A Pesquisa Científica Brasileira, onde estamos?
 
CICLO CULTURAL PARA O “CONSUMO”  DE CIÊNCIA Alimentação do Sistema Demandas  do  Sistema PATENTES PRODUÇÃO CIENTÍFICA SIST...
PATENTES PRODUÇÃO CIENTÍFICA SISTEMA EDUCACIONAL CONHECIMENTO TECNOLÓGICO SETOR   INDUSTRIAL CIÊNCIA BÁSICA   PRODUÇÃO CIE...
 
IES + IP PÓS- GRADUAÇÃO INICIAÇÃO CIENTÍFICA GRADUAÇÃO GRUPOS DE PESQUISA PRODUÇÃO CIENTÍFICA PRODUÇÃO TECNOLÓGICA SETOR I...
Participação do Brasil no mundo atual Entretanto, Patentes 0,2% Publicações científicas   1,8% PIB  1,9% O Brasil tem hoje...
CICLO VIRTUOSO DA CIÊNCIA BRASILEIRA - INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PÓS-GRADUAÇÃO - FORMAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA
Bolsas de Estudo no País: Execução Orçamentária  Milhões de Reais, 2004 a 2008 Fonte: Capes/MEC
Bolsas de Estudo no País: Evolução em Todas Modalidades  Número de Bolsas, 1996 a 2008 Fonte: Capes/MEC Crescimento entre ...
Número de Cursos de Pós-Graduação Financiados pela CAPES, em 2009 Totalizando  aproximadamente 4.000 cursos de pós-graduaç...
Número de Bolsas no País Concedidas pela CAPES, em 2008 (Valores aproximados Total 41039) Mestrado Doutorado Pós-Doutorado...
Fonte:  ISI - Institute for Scientific Information. National Science Indicators, USA. Base Standard - ESI (2007).
Fonte: ISI - Institute for Scientific Information. National Science Indicators, USA. Base Standard - ESI (2007).
Produção Científica na América Latina Países Selecionados Fonte: ISI - Institute for Scientific Information. National Scie...
Fonte: ISI - Institute for Scientific Information. National Science Indicators, USA. Base Standard - ESI (2007). Produção ...
Produção Cientifica em 2007: Países mais Produtivos Standard - ESI. Fonte: ISI - Institute for Scientific Information. Nat...
Fonte: ISI - Institute for Scientific Information. National Science Indicators,  USA. Base Standard - ESI (2007) and COLET...
Dez Maiores em Graduação Dez maiores em Pós-Graduação Fontes:  INEP/MEC 2006; CAPES/MEC, 2007. Obs; Censo de 2007 do INEP ...
Austrália Canadá Espanha Coréia do Sul Itália Reino Unido Holanda Alemanha França Índia México Japão Nigéria Paquistão Ban...
O Brasil Ainda não tem Massa Crítica… Número de Pesquisadores no Mundo (4,8 milhões) Pesquisadores, mil <ul><li>Pesq./100....
 
 
Só sei que: “ Estamos apenas começando, devemos continuar e nunca terminaremos”  (Fernando Sabino)
Sistema Nacional de Pós-Graduação em maio/2008 <ul><li>2.581   Programas responsáveis por </li></ul><ul><li>3.855  Cursos,...
Brazilian Scholarships Abroad – 2007
Mestrado Profissional
 
 
Principais dimensões do sistema:
Pós-Graduação “ Não se nasce cientista e não precisa ser um gênio para se tornar um”
A Interdiscilplinaridade, grupos de pesquisa e pesquisa em rede.
como a comunidade de pesquisa visualiza  a produção de  conhecimento? tecido social comunidade de pesquisa conhecimento
tecico de relações, campo de relevância e critério de qualidade com relevância e qualidade tecido social militares governo...
a importância da empresa como parceira  empresas comunidade de pesquisa conhecimento
Recursos Humanos para  CONCEBER  Tecnologia  P&D EMPRESA PAÍSES  AVANÇADOS A EMPRESA NÃO DEMANDA O CONHECIMENTO DESINCORPO...
<ul><ul><li>MODELIZANDO e CRITICANDO: </li></ul></ul><ul><li>como a comunidade de pesquisa entende a relação pesquisa – pr...
DETERMINISMO visão Marxista tradicional : é a força motriz (linear e inexorável) da história que, baseada na verdade unive...
<ul><ul><li>visões ideológicas sobre a tecnologia  </li></ul></ul>NEUTRA AUTÔNOMA CONDICIONADA POR VALORES CONTROLADA PELO...
FRONTEIRA DO CONHECIMENTO DINÂMICA INOVATIVA CONVENCIONAL Classe Rica Grande Empresa DINÂMICA ALTERNATIVA Classe Pobre DEM...
FRONTEIRA DO CONHECIMENTO DINÂMICA INOVATIVA CONVENCIONAL Classe Rica Grande Empresa DINÂMICA ALTERNATIVA Classe Pobre DEM...
 
