SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Baixar para ler offline
RECURSOS NATURAIS
Elaborado por: Helena Saraiva
COMPETÊNCIAS/OBJECTIVOS A DESENVOLVER
• Definir recurso.
• Distinguir recursos renováveis de não renováveis.
• Classificar os diferentes tipos de recursos.
• Identificar os recursos energéticos.
• Localizar as principais áreas de consumo energético.
• Localizar as principais áreas de produção de cada um
dos recursos energéticos.
• Referir as vantagens e as desvantagens da utilização
dos recursos energéticos renováveis e não renováveis.
• Ter uma atitude crítica face a esta problemática.
• Dar a noção de desenvolvimento sustentável.
RECURSOS NATURAIS – O que são?
Recursos naturais – são todas as
riquezas que se encontram
disponíveis na Natureza (subsolo, solo
e à superfície da terra) e que o Homem
pode utilizar para satisfazer as suas
necessidades de sobrevivência e de
desenvolvimento.
Como podem ser os Recursos naturais?
RENOVÁVEIS NÃO RENOVÁVEIS
Recursos que se esgotam na
Natureza, pois a sua capacidade de
renovação não é feita em tempo útil
para o Homem, uma vez que este os
consome a uma velocidade superior
à velocidade que a Natureza tem
capacidade de os produzir.
Recursos que não se esgotam
na Natureza uma vez que a sua
renovação é permanente.
Como se Classificam os Recursos Naturais?
NÃO RENOVÁVEIS RENOVÁVEIS
MINERAISENERGÉTICOS ENERGÉTICOS
HÍDRICOS
BIOLÓGICOS
- Combustíveis
Fósseis
(carvão,
petróleo, gás
natural)
- Urânio
- Minerais
metálicos (ferro,
cobre, alumínio,
prata, ouro…)
- Minerais não
metálicos (argila,
areias, calcário,
mármores,
fosfatos…)
- Energia
solar
- E. eólica
-E.
hidroeléctrica
-E.
geotérmica
-Biomassa
- Maremotriz
Existentes
nos:
- Lagos
- Rios
- águas
subterrâne
as
-Agricultura
- Pesca
- Florestas
QUAL A IMPORTÂNCIA DA ENERGIA?
É fundamental para o bem estar e para o
funcionamento de inúmeras actividades económicas
(transportes, indústria, comércio, serviços) .
DISTRIBUIÇÃO DO CONSUMO ENERGÉTICO
(Pág.111 do manual)
1. Quais os países com maior consumo energético?
2. Quais os países com menor consumo energético?
3. Que conclusões retiras?
HÁ DESIGUAL DISTRIBUIÇÃO DO CONSUMO ENERGÉTICO
Países com maior consumo
energético
Países com menor
consumo energético
-E.U.A
-Canadá
-Países da Europa
-Austrália
-Japão
-Rússia
-Nova Zelândia
-Países do Golfo Pérsico (Arábia
Saudita, Emirados Árabes Unidos)
-Maioria dos países
africanos
-Países do Sul e Sudeste
Asiático
-Turquia
-Líbano
-Síria
Conclusão: Verifica-se que a nível mundial há um desigual consumo energético,
sendo este maior nos países desenvolvidos e menos nos países em
desenvolvimento.
O consumo energético é um indicador que permite avaliar o grau de
desenvolvimento e de industrialização dos países.
Pela análise do mapa anterior constata-se que:
O mundo segundo o consumo, em 2005
EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE RECURSOS
ENERGÉTICOS
1. Como evoluiu o consumo dos diversos recursos energéticos ao longo do
tempo?
2. Que factores explicarão a evolução observada?
PELA ANÁLISE DO GRÁFICO ANTERIOR VERIFICA-SE QUE HOUVE
UM AUMENTO DO CONSUMO ENERGÉTICO AO LONGO DO TEMPO
E ESTE EXPLICA-SE:
• Pelo desenvolvimento dos transportes
• Pela expansão da indústria
• Pela modernização da agricultura
• Pela crescente urbanização
• Pela melhoria do nível de vida
• Pelo crescimento da população
QUAL A DISTRIBUIÇÃO DAS RESERVAS DE
COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS NO MUNDO?
(Fontes de energia mais exploradas)
CARVÃO
Resultou de transformações químicas de grandes
massas florestais que ficaram soterradas ao longo
