Boletim Informativo da Web Radio Há Esperança
13ª Edição / Junho de 2013
Ministerio de Louvor
Transformados
Minha Família....
2
Essa é a nossa Segunda edição de 2013, ano em que nosso jornal passou a ser bimestral! Estamos felizes por Deus ter
colo...
3
Minha Familia, Presente de Deus
Começo minha pequena reflexão com uma pergunta: Qual
o conceito de família nos dias atua...
4
ESPECIAL - Missão GAP.
A Missão Gap (Grupo de Adoração ao Pai) é um Movimento cristão de natureza confessional e sem fro...
5
ESPECIAL - Missão GAP. - Entrevista Bruno Lima
Web Rádio Há Esperança: Como aconteceu a sua con-
versão?
Bruno Lima: A s...
6
função de princípios (Escrituras), cada item de nossa estru-
tura tem isto por fundamento. Como consequência, em tor-
no...
7
alegria, abre uma ferida que lateja sem fim e vai lhe alienar
de seu destino.
Web Rádio Há Esperança: O que você pensa s...
8
ESPECIAL - Missão GAP. - Depoimentos
“É difícil descrever em palavras a grande obra que Deus fez na minha vida através d...
9
de Deus.Acho que com o tempo passando, fomos aprendendo que o Senhor faz do nosso nada o melhor dele. Ele consegue
tirar...
10
ESPECIAL - Seminário Teológico Batista Norte Mineiro
O SeminárioTeológico Batista do Norte de Minas é um seminário exte...
11
Roberto Arias: Precisa ser membro de uma igreja há dois
anos (mínimo).Além da carta de aprovação do Pastor, e ter
segun...
12
Família é criação de Deus.
Então, Família é instituição de Deus.
E no mundo, fica a família sendo tratada como objeto.
...
13
2 “Honra a teu pai e a tua mãe (que é o primeiro
mandamento com promessa)”,
3 “para que te vá bem, e sejas de longa vid...
14
MISSÕES - Testemunhas do Lar / Nathália Bittencourt
“Ninguém acende uma lamparina para colocá-la de-
baixo de um cesto....
15
MISSÕES - Da família para o mundo / Manoel Delgado Jr
A relação entre a família e a obra missionária.
“Abençoarei os qu...
16
Musica e Família
Corpo e Familia
Recebi um novo coração do Pai
Coração regenerado, coração transformado
Coração que é e...
17
ENTREVISTA - Danilo Silva / Ministério Transformados
Web Rádio Há Esperança: Como aconteceu a sua
conversão?
Danilo Sil...
18
ministeriotransformados.com.br, vídeos no youtube,
facebook, twitter, email, dentro outros. Creio que tudo
é criado por...
19
DIA A DIA - Valorizando a Família
Como você definiria o conceito da palavra “família”?
É complicado demais nos dias de ...
20
DIA A DIA - Família
DIA A DIA - Contrariando as Estatistica
Já tem um bom tempo que li algo sobre Inteligência
Social e...
21
EXPERIENCIAS - Nosso testemunho. Nossa família...
Vivemos numa sociedade e país em que muitas pessoas e
famílias profes...
22
LUGAR do Leitor
PALPITES
“Tenho acompanhado a rádio Há Esperança e esta sempre tem palavras de conforto e tranquilidade...
23
Eventos
Loja
Quer Divulgar o seu Evento?
Então entre em contato
				jornal@haesperanca.com.br
				enilson@haesperanca.c...
24
Apoio
Criação de Sites e Marketing Digital
http://www.agenciastudioarts.com.br
http://www.edsonrodrigues.agenciastudioa...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal ha esperença 13 final.corrigido

450 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
450
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal ha esperença 13 final.corrigido

  1. 1. Boletim Informativo da Web Radio Há Esperança 13ª Edição / Junho de 2013 Ministerio de Louvor Transformados Minha Família. Presente de Deus Valorizando a Família Contrariando as Estatísticas
  2. 2. 2 Essa é a nossa Segunda edição de 2013, ano em que nosso jornal passou a ser bimestral! Estamos felizes por Deus ter colocado um Projeto tão grandioso em nossas mãos e por poder contar com pessoas comprometidas com a Palavra de Deus, a fim de propagar o Evangelho! Somos gratos a Deus por cada um que se dispõe a ajudar. Contamos com o apoio de quem faz parte e daqueles que farão parte da nossa equipe, pois nosso intuito é interagir mais com o leitor para saber o que precisa, pode e deve ser feito para que nosso trabalho seja cada dia mais útil para a Glória de Deus! Deus tem algo grandioso para fazer na sua vida! Nessa edição trabalhamos com a temática Oração. Dentro de nós, muitas vezes, existe um enorme vazio, uma necessidade aparentemente inexplicável. Este espaço invisível, que ultrapassa o entendimento e as definições humanas, é exclusivamente preenchido por Deus. Conversar com Deus, nosso Pai e amigo, é tão sublime que mesmo se nos momentos em que, diante de nossas fraquezas e dificuldades, não conseguimos falar, Ele nos entende e nos conforta. Como é maravilhoso saber que o Criador do universo está sempre pronto a nos ouvir; saber que, mesmo com todas as nossas falhas, Ele nos compreende, nos surpreende e está perto de nós. Quando oramos, conversamos com Deus, abrimos o nosso coração para agradecer, pedir e louvar ao nosso Senhor. Como é bom termos esse privilégio de falar com Deus! Basta a nós, querermos escutar a Sua voz! “Por isso lhes digo: Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta”. Lucas 11:9 Equipe Editorial 2013 EXPEDIENTE EDIÇÃO: Jade Corsino - jade@haesperanca.com.br Riziely Herrera: riziely@haesperanca.com.br Enilson F. dos Santos:enilson@haesperanca.com.br DIAGRAMAÇÃO: Agência Studio Arts (38) 3082.1080 (38) 9241.8462 Editorial Sumário Minha Familia, Presente de Deus 3 ESPECIAL - Missão GAP. 4 ESPECIAL - Missão GAP. - Entrevista Bruno Lima 5 ESPECIAL - Missão GAP. - Depoimentos 8 ESPECIAL - Seminário Teológico Batista Norte Mineiro 10 ARTIGO - Objeto Estranho / Pr. Jonas 11 ARTIGO - Não seja pior do que o Incredulo / Osvaldo P.S Neto 13 MISSÕES - Testemunhas do Lar / Nathália Bittencourt 14 MISSÕES - Da família para o mundo / Manoel Delgado Jr 15 Musica e Família 16 ENTREVISTA - Danilo Silva / Ministério Transformados 17 DIA A DIA - Valorizando a Família 19 DIA A DIA - Família 20 EXPERIENCIAS - Nosso testemunho. Nossa família... 21 LUGAR do Leitor 22 PALPITES 22 Eventos 23 Loja 23 Apoio 24 REVISÃO: Marilene Gomes de Sousa marilenegomescz@hotmail.com DÚVIDAS E OPINIÕES: jornal@haesperanca.com.br # As opiniões expressas nos textos são de responsabilidade de seus respectivos autores.
  3. 3. 3 Minha Familia, Presente de Deus Começo minha pequena reflexão com uma pergunta: Qual o conceito de família nos dias atuais? Percebo com muita tristeza que uma grande parte das pessoas hoje em dia tem a instituição familiar como algo “DESCARTÁVEL”. Quando ainda não compreendia o imenso amor de Deus por mim, imaginava família como algo que não cabia em minha vida, que não fazia parte dos “MEUS PLANOS”, tamanho o meu egoísmo e ideias erradas acerca do meu papel nesse mundo. Graças a Deus hoje compreendo que como mulher eu tenho um papel maravilhoso na vida de minha família. “E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele. Portanto dei- xará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mu- lher, e serão ambos uma carne” - (Gn 2:18,24).“E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra – (Gn 1:28).”No livro de Gênesis é claramen- te expresso que Deus instituiu a FAMÍLIA e a abençoou, ela é algo valioso para Deus e essa é a razão pela qual o inimigo se levanta com voracidade contra ela. Observo em nossos dias a criação de Leis que desintegram a família, que impõem sobre as pessoas ideias erradas, in- culcam em suas mentes a ideia de que o “casamento é uma Sandra Fonseca Prates Monteiro Reside em Montes Claros Congrega na 5ª Igreja Presbiteriana de Montes Claros Pós-graduanda em História da Filosofia - UNIMONTES loteria”, que se não der certo com um, arrume outro, afinal você não é obrigado a conviver com as diferenças. Temos ainda políticos que desvirtuam o sentido de “FAMÍLIA” e o entregam a uma sociedade morta que aos poucos vai se moldando as situações erradas e aceitando tudo com uma inércia que jamais vi. Que grande mentira do diabo! Oro todos os dias por minha família, oro por meus filhos que estão por vir, para que meu esposo e eu tenhamos sa- bedoria para ensiná-los no temor do Senhor, para que eles tenham alegria em servir a Deus e que compreendam o sa- crifício de Cristo por nós. Ore por sua família! Ela não é uma instituição falida como o mundo quer demonstrar, ela nasceu no coração de Deus e tudo que Deus faz é bom.Peça a Deus sabedoria para educar os filhos e conviver com harmonia em seu lar.