MCT CNPq  CAPES FAPES Embrapa
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Pesquisa Científica Brasileira

1.768 visualizações

Publicada em

apresentação pra evento PIBIC embrapa gado de leite

Publicada em: Tecnologia, Educação
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.768
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Pesquisa Científica Brasileira

  1. 1. A Pesquisa Científica Brasileira, onde estamos?
  2. 3. CICLO CULTURAL PARA O “CONSUMO” DE CIÊNCIA Alimentação do Sistema Demandas do Sistema PATENTES PRODUÇÃO CIENTÍFICA SISTEMA EDUCACIONAL CONHECIMENTO TECNOLÓGICO SETOR INDUSTRIAL CIÊNCIA BÁSICA PRODUÇÃO CIENTÍFICA PRODUTOS ALTA TECNOLOGIA PRODUÇÃO CIENTÍFICA PATENTES PATENTES
  3. 4. PATENTES PRODUÇÃO CIENTÍFICA SISTEMA EDUCACIONAL CONHECIMENTO TECNOLÓGICO SETOR INDUSTRIAL CIÊNCIA BÁSICA PRODUÇÃO CIENTÍFICA PRODUTOS ALTA TECNOLOGIA PRODUÇÃO CIENTÍFICA PATENTES PATENTES BLOQUEIOS NO CICLO CULTURAL PARA O “CONSUMO” DE CIÊNCIA Alimentação do Sistema Demandas do Sistema Bloqueio Acentuado Bloqueio Parcial PATENTES PRODUÇÃO CIENTÍFICA SISTEMA EDUCACIONAL CONHECIMENTO TECNOLÓGICO SETOR INDUSTRIAL CIÊNCIA BÁSICA PRODUÇÃO CIENTÍFICA PRODUTOS ALTA TECNOLOGIA PATENTES PATENTES BLOQUEIOS NO CICLO CULTURAL PARA O “CONSUMO” DE CIÊNCIA Alimentação do Sistema Demandas do Sistema Bloqueio Acentuado Bloqueio Parcial
  4. 6. IES + IP PÓS- GRADUAÇÃO INICIAÇÃO CIENTÍFICA GRADUAÇÃO GRUPOS DE PESQUISA PRODUÇÃO CIENTÍFICA PRODUÇÃO TECNOLÓGICA SETOR INDUSTRIAL SOCIEDADE Ciclo virtuoso da Educação e da pesquisa e desenvolvimento
  5. 7. Participação do Brasil no mundo atual Entretanto, Patentes 0,2% Publicações científicas 1,8% PIB 1,9% O Brasil tem hoje mais de 50.000 pesquisadores. Tem a maior e mais qualificada comunidade de C&T da América Latina
  6. 8. CICLO VIRTUOSO DA CIÊNCIA BRASILEIRA - INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PÓS-GRADUAÇÃO - FORMAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA
  7. 9. Bolsas de Estudo no País: Execução Orçamentária Milhões de Reais, 2004 a 2008 Fonte: Capes/MEC
  8. 10. Bolsas de Estudo no País: Evolução em Todas Modalidades Número de Bolsas, 1996 a 2008 Fonte: Capes/MEC Crescimento entre 2004 e 2008 = 62,1%
  9. 11. Número de Cursos de Pós-Graduação Financiados pela CAPES, em 2009 Totalizando aproximadamente 4.000 cursos de pós-graduação Nível Mestrado Doutorado 2.600 1.400
  10. 12. Número de Bolsas no País Concedidas pela CAPES, em 2008 (Valores aproximados Total 41039) Mestrado Doutorado Pós-Doutorado 23.665 16.227 1.147
  11. 13. Fonte: ISI - Institute for Scientific Information. National Science Indicators, USA. Base Standard - ESI (2007).
  12. 14. Fonte: ISI - Institute for Scientific Information. National Science Indicators, USA. Base Standard - ESI (2007).
  13. 15. Produção Científica na América Latina Países Selecionados Fonte: ISI - Institute for Scientific Information. National Science Indicators, USA. Base Standard - ESI (2007).
  14. 16. Fonte: ISI - Institute for Scientific Information. National Science Indicators, USA. Base Standard - ESI (2007). Produção Científica Mundial Países Selecionados
  15. 17. Produção Cientifica em 2007: Países mais Produtivos Standard - ESI. Fonte: ISI - Institute for Scientific Information. National Science Indicators, USA. Base Standard - ESI (2007).
  16. 18. Fonte: ISI - Institute for Scientific Information. National Science Indicators, USA. Base Standard - ESI (2007) and COLETA/CAPES Titulação doutores x artigos publicados (ISI) 1987 - 2007 Fonte: ISI - Institute for Scientific Information. National Science Indicators, USA. Base Standard - ESI (2007).
  17. 19. Dez Maiores em Graduação Dez maiores em Pós-Graduação Fontes: INEP/MEC 2006; CAPES/MEC, 2007. Obs; Censo de 2007 do INEP ainda esta sendo coletado Fontes: INEP/MEC 2006; CAPES/MEC, 2007, censo do INEP parcial 2007.
