 revelaçõesAs 3 revelações
As 3 revelações
Maxuel Alves
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
Luciane Belchior
 
Livro dos Espírios Q.306 ESE26
Livro dos Espírios Q.306 ESE26Livro dos Espírios Q.306 ESE26
Livro dos Espírios Q.306 ESE26
Patricia Farias
 
O Cristo
O  CristoO  Cristo
003c - O Cristianismo o Ordem Jesus Redentor
003c - O Cristianismo o Ordem Jesus Redentor003c - O Cristianismo o Ordem Jesus Redentor
003c - O Cristianismo o Ordem Jesus Redentor
OrdineGesu
 
Livro dos Espiritos Q402 e ESE - Prefacio
Livro dos Espiritos Q402 e ESE - PrefacioLivro dos Espiritos Q402 e ESE - Prefacio
Livro dos Espiritos Q402 e ESE - Prefacio
Patricia Farias
 
Livro dos Espíritos Questão 307 - Evangelho Especial dia das Mães
Livro dos Espíritos Questão 307 - Evangelho Especial dia das MãesLivro dos Espíritos Questão 307 - Evangelho Especial dia das Mães
Livro dos Espíritos Questão 307 - Evangelho Especial dia das Mães
Patricia Farias
 
O céu e o Inferno
O céu e o InfernoO céu e o Inferno
O céu e o Inferno
igmateus
 
Inferno ApresentaçãO1
Inferno   ApresentaçãO1Inferno   ApresentaçãO1
Inferno ApresentaçãO1
Sergio Menezes
 
O ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infierno
O ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infiernoO ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infierno
O ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infierno
Marcelo Eugenio Bomfim de Aguiar
 
Cei 100127- introdução ao estudo
Cei 100127- introdução ao estudoCei 100127- introdução ao estudo
Cei 100127- introdução ao estudo
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Purgatório e Oração pelos Mortos
Purgatório e Oração pelos MortosPurgatório e Oração pelos Mortos
Purgatório e Oração pelos Mortos
Rogério Nunes
 
Livro dos Espiritos Q.410,411,412 e ESE cap1 item2
Livro dos Espiritos Q.410,411,412 e ESE cap1 item2Livro dos Espiritos Q.410,411,412 e ESE cap1 item2
Livro dos Espiritos Q.410,411,412 e ESE cap1 item2
Patricia Farias
 
Paraiso, inferno
Paraiso, infernoParaiso, inferno
Paraiso, inferno
Izabel Cristina Fonseca
 

Mais procurados (20)

Livro dos Espíritos Q.419 ESE - Cap1item 8
Livro dos Espíritos Q.419 ESE - Cap1item 8 Livro dos Espíritos Q.419 ESE - Cap1item 8
Livro dos Espíritos Q.419 ESE - Cap1item 8
 
O perispirito
O perispiritoO perispirito
O perispirito
 
Livro - Morrer e Depois - Waldo Lima do Valle
Livro - Morrer e Depois - Waldo Lima do ValleLivro - Morrer e Depois - Waldo Lima do Valle
Livro - Morrer e Depois - Waldo Lima do Valle
 
A pregação de Jesus - n.18
A pregação de Jesus  - n.18A pregação de Jesus  - n.18
A pregação de Jesus - n.18
 
Livro dos Espiritos q218 Evangelho cap 16 item 5
Livro dos Espiritos q218 Evangelho cap 16 item 5Livro dos Espiritos q218 Evangelho cap 16 item 5
Livro dos Espiritos q218 Evangelho cap 16 item 5
 
Apostila escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueira
Apostila   escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueiraApostila   escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueira
Apostila escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueira
 
As 3 revelações
As 3 revelaçõesAs 3 revelações
As 3 revelações
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
 
Livro dos Espírios Q.306 ESE26
Livro dos Espírios Q.306 ESE26Livro dos Espírios Q.306 ESE26
Livro dos Espírios Q.306 ESE26
 
O Cristo
O  CristoO  Cristo
O Cristo
 
003c - O Cristianismo o Ordem Jesus Redentor
003c - O Cristianismo o Ordem Jesus Redentor003c - O Cristianismo o Ordem Jesus Redentor
003c - O Cristianismo o Ordem Jesus Redentor
 