  4. 4. 4 ESPECIAL - Missão GAP. A Missão Gap (Grupo de Adoração ao Pai) é um Movimento cristão de natureza confessional e sem fronteiras que se fun- damenta na consciência de que a pregação e exposição do Evangelho caminham lado a lado por meio de testemunho e de ações orientadas ao mundo.A base do movimento ocorre em núcleos plantados em instituições de ensino e a partir destas desenvolve ações em evangelismo, discipulado e mentoria; gerando lideranças e espaço para o exercício de vocações. Des- ta forma, contribui na Formação de uma consciência em relação a Deus, ao mundo e o individuo em si mesmo. É constituída essencialmente por Universitários, Secunda- ristas eVoluntários.É dirigida por um Diretor Geral, seguido de um Conselho e se divide em núcleos sub-divididos por Regiões.
  5. 5. 5 ESPECIAL - Missão GAP. - Entrevista Bruno Lima Web Rádio Há Esperança: Como aconteceu a sua con- versão? Bruno Lima: A sós...em um quarto, fazendo a leitura dos Evangelhos! Web Rádio Há Esperança: Fale um pouco sobre o seu trabalho a frente da Missão GAP. Bruno Lima: Basicamente, apascento os membros – cuido deles. Ministro formações em liderança, mentoria, discipu- lado e áreas afins. Trato dos aspectos gerenciais do movi- mento e das relações institucionais do mesmo. Web Rádio Há Esperança: Fale um pouquinho sobre a Missão GAP. Como surgiu a ideia? Como aconteceu a exe- cução? O que acontece no projeto? Detalhar o projeto. Bruno Lima: De início, o GAP era um encontro entre membros de igrejas diversas – o intuito era a edificação por meio do louvor, testemunho e reflexão da palavra dentro de um espaço hostil a fé, ou seja, instituições de ensino. Este formato passou a atrair a outros e foi criando corpo. Em 2005,entendemos que Deus nos orientava a mais,então nos reunimos e aclamamos o primeiro Líder-Geral, definimos um conselho e os papeis para a organização das reuniões. Pode-se dizer que o formato do GAP sofreu influência de ministérios como o MPC – Mocidade Para Cristo e tem se definido em torno do tempo considerando o contexto onde Bruno Lima se define com uma frase de Bernard Shaw, que diz:“Sou um sonhador, há homens que enxergam as coisas como são e se perguntam por que; sonho com coisas que nunca existiram e me pergunto: por que não?”. se encontra, este é o primeiro principio que defendemos: nenhuma estrutura pode ser criada com base em métodos, mas da reflexão dos espaços aos quais vai ministrar, tendo sempre como base: o Evangelho.A Missão GAP tem 3 fases de implantação: Corpo – é quando definimos uma base, en- tendendo que precisamos ser igreja antes de ser movimen- to;depois Mensagem – precisamos saber de que Boas-Novas as Escrituras nos falam e Estrutura – quando versamos sobre como se organizar nos núcleos do ministério. As reuniões ocorrem nos intervalos, uma vez por semana, com música e reflexão da Palavra e fazendo uso de várias outras ferramen- tas. São dirigidas basicamente pelos próprios estudantes – o que ajuda na contextualização e identificação da mensagem; outras duas reuniões são feitas, mas desta vez destinadas a cristãos e em sala reservada – são os encontros de planeja- mento e intercessão. Em paralelo, o ministério foi se orde- nando internamente a fim de servir aos núcleos, para tanto, criamos divisões que cuidam dentre outras necessidades: da área de comunicação e mídias, de finanças e desenvolvi- mento e etc. O ministério possui um missionário de tempo integral para cuidar dos núcleos, bem como – mentores, a estes é dado o papel de pastoreio e desenvolvimento de lideranças locais dentro dos espaços que ocupamos; além deles há líderes de núcleo – jovens cristãos que estão dentro das instituições e que se tornam chave para o que acredita- mos: Invista-se em caráter, em discipulado lado a lado, em consciência de reino e cosmovisão cristã e você tem uma revolução – quando a igreja acorda, os espaços mudam. Usamos a seguinte ilustração para fundamentar as ações dos membros: Imagem + Caráter = Testemunho. Imagem é aquilo que inspiramos a multidão, aspectos externos que imprimem respeito; caráter se refere à interioridade, aquilo que o mundo percebe por meio da imagem deve ser coeren- te com as palavras e atos; quando ambas as forças estão em equilíbrio – temos o poder do testemunho, e então, somos ouvidos. Desta presença, vidas são levadas a Cristo, a igreja é edificada, as instituições são humanizadas e vocações são percebidas. Web Rádio Há Esperança: Como você vê o impacto desse trabalho no decorrer dos anos? Bruno Lima: Sempre defendo que o Gap não se baseia em métodos, pois estes envelhecem e viciam a reflexão da rea- lidade ao modus operandi do mesmo. O ministério anda em
  6. 6. 6 função de princípios (Escrituras), cada item de nossa estru- tura tem isto por fundamento. Como consequência, em tor- no do tempo, temos visto vidas bem ensinadas na dinâmica do Reino e se integrando a outros movimentos espirituais como Alfa e Ômega e ABU; além de fundarem outros movimentos aonde vão, na UFC (Universidade Federal do Ceara), por exemplo, há o “Dr. Cristo” – que prega o evan- gelho entre os alunos de medicina, odontologia e enfermagem. Tam- bém temos percebido que em ou- tras cidades para onde estes jovens vão cursar faculdade, o enriqueci- mento de igrejas e a edificação são uma tônica. Nestes 13 anos – o rastro tem até o momento, sido de bênção. Isto não tem nada com métodos ou com o GAP, e sim com a palavra em ação nos corações e a mão de Deus que os leva para onde Sua vontade ordena. Web Rádio Há Esperança: Se alguém quiser participar como fazer? Bruno Lima: Essencialmente, para fazer parte do GAP, é preciso estar inserido dentro dos núcleos – de onde partem nossas ações.Temos núcleo em Fortaleza, em Mossoró, Em João Pessoa, Patos e Sobral.Temos por ambição alcançar o Nordeste inteiro e irmos a qualquer lugar onde Deus nos ordene. Uma vez dentro destes espaços, o líder responsável avalia sua vida e testemunho; além de suas posições sobre vários assuntos e lhe pontua os termos da relação. Como o GAP é um movimento específico, aqueles que nele estão tem perfis igualmente específicos. Outra forma é se tornan- do voluntário - o que novamente, costuma pedir presença local – são pessoas que servem oras com pregações, com teatro e quaisquer outros talentos específicos que se har- monize com nossas ações; há também a possibilidade de se abrir um núcleo do ministério onde não existe, é possível enquanto igreja nos servir de ponte para falar ao coração das juventudes locais;é possível também ajudar orando e in- vestindo recursos. Para qualquer dúvida, podem nos acessar via nossa página no Facebook ou pelo e-mail: missaogap@ hotmail.com. Web Rádio Há Esperança:Você tem mais algum proje- to em vista? Se sim, nos fale um pouquinho sobre ele. Bruno Lima: Como dizia Luther King – “Eu tenho um so- nho”; idéias não faltam porque as necessidades também não. Costumo dizer que cada vazio humano é um campo mis- sionário...de modo que não existem reservistas, apenas ho- mens de “front”. No momento, temos o objetivo de fundar uma academia de formação em Missões Urbanas que mi- nistrará com um currículo que vai servir a igreja no desafio de responder ao seu contexto; e vai aliar formação teológica a outras disciplinas tanto inspirativas quanto práticas;está em nosso coração fun- dar um outro movimento que ser- virá para abrigar em rede vários e diferentes movimentos de missões em diferentes áreas de influência na sociedade, de modo a tanto desen- volver quanto fortalecer ações que alcancem os mais diferentes fins e pessoas; outro projeto é criar um movimento de intercessão entre jovens em cada cidade onde estivermos – corações que juntos se movam para invocar a Deus e Seu mover. Por fim, tem sido motivo de minha oração,um terreno espaçoso onde possamos cons- truir uma base para que funcionem tanto nossas instalações quanto as divisões do ministério e a academia de formação – é um sonho, mas entrou em minha alma...quando for o tempo: sei que virá! Web Rádio Há Esperança:Tem alguma experiência que você queira dividir com nossos ouvintes? Bruno Lima: Bem, inúmeras – mas, entendo que a princi- pal diz respeito aVocações. Percebo que aos poucos, muitos de nós estamos perdendo o idealismo e o desejo de sermos usados por Deus, para dar espaço aos ideais de mercado. Muitos estão confusos quanto ao seu papel no Reino e vão se esquecendo da voz que nos origina o destino.Tenho visto muitos que caem porque não defendem causa nenhuma e nem se preocupam em perguntar o que Deus tem para suas vidas...andei por um tempo deste jeito – imaginei que estar no mercado me justificaria, recebi um dinheiro importante, mas o coração foi morrendo – em meu caso, havia voltado as costas para um desígnio que iria me definir no mundo. Enquanto não dediquei tempo a calar o que queria, o vazio e angústia me afligiram sem trégua – depois que me entreguei (não sem guerra e não quero dizer que ainda não me rebe- lo) fui descobrindo que Deus não violenta nossos desejos, mas os filtra e orienta – “perdi” aquilo que era egoísta e fui levado ao que lhe servia; me descobri servindo no GAP e fazendo consultoria(ora vejam); desta feita – para organiza- ções deTerceiro Setor. O caminho foi e é apertado, mas os frutos são inequívocos – se posso deixar algo é que dizer não a Deus custa mais do que lhe dizer sim, a dor de lhe dizer eis-me aqui é breve e gera vida; a de lhe dizer não – leva sua ESPECIAL - Missão GAP. - Entrevista Bruno Lima
