Reunião Comitê Gestor de Projeto Monitores Ambientais 060509

984 visualizações

Publicada em

apresetnação da reunião do comite getor do projeto monitores ambientais

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
984
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • 1
  • Reunião Comitê Gestor de Projeto Monitores Ambientais 060509

    1. 1. Demais slides Sistema de monitoramento da qualidade de águas naturais, a exploração agropecuária e a preservação dos recursos hídricos: participação comunitária de produtores de leite de base familiar e quilombolas Reunião do Comitê Gestor do Projeto – CGP 06/05/2009 Embrapa Gado de Leite
    2. 2. ÁGUA NA PROPRIEDADE RURAL O impacto da atividade agropecuária é extensivo ao tipo de exploração da propriedade, a atividade de bovinocultura de leite necessita de grandes volumes de água para seu desenvolvimento. Em função das novas exigências de mercado, em termos de qualidade dos produtos e respeito ao meio ambiente, o cuidado com os recursos hídricos, envolvendo atividades agropecuárias, se apresentam como oportunidades para a implementação de sistemas de produção adequados às pequenas propriedades, sejam elas de produtores de base familiar ou de comunidades tradicionais, como quilombolas. Parte-se do pressuposto de que todas as atividades antrópicas, ou pressões exercidas em áreas com limites naturais bem definidos (bacia hidrográfica), podem ser detectadas nos recursos hídricos ali estabelecidos.
    3. 3. LOCAL DE ESTUDO Para este estudo, foram selecionadas 16 comunidades, em nove municípios (Lima Duarte, Santana do Garambéu, Santa Rita de Ibitipoca, Pedro Teixeira, Olaria, Ibertioga, Carvalhos, Bocaina de Minas, Alagoa) que têm a produção de leite em pequenas propriedades como principal atividade geradora de emprego e renda, além do quilombola Colônia do Paiol, no município de Bias Forte. Dos dez municípios selecionados, sete estão no entorno do Parque Estadual de Ibitipoca e os outros três estão no Núcleo Mantiqueira II do Corredor Ecológico da Mantiqueira.
    4. 5. Hipóteses ou Questões Técnico-Científicas <ul><li>O projeto pretende responder às seguintes questões técnico-científicas: </li></ul><ul><li>o monitoramento da qualidade de água natural nas propriedades de produtores de leite de base familiar e quilombolas reflete o estado de contaminação dos corpos d’água naturais? </li></ul><ul><li>quais os impactos positivos do envolvimento da comunidade nas ações de monitoramento dos recursos hídricos? </li></ul><ul><li>a tabulação e disponibilização dos dados em sistema geo-web de georreferenciamento estrutura uma visão integrada entre tipo e intensificação da exploração agropecuária e preservação dos recursos hídricos? </li></ul><ul><li>qual a relação existente entre o tipo de contaminação da água nas propriedades rurais e a exploração agropecuária? </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>As hipóteses do projeto são: </li></ul><ul><li>o monitoramento da qualidade de água e preservação dos recursos hídricos é possível de ser realizado por equipe treinada, sem formação técnica; </li></ul><ul><li>o envolvimento comunitário local possibilita uma melhor conscientização e tomada de decisão para o perfil preservacionista e de sustentabilidade da atividade agropecuária; </li></ul><ul><li>a disponibilização de Unidades Demonstrativas (de Referência), vai disponibilizar alternativas sustentáveis da exploração agropecuária e da preservação dos recursos hídricos. </li></ul>
    5. 6. Metas a serem alcançadas
    6. 7. METODOLOGIA Em regiões com poucos recursos e grandes problemas de volume e qualidade da água, optou-se pela priorização do uso de ferramentas simples para o monitoramento da qualidade da água, com participação direta das comunidades, na tentativa de avaliar as condições básicas da qualidade das águas em regiões de difícil acesso (Hermes et al., 2004). Este autor ainda refere que o fortalecimento das bases sociais, no processo de gestão dos recursos hídricos (fiscalização e conservação dos recursos naturais), dar-se-á consensualmente por meio da implementação dos dois segmentos, o primeiro voltado para a formação de agentes no âmbito das bacias hidrográficas e o segundo, relacionado ao conteúdo metodológico e programático do treinamento ministrado.