Livro dos Espiritos Q402 e ESE - Prefacio
Livro dos Espiritos Q402 e ESE - PrefacioLivro dos Espiritos Q402 e ESE - Prefacio
Livro dos Espiritos Q402 e ESE - Prefacio
 
Livro dos Espíritos Questão 307 - Evangelho Especial dia das Mães
Livro dos Espíritos Questão 307 - Evangelho Especial dia das MãesLivro dos Espíritos Questão 307 - Evangelho Especial dia das Mães
Livro dos Espíritos Questão 307 - Evangelho Especial dia das Mães
 
O céu e o Inferno
O céu e o InfernoO céu e o Inferno
O céu e o Inferno
 
Inferno ApresentaçãO1
Inferno   ApresentaçãO1Inferno   ApresentaçãO1
Inferno ApresentaçãO1
 
O ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infierno
O ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infiernoO ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infierno
O ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infierno
 
Cei 100127- introdução ao estudo
Cei 100127- introdução ao estudoCei 100127- introdução ao estudo
Cei 100127- introdução ao estudo
 
Purgatório e Oração pelos Mortos
Purgatório e Oração pelos MortosPurgatório e Oração pelos Mortos
Purgatório e Oração pelos Mortos
 
Livro dos Espiritos Q.410,411,412 e ESE cap1 item2
Livro dos Espiritos Q.410,411,412 e ESE cap1 item2Livro dos Espiritos Q.410,411,412 e ESE cap1 item2
Livro dos Espiritos Q.410,411,412 e ESE cap1 item2
 
Paraiso, inferno
Paraiso, infernoParaiso, inferno
Paraiso, inferno
 

Destaque

Enteratepreescolar
EnteratepreescolarEnteratepreescolar
Enteratepreescolar
enteratepreescolar
 
Nivel jardín
Nivel jardínNivel jardín
Nivel jardín
mibambam
 
Plan de estudio transicion y preescolar Colegio Alberto lleras Camargo
Plan de estudio transicion y preescolar Colegio Alberto lleras CamargoPlan de estudio transicion y preescolar Colegio Alberto lleras Camargo
Plan de estudio transicion y preescolar Colegio Alberto lleras Camargo
Fesar fandi?
 
Planeacion de preescolar completa.
Planeacion de preescolar completa.Planeacion de preescolar completa.
Planeacion de preescolar completa.
lupitagavi
 
Planeaciones de preescolar
Planeaciones de preescolarPlaneaciones de preescolar
Planeaciones de preescolar
Editorial MD
 
ejemplos de un plan clase
ejemplos de un plan clase ejemplos de un plan clase
ejemplos de un plan clase
ana
 
PLAN DE CLASE BASADO EN COMPETENCIA
PLAN DE CLASE BASADO EN COMPETENCIAPLAN DE CLASE BASADO EN COMPETENCIA
PLAN DE CLASE BASADO EN COMPETENCIA
INSTITUTO TECNOLÓGICO DE SONORA
 
Planificación clase a clase
Planificación clase a clasePlanificación clase a clase
Planificación clase a clase
Didactica Ludica
 
Plan de clase 2015
Plan de clase 2015Plan de clase 2015
Formato de planificación docente
Formato de planificación docenteFormato de planificación docente
Formato de planificación docente
nathalia
 

Destaque (10)

Enteratepreescolar
EnteratepreescolarEnteratepreescolar
Enteratepreescolar
 
Nivel jardín
Nivel jardínNivel jardín
Nivel jardín
 
Plan de estudio transicion y preescolar Colegio Alberto lleras Camargo
Plan de estudio transicion y preescolar Colegio Alberto lleras CamargoPlan de estudio transicion y preescolar Colegio Alberto lleras Camargo
Plan de estudio transicion y preescolar Colegio Alberto lleras Camargo
 
Planeacion de preescolar completa.
Planeacion de preescolar completa.Planeacion de preescolar completa.
Planeacion de preescolar completa.
 