  7. 7. 7 alegria, abre uma ferida que lateja sem fim e vai lhe alienar de seu destino. Web Rádio Há Esperança: O que você pensa sobre FAMA e visibilidade ministerial? Bruno Lima: Lembro de uma frase de Shakespeare que di- zia – “os mortais são demasiadamente frágeis para não sen- tirem vertigens nas alturas”. Nenhum homem deve dedicar sua alma a obra sem considerar a guerra que enfrentará em si, costumamos louvar os homens em destaque e esquece- mos que aquilo que fazem não parte deles. O que são não foi conseguido por meio de suas forças e inteligência – é um dom de Deus. A não compreensão desta verdade costuma levar a vaidade e ao orgulho e como diz Provérbios: “o or- gulho precede a queda”. A obra de Deus começa com Ele, mas para continuar Dele – deve obedecer a Seus termos e ética; do contrário – passa a ser nossa obra, nosso império. Uma das principais tentações do ministério é a sua relação com o poder e é sempre muito sutil, mal percebemos esta sedução; aquilo que vivenciamos pode ser embriagante. A influência de sempre sermos ouvidos e obedecidos; a escuta de elogios sobre qualidades que temos e até das que não temos, o aplauso sobre o que fazemos, os comentários de como somos isto e aquilo,enfim.Infelizmente,podemos ser levados a nos considerar especiais. Começamos a imaginar que merecemos o que temos e somos e a nos ressentir de qualquer oposição ou crítica que se oponha ao nosso cami- nho. Então, passamos a usar a força e a política para fazer as coisas acontecerem como queremos. Este foi o mal de Lúcifer; portanto, é sábio ter em mente a Quem pertence à Glória, o poder e o domínio. Se formos anônimos, o se- remos para Deus; se somos notados pelo mundo, o somos para apontar Cristo.A Lei e os profetas apontaram para Ele, porque seria diferente para nós?Nem o anônimo e nem o “exaltado” são alguma coisa ou deixarão de lidar com estru- turas de orgulho. O que penso sobre “fama” e “visibilidade ministerial”? Concentre-se em ser obediente, vigie seus pas- sos, coloque freios em seus lábios, tenha bons conselheiros, sonde seu coração e recorde-se de quem é; desvie-se disso e estas duas palavras se tornarão na sua vergonha e ruína. Web Rádio Há Esperança: Para você, o que é um ministério de sucesso? Bruno Lima: Existem termos que para Deus não fazem sentido, são apenas in- terpretações humanas acerca de coisas – e sucesso é uma delas. Em inúmeros momentos nas escrituras iremos perce- ber a contradição entre o que concei- tuamos ser de valor e aquilo que o Pai louva;pense na vida de Moisés – à luz de nossa mente moderna faz sentido deixar o poder para ser ninguém?Será que entenderíamos a Jere- mias – um homem que nunca foi ouvido? A própria vida de Jesus ilustra isso, nascido em manjedoura; criado como carpinteiro e morto da forma mais vergonhosa para o mundo antigo: frustrou a muitos. O Evangelho de Lucas registra que Simeão em seu louvor a Deus disse que Cristo seria “alvo de contradição” (Lc 2.34b). Na Bíblia, a oferta da viúva pobre vira exemplo e o homem que acumula bens é taxado de louco (Lc 12.16-20). Então, não costumo usar esse termo para me referir a nenhum ministério, uma vez que posso lhe ser injusto. Cada um deve descobrir em Deus o desígnio a qual deve seguir e obedecer, se isto fizer – não importa o porte que possui, vai ser considerado de valor no Reino... Web Rádio Há Esperança: Deixe uma mensagem para os ouvintes daWeb Rádio Há Esperança. Bruno Lima: Desejo sinceramente que nos tornemos mais parecidos com Cristo, que nossas igrejas se dediquem real- mente a lhe fazer a vontade, para que não se tornem obstá- culos para o Reino; oro para que caiamos mais de joelhos e que lágrimas não nos faltem no rosto, desejo que do menor ao mais destacado todos sirvam juntos em unidade – porque é daí que vem o poder do Corpo...que de novo, nos tor- nemos vozes que clamam do deserto ao invés de buscar o respeito do mundo e que sejamos encontrados fieis quando Aquele Dia chegar...a Ele a Glória! ESPECIAL - Missão GAP. - Entrevista Bruno Lima
  8. 8. 8 ESPECIAL - Missão GAP. - Depoimentos “É difícil descrever em palavras a grande obra que Deus fez na minha vida através da Missão Gap. Como poderia imaginar que tudo isso iria acontecer! Eu era apenas um jovem vivendo os velhos dilemas da vida comum.As frustrações, as incons- tâncias,as conversas tolas e as incertezas de alguém que caminhava sem rumo.A revelação da salvação trouxe para mim uma mudança completa da minha vida. O pecado limita a nossa cosmovisão e nos faz enxergar migalhas de tudo aquilo que está ao nosso redor. Na Missão Gap, tive um grande desafio de começar a falar em público,de liderar pessoas,de organi- zar um trabalho evangelístico em um local que as pessoas só pensavam em estudar e em seus prazeres. Muitos de nós, na éramos líderes em nossas igrejas, não tínhamos freqüenta- do um seminário de teologia e não havíamos sido treinados a pregar a palavra de Deus nos colégios. Talvez aos olhos humanos não tivéssemos os requisitos necessários para rea- lizar um trabalho como esse, mas o nosso Deus surpreende até aos sábios. Quando eu conheci a Missão Gap, eu estava desviado; freqüentava uma igreja evangélica, mas vivia uma vida pecaminosa.Visitei algumas vezes as reuniões do Gap, naqueles momentos eu tinha duas sensações: a alegria de estar cantando louvores a Deus e a culpa por meus erros ao ouvir a mensagem. Os meus olhos eram abertos para enxergar meus próprios pecados. Era muito angustiante e ao mesmo tempo libertador. Depois de um ano visitando as reuniões irregularmente, eu voltei para Jesus e comecei a contribuir nas ações do ministério. Mais de oito anos se passaram desde que eu entrei na Missão Gap. Creio que mais de 500 jovens já fizeram parte do corpo da liderança e eu creio que centenas deles já visitaram as reuniões que acontecem nos núcleos do movimento – quer entre secundaristas, quer entre universitários. Até aqui, nos ajudou o Senhor. Hoje, sou líder na Missão Gap e líder de jovens em minha igreja, prego a palavra de Deus em igrejas e contribuindo com o Reino. Eu creio que existem muitos outros jovens que podem ter as vidas transformadas e que podem se tornar futuros pastores, líderes nas igrejas, professores de escola bíblica, missionários, etc. Então, para que vidas sejam salvas e pelo futuro da igreja nós pre- cisamos continuar.” Daniel Medeiros, membro da Igreja Cristã Gileade, Fortale- za, estudante de administração e Líder da divisão de projetos da Missão Gap. “O GAP foi o projeto que Deus colocou em minha vida para exercer o IDE enquanto ainda não posso dedicar tempo integral para a obra missionária. A maioria de nós entra no GAP achando que vai ficar só até entrar na facul- dade. Mas aí a gente se apaixona tanto pelo modo como Deus usa as nossas vidas para alcançar os perdidos, que não consegue mais deixar. A solução foi estender o projeto para as universidades a fim de ganhar vidas nesses ambientes que tanto precisam de Cristo. É incrível como Deus tem agido na vida dos que escutam a Sua palavra e mais incrível ainda são as mudanças que Ele tem feito em nossas vidas para que estejamos aptos a falar do amor dele. O GAP é um lugar de, acima de tudo, de crescimento espiritual, tanto para os que ouvem quanto para os que ministram, por isso sou grata a esse ministério.” Ana Beatriz Cavallari Monteiro, membra da Primeira Igreja Batista de Fortaleza, estudante de medicina e Líder do núcleo da Missão Gap em Sobral-Ce “O GAP é um ministério de Deus para minha vida. Entendo hoje que sem o investimento do ministério na minha vida espiritual e até mesmo intelectual não teria chegado até aqui. O desenvolvimento do movimento tem sido na dependência
  9. 9. 9 de Deus.Acho que com o tempo passando, fomos aprendendo que o Senhor faz do nosso nada o melhor dele. Ele consegue tirar o melhor de onde ninguém imaginava que sairia alguma coisa boa. Eu comecei a orar antes de entrar no Gap quando eu tinha 13 anos e passei um ano visitando as reuniões gerais e conhe- cendo o ministério. Acho que aquele tempo, quando tudo começou, foi essencial para descobrir o que era a vida de um missionário urbano, como a gente costuma falar.Até agora tenho andado com o ministério e cada dia cresço mais na co- munhão com o corpo de Cristo. Eu não me arrependo em nenhum momento de ter feito essa escolha, porque Deus tem dado frutos para sua glória através de mim. Agora, já estou na graduação e também me envolvo com outro minis- tério de missões urbanas, porque entendo que não é por um ministério que devemos caminhar, mas por Cristo, Ele é a luz. Não importa por quem Ele está sendo mostrado, se de fato o for em Sua grandeza e beleza. Posso resumir dizendo que Deus tem marcado as vidas dos que fazem sua obra por meio do Gap, porque tem nos dado mais Dele e mais maturidade para tratar de sua obra”. Adelena Leitão, Membra da Igreja do Evangelho Pleno, Fortaleza, estudante de Letras e Voluntária na Missão ESPECIAL - Missão GAP. - Depoimentos
