Urânio<br />
O urânio é um elemento químico que, por possuir tantas características singulares ocupa um lugar de destaque entre todos o...
1-Urânio<br />Foi descoberto em 1789 pelo alemão MartinHeinrichKlaproth e foi também o primeiro elemento da T.P onde se ac...
1.1 - Propriedades<br />1.1.1 – Propriedades atómicas<br />1.1.2 – Propriedades físicas<br />
1.1.3 – Isótopos<br />
1.1.4 – Urânio enriquecido<br />Adiciona-se flúor ao<br />metal formando o<br />gás hexafluoreto de<br />urânio (UF6)<br /...
1.2 - História<br />1789 – Descoberta do metal por MartinHeinrichKlaproth;<br />1896 – Descoberta da propriedade radioacti...
1.3 - Ocorrência<br />Existem vestígios de urânio em quase todas as rochas sedimentares da crosta.<br />		O urânio obtêm-s...
1.4 - Aplicações<br />
1.5 – Doenças no ser humano<br /> O manuseamento do urânio pode provocar, devido á sua radioactividade:<br />Náuseas;<br /...
2 – Energia Nuclear<br />A energia nuclear está no núcleo dos átomos, nas forças que mantém unidos os seus componentes. Nu...
2.1 – Fissão nuclear<br />O urânio – 235, por exemplo, ao ser bombardeado com neutrões, reparte-se em dois núcleos atómico...
2.1.1 – Reacção em cadeia<br />A fissão realizado de forma sucessiva é denominado de reacção em cadeiae é o processo utili...
2.2 – Centrais nucleares<br />As centrais nucleares usam as reacções em cadeia para produzir calor que vai ferver água, pr...
2.2.1 – Funcionamento Reactor<br /> O reactor tem os seguintes componentes:<br />Combustível – urânio convertido em pastil...
Material moderador – intervêm no arrefecimento;<br />Barras de controlo – absorvem parte dos neutrões e permitem que haja ...
2.3 – Tipos de reactores<br />Existem 3 tipos de reactores:<br />De água;<br />De altas temperaturas;<br />Reprodutores.<b...
2.4 – Lixos Nucleares<br />O lixo pode ser de três categorias:<br />Lixo alto nível – resíduos gerados durante o processo ...
2.5 – Impacto Ambiental e Humano<br />		As centrais nucleares actualmente são totalmente inofensivas para o ambiente e par...
2.5.1 – “Toxicidade” das radiações <br />
2.6 – Prós e contras <br />
2.7 – Energia nuclear em Portugal<br />	Embora não tenha nenhuma central Portugal tem várias minas de Urânio que estão a s...
3 – Fins Bélicos : a arma nuclear<br />		Uma reacção nuclear de fissão não controlada pode facilmente gerar uma explosão d...
3.1 – Modelo da bomba atómica<br />
Bibliografia<br />Internet:<br />http://atomico.no.sapo.pt/04_03.html<br />http://www.biodieselbr.com/energia/nuclear/fiss...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Urânio - 10º B

9.857 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.857
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4.625
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
147
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Urânio - 10º B