Planeaciones de preescolar
Planeaciones de preescolarPlaneaciones de preescolar
Planeaciones de preescolar
 
ejemplos de un plan clase
ejemplos de un plan clase ejemplos de un plan clase
ejemplos de un plan clase
 
PLAN DE CLASE BASADO EN COMPETENCIA
PLAN DE CLASE BASADO EN COMPETENCIAPLAN DE CLASE BASADO EN COMPETENCIA
PLAN DE CLASE BASADO EN COMPETENCIA
 
Planificación clase a clase
Planificación clase a clasePlanificación clase a clase
Planificación clase a clase
 
Plan de clase 2015
Plan de clase 2015Plan de clase 2015
Plan de clase 2015
 
Formato de planificación docente
Formato de planificación docenteFormato de planificación docente
Formato de planificación docente
 

Semelhante a Boletim 270413

Mediunidade. Jrcordeiro.
Mediunidade. Jrcordeiro.Mediunidade. Jrcordeiro.
Mediunidade. Jrcordeiro.
José Roberto Cordeiro
 
A Caminho da Luz
A Caminho da LuzA Caminho da Luz
A Caminho da Luz
Patricia Farias
 
Ramatís - A Missão do Espiritismo
Ramatís - A Missão do EspiritismoRamatís - A Missão do Espiritismo
Ramatís - A Missão do Espiritismo
universalismo-7
 
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOSAllan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Fatima Carvalho
 
Livro dos Espiritos questao 215
Livro dos Espiritos questao 215 Livro dos Espiritos questao 215
Livro dos Espiritos questao 215
Patricia Farias
 
Brasil coração do mundo, pátria do evangelho (psicografia chico xavier espí...
Brasil coração do mundo, pátria do evangelho (psicografia chico xavier   espí...Brasil coração do mundo, pátria do evangelho (psicografia chico xavier   espí...
Brasil coração do mundo, pátria do evangelho (psicografia chico xavier espí...
Bruno Bartholomei
 
Introdução ao ESE.pptx
Introdução ao ESE.pptxIntrodução ao ESE.pptx
Introdução ao ESE.pptx
LuizHenriqueTDias
 
O consolador prometido
O consolador prometidoO consolador prometido
O consolador prometido
Claudio Macedo
 
A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro reencarnaç...
A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro   reencarnaç...A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro   reencarnaç...
A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro reencarnaç...
Ricardo Akerman
 
Brasil, coração do mundo, pátria do evangelho
  Brasil, coração do mundo, pátria do evangelho  Brasil, coração do mundo, pátria do evangelho
Brasil, coração do mundo, pátria do evangelho
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Allan kardec-150-anos-le-120528729896746-2
Allan kardec-150-anos-le-120528729896746-2Allan kardec-150-anos-le-120528729896746-2
Allan kardec-150-anos-le-120528729896746-2
Tacaraci Fernandes Vieira
 
Trajetória Mediunidade atraves dos tempos.pptx
Trajetória Mediunidade atraves dos tempos.pptxTrajetória Mediunidade atraves dos tempos.pptx
Trajetória Mediunidade atraves dos tempos.pptx
Norberto Tomasini Jr
 
Transição Nova Era
Transição Nova EraTransição Nova Era
Transição Nova Era
Ari Carrasco
 
Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...
Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...
Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...
6º Conselho Espírita de Unificação
 
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
As obras de chico xavier
As obras de chico xavierAs obras de chico xavier
As obras de chico xavier
Kenia Lima
 
Divaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdf
Divaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdfDivaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdf
Divaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdf
VIEIRA RESENDE
 
Mofra cartilha
Mofra cartilhaMofra cartilha
O livro dos espíritos herculano
O livro dos espíritos herculanoO livro dos espíritos herculano
O livro dos espíritos herculano
Antonio SSantos
 
O livro dos espíritos herculano
O livro dos espíritos herculanoO livro dos espíritos herculano
O livro dos espíritos herculano
Antonio SSantos
 

Semelhante a Boletim 270413 (20)

Mediunidade. Jrcordeiro.
Mediunidade. Jrcordeiro.Mediunidade. Jrcordeiro.
Mediunidade. Jrcordeiro.
 