  10. 10. 10 ESPECIAL - Seminário Teológico Batista Norte Mineiro O SeminárioTeológico Batista do Norte de Minas é um seminário externo, o que faz o/a estudante assistir à Ins- tituição para ter aula, e para pesquisar. Doutrinariamente, ele é Batista, porém recebe pessoas de todas as denominações. Atualmente na cidade de Montes Claros e há 22 anos investindo no preparo de pastores , líderes e missionários, bem como em pesquisadores da Bíblia e da teologia para servirem eficiente e eficazmente nas igrejas e na sociedade . O Roberto Arias é pastor de Jovens da Primeira Igreja Batista de Montes Claros e dentro do Seminário Teológico Batista do Norte de Minas é o Professor de Teologia Siste- mática, e DiretorAcadêmico. Bacharel emTeologia pelo Se- minário MTC LatinoAmericano (2010),em Montes Claros; e Engenheiro Civil formado no seu país,Venezuela (2002), casado com Lizet Piña, e pai de Fernando e Juan Marco. Web Rádio Há Esperança: Fale um pouco sobre o seu trabalho a frente do SeminárioTeológico Batista Norte Mi- neiro. Roberto Arias: como Diretor Acadêmico (cargo comecei neste ano) estou a cargo das cargas horárias, o planejamento da Grade Curricular, os professores, e o Conteúdo Progra- mático. Atualmente estamos resolvendo algumas questões de planejamento de aulas e conteúdo programático, para tornar o nosso Seminário ainda mais dinâmico e acorde às mudanças da nossa sociedade. Este ano estaremos estreando duas semanas de blocos, para o mês de abril temos um módulo de Pregação Expositiva com o Pr.Adilson Queiros (Pastor da Igreja Batista Ressur- reição).Vai ser aberto para o público que quiser assistir, e vamos fornecer um Certificado de Assistência. Para os alu- nos será obrigatória como matéria, e estará no seu histórico de notas. Web Rádio Há Esperança: Fale um pouquinho sobre o SeminárioTeológico Batista Norte Mineiro. Como surgiu a ideia? Como aconteceu a execução? Como é? É reconhecido pelo MEC? Detalhar. Roberto Arias: O Seminário tem mais de 20 anos for- mando líderes, pastores e obreiros. Ele nasceu da necessida- de de equipar a Igreja Evangélica de Montes Claros de um Seminário Externo, onde o aluno recebesse uma educação de qualidade, e útil para a Obra do Senhor. O Seminário Batista do Norte de Minas tem um período de estudo de três anos. Com uma opção de um ano para quem quiser estudar mais as áreas de liderança. Oferecemos estu- dos semestrais, com matérias de Teologia Sistemática,Teo- logia Bíblica, ferramentas de estudo e de ensino, e conheci- mentos gerais que todo Obreiro precisa conhecer para seu desenvolvimento integral como Ministro de Jesus Cristo. O Seminário ainda não está reconhecido pelo MEC, mas es- tamos no processo de legalizar tudo, e avaliar mais adiante a possibilidade de nos filiar a uma Faculdade Batista reconhe- cida pelo MEC. Web Rádio Há Esperança:Como você vê o impacto des- se trabalho no decorrer dos anos? Roberto Arias: Vários pastores da região (não somente Batistas) formaram aqui conosco, outros ajudam nas suas respectivas igrejas na liderança e no ensino. O Seminário tem produzido frutos dentro da nossa cidade e no Norte de Minas. Somos gratos a Deus por isso, e louvamos o Seu Nome quando vemos alunos assumindo o Ministério Pasto- ral, ou algum Ministério dentro do Corpo de Cristo. Web Rádio Há Esperança: Se alguém quiser se tornar um aluno do seminário como fazer? Qualquer pessoa pode se inscrever? (Aqui você pode detalhar formas de entrar em contato)
  11. 11. 11 Roberto Arias: Precisa ser membro de uma igreja há dois anos (mínimo).Além da carta de aprovação do Pastor, e ter segundo grau completo. Qualquer informação pode ser feita na secretária do Semi- nário, no prédio anexo a PIB Moc. De segunda-feira a sexta- -feira, a partir das 19 hrs, Nosso telefone é (38) 3221-1044. Nosso site no Facebook é https://www.facebook.com/ stbnm.com.br Web Rádio Há Esperança: Para você, o que é um minis- tério de sucesso? Roberto Arias: Um ministério de sucesso é aquele que é feito segundo o padrão de Deus, com resultados que agra- dam a Deus, com vidas consagradas ao Senhor. Que tem como fim a Glória do Senhor e não o sucesso pessoal. Que olham para a cruz e não para o conforto deste mundo. Que entendem que, a pesar da fama que poderiam receber em ESPECIAL - Seminário Teológico Batista Norte Mineiro algum momento, o verdadeiramente importante é que os nossos nomes estão escritos no Livro daVida. Enfim, menos de nós, e mais de Cristo. Web Rádio Há Esperança: Deixe uma mensagem para os ouvintes daWeb Rádio Há Esperança. Roberto Arias: Formação teológica é importante para todo aquele que quer servir fielmente ao Senhor. É absurdo pen- sar em ser representado por um advogado sem formação profissional, ou que alguém se deixe operar por uma crian- ça; da mesma forma, pensar em servir a Deus sem preparo é menosprezar o Ministério. Não duvide, quem for chamado por Deus, precisa de formação. E nós queremos ser parte da sua caminhada. Pode contar conosco. ARTIGO - Objeto Estranho / Pr. Jonas “Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir- -se-á à sua mulher, e serão uma só carne”. Gn 2:24 Hoje, para falar de família temos que pensar em coisas. Como assim pastor? Toda vez que pensamos em família, temos que pensar o patrimônio que ela tem. A família MendeseSilva, me faz fazer um balanço financeiro que se tem. E quando colocamos os bens ai sabemos o valor. A família MendeseSilva, como já falei, tem alguns bens. Dois gatos, Um cachorro, que por sinal é mui paparicado, Lucke. Três canários belgas. Um strada vemeio. Um ultrabook. Está vendo como enxergamos as coisas. Coisas mais importantes que pessoas. E a Bíblia diz que: “Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne”. Então, querido leitor. Toda vez que falar de família, tenho que esquecer coisas e lembrar-se de pessoas. E a primeira pessoa a vir à lembrança deve ser o mentor da família.
  12. 12. 12 Família é criação de Deus. Então, Família é instituição de Deus. E no mundo, fica a família sendo tratada como objeto. E objetos estranhos estão infiltrando no meio familiar, e sendo trocado os valores. Deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne. Serão uma só pessoa para, alem de gerar novas pessoas, o seu fim principal é Glorificar o Criador em todas as situações e gozá-Lo para sempre. Vamos desmistificar esse conceito de família é igual a patrimônio, e viver o que se propõe a Palavra de Deus, que Família é uma só carne. Com objetivos e alvos transparentes. Com o fim de dá ao Criador a sua Honra e também, como povo abençoado, gozar das benesses que Ele proporciona. Quantas famílias estão querendo associar a outras famílias, para aumentar os bens financeiros. Olhando o que a união possa contribuir para uma valorização das coisas, e o que se pode ganhar com essa união. MinhafamíliaéMendesCastroSilva.Queprofundidade! Minha Família é Castro Laves! Talvez você coloque seu sobrenome. Sei lá qual. Os valores que os nomes trazem. Mas... Esquecendo-se do que a união possa contribuir para propagar o Nome de Deus, através dessas vidas e de outras que virão. Muito difícil num mundo capitalista e social, valorizar conceitos bíblicos e os próprios princípios que Deus deixou através da sua Palavra. Como o texto exposto: “Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne”. Deixará o homem e unir-se-á à sua mulher. Homem é... Mulher é... Todos sabem a definição. Mas, não vou deixar de aproveitar, e colocarei em minhas palavras. Homem é a espécie macho da criação de Deus. O homem é responsável, como cabeça da casa, das decisões diante de Deus. Homem. Ef 5: 23 “porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo Ele próprio o Salvador do corpo”. 25 “Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela”! Mulher é a espécie fêmea da criação de Deus. A mulher é auxiliadora idônea do marido. E é responsável como auxiliadora de ser sabia para edificação do lar. Ef 5: 22 “Vós, mulheres, submetei-vos a vossos maridos, como ao Senhor”. Pv 14: 1 “Toda mulher sábia edifica a sua casa; a insensata, porém, derruba-a com as suas mãos”. Então meus queridos.Devemos saber que não somos objetos. Que fomos criados, vindo de um processo natural (aos nossos olhos) (mas tudo é sobrenatural), de uma uniãoentrehomememulher,numagestaçãoimplicativa de riscos (que só quem gerou sabe) onde na fecundação foi determinado o sexo, e no nascimento foi definido pelo órgão genital: masculino e ou feminino; para depois, por força de uma geração corrompida quer se inflamar dizendo que somos produtos do meio, e que temos o “direito” de optar sobre o objeto que quero ser. A Palavra de Deus deixa claro que é por causa da concupiscência. Em Romanos 1:24 “Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si”; 25 “pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura antes que ao Criador, que é bendito eternamente”. Isso diante dos fatos, estamos vendo uma variação de hábitos e costumes, que nos deixam perplexos e ababacados defronte uma sociedade que a todo custo quer nos fazer objetos. Continuando na Palavra de Deus, e no livro de Romanos 1: 26 “Pelo que Deus os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza; 27 semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para como os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro”. Basta! Não estamos aqui para sermos usados e depois desprezados. Principalmente quando há uma conturbada visão sobre o que é FAMÍLIA. Eu e você, que somos chamados para fazer diferença numa geração diferenciada, em todas as áreas, inclusive no desvio de princípios. A nossa luta é: Minha vida, minha família, o que sou, e tudo o que tenho é para GLORIFICAR A DEUS E GOZÁ-LO PARA SEMPRE. Não sou objeto. Nem tampouco estranho. Fui criado a IMAGO DEI. Imagem e semelhança de Deus. E família, nos leva a lembrar dos filhos. Filhos são extensões dos pais. Então filhos, temos uma Palavra do trono de Deus para você: Ef 6:1 “Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo”.
