O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

42

391 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

42

  1. 1. PSICOLOGIA B - 12º ano Tema 2: EUAprendizagem: fatores, métodos e tipos Condicionamento clássico A professora: Antónia Couto Ano letivo: 2011-2012 Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  2. 2. Fatores da aprendizagem. Idade. Inteligência . Motivação. Aprendizagens anteriores. Fatores Sociais Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  3. 3. Métodos de Aprendizagem1. Distribuição da prática no tempo Aprendizagem concentrada Aprendizagem espaçada2. Conhecimento dos resultados Efeito de feedback3. Aprendizagem total e aprendizagem parcial Materiais apresentados como totalidade ou em partes4. Aprendizagem programada Etapas sequenciais e interligadas Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  4. 4. Condicionamento clássico Resposta Não Resposta Condicionada Condição Condicionada Carne  Salivação Carne + Som  Salivação Som  SalivaçãoPara que o reflexo condicionado se mantenha, é necessário que periodicamente oreforcemos. Uma vez que o reflexo se formou, o mero som da campainha substitui aapresentação da carne. Mas, se tocarmos repetidamente a campainha e não maisapresentarmos a carne, depois de um certo número de vezes, o animal deixa de reagircom salivação e secreção digestiva. Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt
  5. 5. Condicionamento Clássico• Para que surja um reflexo condicionado é preciso que existam certas condições:  Coexistência no tempo, várias vezes repetida, entre o estímulo neutro e o estímulo incondicionado (no caso, o som da campainha e a apresentação da carne).  O estímulo neutro deve preceder em pouco tempo o estímulo incondicionado. Se dermos a carne primeiro e tocarmos a campainha depois, a reacção condicionada não se estabelece;  Inexistência naquele momento de outros estímulos que possam provocar inibição de causa externa. Se simultaneamente damos uma chicotada no animal ou lhe atiramos com água gelada, provocamos inibição, desencadeando reação de defesa no animal; Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões | Telefone: 256 850 450 | Fax: 256 850 452 | www.agrupamento-fajoes.pt | E-mail: geral@agrupamento-fajoes.pt

×