de milhões de anos.
QUAL A DISTRIBUIÇÃO DA PRODUÇÃO E CONSUMO
DE CARVÃO NO MUNDO?
QUAL A DISTRIBUIÇÃO DA PRODUÇÃO E CONSUMO
DE PETRÓLEO NO MUNDO?
PETRÓLEO E GÁS NATURAL
Combustíveis fósseis que resultaram de transformações sofridas por
matérias orgânicas (restos de animais e de vegetais) que se depositaram
em grandes quantidades no fundo dos mares
OPEP- Organização de
Países Exportadores de
Petróleo (fundada em
1960)
Constituída por:
Arábia Saudita, Angola,
Argélia, Líbia, Nigéria,
Venezuela, Equador,
Emirados Árabes
Unidos, Irão, Iraque,
Koweit, Qatar
A OPEP faz o controle de preços e do volume de produção estabelecendo
pressões sobre o mercado
OPEP-
Organização de
Países
Exportadores de
Petróleo
EM SÍNTESE:
QUAIS OS PAÍSES PRODUTORES DE ENERGIA
NUCLEAR?
A energia nuclear utiliza o urânio – mineral radioactivo
Vantagens da utilização
das energias não
renováveis
• Energia barata
• Grande densidade
energética
• Fácil de transportar
• Fácil de armazenar
Desvantagens da utilização das
energias não renováveis
• O esgotamento ou diminuição
significativa das reservas de recursos
minerais origina problemas sociais e
económicos.
• a destruição da paisagem natural e a
poluição provocadas pela indústria
extractiva.
• os desastres ambientais que tantas
vezes ocorrem durante o transporte,
sobretudo do petróleo.
• a poluição atmosférica e a
contaminação das águas e dos solos
associadas ao consumo de
combustíveis .
• a radioactividade dos resíduos
resultantes da produção de energia
nuclear.
• Análise do quadro resumo
fornecido pela professora
ALGUNS EXEMPLOS DE ENERGIAS RENOVÁVEIS
QUAIS OS PAÍSES COM MAIOR PRODUÇÂO DE ENERGIA HIDRÁULICA?
ALGUNS EXEMPLOS DE ENERGIAS RENOVÁVEIS
QUAL A DISTRIBUIÇÃO DO POTENCIAL DE ENERGIA EÓLICA?
Vantagens da utilização da
energias renováveis
• Não são poluentes.
• São inesgotáveis
(renováveis).
• Larga distribuição
mundial.
• Menor devastação dos
ecossistemas.
• Não conseguem só por si
assegurar a produção que
satisfaça as necessidades.
• É incerta.
• Dificuldade de
armazenamento.
• Não estão adaptadas para
os transportes.
• Custos elevados de
investimento.
Desvantagens da utilização da
energias renováveis
• Análise do quadro resumo
fornecido pela professora
Desde sempre que o Homem utiliza os recursos naturais para os mais
variados fins. Todavia, nas últimas décadas, para fazer face ao aumento das
necessidades de uma população crescente, o Homem tem intensificado
cada vez mais a exploração dos recursos naturais a ponto de pôr em causa
a existência de alguns deles a curto ou a médio prazo e, deste modo,
colocar em perigo o futuro da própria humanidade.
Desenvolvimento sustentável
É a forma de desenvolvimento que procura satisfazer as
necessidades da geração actual, sem comprometer a
capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas
próprias necessidades.
Isto é,
Significa possibilitar que as pessoas, agora e no futuro,
atinjam um nível satisfatório de desenvolvimento social e
económico e de realização humana e cultural, fazendo, ao
mesmo tempo, um uso razoável dos recursos da terra e
preservando as espécies e os habitats naturais.
PARA UM DESENVOLVIMENTO
SUSTENTÁVEL
UTILIZAR ENERGIAS RENOVÁVEIS
O PLANETA AGRADECE
YouTube - O Planeta Agradece _ Energias Renováveis _ www.sasenergia.pt.mp4
ACTIVIDADES DE CONSOLIDAÇÃO DE
CONHECIMENTOS:
• Fichas de trabalho17, 18 e 19 do caderno de
actividades
• Actividades do manual das páginas 111, 113,
115, 117, 119.
• Ficha de trabalho fornecida pela professora.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticaspicoalto
 
Grandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas AmbientaisGrandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas Ambientaislidia76
 
Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Rosária Zamith
 
Poluição da Água
Poluição da ÁguaPoluição da Água
Poluição da ÁguaPetedanis
 
Distribuição da População Mundial
Distribuição da População MundialDistribuição da População Mundial
Distribuição da População MundialDiogo Mateus
 
Impactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambienteImpactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambientelaiszanatta
 
A pegada ecologica
A pegada ecologicaA pegada ecologica
A pegada ecologicaIlda Bicacro
 
Distribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesaDistribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesaIlda Bicacro
 
O desenvolvimento sustentável
O desenvolvimento sustentávelO desenvolvimento sustentável
O desenvolvimento sustentávelcattonia
 
As Energias RenováVeis
As Energias RenováVeisAs Energias RenováVeis
As Energias RenováVeisLeomark7
 
Estrutura Etária da População
Estrutura Etária da PopulaçãoEstrutura Etária da População
Estrutura Etária da PopulaçãoGeografia .
 
Recursos energéticos
Recursos energéticosRecursos energéticos
Recursos energéticosIlda Bicacro
 
Energia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovávelEnergia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovávelWanessa Veloso
 
Energias renovaveis
Energias renovaveisEnergias renovaveis
Energias renovaveischiclete23
 

Mais procurados (20)

Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
 
Grandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas AmbientaisGrandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas Ambientais
 
Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)
 
Fontes de Energia
Fontes de EnergiaFontes de Energia
Fontes de Energia
 
Poluição da Água
Poluição da ÁguaPoluição da Água
Poluição da Água
 
Distribuição da População Mundial
Distribuição da População MundialDistribuição da População Mundial
Distribuição da População Mundial
 
Impactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambienteImpactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambiente
 
A pegada ecologica
A pegada ecologicaA pegada ecologica
A pegada ecologica
 
Distribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesaDistribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesa
 
O desenvolvimento sustentável
O desenvolvimento sustentávelO desenvolvimento sustentável
O desenvolvimento sustentável
 
As Energias RenováVeis
As Energias RenováVeisAs Energias RenováVeis
As Energias RenováVeis
 
Estrutura Etária da População
Estrutura Etária da PopulaçãoEstrutura Etária da População
Estrutura Etária da População
 
Recursos energéticos
Recursos energéticosRecursos energéticos
Recursos energéticos
 
Recursos energéticos
Recursos energéticosRecursos energéticos
Recursos energéticos
 
Fontes de energia
Fontes de energiaFontes de energia
Fontes de energia
 
Energia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovávelEnergia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovável
 
Economia circular
Economia circular Economia circular
Economia circular
 
Energias renovaveis
Energias renovaveisEnergias renovaveis
Energias renovaveis
 
Efeito estufa
Efeito estufaEfeito estufa
Efeito estufa
 
Sustentabilidade: Conceitos e Definições
Sustentabilidade: Conceitos e DefiniçõesSustentabilidade: Conceitos e Definições
Sustentabilidade: Conceitos e Definições
 

Destaque

Recursos Minerais e Energéticos
Recursos Minerais e EnergéticosRecursos Minerais e Energéticos
Recursos Minerais e EnergéticosGabriel Caseiro
 
3 gestão sustentável dos recursos naturais
3   gestão sustentável dos recursos naturais3   gestão sustentável dos recursos naturais
3 gestão sustentável dos recursos naturaisPelo Siro
 
O mundo rural em portugal
O mundo rural em portugalO mundo rural em portugal
O mundo rural em portugalCacilda Basto
 
Preservação do Meio Ambiente
Preservação do Meio AmbientePreservação do Meio Ambiente
Preservação do Meio AmbientePedro
 
Palestra Meio Ambiente
Palestra Meio AmbientePalestra Meio Ambiente
Palestra Meio Ambienteadelsonb
 
O meio ambiente slides
O meio ambiente slidesO meio ambiente slides
O meio ambiente slidesSoleducador1
 
Apresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio AmbienteApresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio AmbienteMarilucia Santos
 
Áreas Rurais - Parte I
Áreas Rurais - Parte IÁreas Rurais - Parte I
Áreas Rurais - Parte Iabarros
 

Destaque (11)

Recursos Minerais e Energéticos
Recursos Minerais e EnergéticosRecursos Minerais e Energéticos
Recursos Minerais e Energéticos
 
3 gestão sustentável dos recursos naturais
3   gestão sustentável dos recursos naturais3   gestão sustentável dos recursos naturais
3 gestão sustentável dos recursos naturais
 
O mundo rural em portugal
O mundo rural em portugalO mundo rural em portugal
O mundo rural em portugal
 