  13. 13. 13 2 “Honra a teu pai e a tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa)”, 3 “para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra”. Isso é família, pai (homem), mãe (mulher), filhos (homens e mulheres) que formarão novas famílias. Deus te chama para a cora da criação. Ser chamado como filho. Co-herdeiro em Cristo. (Rm 8:14-17) ARTIGO - Objeto Estranho / Pr. Jonas Que Jesus te abençoe e que sua casa (família) seja casa (família) servindo ao Senhor. Pastor Jonas diJesus Reside em Montes Claros/MG Igreja Presbiteriana da Graça de Montes Claros/MG ARTIGO - Não seja pior do que o Incredulo / Osvaldo P.S Neto “Ora,sealguémnãotemcuidadodosseuseespecialmente dos da própria casa, tem negado a fé e é pior do que o descrente” - 1ªTimóteo 5.8. Como pode um crente ser pior que um incrédulo? Como pode alguém em quem julgamos habitar o Espírito Santo, acreditamos estar lavado pelo Sangue de Jesus, julgamos ser nascido de novo, ser cidadão do Reino de Deus ser pior que o descrente? O texto nos dá uma sinalização de como isso é possível, pois, todas as vezes em que negamos a fé estamos sendo pior que um incrédulo. O marido que maltrata, falta com a devida atenção, humilha com atos e palavras, espanca sua mulher, está negando a fé.A esposa que negligencia os cuidados ao marido e não direciona os encantos femininos para ele, também está negando a fé. Os pais que irritam seus filhos e os filhos que desrespeitam e não honram aos pais, de igual forma, estão em estado pior do que os incrédulos. Baseado no texto bíblico de 1Timóteo 5:8, continuamos a raciocinar e deparamos com a seguinte situação: Os maridos e as esposas que deixam de orar em favor de seus cônjuges também se enquadram na mesma condição: negam a fé em grau maior ou menor, pois, é de responsabilidade dos maridos e esposas se ajudarem mutuamente em orações . Se você é solteiro ou já enviuvou, pode pensar que não se enquadra neste ensino. Porém, deve estar igualmente atento,pois o mandamento do amor não está restrito apenas aos casados. “Mas qualquer que não cuida dos seus próprios parentes quando eles necessitam de ajuda, especialmente aqueles da sua própria família, negou a fé e é pior dos que não creem.” 1Timóteo 5:8 tradução Nova BíbliaViva. Portanto, é necessário a ação em favor de todos em ordem de proximidade e possibilidade principalmente a ajuda aos próprios parentes, sejam eles próximos ou distantes. Sendo cristãos, temos que abrir os olhos e a boca para intercedermos pelas nossas famílias, porque esta é a vontade do Senhor. Ele ouve as nossas petições. As Escrituras nos mandam também, direta e indiretamente, intercedermos pelas autoridades, pelos nossos vizinhos, pelos colegas de escola e trabalho, pelos amigos, pelos irmãos da nossa congregação e de outras denominações. Temos que ser bênção para todos, dando atenção, ajudando sempre e estendendo a mão amiga. O dever de amar a todos tem dois ângulos. Agora, alguém, em algum lugar, preservando a prática da sua fé em Cristo, está orando por nós, pois se preocupa com o nosso bem-estar. E nós, estando receptivos aos ensinos bíblicos, tomamos a mesma atitude por esta pessoa. O nome disto é família, igreja, Reino de Deus. Chame como quiser, mas não negue a sua fé. Osvaldo P. Santana Neto Reside em Montes Claros/MG 3º Igreja Presbiteriana de Jardim Palmeiras Economista e Consultor deVendas
  14. 14. 14 MISSÕES - Testemunhas do Lar / Nathália Bittencourt “Ninguém acende uma lamparina para colocá-la de- baixo de um cesto. Pelo contrário, ela é colocada no lugar próprio para que ilumine todos os que estão na casa.” (Mt 5:15) A palavra família gera em cada um de nós um sen- timento diferente, devido a história e contexto de vida que cada um de nós vivemos.Talvez esta palavra traga alegriaaalgunscorações,memóriasdeunião,mesacheia de pessoas falando ao mesmo tempo,respeito,presença, mas para outros, talvez só traga memórias difíceis, aus- ência, abandono, desentendimentos. Mas, independen- te das nossas histórias de vida, precisamos nos lembrar que Deus é soberano sobre ela, e apesar dEle ter unido Adão e Eva para formarem uma família, de acordo com a Palavra de Deus, esta instituição divina também foi afetada com o pecado, e não só ela, mas todos os nossos relacionamentos,porquetodosnósfomoscorrompidos. No entanto, ao nos debruçarmos sobre as Escrituras, perceberemos que a vontade de Deus a respeito da família não mudou. Ele está sempre operando através de descendências, mostrando a re- sponsabilidade dos pais na criação dos seus filhos, de filhos que devem honrar seus pais e de cônjuges que se amem refletindo assim a fidelidade e o grande amor de Deus por nós em seus casamentos. Assim, o de- sejo de Deus é de que as famílias reflitam sua glória. Mas, talvez você me pergunte: “Nathália tudo isso parece muito bonito, mas na minha casa nem todos são cristãos, nem todos temem ao Senhor, o que devo fazer? A primeira coisa é confiar na soberania de Deus sobre a vida de cada membro de sua família em relação a salvação, pois embora alguns usem o texto de Atos 16:31 que diz : “Crê no Senhor Jesus, e serás salvo, tu e a tua casa”, para dizer que toda sua casa será salva porque ele se converteu, esta não é uma promessa que podemos requerer a Deus para nós, pois Paulo se di- rigiu ao carcereiro e a casa dele, o que de fato se cum- priu nos versículos posteriores. O que podemos fazer é confiar no Senhor, sermos perseverantes em oração e termos esperança em relação a salvação dos nossos. A segunda atitude é a de testemunhar do Evangelho, e quando falo em testemunhar, não estou dizendo que vamos converter ninguém, empurrando as boas-novas “goela abaixo”, sermos os chatos, os inconvenientes, os sem misericórdia, os sem sabedoria afastando ao invés de atrair para Deus.Antes, somos chamados a compar- tilhar este Evangelho poderoso e deixar os resultados na mão do Senhor, pois ele sim converte, transforma, tira o homem do império das trevas para o Reino do filho do seu amor.Fomos chamados para cooperar com Deus (2 coríntios 6:1) e não, sermos Deus. Fomos chamados para reconciliar e não afastar (2 coríntios 5:18). Outro aspecto importante deste compartilhar, é que não se restringe apenas ao nosso falar, mas também com- preende o viver, atitudes que manifestam e refletem o poder do Evangelho em nossas vidas, o sermos novas criaturas em Cristo, não apenas ouvintes negligentes, mas operosos praticantes (Tiago 1:25). E estas ati- tudes muitas vezes falarão mais alto que suas palavras. De fato, quando se trata de evangelismo familiar as coisas se estreitam, se tornam mais difíceis, pois, são pessoas que conhecem o nosso melhor, mas também o nosso pior, que vão “jogar na nossa cara” o nosso pas- sado, quando estamos tentando seguir em frente, que nos perseguirão, que vão fazer chacota conosco, mas também meu querido, é um lugar poderoso para se revelar o tamanho da graça de Deus e do seu amor para com o pecador arrependido e que crê em Cristo Je- sus. Queria desafiá-lo a permanecer firme no propósito de compartilhar da sua fé junto a pessoas da sua famí- lia, pedindo sabedoria ao Senhor para aproveitar as oportunidades de falar e viver a sua Palavra e tenho certeza que no mínimo eles serão impactados e ficarão intrigados com o seu testemunho. Deus nos abençoe e nos ajude a sermos sal e luz, testemunhas no lar! No amor de Cristo, Nathália Bittencourt Pedagoga, missionária, Estudante no cursoALÉM (tradução das Escrituras)
