Bomba atômica

1.787 visualizações

Publicada em

Pesquisa feita por mim no 1º semestre do meu curso de Física, para a cadeira de Introdução à química

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.787
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bomba atômica

  1. 1. Bomba atômica<br />
  2. 2. Introdução<br />Origem.<br />O que é ?<br />Como Funciona ?<br />Contribuições na história.<br />Energias Nuclerares.<br />Conclusão.<br />
  3. 3. Introdução.<br />Nesta apresentação, buscaremos representar a Bomba Atômica na sua origem,idéia, estrutura técnica de funcionamento, e contribuições na história e na ciência. <br />
  4. 4. Origem.<br />Descoberta do nêutron(1932)<br />Ernest Rutherford(1871-1937)<br />Bombardeamento de Urânio<br />Otto Hahn e Lise Meitner<br />U92 fissionado em Ba56 e Kr36<br />Surgimento de Pesquisa de Fusão e Fissão Nuclear(Albert Einstein, Lise Meitner e etc.)<br />Carta de Recomendação de Einstein ao presidente Roosevelt (02/08/1939)<br />Adesão dos EUA a 2ª guerra mundial.(1941)<br />Manhattan Project, e a 1ª detonação de uma bomba nuclear (16 de julho de 1945)<br />
  5. 5. <ul><li> Testes nucleares dos EUA
  6. 6. Uso de soldados em testes
  7. 7. Bombardeamento do Japão:
  8. 8. 6 e 9 de agosto de 1945
  9. 9. Hyroshima:Little boy - Garotinho
  10. 10. Nagasaki:Fatman – Gordo</li></ul>Os soldados americanos foram <br />utilizados como cobaias para <br />os efeitos da radiação.<br />“Little boy”<br />“Fatman”<br />Fotografias de Hiroshima e Nagasaki obtidas <br />algumas horas após as explosões. Os fotógrafos também <br />foram vítimas da radiação <br />
  11. 11. O que é, e como funciona...<br /><ul><li>Urânio
  12. 12. UO2 (Dióxido de urânio)
  13. 13. 99,284% U238 -> 0,711% de U235(fissionável)
  14. 14. Transformar UO2 em UF6 (hexafluoreto de urânio)
  15. 15. Material físsil: sustenta uma reação em cadeia na qual predomina neutrons lentos(térmico) e rápidos.
  16. 16. Neutron rápido: neutron livre com Ec > 1keV 1 Mev (100 TJ/kg), correspondendo a uma velocidade de 14.000 km/s
  17. 17. Neutron térmico: neutron livre com energia 1 MeV (100 TJ/kg), correspondendo a uma velocidade de 14.000 km/s velocidade provável a uma termperatura de 290k(17°C)
  18. 18. Neutron de fusão:originados por reacções de fusão nuclear são consideravelmente mais energéticos que 1 MeV; a fusão deutério-trítio é um caso extremo, produzindo neutrões com 14,1 MeV (1400 TJ/kg, movendo-se a 52.000 km/s, ou seja, 17,3% da velocidade da luz) que podem facilmente fissionar urânio-238 e outros actnídios não-físseis</li></li></ul><li>Material fissionável físsil: "Físsil" é uma característica de todo o material que é fissionável por nêutrons lentos.<br />Logo,<br />238<br />Placas porosas<br />Dióxido de urânio<br />235<br />
  19. 19.
  20. 20. Fissão nuclear<br />
  21. 21. Animação do processo de fissão do urânio-235. Os nêutrons liberados provocam a fissão de outros átomos: é a reação em cadeia.<br />
  22. 22. Massa crítica é a quantidade necessária para causar alguma explosão.<br />
  23. 23. o número 14 é o projétil em fissão,o numero 16 <br />é a carga explosiva,o numero 4 e 5 é a massa de urânio 235,o resto são sistemas elétricos de velocidade,altitude e etc.<br />
  24. 24. Processo por implosão<br />
  25. 25. Explosão de uma bomba<br />
  26. 26. Curiosidades<br />1g de Urânio235 200 MeV<br />80 milhões de kJ<br /><ul><li>1g de TNT 16kJ
  27. 27. Fissão é 5.000.000x
  28. 28. Megatons milhões de toneladas de dinamites</li></ul>Ex: <br />10 megatons 10 milhões de toneladas de dinamite<br />
  29. 29. Relembrando...<br />
  30. 30. A tonelada (ou ton) de TNT é uma unidade de energia igual a 4,184 gigajoules<br />A megatonelada (ou megaton) de TNT é uma unidade de energia equivalente a 4,184 petajoules<br />
  31. 31. Fusão nuclear<br />
  32. 32.
  33. 33.
  34. 34. Contribuições<br />
  35. 35. Usinas Nucleares<br />
  36. 36.
  37. 37. Submarinos<br />
  38. 38.
  39. 39.
  40. 40. Energia nuclear<br />- não contribui para o efeito de estufa (principal);- não polui o ar com gases de enxofre, nitrogénio, particulados, etc.;- não utiliza grandes áreas de terreno: a central requer pequenos espaços para sua instalação;- não depende da sazonalidade climática (nem das chuvas, nem dos ventos);- pouco ou quase nenhum impacto sobre a biosfera;- grande disponibilidade de combustível;- é a fonte mais concentrada de geração de energia- a quantidade de resíduos radioactivos gerados é extremamente pequena e compacta;- a tecnologia do processo é bastante conhecida;- o risco de transporte do combustível é significativamente menor quando comparado ao gás e ao óleo das termoelétricas;- não necessita de armazenamento da energia produzida em baterias;<br />
  41. 41. Energia nuclear<br /><ul><li>- necessidade de armazenar o resíduo nuclear em locais isolados e protegidos*;- necessidade de isolar a central após o seu encerramento;- é mais cara quando comparada às demais fontes de energia;- os resíduos produzidos emitem radiactividade durante muitos anos;- dificuldades no armazenamento dos resíduos, principalmente em questões de localização e segurança;- pode interferir com ecossistemas;- grande risco de acidente na central nuclear.
  42. 42. * esta desvantagem provavelmente durará pelo menos uns 30 anos, a partir de quando já se esperam desenvolvidas tecnolgias para reciclagem e reaproveitamento dos resíduos radioactivos.
  43. 43. .
  44. 44. Observação:
  45. 45. – ao contrário do que muita gente pensa, a energia nuclear não é uma energia suja;
  46. 46. – os impactos ambientais causados pela deposição do resíduo radioactivo não são muito maiores que os impactes do lago de uma hidroeléctrica.</li></li></ul><li>Conclusão.<br />

×