Preservação do Meio Ambiente
Preservação do Meio AmbientePreservação do Meio Ambiente
Preservação do Meio Ambiente
 
Palestra Meio Ambiente
Palestra Meio AmbientePalestra Meio Ambiente
Palestra Meio Ambiente
 
O meio ambiente slides
O meio ambiente slidesO meio ambiente slides
O meio ambiente slides
 
Meio ambiente e cidadania divanir
Meio ambiente e cidadania divanirMeio ambiente e cidadania divanir
Meio ambiente e cidadania divanir
 
Apresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio AmbienteApresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio Ambiente
 
Áreas Rurais - Parte I
Áreas Rurais - Parte IÁreas Rurais - Parte I
Áreas Rurais - Parte I
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
 
Meio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpointMeio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpoint
 

Semelhante a Recursos naturais

Recursosnaturais92010 2011-101026072506-phpapp01
Recursosnaturais92010 2011-101026072506-phpapp01Recursosnaturais92010 2011-101026072506-phpapp01
Recursosnaturais92010 2011-101026072506-phpapp01Pelo Siro
 
1 recursosnaturais92010-2011-101026072506-phpapp01
1 recursosnaturais92010-2011-101026072506-phpapp011 recursosnaturais92010-2011-101026072506-phpapp01
1 recursosnaturais92010-2011-101026072506-phpapp01Pelo Siro
 
Recursos
RecursosRecursos
RecursosFankiko
 
Recursos Naturais
Recursos NaturaisRecursos Naturais
Recursos Naturaisdebora
 
Recursos Naturais
Recursos NaturaisRecursos Naturais
Recursos Naturaisguest263f1c
 
R E C U R S O S N A T U R A I S
R E C U R S O S  N A T U R A I SR E C U R S O S  N A T U R A I S
R E C U R S O S N A T U R A I Sdebora
 
Rio+20 web
Rio+20 webRio+20 web
Rio+20 webMClara
 
Cartilha: O futuro que queremos
Cartilha: O futuro que queremosCartilha: O futuro que queremos
Cartilha: O futuro que queremosReginaldo Campos
 
Recursos naturais
Recursos naturaisRecursos naturais
Recursos naturaisEmlur
 
CN - RECURSOS NATURAIS
CN - RECURSOS NATURAISCN - RECURSOS NATURAIS
CN - RECURSOS NATURAISLuís Ferreira
 
Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade
Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade
Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade Leandro A. Machado de Moura
 
Ambiente e sociedade desenvolvimento sustentável filosofia 11º
Ambiente e sociedade desenvolvimento sustentável   filosofia 11ºAmbiente e sociedade desenvolvimento sustentável   filosofia 11º
Ambiente e sociedade desenvolvimento sustentável filosofia 11ºmluisavalente
 
Pegada Ecológica.pptx
Pegada Ecológica.pptxPegada Ecológica.pptx
Pegada Ecológica.pptxEniGomes3
 
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf forumsustentar
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável Denise Vilardo
 

Semelhante a Recursos naturais (20)

Recursosnaturais92010 2011-101026072506-phpapp01
Recursosnaturais92010 2011-101026072506-phpapp01Recursosnaturais92010 2011-101026072506-phpapp01
Recursosnaturais92010 2011-101026072506-phpapp01
 
1 recursosnaturais92010-2011-101026072506-phpapp01
1 recursosnaturais92010-2011-101026072506-phpapp011 recursosnaturais92010-2011-101026072506-phpapp01
1 recursosnaturais92010-2011-101026072506-phpapp01
 
Recursos
RecursosRecursos
Recursos
 
Recursos Naturais
Recursos NaturaisRecursos Naturais
Recursos Naturais
 
Recursos Naturais
Recursos NaturaisRecursos Naturais
Recursos Naturais
 
R E C U R S O S N A T U R A I S
R E C U R S O S  N A T U R A I SR E C U R S O S  N A T U R A I S
R E C U R S O S N A T U R A I S
 
Rio+20 web
Rio+20 webRio+20 web
Rio+20 web
 
Rio+20 web
Rio+20 webRio+20 web
Rio+20 web
 
Rio+20 web
Rio+20 webRio+20 web
Rio+20 web
 
Cartilha: O futuro que queremos
Cartilha: O futuro que queremosCartilha: O futuro que queremos
Cartilha: O futuro que queremos
 
Recursos naturais
Recursos naturaisRecursos naturais
Recursos naturais
 
CN - RECURSOS NATURAIS
CN - RECURSOS NATURAISCN - RECURSOS NATURAIS
CN - RECURSOS NATURAIS
 
Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade
Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade
Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade
 