  15. 15. 15 MISSÕES - Da família para o mundo / Manoel Delgado Jr A relação entre a família e a obra missionária. “Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra.” Gênesis 12:3 “Tributai ao SENHOR, ó famílias dos povos, tributai ao SENHOR glória e força.” Salmos 96:7 A família é uma instituição divina. Criada por Deus para a propagação da raça humana a família é à base da sociedade.A família é um fenômeno universal. Não existe nenhuma sociedade que não possua algum tipo de estrutura familiar e neste sentido, podemos falar também de família como uma instituição comum a todos os povos e a todas as culturas. No livro de Gênesis capítulo 12 encontramos no contexto da aliança abraâmica uma referência ao desejo de Deus de alcançar todas as famílias da terra. Deus, portanto, está separando uma família; a do patriarcaAbraão, para a partir dela, no contexto da promessa messiânica, abençoar as nações do mundo. Por estas razões, cremos que a igreja como uma família de famílias tem o dever de levar a mensagem salvadora a todas as famílias da terra. Cumprindo assim a grande comissão. a.) A família é campo missionário. A família em nossos dias tem sido duramente atacada. O casamento, a educação dos filhos, tem sofrido fortes ataques da mídia. Os valores universais da família como instituição divinamente instituída tem sido relativizados. Somente a mensagem salvadora do Evangelho de Cristo e o ensino da Palavra de Deus podem revitalizar as famílias da terra. Muitas famílias ainda não conhecem a mensagem salvadora de Cristo Jesus. Por estas razões acreditamos que a família é campo missionário. b.) A família é estratégia missionária. Cremos que as famílias podem ser uma poderosa estratégia missionária. De acordo com pesquisas sobre evangelização e crescimento de igrejas, o principal meio em que se dão as conversões são a partir das redes de relacionamentos, ou por assim dizer, através do “fator oikos”. Por esta visão, parentes e amigos que compõem a nossa rede de relacionamentos podem ser alcançados através do testemunho a partir da família.A família então é uma poderosa estratégia missionária. c.) A família é celeiro de novos missionários. Cremos também que a família é um celeiro de novos missionários. O culto Doméstico, o discipulado na família, a formação e o preparo que os pais dão aos filhos, tudo pode contribuir para a formação de novos missionários. Os filhos são flechas nas mãos do guerreiro (salmo127:4) e no tempo certo eles podem ser direcionados para a obra missionária. Para isto, desde cedo eles precisam ser imbuídos do amor pela obra missionária. Que nesta semana você possa refletir sobre o valor da obra missionária, e possa envolver a sua família na grande tarefa de tornar Deus conhecido entre todas as famílias da terra. Manoel Delgado Jr Professor deTeologia na FTML- Cuiabá Pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil Coordenador do Instituto ICHTUS de treinamento cristão
  16. 16. 16 Musica e Família Corpo e Familia Recebi um novo coração do Pai Coração regenerado, coração transformado Coração que é ensinado por Jesus Como fruto desse novo coração Eu declaro a paz de Cristo Te abençoo meu irmão Preciosa e a nossa comunhão Somos corpo, e assim bem ajustado Totalmente ligado, unido Vivendo em amor Uma família sem qualquer falsidade Vivendo em verdade Expressando a glória do Senhor Uma família vivendo o compromisso Do grande amor de Cristo Eu preciso de ti, querido irmão Precioso és para mim, querido irmão
  17. 17. 17 ENTREVISTA - Danilo Silva / Ministério Transformados Web Rádio Há Esperança: Como aconteceu a sua conversão? Danilo Silva: Minha família já era cristã quando nasci. Na verdade, desde a geração dos meus avôs temos essa alegria de sermos crentes em Jesus. Quando eu nasci minha mãe era uma mulher temente a Deus, sempre envolvida na igreja. Na minha infância eu participei de apresentações na minha igreja,mas muito tímido.Fui criado neste contexto cristão, na minha adolescência meu pai foi transferido para Montes Claros e logo após a mudança eles não voltaram para a igreja e eu continuei freqüentando. A igreja Presbiteriana da Paz era na rua da minha casa, sendo assim fui visitando e rapidamente ingressei a esta comunidade onde até hoje estou servindo com alegria. Web Rádio Há Esperança: Fale sobre o Ministério Transformados e seus integrantes. Danilo Silva: O Ministério Transformados surgiu no coração do seu líder, Danilo Pereira Silva, com o objetivo de promover entre os povos, por vários meios e formas, a consciência e a prática da adoração sincera a Deus.No ano da sua criação, 13 de maio de 2004, houve uma audição, apresentando as composições próprias. Assim os anos foram passando e estivemos em várias cidades, ministrando louvor, promovendo seminários e compartilhando a palavra de Deus. O Ministério Transformados é composto por Danilo Silva – ministro; Rosane Noeli – voz; Licília Salin – violão e voz; Marina Pelosi – Guitarra; Aracele Cangussu – voz; ManoelVictor Nascimento – voz; Samyra Fernandes – voz; DanielVinicius – baixo; Pedro Ângelo Nascimento – baixo e voz;Welberth Araújo – bateria (nos ajuda sempre). Web Rádio Há Esperança: Fale sobre os dons de cada integrante. Danilo Silva: Todos os integrantes são especiais para mim, e posso falar com certeza que são homens e mulheres que estão dispostos a levar a mensagem de Jesus através da sua música. Rosane é uma companheira e parceira desde o inicio, como dizem meu braço direito; Licília entrou no ministério para fazer um solo no cd infantil e hoje permanece conosco, tem uma voz linda e esta cursando música na Unimontes;Marina fico tão feliz em vê-la ministrando no nosso ministério, tem nos ajudado com a divulgação e nos incentivado sempre; Manoel e Pedro, amados irmãos que nos serviram com seus preciosos dons, e hoje estão morando em outra cidade, mas continuam sendo parte deste ministério; Aracele dona de uma voz bem aguda e com um coração bem disposto a trabalhar para o reino de Deus; Samyra tem um coração totalmente voltado a Deus e nos presenteia com a sua linda voz ; Daniel Vinicius amigo para todas as horas com seu baixo sempre preparado e por fim,Welberth um amigo mais chegado que irmão, que sempre esta pronto a me ajudar e completar a banda deste ministério que Deus tem levantado. Web Rádio Há Esperança: Como se desenvolveu o ministério? Como se tem desenvolvido o ministério neste dias? Danilo Silva: No ano de 2009 gravamos um cd de louvor e adoração com o nome ‘’Tu és minha canção’’ que infelizmente ainda não foi lançado, mas em breve todos poderão conferir.Já em 2011 gravamos ao vivo também o cd ‘’ Melhor que tudo’’ assinado como Transformados kids, uma ramificação do nosso ministério. Hoje estamos em fase final de pós-produção do 1º cd Tu és minha canção e já preparando para começar o 2º cd para as crianças que terá como titulo ‘’A máquina do tempo’’ que será gravado ao vivo ainda no 1º semestre de 2013. Web Rádio Há Esperança: Dentre as músicas ou histórias cantas ou vividas existe alguma especial? Por quê? Danilo Silva: Sim,todas as músicas são especiais e levam uma mensagem da nossa vida com Cristo,são expressões,orações, histórias, enfim, adoração ao único digno. Mas a música Sara-me é bem forte, fala sobre cura, o Senhor esta aqui para nos trazer cura física, cura da alma, dos sentimentos, Suas misericórdias não tem fim. Após a gravação tivemos um testemunho de uma mulher que estava com câncer e foi curada depois da ministração desta canção,vemos que Deus tem muito a fazer quando este cd for lançado. Web Rádio Há Esperança: Qual a sua relação com a internet? Danilo Silva: Vejo a internet como um ótimo meio de comunicação e divulgação do nosso ministério, e vejo que Deus trouxe para nos abençoar, mas é claro que devemos saber usar.Temos disponível na internet, nosso site www.