A Caminho da Luz
A Caminho da LuzA Caminho da Luz
A Caminho da Luz
 
Ramatís - A Missão do Espiritismo
Ramatís - A Missão do EspiritismoRamatís - A Missão do Espiritismo
Ramatís - A Missão do Espiritismo
 
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOSAllan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
 
Livro dos Espiritos questao 215
Livro dos Espiritos questao 215 Livro dos Espiritos questao 215
Livro dos Espiritos questao 215
 
Brasil coração do mundo, pátria do evangelho (psicografia chico xavier espí...
Brasil coração do mundo, pátria do evangelho (psicografia chico xavier   espí...Brasil coração do mundo, pátria do evangelho (psicografia chico xavier   espí...
Brasil coração do mundo, pátria do evangelho (psicografia chico xavier espí...
 
Introdução ao ESE.pptx
Introdução ao ESE.pptxIntrodução ao ESE.pptx
Introdução ao ESE.pptx
 
O consolador prometido
O consolador prometidoO consolador prometido
O consolador prometido
 
A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro reencarnaç...
A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro   reencarnaç...A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro   reencarnaç...
A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro reencarnaç...
 
Brasil, coração do mundo, pátria do evangelho
  Brasil, coração do mundo, pátria do evangelho  Brasil, coração do mundo, pátria do evangelho
Brasil, coração do mundo, pátria do evangelho
 
Allan kardec-150-anos-le-120528729896746-2
Allan kardec-150-anos-le-120528729896746-2Allan kardec-150-anos-le-120528729896746-2
Allan kardec-150-anos-le-120528729896746-2
 
Trajetória Mediunidade atraves dos tempos.pptx
Trajetória Mediunidade atraves dos tempos.pptxTrajetória Mediunidade atraves dos tempos.pptx
Trajetória Mediunidade atraves dos tempos.pptx
 
Transição Nova Era
Transição Nova EraTransição Nova Era
Transição Nova Era
 
Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...
Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...
Jornal A Voz Espírita - Edição Nº 32 - Comemorativa para o II Congresso Espír...
 
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
 
As obras de chico xavier
As obras de chico xavierAs obras de chico xavier
As obras de chico xavier
 
Divaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdf
Divaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdfDivaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdf
Divaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdf
 
Mofra cartilha
Mofra cartilhaMofra cartilha
Mofra cartilha
 
O livro dos espíritos herculano
O livro dos espíritos herculanoO livro dos espíritos herculano
O livro dos espíritos herculano
 
O livro dos espíritos herculano
O livro dos espíritos herculanoO livro dos espíritos herculano
O livro dos espíritos herculano
 

Mais de Marcio Lira

Boletim 290613
Boletim   290613Boletim   290613
Boletim 290613
Marcio Lira
 
Boletim 270713
Boletim   270713Boletim   270713
Boletim 270713
Marcio Lira
 
Boletim 250513
Boletim   250513Boletim   250513
Boletim 250513
Marcio Lira
 
Boletim 220613
Boletim   220613Boletim   220613
Boletim 220613
Marcio Lira
 
Boletim 200713
Boletim   200713Boletim   200713
Boletim 200713
Marcio Lira
 
Boletim 200413
Boletim   200413Boletim   200413
Boletim 200413
Marcio Lira
 
Boletim 180513
Boletim   180513Boletim   180513
Boletim 180513
Marcio Lira
 
Boletim 150613
Boletim   150613Boletim   150613
Boletim 150613
Marcio Lira
 
Boletim 130413
Boletim   130413Boletim   130413
Boletim 130413
Marcio Lira
 
Boletim 110513
Boletim   110513Boletim   110513
Boletim 110513
Marcio Lira
 
Boletim 080613
Boletim   080613Boletim   080613
Boletim 080613
Marcio Lira
 
Boletim 060713
Boletim   060713Boletim   060713
Boletim 060713
Marcio Lira
 
Boletim 040513
Boletim   040513Boletim   040513
Boletim 040513
Marcio Lira
 
Boletim 010613
Boletim   010613Boletim   010613
Boletim 010613
Marcio Lira
 

Mais de Marcio Lira (14)