  1. 1. Urânio<br />
  2. 2. O urânio é um elemento químico que, por possuir tantas características singulares ocupa um lugar de destaque entre todos os elementos da tabela periódica.<br /> A sua grande eficiência quer na produção de<br /> energia quer na destruição <br /> em massa, fazendo com que<br /> haja quem defenda a sua uti-<br /> lização e quem a condene.<br />
  3. 3. 1-Urânio<br />Foi descoberto em 1789 pelo alemão MartinHeinrichKlaproth e foi também o primeiro elemento da T.P onde se achou radioactividade.<br /> É o elemento mais “pesado”, que existe naturalmente na Terra: tem 92 protões e 135 a 148 neutrões. Quando em estado sólido apresenta uma cor que varia do cinza ao amarelo.<br />
  4. 4. 1.1 - Propriedades<br />1.1.1 – Propriedades atómicas<br />1.1.2 – Propriedades físicas<br />
  5. 5. 1.1.3 – Isótopos<br />
  6. 6. 1.1.4 – Urânio enriquecido<br />Adiciona-se flúor ao<br />metal formando o<br />gás hexafluoreto de<br />urânio (UF6)<br />O urânio é<br />extraído da<br />natureza<br />O 238UF6 e o 235UF6 são<br />separados, os métodos<br />mais comuns são<br />a Difusão Gasosa e a<br />Ultracentrifugação.<br />O Urânio enriquecido é<br />convertido em um pó<br />de dióxido de urânio<br />(UO2) que é prensado<br />em pastilhas.<br />
  7. 7. 1.2 - História<br />1789 – Descoberta do metal por MartinHeinrichKlaproth;<br />1896 – Descoberta da propriedade radioactiva;<br />1934 – Observação da produção de partículas alfa através do bombardeamento de neutrões;<br />1942 – Primeira reacção nuclear de fissão auto-sustentada em Chicago;<br />1945 – Primeiro teste de arma nuclear no Novo México.<br />
  8. 8. 1.3 - Ocorrência<br />Existem vestígios de urânio em quase todas as rochas sedimentares da crosta.<br /> O urânio obtêm-se através de minérios como uranita e euxenita que estão indicados no mapa em baixo.<br />
  9. 9. 1.4 - Aplicações<br />
  10. 10. 1.5 – Doenças no ser humano<br /> O manuseamento do urânio pode provocar, devido á sua radioactividade:<br />Náuseas;<br />Vómitos;<br />Diarreia;<br />Cancro<br />Enfraquecimento do sistema linfático, sangues, ossos, fígado e rins;<br />
  11. 11. 2 – Energia Nuclear<br />A energia nuclear está no núcleo dos átomos, nas forças que mantém unidos os seus componentes. Numa reacção de fissão essa energia é libertada.<br />Devido ás suas características próprias o urânio é o principal recurso energético neste tipo de energia, principalmente o enriquecido.<br />
  12. 12. 2.1 – Fissão nuclear<br />O urânio – 235, por exemplo, ao ser bombardeado com neutrões, reparte-se em dois núcleos atómicos mais pequenos.<br />
  13. 13. 2.1.1 – Reacção em cadeia<br />A fissão realizado de forma sucessiva é denominado de reacção em cadeiae é o processo utilizado num reactor nuclear.<br />
  14. 14. 2.2 – Centrais nucleares<br />As centrais nucleares usam as reacções em cadeia para produzir calor que vai ferver água, produzir vapor e movimentar as turbinas criando energia eléctrica.<br />
  15. 15. 2.2.1 – Funcionamento Reactor<br /> O reactor tem os seguintes componentes:<br />Combustível – urânio convertido em pastilhas, posto em tubos;<br />Tubos – que evitam a contaminação do reactor ;<br />
  16. 16. Material moderador – intervêm no arrefecimento;<br />Barras de controlo – absorvem parte dos neutrões e permitem que haja reacções controladas e estáveis, tendo assim um grande papel na segurança das centrais.<br />
  17. 17. 2.3 – Tipos de reactores<br />Existem 3 tipos de reactores:<br />De água;<br />De altas temperaturas;<br />Reprodutores.<br />Para além de disso existem 3 gerações de reactores:<br />1º geração – antigos e em desuso<br />2ª geração – maioria dos <br />reactores<br />3ªgeração – topo de gama,<br />mas ainda pouco usados.<br />
  18. 18. 2.4 – Lixos Nucleares<br />O lixo pode ser de três categorias:<br />Lixo alto nível – resíduos gerados durante o processo de fissão que contêm altos níveis de radioactividade letal;<br />Lixo intermédio – apresentam menores graus de radioactividade;<br />Lixo de baixo nível – resíduos produzidos em hospitais , laboratórios e indústrias.<br />
  19. 19. 2.5 – Impacto Ambiental e Humano<br /> As centrais nucleares actualmente são totalmente inofensivas para o ambiente e para o ser humanos, mas incidentes do passado mostraram que se mal geridas podem ser muito perigosas, como é no caso de Chernobyl.<br /> Nos seres vivos os efeitos da radiação podem ser:<br />A nível somático;<br />A nível genético<br />
  20. 20. 2.5.1 – “Toxicidade” das radiações <br />
  21. 21. 2.6 – Prós e contras <br />
  22. 22. 2.7 – Energia nuclear em Portugal<br /> Embora não tenha nenhuma central Portugal tem várias minas de Urânio que estão a ser exploradas actualmente por empresas internacionais.<br /> O mapa mostra a localização dessas minas.<br />
  23. 23. 3 – Fins Bélicos : a arma nuclear<br /> Uma reacção nuclear de fissão não controlada pode facilmente gerar uma explosão de proporções catastróficas. Apercebendo-se deste facto muito dirigentes de países aproveitaram-se deste facto para criar bombas para promover a guerra e a destruição.<br /> Para ocorrer esta explosão aumentam as quantidades de urânio enriquecido para quase 90% fazendo com que se dê uma enorme explosão, ao invés de uma reacção controlada <br />
  24. 24. 3.1 – Modelo da bomba atómica<br />
  25. 25. Bibliografia<br />Internet:<br />http://atomico.no.sapo.pt/04_03.html<br />http://www.biodieselbr.com/energia/nuclear/fissao-nuclear.htm<br />http://pt.wikipedia.org/wiki/Energia_nuclear<br />http://pt.wikipedia.org/wiki/uranio<br />http://www.abcdaenergia.com/enervivas/cap07.htm<br />http://www.cfn.ist.utl.pt/pt/consultorio/listA.html<br />Livros:<br />Enciclopédia Temática Juvenil, Editora: Multilar, 10º Edição<br />

×