  18. 18. 18 ministeriotransformados.com.br, vídeos no youtube, facebook, twitter, email, dentro outros. Creio que tudo é criado por Deus para nos abençoar, mas sabemos que satanás fica como um leão a espera de um vacilo para nos corromper, então a internet é uma benção vamos aprender a usá-la para abençoar. Web Rádio Há Esperança: Fale um pouco sobre o seu atual trabalho. Danilo Silva: Hoje sou aluno do MTC – LatinoAmericano onde faço o curso de Bacharel em Teologia com ênfase em ministério pastoral, uma preparação para um novo tempo que Deus tem me direcionado. Continuo na liderança do grupo e trabalhando nos novos projetos (desafios) futuros. Web Rádio Há Esperança: O que Deus representa para você? Danilo Silva: Deus é tudo para mim, meu auxílio, minha força, minha esperança, enfim não consigo viver sem a Sua presença. Tenho Deus como meu Pai sempre presente, meu grande amigo que nas horas difíceis me escuta e direciona, e nas alegrias festeja comigo, uma relação verdadeira de Pai e filho. Web Rádio Há Esperança: Tem alguma experiência que você queira dividir com nossos ouvintes? Danilo Silva: Sim, várias, mas esta em especial foi no dia da gravação do nosso 1º cd fiquei descansando e meditando o dia todo para que na gravação ocorresse tudo certinho, quando cheguei la tinha vários problemas para resolver e aquela paz que busquei estava passando, retorno que parou de funcionar, instrumentos dando problema, enfim, satanás estava disposto a estragar tudo. Parei e observei tudo aquilo acontecendo e tive uma direção peguei o microfone e convoquei o povo a orar,e logo após começamos a declara a musica ‘’Exaltado’’ do DT, e vimos os céus se abrindo e tudo voltando a funcionar logo após começamos nossa gravação,pulamos,festejamos,adoramos,foi lindo de mais. Posso dizer com propriedade que a poder na oração. Web Rádio Há Esperança: Fale um pouquinho pra gente sobre a música como forma de se fazer missões. O que você pensa sobre isso? Danilo Silva: A música é um grande canal de missões, o que seria missões = é levar a palavra de Deus ao conhecimento de todas as pessoas, sendo assim levamos esta verdade com a música, através das letras, melodias, ritmos, que somente na eternidade saberemos os frutos deste conjunto. Web Rádio Há Esperança: O que você pensa sobre FAMA e visibilidade ministerial? Danilo Silva: “Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não sejam como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus” Efésios 5:15,16 Vejo que a música brasileira e em especial a gospel tem obtido grandes oportunidades, devemos agarrar estas portas abertas, e deixar Deus nos guiar com sabedoria, simplicidade e ousadia, para que através da mídia, ou qualquer outro meio o nome D’Ele seja anunciado e glorificado, vemos que o apostolo Paulo nos alerta para aproveitarmos bem as oportunidades sendo ousados com as palavras. Ele diz em Efésios 6:19 “Orem também por mim, para que, quando eu falar,seja-me dada a mensagem,a fim de que,destemidamente, torne conhecido o mistério do evangelho” Defino que a fama que o mundo titula é oportunidade que Deus proporciona aos seus para alcançar um maior numero de pessoas de uma só vez. E a estes irmãos conhecidos vejo que Deus os deu visibilidade, recursos, excelência, notoriedade. Certamente chegamos até aqui para cumprir propósitos eternos de salvação e avanço de Seu Reino. Não podemos perder o foco ou nos deslumbrar com esse momento. Sinto que os planos de Deus vão muito além do que sequer podemos imaginar. Se perseverarmos no alvo, viveremos o avivamento transformador nesta nação e nas nações do mundo. Web Rádio Há Esperança: Para você, o que é ter um ministério de sucesso? Danilo Silva: É saber que os planos e propósitos que Deus nos concedeu foram realizados e produziu frutos, vida a pessoas. É você abrir a sua boca e as pessoas sentirem a presença do Espírito Santo em você, é através do seu testemunho as pessoas verem Cristo em nós. Isso para mim é um ministério de sucesso. Web Rádio Há Esperança: Deixe uma mensagem aos ouvintes daWeb Rádio Há Esperança. Danilo Silva: Eu creio nas promessas de Deus para nossa cidade e creio em um Deus todo poderoso para cumpri- las. Seja um agente de transformação em nossa geração, aproveitando todas as oportunidades para anunciar a palavra de Deus, não seja um cristão somente de nome, seja um cristão verdadeiro,que faz diferença nesta geração tão corrompida que estamos vivendo. ``Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas.’’ Marcos 16:15 ENTREVISTA - Danilo Silva / Ministério Transformados
  19. 19. 19 DIA A DIA - Valorizando a Família Como você definiria o conceito da palavra “família”? É complicado demais nos dias de hoje. Se você não concordar comigo vou te oferecer vários exemplos: um casal com filhos representa a família tradicional; da mesma forma a família ampla de avós, filhos e netos (contando os tios,primos e sobrinhos em alguns casos); o pai (ou mãe) sozinho que cria seus filhos porque o cônjuge morreu (ou abandonou, ou divorciou-se); avós que cuidam dos netos; ou simplesmente o casal que não têm filhos porque não podem (ou não querem). E sem contar às famílias que vem de diferentes culturas, ou nações; ou o caso onde os pais têm uma nacionalidade, e os filhos outra; ou se a moradia acontece no mesmo país ou em outro. Enfim, vemos que definir a palavra família se tornou um grande problema para os sociólogos, governos, e líderes religiosos. Porém,independentementedasdivisõeseconceitos, a família pode ter algumas características que devem ser resgatadas para que possamos ter uma sociedade saudável, que reflita o caráter de Deus num mundo de trevas, e que traga ordem ao caos em que vivemos hoje. Dizemos - sendo um fato que ninguém negaria - que a família é o alicerce da sociedade. Como Engenheiro Civil, sei que um alicerce bem construído nunca será visível. O trabalho dele acontece no subsolo, escondido dos olhares de todos, porém mantendo a estabilidade da edificação: transmitindo o peso da estrutura ao solo, e ao mesmo tempo dando firmeza na hora dos abalos sísmicos, enchentes e ações do vento quando houver. Um bom alicerce só recebe a glória depois de deixar a edificação em pé, firme e sólida. A família é assim para a sociedade, aliás, deveria ser assim. Hoje,nós vemos como a luta pela reivindicação da família faz parte do cotidiano. Coloca-se em entredito o conceito da família tradicional, e se falam de outras “famílias” alternativas, como se o homem pode brincar a Deus estabelecendo a diferença entre o certo e o errado. Da mesma forma, o aumento do divórcio e as relações sexuais antes ou fora do casamento têm abalado a idéia do matrimonio como a essência do lar. Como igreja, temos que trazer ordem no caos, por amor as nossas famílias; por amor a nosso Senhor. Antes de formar sociedade, antes de estabelecer a igreja, muito antes de o homem pensar em construir cidades e reinos, Deus pensou na família. Criou,pois,Deus o homem à sua imagem;à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai- vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra. (Gên 1:27-28) Deus não simplesmente cria a família,Ele abençoa a vida do casal e dos filhos.Veja que Ele cria o homem e a mulher em unidade, um casal, e depois vêm os filhos, e não antes.A família que vai refletir o caráter de Deus é umafamíliaondeohomemeamulherresgatamaimagem de Deus na sociedade. Uma família que realmente quer honrar o Seu Criador estabelece o fundamento divino no seu lar: instrução da Palavra de Deus entre eles e aos seus filhos (Deuteronômio 6.3-9); testemunha do amor do Senhor com seus relacionamentos, e caminha na verdade que está em Cristo Jesus. Sequisermosveratransformaçãodomundo,nóscomo Igreja precisamos olhar para nossas raízes, precisamos enxergar a família como o lugar onde acontecem as grandesmudanças,edaíseespalhaparaasociedadecomo o fermento que vai levedando a massa (Mateus 13.33). Certamente nós temos um universo de famílias nas igrejas. Cada uma com suas realidades particulares, sonhos, projetos e dificuldades. Como Igreja temos que nos preocupar por cada uma delas, e ao mesmo tempo fortalecer as bases, para que possam caminhar em fé, confiantes em Deus, e que no final vejam o propósito do Senhor se cumprindo em cada membro do lar. É fortalecer o amor e a autoridade do homem, e trabalhar com a submissão da mulher por causa do amor do seu marido, ao mesmo tempo em que discipulam os filhos na Palavra de Deus (Efésios 5.21-6.4). Andando em unidade, amor e graça. Se assim fizermos, com certeza, mudanças acontecerão. Mas temos que caminhar, amar e cuidar. Lembremos o seguinte, se o fundamento é firme, a edificação também o será. Se a família é fortalecida, podemos ter uma Igreja saudável, e impactar nossa sociedade. Valorizemos a família. Que Deus abençoe vocês. Pr Roberto José Arias Quintero Montes Claros/MG Primeira Igreja Batista de Montes Claros/MG Blog:http://robertonobrasil.blogspot.com/