Boletim 290613
Boletim   290613Boletim   290613
Boletim 290613
 
Boletim 270713
Boletim   270713Boletim   270713
Boletim 270713
 
Boletim 250513
Boletim   250513Boletim   250513
Boletim 250513
 
Boletim 220613
Boletim   220613Boletim   220613
Boletim 220613
 
Boletim 200713
Boletim   200713Boletim   200713
Boletim 200713
 
Boletim 200413
Boletim   200413Boletim   200413
Boletim 200413
 
Boletim 180513
Boletim   180513Boletim   180513
Boletim 180513
 
Boletim 150613
Boletim   150613Boletim   150613
Boletim 150613
 
Boletim 130413
Boletim   130413Boletim   130413
Boletim 130413
 
Boletim 110513
Boletim   110513Boletim   110513
Boletim 110513
 
Boletim 080613
Boletim   080613Boletim   080613
Boletim 080613
 
Boletim 060713
Boletim   060713Boletim   060713
Boletim 060713
 
Boletim 040513
Boletim   040513Boletim   040513
Boletim 040513
 
Boletim 010613
Boletim   010613Boletim   010613
Boletim 010613
 

Boletim 270413

  • 1. "E nos últimos dias acontecerá, diz o Senhor, que do meu Espírito derramarei sobre toda carne; os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, vossos mancebos terão visões e os vossos velhos sonharão sonhos." - (ATOS, capítulo 2, versículo 17.) No dia de Pentecostes, Jerusalém estava repleta de forasteiros. Filhos da Mesopotâmía, da Frígia, da Líbia, do Egito, cretenses, árabes, partos e romanos se aglomeravam na praça extensa, quando os discípulos humildes do Nazareno anunciaram a Boa Nova, atendendo a cada grupo da multidão em seu idioma particular. Mediunidade Médium Chico Xavier Francisco de Paula Cândido Xavier, mais conhecido como Chico Xavier (Pedro Leopoldo, 2 de abril de 1910 — Uberaba, 30 de junho de 2002), foi um médium, filantropo e um dos mais importantes divulgadores do Espiritismo. Seu nome de batismo, Francisco de Paula Cândido, em homenagem ao santo do dia de seu nascimento, foi substituído pelo nome paterno de Francisco Cândido Xavier logo que psicografou os primeiros livros, mudança oficializada em abril de 1966, quando chegou da sua segunda viagem aos Estados Unidos. Chico só estudou até a 4ª série do ensino fundamental, entretanto, psicografou 458 livros abrangendo vários gêneros e estilos literários, tendo vendido mais de 50 milhões de exemplares e sendo o "escritor" brasileiro mais prolífico e de maior sucesso da história mas sempre cedeu os direitos autorais dos livros para instituições de caridade e organizações e s p í r i t a s c o m o c o m p r o m i s s o d e destinarem recursos a tarefas de socorro à populações carentes. Também psicografou cerca de dez mil cartas, nunca tendo cobrado algo ao destinatário. Instituição Espírita Caravana Fraterna Nosso Lar 27/04/2013 Emmanuel C a rava n a F r at e r n a Uma onda de surpresa e de alegria invadiu o espírito geral. Não faltaram os cépticos, no divino concerto, atribuindo à loucura e à embriaguez a revelação observada. Simão Pedro destaca-se e esclarece que se trata da luz prometida pelos céus à escuridão da carne. Desde esse dia, as claridades do Pentecostes jorraram sobre o mundo, incessantemente. Até aí, os discípulos eram frágeis e indecisos, mas, dessa hora em diante, quebram as influências do meio, curam os doentes, levantam o espírito dos infortunados, falam aos reis da Terra em nome do Senhor. O poder de Jesus se lhes comunicara às energias reduzidas. Estabelecera-se a era da mediunidade, alicerce de todas as realizações do Cristianismo, através dos séculos. Contra o seu influxo, trabalham, até hoje, os prejuízos morais que avassalam os caminhos do homem, mas é sobre a mediunidade, gloriosa luz dos céus oferecida às criaturas, no Pentecostes, que se edificam as construções espirituais de todas as comunidades sinceras da Doutrina do Cristo e é ainda ela que, dilatada dos apóstolos ao círculo de todos os homens, ressurge no Espiritismo cristão, como a alma imortal do Cristianismo redivivo. XAVIER, Francisco Cândido. Caminho, Verdade e Vida. Pelo Espírito Emmanuel. 28.ed. Brasília: FEB, 2009. Capítulo 10.