Fontes de energia.i_ipptx
Fontes de energia.i_ipptxFontes de energia.i_ipptx
Fontes de energia.i_ipptx
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
Ambiente e sociedade desenvolvimento sustentável filosofia 11º
Ambiente e sociedade desenvolvimento sustentável   filosofia 11ºAmbiente e sociedade desenvolvimento sustentável   filosofia 11º
Ambiente e sociedade desenvolvimento sustentável filosofia 11º
 
Pegada Ecológica.pptx
Pegada Ecológica.pptxPegada Ecológica.pptx
Pegada Ecológica.pptx
 
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
 
economia sustentavel.pptx
economia sustentavel.pptxeconomia sustentavel.pptx
economia sustentavel.pptx
 

Último

EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimWashingtonSampaio5
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 

Último (20)

EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 

Recursos naturais

  • 2. COMPETÊNCIAS/OBJECTIVOS A DESENVOLVER • Definir recurso. • Distinguir recursos renováveis de não renováveis. • Classificar os diferentes tipos de recursos. • Identificar os recursos energéticos. • Localizar as principais áreas de consumo energético. • Localizar as principais áreas de produção de cada um dos recursos energéticos. • Referir as vantagens e as desvantagens da utilização dos recursos energéticos renováveis e não renováveis. • Ter uma atitude crítica face a esta problemática. • Dar a noção de desenvolvimento sustentável.
  • 3. RECURSOS NATURAIS – O que são? Recursos naturais – são todas as riquezas que se encontram disponíveis na Natureza (subsolo, solo e à superfície da terra) e que o Homem pode utilizar para satisfazer as suas necessidades de sobrevivência e de desenvolvimento.
  • 4. Como podem ser os Recursos naturais? RENOVÁVEIS NÃO RENOVÁVEIS Recursos que se esgotam na Natureza, pois a sua capacidade de renovação não é feita em tempo útil para o Homem, uma vez que este os consome a uma velocidade superior à velocidade que a Natureza tem capacidade de os produzir. Recursos que não se esgotam na Natureza uma vez que a sua renovação é permanente.
  • 5. Como se Classificam os Recursos Naturais? NÃO RENOVÁVEIS RENOVÁVEIS MINERAISENERGÉTICOS ENERGÉTICOS HÍDRICOS BIOLÓGICOS - Combustíveis Fósseis (carvão, petróleo, gás natural) - Urânio - Minerais metálicos (ferro, cobre, alumínio, prata, ouro…) - Minerais não metálicos (argila, areias, calcário, mármores, fosfatos…) - Energia solar - E. eólica -E. hidroeléctrica -E. geotérmica -Biomassa - Maremotriz Existentes nos: - Lagos - Rios - águas subterrâne as -Agricultura - Pesca - Florestas
  • 6. QUAL A IMPORTÂNCIA DA ENERGIA? É fundamental para o bem estar e para o funcionamento de inúmeras actividades económicas (transportes, indústria, comércio, serviços) .
  • 7. DISTRIBUIÇÃO DO CONSUMO ENERGÉTICO (Pág.111 do manual) 1. Quais os países com maior consumo energético? 2. Quais os países com menor consumo energético? 3. Que conclusões retiras?
  • 8. HÁ DESIGUAL DISTRIBUIÇÃO DO CONSUMO ENERGÉTICO Países com maior consumo energético Países com menor consumo energético -E.U.A -Canadá -Países da Europa -Austrália -Japão -Rússia -Nova Zelândia -Países do Golfo Pérsico (Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos) -Maioria dos países africanos -Países do Sul e Sudeste Asiático -Turquia -Líbano -Síria Conclusão: Verifica-se que a nível mundial há um desigual consumo energético, sendo este maior nos países desenvolvidos e menos nos países em desenvolvimento. O consumo energético é um indicador que permite avaliar o grau de desenvolvimento e de industrialização dos países. Pela análise do mapa anterior constata-se que:
  • 9. O mundo segundo o consumo, em 2005
  • 10. EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE RECURSOS ENERGÉTICOS 1. Como evoluiu o consumo dos diversos recursos energéticos ao longo do tempo? 2. Que factores explicarão a evolução observada?