  20. 20. 20 DIA A DIA - Família DIA A DIA - Contrariando as Estatistica Já tem um bom tempo que li algo sobre Inteligência Social e, na época, fiquei fascinado com o poder das relações humanas no desenvolvimento cerebral ou, em outras palavras, na “neuroplasticidade”, o que significa que experiências repetidas esculpem a forma, o tamanho e o número de neurônios e suas ligações sinápticas.Verdadeiramente não tenho, aqui, a intenção de escrever um texto científico, mas, olhando alguns registros que fiz sobre o assunto, veio-me a necessidade de pensar em como a bíblia já trabalha sobre temas assim há muito tempo. Relações humanas... Adão estava só, mas isso não era bom. Deus, então, com o mesmo nível de carinho com que fez as demais criaturas, forma o que considero o melhor presente para Adão: Eva. Baseado nos meus breves dezoito anos de casamento, imagino como deve ter sido deliciosa a vida dos dois ali naquele paraíso maravilhoso. Porém, ambos decidem desobedecer a Deus, sendo, então, colocados pra fora do Éden. Mas algo me chama a atenção: eles saem juntos, de mãos dadas, quem sabe. Deus preserva a relação entre Adão e Eva. Aqui penso no Deus que é amor. Não há um castigo nos moldes humanos, já que temos a tendência humana de realçar o sofrimento do castigado. Eu e você somos assim. “Vocês pecaram? Então agora vai Adão praquele lado e Eva pro outro! Vocês apenas vão poder se olhar. De longe!”. Já pensou? Que tristeza! O nosso Deus não age assim. Aleluia! E Ele ainda vai mais longe no seu amor. Além de preservar a relação entre Adão e Eva, Ele também lhes dá a oportunidade de ter filhos. Ah! Como é bom ter filhos! Sou testemunha viva da alegria e da satisfação que eles nos trazem.Vê-se aí, portanto, o mais eficiente e gostoso meio de desenvolvimento da neuroplasticidade e, por consequência, da Inteligência Social: a FAMÍLIA. Tudo bondosamente planejado e preservado por Deus e em Deus. Quando se tem a tendência de mexer na família, como se o homem, num rompante de “lucidez”, tivesse a sabedoria de replanejar algo tão precioso, o que, na verdade, não passa de pura tolice e distanciamento de Deus, isso nada mais é do que autodestruição. Ano após ano temos escolhido caminhos assim que nos levam ao caos... à morte. Basta olharmos para a sociedade chamada moderna para percebermos o quanto as nossas interferências humanas nos tem destruído. Autodestruição! Deus! Em Cristo Jesus, preserva e protege as famílias dos teus servos. Amém. Joel Fontes de Sousa Montes Claros/MG Congrega na Igreja Presbiteriana de Jardim Palmeiras Funcionário Público e Professor Já desejei várias vezes ter nascido no início do século passado, a última vez que eu quis ter agora uns 80 anos foi quando li que o divórcio no Brasil atingiu número recorde na última década e só aumenta. Não sei se em 1933 as pessoas eram mais felizes,mas já não tenho dúv- idas de que essa felicidade pode ser alcançada em 2013. É fácil entender o porquê de tantos divórcios: as pessoas estão ficando cada vez mais individualistas. Perderam a capacidade de abrir mão das suas vontades em favor do outro. E se tratando de relacionamentos como a construção de uma família esse talvez seja o seg- redo do “para sempre”. Há um versículo assim:“...e re- cordar as palavras do Senhor Jesus,que disse:Mais bem- aventurada coisa é dar do que receber.” (Atos 20:35). Colocando em prática essas simples palavras diminuire- mos grandiosamente a probabilidade de fazermos parte da próxima estatística de divórcios.A verdade é que nós não estamos fadados a infelicidade,não é o fato de viver- mos em um lugar onde o egoísmo, a incompreensão, a infidelidade e a intolerância reinam que nos faz vítimas certasdetudoisso.Afelicidadefamiliarnãoprecisaestar restrita aos comercias de eletrodomésticos e imóveis. Como filhos, pais ou cônjuges (agora ou no fu- turo) a responsabilidade de fazer com que uma famí- lia - a nossa família - perdure estará sempre em nossas mãos. E o principal é que nunca estaremos sozinhos nessa luta,a família é um plano de Deus.O que significa que se aliarmos o nosso esforço a vontade d’Ele viv- eremos, sim, um “para sempre” em pleno século XXI. “E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição.” Colossenses 3:14 Nayara Lopes de Souza Montes Claros/MG Congrega na Igreja Batista de Jardim Palmeiras Estudante de Medicina-Funorte
  21. 21. 21 EXPERIENCIAS - Nosso testemunho. Nossa família... Vivemos numa sociedade e país em que muitas pessoas e famílias professam uma fé cristã e proclamam aos quatro cantos que Deus é tudo em suas vidas, embora nada desta fé seja visualizada em atitudes realmente práticas e de temor a ele. Crescemos com uma idéia de um Deus que nunca conhecemos, nunca lemos sobre ele em sua palavra, mas que aprendemos a chamar por ele, como se chama um gênio da lâmpada, para que atenda aos nossos pedidos e caprichos e assim vamos crescendo com uma fé sem fundamentos, uma fé que criamos a partir da fé alheia. Bem, pelo menos na minha família foi assim. Euemeusirmãosfomoscriadosnumlarcommuitosdeuses que tomavam o lugar do único Deus e embora disséssemos q temíamos a ele, fossemos a Igreja todo domingo, tivéssemos participadosdetodososrituais,lánofundovivíamosasnossas vidas guiados por nós mesmos, éramos os nossos deuses e por isso vivíamos uma vida vazia, vidas desestruturadas pelo pecado e consequentemente, desfrutávamos de uma família desestruturada, pois Deus não era o centro. Em 1998, minha irmã mais velha conheceu a Jesus no Acampamento Palavra da Vida –NE, voltou cantando louvores e tão alegre, nossa família achou tudo isso muito estranho e começamos a persegui-la com brincadeiras, chacotas, ao ponto de ela ler a Bíblia no banheiro do nosso quarto. Seis meses depois fui ao mesmo acampamento e me converti, e porque era uma adolescente muito rebelde, depois de uma semana que havia chegado do acampamento, minha mãe percebendo minha mudança, perguntou a minha irmã se naquele acampamento tinha psicólogo e minha irmã respondeu que tinha Jesus Cristo e minha mãe chorou muito, mas ainda assim nos impediu de ir a uma Igreja Evangélica. Depois de seis meses minha mãe se converteu e nossa casa foi assaltada no mesmo dia,porém,nos alegramos muito no Senhor, pois ela havia recebido o maior presente de todos, a salvação, e este ninguém poderia roubar dela. Continuamos orando pela nossa família e depois de um ano meu irmão aceitou ir ao mesmo acampamento que eu e minha irmã havíamos ido e se converteu na primeira noite e naquela mesma noite, nossa casa foi assaltada novamente. Quando tomamos conhecimento do fato, falamos pra ele da história de um homem chamado Jó que tinha perdido tudo, mas não perdeu sua fé e temor em Deus e naquela hora meu irmão reconheceu que Deus era a coisa mais importante que nós tínhamos e juntos exaltamos glorificamos ao Senhor pela salvação. Hoje, depois de 14 anos desde que o Senhor começou a resgatar nossas vidas, só meu pai ainda não proclamou Jesus como seu Senhor, mas continuamos orando por ele e compartilhando do Evangelho, descansados na soberania de Deus. Eu e meus irmãos fizemos um instituto bíblico (Projeto Marcos, do Seminário Palavra da Vida) durante um ano, depois deste tempo minha irmã se formou pelo seminário da Missão novasTribos do Brasil e fez letras, e hoje tem sido uma benção no seu trabalho, na Igreja, na vida de pessoas que Deus tem colocado em suas mãos para discipular, meu irmão fez seminário no Steceb e hoje pastoreia a Igreja Cristã Evangélica de Brasília naAsa Norte, tem uma família linda e temos visto a cada dia o agir de Deus em sua vida e a benção que ele é para nós e eu, me formei em pedagogia e depois fiz o seminário MTC LatinoAmericano em Montes Claros e tenho trabalhado com missões e discipulado na Igreja local. Meus queridos,ao olharmos pra trás não poderíamos nem imaginar o que Deus por meio de Jesus iria fazer em nossasvidaseemnossafamília,maselenoslavou,nosresgatou, tem nos transformado diariamente para sermos conforme a imagem de seu filho, nos dado a alegria de conhecê-lo através de sua Palavra e de termos uma fé fundamentada não num Deus que ouvimos falar, nem que podemos barganhar a fim de termos nossas orações respondidas, mas que por meio da sua graça temos nos relacionado com ele e tido o privilégio de sermos seus cooperadores fazendo-o conhecido em diversos meios, lugares e diferentes tipos de pessoas. Que Deus segundo o seu querer complete sua obra em nossa família e na sua família! Continuemos firmes olhando para o Autor e Consumador da nossa fé, Jesus! Nathália Bittencourt Pedagoga, missionária, Estudante no cursoALÉM (tradução das Escrituras) Natural de Recife-Pe
  22. 22. 22 LUGAR do Leitor PALPITES “Tenho acompanhado a rádio Há Esperança e esta sempre tem palavras de conforto e tranquilidade para o meu dia. Creio que Deus tem usado esta rádio grandemente para abençoar não só minha vida, como também a de todos os seus ouvintes. Um grande abraço a toda equipe!” Bárbara Montalvão - Montes Claros/MG “Louvo a Deus por essa fonte abençoadora inesgotável que é Há EsperançaWeb Rádio, por este excelente trabalho desenvolvido com muita dedicação e afinco na obra do Senhor.Trabalho este que merece todo o respeito e que deveria ser reconhecido por todos. Que Deus continue capacitando toda a equipe para que continuem sendo canal de bençãos!” Lilianne Silveira - Montes Claros/MG Colabore: mande textos, charges, e demais conteúdos! Opine: Mande um email dizendo o que achou do jornal, dê dicas, indique matérias e entrevistas. www.facebook.com/haesperanca aovivo@haesperanca.com.br @haesperanca02 jornal@haesperanca.com.br
  23. 23. 23 Eventos Loja Quer Divulgar o seu Evento? Então entre em contato jornal@haesperanca.com.br enilson@haesperanca.com.br (38) 9176.3450 Você pode contribuir com a nossa missão comprando alguns itens da marcaWeb Rádio Há Esperança! Acessea loja em nosso site! www.haesperanca.com.br 20 Reais 20 Reais
  24. 24. 24 Apoio Criação de Sites e Marketing Digital http://www.agenciastudioarts.com.br http://www.edsonrodrigues.agenciastudioarts.com.br (38) 308.1080 - (38) 9241.8462 - (38) 8804.8859 edson@agenciatudioarts.com.br Seja você um dos nossos patrocinadores Entre em contato jornal@haesperanca.com.br enilson@haesperanca.com.br (38) 9176.3450

×