Desemprego na europa

997 visualizações

Publicada em

Trabalho dos alunos sobre o desempego no continente europeu

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
997
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
195
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Desemprego na europa

  1. 1. DESEMPREGO NA EUROPA
  2. 2. O DESEMPREGO NA EUROPA Segundo o relatório, 115 milhões de pessoas, ou 23% da população da UE, foram consideradas pobres ou socialmente desfavorecidas. As principais causas foram o desemprego, a idadeavançada e os baixos salários, com mais de 8% de todos os trabalhadores da Europa agora pertencendo ao grupo de "trabalhadores pobres".
  3. 3. Em países como Alemanha, Países Baixos e Áustria as taxas de desemprego entre os jovens são menores apenas porque a formação escolar levamais tempo e muitos jovens desempregados estão "estacionados" em empregos sem carteira assinada, fato que os exclui das estatísticas oficiais.
  4. 4. DESEMPREGO NO BRASIL TEM TRAGETORIA OPOSTO Á DOS EUA A EUROPA• taxa de desempregou voltou a cair em outubro no Brasil, para 7,5%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A trajetória do desemprego por aqui segue na direção contrária das grandes economias: nos EUA e na Europa, os índices seguem crescendo. Na Europa, a expectativa da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) é de que esse indicador só volte a cair em 2011.
  5. 5. • Nos Estados Unidos, o desemprego atingiu 10,2% em outubro, alcançando a maior taxa desde abril de 1983. Na zona do euro (16 países que compartilham a moeda), a taxa chegou a 9,7% em setembro (os dados de outubro ainda não foram divulgados) – uma alta de dois pontos percentuais em um ano.
  6. 6. • Em alguns países europeus, no entanto, o crescimento do desemprego foi mais acentuado. Na Espanha, a taxa de desemprego bateu em 19,3% em setembro – 6,9 pontos percentuais acima da registrada no mesmo mês do ano anterior. Mesmo na Dinamarca, onde o desemprego era de 6,4% há dois meses, o crescimento foi acentuado: em setembro de 2008, essa taxa era de 3,4%. Na Holanda, país europeu com a menor taxa de desemprego, o indicador subiu de 2,7% para 3,5% em um ano.
  7. 7. TAXA DE DESEMPREGO EM OUTUBRO (%)
  8. 8. • ESCOLA JOSINEIDE DA SILVA TAVARES• DIRETOR: LUIZ GONZAGA• PROFESSOR: JOSE CARLOS• ALUNOS(a): FRANCIMARA; RICARDO; ARLEUDE; BRUNA.• TURMA: 8° SERIE (B)

×