René François
Ghislain
Magritte foi um
dos principais
artistas
surrealistas
belgas.
• Magritte nasceu em Lessines, Bélgica, no dia 21 de novembro de 1898;
• Em 1916, ingressou na Académie Royale des Beaux-A...
• A sua arte, pintada com tal nitidez que parece muitíssimo realista, caracteriza
o amor surrealista aos paradoxos visuais...
Pintor de imagens insólitas, às quais deu tratamento rigorosamente realista, utilizou
processos ilusionistas, sempre à pro...
O Surrealismo foi um movimento artístico e literário nascido em Paris na década de
1920, inserido no contexto das vanguard...
Surrealismo
Surrealismo
Surrealismo
Surrealismo
Surrealismo
Surrealismo
Surrealismo
Surrealismo
Surrealismo
Surrealismo
Surrealismo
Surrealismo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Surrealismo

508 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Surrealismo

  1. 1. René François Ghislain Magritte foi um dos principais artistas surrealistas belgas.
  2. 2. • Magritte nasceu em Lessines, Bélgica, no dia 21 de novembro de 1898; • Em 1916, ingressou na Académie Royale des Beaux-Arts, em Bruxelas, onde estudou por dois anos; • Trabalhou em uma fábrica de papel de Parede, e foi designer de cartazes e anúncios até 1926, quando um contrato com a Galerie la Centaure, na capital belga, fez da pintura sua principal atividade; • René Magritte praticava o surrealismo realista, ou “realismo mágico”; • Começou imitando a vanguarda, mas precisava realmente de uma linguagem mais poética e viu-se influenciado pela pintura metafísica; • Magritte tinha espírito travesso, e, em A queda, os seus homens bizarros de chapéu-coco despencam do céu absolutamente serenos, expressando algo da vida como conhecemos.
  3. 3. • A sua arte, pintada com tal nitidez que parece muitíssimo realista, caracteriza o amor surrealista aos paradoxos visuais: embora as coisas possam dar a impressão de serem normais, existem anomalias por toda a parte: A Queda tem uma estranha exatidão, e o surrealismo atrai justamente porque explora nossa compreensão oculta da esquisitice terrena; • O seu trabalho foi exposto em 1936 na cidade de Nova York, Estados Unidos, e em mais duas exposições retrospetivas nessa mesma cidade, uma no Museu de Arte Moderna, em 1965, e outra no Metropolitan Museum of Art, em 1992; • Magritte morreu com cancro e foi enterrado no Cemitério Schaarbeek, em Bruxelas.
  4. 4. Pintor de imagens insólitas, às quais deu tratamento rigorosamente realista, utilizou processos ilusionistas, sempre à procura do contraste entre o tratamento realista dos objetos e a atmosfera irreal dos conjuntos. As suas obras são metáforas que se apresentam como representações realistas, através da justaposição de objetos comuns, e símbolos recorrentes em sua obra, tais como o torso feminino, o chapéu coco, o castelo, a rocha e a janela, entre outros mais, porém de um modo impossível de ser encontrado na vida real.
  5. 5. O Surrealismo foi um movimento artístico e literário nascido em Paris na década de 1920, inserido no contexto das vanguardas que viriam a definir o modernismo no período entre as duas Grandes Guerras Mundiais. Reune artistas anteriormente ligados ao Dadaísmo ganhando dimensão mundial. Fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas do psicólogo Sigmund Freud (1856-1939), o surrealismo enfatiza o papel do inconsciente na atividade criativa. Um dos seus objetivos foi produzir uma arte que, segundo o movimento, estava sendo destruída pelo racionalismo. O poeta e crítico André Breton (1896-1966) era o principal líder e mentor deste movimento. A palavra surrealismo supõe-se ter sido criada em 1917 pelo poeta Guillaume Apollinaire(1886-1918), jovem artista ligado ao Cubismo, e autor da peça teatral As Mamas de Tirésias (1917), considerada uma precursora do movimento. Um dos principais manifestos do movimento é o Manifesto Surrealista de (1924). Além de Breton, seus representantes mais conhecidos são Antonin Artaud no teatro, Luis Buñuel no cinema e Max Ernst, René Magritte e Salvador Dali no campo das artes plásticas.

×