  • 2. Endereço: Sede provisória: Rua redentor 276, Jardim Redentor - Belford Roxo Instituição Espírita Caravana Fraterna Nosso Parnaso de Além-Túmulo é uma obra espírita. Trata-se de uma antologia de poemas cuja autoria é atribuída a poetas mortos. Constitui-se na primeira obra psicografada pelo então jovem médium brasileiro Francisco Cândido Xavier, lançada em julho de 1932 pela Federação Espírita Brasileira. Parnasso de além Túmulo Esta primeira edição trazia sessenta poemas, assinados por nove poetas brasileiros, quatro portugueses e um anônimo. A partir da segunda edição, publicada em 1935, foram sendo gradualmente incorporados novos poemas à obra até à 6ª edição, publicada em 1955, quando fixou-se a quantidade de poemas em duzentos e cinquenta e nove, atribuídos a cinquenta e seis autores luso-brasileiros, entre renomados e anônimos. Do mesmo modo que a reação obtida em Portugal quando da publicação original de Do País da Luz, Parnaso, por sua peculiaridade, suscitou rapidamente a reação de literatos e intelectuais brasileiros. Elogiando ou criticando seu conteúdo, membros da Academia Brasileira de Letras, poetas, críticos literários e até psiquiatras pronunciaram-se, à época, a respeito da obra, contribuindo em muito para a sua divulgação. Essa obra, até hoje causa polêmica, constituindo-se como um desafio à ciência e teoria da literatura, como produção de uma prova da reencarnação e/ou comunicação entre vivos e mortos contrapondo-se, no plano da teoria da literatura às dificuldades da definição de criação e autoria, considerando também a qualidade da obra literária e o mérito da capacidade humana, mais especificamente da Inteligência linguística, no domínio dos diversos estilos em referência tanto à individual como ao época, na criação literária. É importante lembrar que Chico Xavier só estudou até a quarta-série do ensino fundamental e na época do lançamento do livro, trabalhava das 7h ás 20h como caixeiro de um armazém em Uberaba. A referida publicação reúne 56 autores de diversas escolas literárias com estilística própria e distinta entre si. Entre os autores se incluem: os simbolistas Cruz e Sousa (1861–1898) e Alphonsus de Guimaraens (1870–1921), o simbolista/parnasiano Augusto dos Anjos (1884–1914); poetas românticos como Casimiro de Abreu (1839– 1860) e ; o estilo satírico de Artur Azevedo (1855–1908); o parnasianismo de Olavo Bilac (1865–1918); o realismo de Júlio Dinis (1839–1871); entre outros. 04/05 O Homem Integral – Cap. 1 – Fatores de perturbação Alexandre Ramos 11/05 Ideias inatas (O Livro dos Espíritos – perguntas 218 a 221) Denizard Farias 18/05 Convites da Vida – Cap. 6 – Convite à caridade Anete Ramos 25/05 A vingança e o ódio (O Evangelho segundo o Espiritismo – Cap. XII – Itens 9 e 10) Fábio Leal Programação Maio 2013 Dentro da visão espíritaDentro da visão espíritaDentro da visão espíritaDentro da visão espírita----cristã, céu, inferno e purgatório começam dentro de nóscristã, céu, inferno e purgatório começam dentro de nóscristã, céu, inferno e purgatório começam dentro de nóscristã, céu, inferno e purgatório começam dentro de nós mesmos. A alegrai do bem praticado é o alicerce do céu. A má intenção já é um pisomesmos. A alegrai do bem praticado é o alicerce do céu. A má intenção já é um pisomesmos. A alegrai do bem praticado é o alicerce do céu. A má intenção já é um pisomesmos. A alegrai do bem praticado é o alicerce do céu. A má intenção já é um piso para o purgatório e o mal devidamente efetuado, positivado, já é o remorso que é opara o purgatório e o mal devidamente efetuado, positivado, já é o remorso que é opara o purgatório e o mal devidamente efetuado, positivado, já é o remorso que é opara o purgatório e o mal devidamente efetuado, positivado, já é o remorso que é o princípio do inferno.princípio do inferno.princípio do inferno.princípio do inferno. Chico XavierChico XavierChico XavierChico Xavier