    7. 8. METODOLOGIA – continua – Em parceria com a Emater/MG e Escolas de cada comunidade/cidade foram selecionados os jovens representantes, preferencialmente estudante do ensino médio, ou em últimos anos do ensino fundamental, que seja morador da comunidade, inserido naquele ambiente como residente. As ações do projeto ocorrerão mediante a participação da comunidade, ora pelo membro selecionado, ora em ações de Palestra e Unidade de Referência realizadas na localidade, portanto, com a participação de toda a população interessada. Assim, outros habitantes das comunidades poderão participar.
    8. 9. METODOLOGIA – continua – Os jovens selecionados anteriormente serão treinados como agentes de monitoramento ambiental para qualidade de água. Este treinamento será ministrado no Núcleo de Treinamento em Bovinocultura Leiteira Tropical (NUTRE) da Embrapa Gado de Leite em Coronel Pacheco (CECP), onde serão abordados temas gerais sobre a água na natureza, a água na propriedade rural, e especificamente, preparar o Agente para o manuseio de instrumentos de georreferenciamento (GPS) e de equipamentos manuais de medição da qualidade da água (Ecokits ®). Este jovens retornarão para comunidade e irão atuar analisando água de cursos lóticos (rios e córregos) para os seguintes parâmetros: pH, turbidez, oxigênio dissolvido, fosfato, amônia, ferro, cloreto, dureza, DBO, temperatura, coliformes totais e coliformes fecais. .
    9. 10. UTILIZACAO DO ECOKIT Análise do pH Em 5 mL de uma amostra de água, pingar uma gota de reagente de pH; Tampar e agitar; Destampar e comparar a coloração da solução com a cartela . Análise da Dureza Total Colocar amostra na cubeta grande até a marca de 10mL (Fig. A). Adicionar quatro gotas do reagente 1 Dureza (Fig. B). Adicionar uma medida do reagente 2 Dureza (Fig. C). Gotejar o reagente 3 Dureza até atingir a cor azul (Fig. D). Contar as gotas adicionadas. Cada gota equivale a 10 ppm de Dureza (mg/L -1 CaCO 3 ).
    10. 11. PLANOS DE AÇÃO Esta proposta é constituída por cinco planos de ação: 1) Gestão do projeto; 2) Treinamento do agente ambiental de monitoramento da qualidade da água; 3) Seleção e instalação das Unidades de Referência; 4) Relação entre qualidade da água e atividade agropecuária, georreferenciamento dos dados e criação do sítio na internet; 5) Desenvolvimento de atividades envolvendo a comunidade. A articulação entre as atividades do projeto está fundamentada na disponibilização de alternativas à utilização e conservação dos recursos hídricos que possa ser incorporadas pelos produtores de leite familiares e quilombolas do entorno do parque de Ibitipoca e do Corredor Ecológico da Mantiqueira.
    11. 12. ATIVIDADES PLANO DE AÇÃO 1 <ul><li>Gestão do projeto: Responsável Marcelo H. Otenio </li></ul><ul><li>Atividades: </li></ul><ul><li>Gestão do projeto (marcelo); </li></ul><ul><li>Escolha dos participantes do treinamento (antonio); </li></ul><ul><li>Organização do treinamento (marcelo); </li></ul><ul><li>Reunião do CGP (marcelo). </li></ul>
    12. 13. Cronograma do PA1 Plano de ação Atividade 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24     Abr./09 Mai./09 Jun./09 Jul./09 Ago./09 Set./09 Out./09 Nov./09 Dez./09 Jan./10 Fev./10 Mar./10 Abr./10 Mai./10 Jun./10 Jul./10 Ago./10 Set./10 Out./10 Nov./10 Dez./10 Jan./11 Fev./11 Mar./11 1 Gestão do projeto x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x 1 Escolha dos monitores x                                               1 Organização do treinamento   x                                             1 Reunião do CGP x                                               1 Monitoramento da qualidade da água   x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x    
    13. 14. ATIVIDADES PLANO DE AÇÃO 2 <ul><li>2) Treinamento do agente ambiental de monitoramento da qualidade da água: Responsável Fábio H. Diniz </li></ul><ul><li>Atividades: </li></ul><ul><li>Treinamento do agente ambiental de monitoramento da qualidade de água (marcelo); </li></ul><ul><li>Treinamento sobre a relação entre a qualidade da água e exploração da propriedade (Elizabeth); </li></ul><ul><li>Treinamento sobre a utilização do GPS e envio dos dados coletados para a EGL (marcos); </li></ul><ul><li>Validação dos resultados de análise de água (gilberto); </li></ul><ul><li>Monitoramento da qualidade de água (gilberto). </li></ul>