  18. 20. Austrália Canadá Espanha Coréia do Sul Itália Reino Unido Holanda Alemanha França Índia México Japão Nigéria Paquistão Bangladesh Indonésia Rússia EUA Brasil China Fonte: Investe Brasil *PIB nominal Brasil - Território, população e economia: combinação vitoriosa R. Dauscha (ANPEI) 3ª CNCTI Área > 4 milhões km 2 População > 100 milhões PIB* > US$ 400 bilhões
  19. 21. O Brasil Ainda não tem Massa Crítica… Número de Pesquisadores no Mundo (4,8 milhões) Pesquisadores, mil <ul><li>Pesq./100.000 habitantes: </li></ul><ul><ul><li>Japão/EUA – 700 </li></ul></ul><ul><ul><li>China – 60 </li></ul></ul><ul><ul><li>Brasil – 34 </li></ul></ul>Coutini & Sechet (2005) O Brasil precisa multiplicar o número de pesquisadores 10.000 doutores Países desenvolvidos 30 a 45 mil doutores
  20. 24. Só sei que: “ Estamos apenas começando, devemos continuar e nunca terminaremos” (Fernando Sabino)
  21. 25. Sistema Nacional de Pós-Graduação em maio/2008 <ul><li>2.581 Programas responsáveis por </li></ul><ul><li>3.855 Cursos, sendo: </li></ul><ul><li>2.319 de mestrado (60,1%) </li></ul><ul><li>1.312 de doutorado (34,0%) </li></ul><ul><li>224 de mestrado profissionalizante (5,9%) </li></ul><ul><li>162.971 estudantes matriculados ao final de 2006 (111.953 M; 51.018 D) </li></ul><ul><li>51.000 bolsistas </li></ul><ul><li>50.509 docentes </li></ul>Atualização junho 2008
  22. 26. Brazilian Scholarships Abroad – 2007
  23. 27. Mestrado Profissional
  24. 30. Principais dimensões do sistema:
  25. 31. Pós-Graduação “ Não se nasce cientista e não precisa ser um gênio para se tornar um”
  26. 32. A Interdiscilplinaridade, grupos de pesquisa e pesquisa em rede.
  27. 33. como a comunidade de pesquisa visualiza a produção de conhecimento? tecido social comunidade de pesquisa conhecimento
  28. 34. tecico de relações, campo de relevância e critério de qualidade com relevância e qualidade tecido social militares governo mov.sociais empresas “ verdes” comunidade de pesquisa conhecimento
  29. 35. a importância da empresa como parceira empresas comunidade de pesquisa conhecimento
  30. 36. Recursos Humanos para CONCEBER Tecnologia P&D EMPRESA PAÍSES AVANÇADOS A EMPRESA NÃO DEMANDA O CONHECIMENTO DESINCORPORADO TEORICAMENTE “TRANSFERÍVEL” E SIM O EMBUTIDO NOS PROFISSIONAIS “RELEVANTES E DE QUALIDADE” FORMADOS NA UNIVERDIDADE SÃO ELES QUE VÃO CONCEBER TECNOLOGIA NA EMPRESA, FAZENDO P&D&I TORNANDO-A COMPETITIVA comunidade de pesquisa
  31. 37. <ul><ul><li>MODELIZANDO e CRITICANDO: </li></ul></ul><ul><li>como a comunidade de pesquisa entende a relação pesquisa – produção? </li></ul>
  32. 38. DETERMINISMO visão Marxista tradicional : é a força motriz (linear e inexorável) da história que, baseada na verdade universal e na eficiência, “empurra” a sociedade INSTRUMENTALISMO visão moderna, otimista, padrão : ferramenta para o bem ou para o mal, mas que, usada com ética , faz a sociedade evoluir SUBSTANTIVISMO visão pessimista da Escola de Frankfurt : possui dinâmica e valores substantivos da “sociedade tecnológica” capitalista (controle, eficiência, poder); e não pode ser usada para propósitos diferentes, de indivíduos ou sociedades TEORIA CRÍTICA grupos com valores alternativos devem se incorporar ao processo de reprojetamento e adequação sócio-técnica e criar instituições para seu controle democrático CONTROLADA PELO HOMEM NEUTRA AUTÔNOMA CONDICIONADA POR VALORES
  33. 39. <ul><ul><li>visões ideológicas sobre a tecnologia </li></ul></ul>NEUTRA AUTÔNOMA CONDICIONADA POR VALORES CONTROLADA PELO HOMEM INSTRUMENTALISMO Visão padrão otimista DETERMINISMO Marxismo Tradicional SUBSTANTIVISMO Escola de Frankfurt TEORIA CRÍTICA
  34. 40. FRONTEIRA DO CONHECIMENTO DINÂMICA INOVATIVA CONVENCIONAL Classe Rica Grande Empresa DINÂMICA ALTERNATIVA Classe Pobre DEMANDA produtos HiTec NECESSIDADE 3.000 Brasil 30.000 EUA Renda (US$)
  35. 41. FRONTEIRA DO CONHECIMENTO DINÂMICA INOVATIVA CONVENCIONAL Classe Rica Grande Empresa DINÂMICA ALTERNATIVA Classe Pobre DEMANDA produtos HiTec NECESSIDADE 3.000 Brasil 30.000 EUA Renda (US$)
  36. 43. MCT CNPq CAPES FAPES Embrapa

×