Além de outros indicadores tais como: PIB renda per
capta, grau de instrução, expectativa de vida ao
nascer, para maioria ...
O gás natural é composto por uma mistura de hidrocarbonetos leves
(metano, etano, propano, butano e outros gases em menore...
As tubulações responsáveis pelo envio de gás natural das fontes produtoras até
os consumidores recebem o nome de gasoduto....
A produção de energia é um elemento essencial para a vida do ser
humano, sobretudo para a realização das atividades indust...
Apesar de sua eficácia para a geração de energia, o petróleo é extremamente
prejudicial ao meio ambiente, pois durante sua...
A Petróleo Brasil S/A (Petrobras) visa explorar o “ouro-negro”
encontrado a 7 mil metros abaixo do nível do mar: uma imens...
Energia no mundo  atual {Gás natural e Petróleo}
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Energia no mundo atual {Gás natural e Petróleo}

1.324 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.324
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Energia no mundo atual {Gás natural e Petróleo}

  1. 1. Além de outros indicadores tais como: PIB renda per capta, grau de instrução, expectativa de vida ao nascer, para maioria dos economistas, a energia consumida por habitante/ano é um dos indicadores do nível de desenvolvimento de um país. Nesse contexto o petróleo contribui com mais de 50% do total da produção mineral do mundo, seguido do carvão, do gás natural e da linhita com mais de 30%.
  2. 2. O gás natural é composto por uma mistura de hidrocarbonetos leves (metano, etano, propano, butano e outros gases em menores proporções) que submetido à temperatura ambiente e pressão atmosférica permanece no estado gasoso. É uma fonte energética encontrada na natureza em duas formas distintas. Ele pode ser obtido em jazidas e através da queima de biomassa (bagaço de cana-de-açúcar). O gás natural encontrado em jazidas normalmente está associado ao petróleo. Constitui reservas finitas, e, conforme pesquisas realizadas pela IEA (Agência Internacional de Energia), caso se mantenha o ritmo de consumo médio da última década, as jazidas de gás natural irão se esgotar em 100 anos. Essa fonte energética agride menos o meio ambiente que o petróleo e o carvão mineral. No entanto, por ser de origem fóssil, sua combustão contribui para o efeito de estufa.
  3. 3. As tubulações responsáveis pelo envio de gás natural das fontes produtoras até os consumidores recebem o nome de gasoduto. De acordo com dados da Agência Internacional de Energia, o gás natural corresponde a 15,6% do consumo energético global; no Brasil, esse combustível representa 7,1%. Essa mesma agência estima que as reservas de gás natural irão se esgotar em aproximadamente 100 anos, caso se mantenha o atual consumo médio. Mais “limpo” entre os combustíveis de origem fóssil, o gás natural emite menos poluentes se comparado ao petróleo e ao carvão mineral, no entanto, ele não está totalmente isento dos problemas ambientais, visto que sua utilização também contribui para a poluição atmosférica e para intensificação do efeito estufa. Esse combustível gasoso, após ser tratado e processado, apresenta grande teor energético, sendo bastante aproveitado nas indústrias para a geração de energia elétrica. Ele também pode ser empregado no aquecimento ambiental e nas aplicações domésticas de residências e como combustível em automóveis adaptados para recebê-lo, substituindo a gasolina, o álcool ou o diesel.
  4. 4. A produção de energia é um elemento essencial para a vida do ser humano, sobretudo para a realização das atividades industriais. As fontes não renováveis (carvão, gás natural, petróleo, etc.) respondem por cerca de 87% da matriz energética global, com destaque para o petróleo, que é a fonte mais utilizada desde a Segunda Revolução Industrial, ocorrida durante o século XIX. pós a extração e refino do petróleo, vários produtos podem ser obtidos, como a gasolina, óleo diesel, fertilizantes, tintas, borrachas, plástic o, medicamentos, entre tantos outros. O petróleo é responsável por cerca de 37% da produção de energia no mundo, sendo que o setor de transporte é o principal destino desse óleo (50%) Estima-se que 25% é utilizado pelas indústrias e os outros 25% são para a indústria química e para a geração de energia nas usinas termelétricas.
  5. 5. Apesar de sua eficácia para a geração de energia, o petróleo é extremamente prejudicial ao meio ambiente, pois durante sua combustão ocorre a liberação de gases poluentes, com destaque para óxido nitroso (N2), dióxido de carbono (CO2) e o metano (CH4). Esses gases provocam a poluição atmosférica e intensificam o efeito estufa. Além desses problemas, a exploração de petróleo em plataformas marítimas também pode causar a poluição hídrica, através de vazamentos, como o que ocorreu no Golfo do México. As principais jazidas de petróleo estão localizadas no Oriente Médio, Golfo do México, Estado Unidos da América (EUA), Venezuela, Federação Russa, China e na porção ocidental da África. No Brasil, o estado do Rio de Janeiro é o maior produtor nacional de petróleo, mas também há reservas significativas no Espírito Santo, Rio Grande do Norte e Bahia.
  6. 6. A Petróleo Brasil S/A (Petrobras) visa explorar o “ouro-negro” encontrado a 7 mil metros abaixo do nível do mar: uma imensa reserva de petróleo, denominada Pré-sal, que poderá triplicar a produção nacional. Caso esse fato se concretize, o Brasil se tornará um dos maiores produtores de petróleo, podendo até integrar a Opep. A Opep (Organização dos Países Produtores de Petróleo) é uma organização formada com o intuito de controlar a produção e os preços do petróleo no mercado internacional, estabelecendo um verdadeiro cartel através da redução da oferta do produto para obter os melhores preços no mercado mundial.

×