    14. 15. Cronograma do PA2 Plano de ação Atividade 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24     Abr./09 Mai./09 Jun./09 Jul./09 Ago./09 Set./09 Out./09 Nov./09 Dez./09 Jan./10 Fev./10 Mar./10 Abr./10 Mai./10 Jun./10 Jul./10 Ago./10 Set./10 Out./10 Nov./10 Dez./10 Jan./11 Fev./11 Mar./11 2 Treinamento dos monitores   x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x     2 Treinamento qualidade da água x exploração agropecuária   x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x     2 Treinamento GPS   x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x     2 Visita para validação         x x x x x x x x x x x x x x x x x      
    15. 16. ATIVIDADES PLANO DE AÇÃO 3 <ul><li>3) Seleção e instalação das Unidades de Referência: Responsável Maria de Fátima A. Pires </li></ul><ul><li>Atividades: </li></ul><ul><li>Instalação das Unidades Demonstrativas (quatro) (elizabeth); </li></ul><ul><li>Seleção das Unidades de Referência (gilberto); </li></ul><ul><li>Monitoramento da UR (marcelo). </li></ul>
    16. 17. Cronograma do PA3 Plano de ação Atividade 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24     Abr./09 Mai./09 Jun./09 Jul./09 Ago./09 Set./09 Out./09 Nov./09 Dez./09 Jan./10 Fev./10 Mar./10 Abr./10 Mai./10 Jun./10 Jul./10 Ago./10 Set./10 Out./10 Nov./10 Dez./10 Jan./11 Fev./11 Mar./11 3 Seleção das UR       x                                         3 Instalação das UR       x x x x                                   3 Monitoramento das UR       x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x  
    17. 18. ATIVIDADES PLANO DE AÇÃO 4 <ul><li>4) Relação entre qualidade da água e atividade agropecuária, georreferenciamento dos dados e criação do sítio na internet: Responsável Marcos C. Hott </li></ul><ul><li>Atividades: </li></ul><ul><li>Criação e manutenção de um sítio na internet (victor); </li></ul><ul><li>Oficina de classificação dos pontos sobre a qualidade de água e construção do sítio da internet (transferência da metodologia específica para os jovens) (marcelo); </li></ul><ul><li>Relação entre a qualidade de água e atividade agropecuária (marcelo); </li></ul><ul><li>Georreferenciamento dos dados, relação entre a qualidade de água e mapas de cobertura e exploração agropecuária (marcos). </li></ul>
    18. 19. Cronograma do PA4 Plano de ação Atividade 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24     Abr./09 Mai./09 Jun./09 Jul./09 Ago./09 Set./09 Out./09 Nov./09 Dez./09 Jan./10 Fev./10 Mar./10 Abr./10 Mai./10 Jun./10 Jul./10 Ago./10 Set./10 Out./10 Nov./10 Dez./10 Jan./11 Fev./11 Mar./11 4 Georreferenciamento dos dados         x x x x x x x x x x x x x x x x x x x   4 Criação do sítio da internet         x x x x x x x x x x x x x x x x x x x   4 Relação qualidade água x atividade agropecuária         x x x x x x x x x x x x x x x x x x x   4 Oficina p/ os jovens (classificação e sítio da internet)                               x                
    19. 20. ATIVIDADES PLANO DE AÇÃO 5 <ul><li>5) Desenvolvimento de atividades envolvendo a comunidade: Responsável Maria de Fátima A. Pires. </li></ul><ul><li>Atividades: </li></ul><ul><li>Palestras de apresentação do projeto para comunidade (gilberto); </li></ul><ul><li>Dia de campo nas Unidades de Referência (antônio). </li></ul>
    20. 21. Cronograma do PA5 Plano de ação Atividade 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24     Abr./09 Mai./09 Jun./09 Jul./09 Ago./09 Set./09 Out./09 Nov./09 Dez./09 Jan./10 Fev./10 Mar./10 Abr./10 Mai./10 Jun./10 Jul./10 Ago./10 Set./10 Out./10 Nov./10 Dez./10 Jan./11 Fev./11 Mar./11 5 Dia de Campo nas UR                           x x x x x x x x x x x 5 Palestra p/ comunidade apresentação projeto   x x x x                                      
    21. 22. RESULTADOS <ul><li>Enquadramento e classificação dos recursos hídricos: 1 monitoramento; </li></ul><ul><li>Dezesseis (16) jovens treinados como Agentes de Monitoramento da qualidade de água: 1 curso oferecido; </li></ul><ul><li>Esclarecimento das comunidades envolvidas: 20 palestras (16 de apresentação da proposta + 4 nos dias de campo); </li></ul><ul><li>Instalação das Unidades Demonstrativas: 4 Uds; </li></ul><ul><li>Criação do sítio na Internet: 1 base de dados; </li></ul><ul><li>Envio de artigo para anais de congresso/ nota técnica: 1 artigo; </li></ul><ul><li>Treinamento de estudantes de graduação: 2 estágio de graduação com bolsa; </li></ul><ul><li>Realização de 1 oficina: 1 organização de evento; </li></ul>

    ×