  • 11. PELA ANÁLISE DO GRÁFICO ANTERIOR VERIFICA-SE QUE HOUVE UM AUMENTO DO CONSUMO ENERGÉTICO AO LONGO DO TEMPO E ESTE EXPLICA-SE: • Pelo desenvolvimento dos transportes • Pela expansão da indústria • Pela modernização da agricultura • Pela crescente urbanização • Pela melhoria do nível de vida • Pelo crescimento da população
  • 12. QUAL A DISTRIBUIÇÃO DAS RESERVAS DE COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS NO MUNDO? (Fontes de energia mais exploradas)
  • 13. CARVÃO Resultou de transformações químicas de grandes massas florestais que ficaram soterradas ao longo de milhões de anos.
  • 14. QUAL A DISTRIBUIÇÃO DA PRODUÇÃO E CONSUMO DE CARVÃO NO MUNDO?
  • 15. QUAL A DISTRIBUIÇÃO DA PRODUÇÃO E CONSUMO DE PETRÓLEO NO MUNDO?
  • 16. PETRÓLEO E GÁS NATURAL Combustíveis fósseis que resultaram de transformações sofridas por matérias orgânicas (restos de animais e de vegetais) que se depositaram em grandes quantidades no fundo dos mares OPEP- Organização de Países Exportadores de Petróleo (fundada em 1960) Constituída por: Arábia Saudita, Angola, Argélia, Líbia, Nigéria, Venezuela, Equador, Emirados Árabes Unidos, Irão, Iraque, Koweit, Qatar A OPEP faz o controle de preços e do volume de produção estabelecendo pressões sobre o mercado
  • 18.
  • 20. QUAIS OS PAÍSES PRODUTORES DE ENERGIA NUCLEAR? A energia nuclear utiliza o urânio – mineral radioactivo
  • 21. Vantagens da utilização das energias não renováveis • Energia barata • Grande densidade energética • Fácil de transportar • Fácil de armazenar Desvantagens da utilização das energias não renováveis • O esgotamento ou diminuição significativa das reservas de recursos minerais origina problemas sociais e económicos. • a destruição da paisagem natural e a poluição provocadas pela indústria extractiva. • os desastres ambientais que tantas vezes ocorrem durante o transporte, sobretudo do petróleo. • a poluição atmosférica e a contaminação das águas e dos solos associadas ao consumo de combustíveis . • a radioactividade dos resíduos resultantes da produção de energia nuclear. • Análise do quadro resumo fornecido pela professora
  • 22. ALGUNS EXEMPLOS DE ENERGIAS RENOVÁVEIS QUAIS OS PAÍSES COM MAIOR PRODUÇÂO DE ENERGIA HIDRÁULICA?
  • 23. ALGUNS EXEMPLOS DE ENERGIAS RENOVÁVEIS QUAL A DISTRIBUIÇÃO DO POTENCIAL DE ENERGIA EÓLICA?
  • 24. Vantagens da utilização da energias renováveis • Não são poluentes. • São inesgotáveis (renováveis). • Larga distribuição mundial. • Menor devastação dos ecossistemas. • Não conseguem só por si assegurar a produção que satisfaça as necessidades. • É incerta. • Dificuldade de armazenamento. • Não estão adaptadas para os transportes. • Custos elevados de investimento. Desvantagens da utilização da energias renováveis • Análise do quadro resumo fornecido pela professora
  • 25. Desde sempre que o Homem utiliza os recursos naturais para os mais variados fins. Todavia, nas últimas décadas, para fazer face ao aumento das necessidades de uma população crescente, o Homem tem intensificado cada vez mais a exploração dos recursos naturais a ponto de pôr em causa a existência de alguns deles a curto ou a médio prazo e, deste modo, colocar em perigo o futuro da própria humanidade.
  • 26. Desenvolvimento sustentável É a forma de desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração actual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades. Isto é, Significa possibilitar que as pessoas, agora e no futuro, atinjam um nível satisfatório de desenvolvimento social e económico e de realização humana e cultural, fazendo, ao mesmo tempo, um uso razoável dos recursos da terra e preservando as espécies e os habitats naturais.
  • 27. PARA UM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL UTILIZAR ENERGIAS RENOVÁVEIS O PLANETA AGRADECE YouTube - O Planeta Agradece _ Energias Renováveis _ www.sasenergia.pt.mp4
  • 28. ACTIVIDADES DE CONSOLIDAÇÃO DE CONHECIMENTOS: • Fichas de trabalho17, 18 e 19 do caderno de actividades • Actividades do manual das páginas 111, 113, 115, 117, 119. • Ficha de trabalho fornecida pela professora.