SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
 Os  três R’s (Reduzir, Reutilizar e Reciclar)
 constituem uma estratégia de abordagem mais
 sustentável na gestão de resíduos do que as
 abordagens baseadas no destino final (aterro e
 incineração)

A ordem do 3 R’s não é aleatória, reflecte a
 prioridade:
   1º Reduzir, 2º Reutilizar e 3º Reciclar
A  escolha pela embalagem:
-Embalagem de tamanho familiar;
-Embalagem com menos material;
-Evitar o uso de sacos para frutas e legumes.

 Preferência pelos frescos:
-Optar por frutas, legumes, carnes e peixes
  frescos não embalados
 Beber  água da torneira:
-O consumo de água engarrafada produz muitos
  resíduos;
-A água da torneira tem em geral boa qualidade;
-A água da torneira colocada previamente num
  jarro perde o sabor a cloro;
 Cuidado   com as prendas:
-Oferecer sempre algo útil;
-Evitar os embrulhos.

 Consumir  apenas o necessário:
-Não comprar o que não necessita;
-Não exagerar na aquisição do que necessita;
-Imprimir o papel com pouca tinta;
-Não colocar no prato mais do que o necessário.
 Optar   pelas embalagens retornáveis:
-Refrigerantes, cervejas e águas estão
  disponíveis em embalagens retornáveis,
  utilize-as;
-As bebidas de pressão nos bares e
  restaurantes(em barril) evitam a produção de
  lixo;
-Utilizar sempre pratos, copos e talheres
reutilizáveis, nunca descartáveis;
 Cortar  nos sacos de plástico:
-Utilizar sacos de pano ou outros reutilizáveis;
-Quando for inevitável a sua utilização, reutilizá-
  los.

 Reutilização do papel:
-Escrever ou imprimir em ambas as faces das
  folhas de papel;
-Quando utilizadas só numa das faces, reutilizar
  a outra como rascunho.
 Reutilização  de tinteiros:
-Adquirir tinteiros e toners reutilizados;
-Entregar cartuchos vazios para reutilização.

 Pilhas recarregáveis:
-Utilizar pilhas recarregáveis é mais amigo do
  ambiente e mais económico.
 Separação  dos resíduos:
-Os materiais e embalagens separados para
  reciclagem devem estar o mais limpos possível
   (embalagens: escorrer, enxaguar e espalmar)
Ecoponto
              Papel (contentor azul)

 Colocar:
Revistas, jornais e folhas de papel, embalagens de
 papel e Cartão

Não colocar:
Papel de cozinha, lenços de papel, fraldas, papel
  vegetal, papel químico, papel de alumínio, papel
  autocolante.
Ecoponto
             Vidro (contentor verde)
 Colocar:
Embalagens de vidro: garrafas, frascos e boiões

 Não  colocar:
Loiças, cerâmicas, espelhos, lâmpadas, tampas e
  rolhas.
Ecoponto
         Embalão (contentor amarelo)
 Colocar:
Todas as embalagens de plástico e metal
Embalagens “tetrapack” (cartão complexo).

 Não colocar:
Embalagens sujas, embalagens de produtos
 tóxicos, panelas e talheres
 Resíduos   de equipamentos eléctricos e
  electrónicos      (frigoríficos,    televisões,
  microondas, computadores, lâmpadas, rádios,
  etc.);
 Devem ser recolhidos separadamente para
reciclagem entregando-os nos locais onde são
  comercializados, nas estações de transferência
  ou através das recolhas municipais
Separação dos resíduos:
 Pilhas
-Colocar no pilhão/pilheira (contentor vermelho)
- A sua reciclagem permite recuperar os metais
  pesados que se fossem libertados para o
  ambiente provocariam graves problemas de
  contaminação
Separação dos resíduos:

 Óleos  alimentares
- Reciclagem permite a produção de biodiesel,
  um biocombustível que pode substituir o
  gasóleo.
 Utilizar
         produtos reciclados
 A opção pelos produtos reciclados é um
 incentivo a uma maior reciclagem.
 Compostagem
- Processo biológico que transforma os materiais
  orgânicos em composto vegetal. Neste processo
  estão envolvido diversos seres vivos como
  minhocas, insectos, fungos, bactérias e outros
  microorganismos, juntamente com a atmosfera.

- Para a compostagem podem ir todos os materiais
  biodegradáveis: restos de comida, cascas de fruta
  e legumes e resíduos de jardins.
 Compostor
 Deposiçãodos materiais no compostor:
Deposição dos materiais em camadas, não os
misturando com outros já depositados. Após
algumas semanas as camadas do fundo já
estarão transformadas em composto, o qual
pode ser removido para aplicação no jardim
ou na horta.
secos   molhados
Vantagens:

Mais Simples;
       Mais Cómodo;
              Mais Eficaz;
                    Mais Económico;
                            Mais Reciclagem.
Os 3 R's e a gestão sustentável de resíduos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Por que reciclar papel?
Por que reciclar papel?Por que reciclar papel?
Por que reciclar papel?
 
111
111111
111
 
Coleta seletiva
Coleta seletiva Coleta seletiva
Coleta seletiva
 
Politica dos 3 r's (ap) (5)
Politica dos 3 r's (ap) (5)Politica dos 3 r's (ap) (5)
Politica dos 3 r's (ap) (5)
 
Reciclar Para Criar
Reciclar Para CriarReciclar Para Criar
Reciclar Para Criar
 
Reciclar
ReciclarReciclar
Reciclar
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
1642
16421642
1642
 
680
680680
680
 
Grp5
Grp5Grp5
Grp5
 
Coletaseletiva 110403202023-phpapp02
Coletaseletiva 110403202023-phpapp02Coletaseletiva 110403202023-phpapp02
Coletaseletiva 110403202023-phpapp02
 
tec 3
tec 3tec 3
tec 3
 
tec 2
tec 2tec 2
tec 2
 
Aprendendo a reciclar
Aprendendo a reciclarAprendendo a reciclar
Aprendendo a reciclar
 
Grp6
Grp6Grp6
Grp6
 
Politica dos 3 rs
Politica dos  3 rsPolitica dos  3 rs
Politica dos 3 rs
 
tec 1
tec 1tec 1
tec 1
 
1648
16481648
1648
 
SUSTENTABILIDADE
SUSTENTABILIDADESUSTENTABILIDADE
SUSTENTABILIDADE
 
Meioambiente riclagem
Meioambiente riclagemMeioambiente riclagem
Meioambiente riclagem
 

Destaque

Desenvolvimento Sustentável - Reutilização de Águas Cinzentas
Desenvolvimento Sustentável - Reutilização de Águas CinzentasDesenvolvimento Sustentável - Reutilização de Águas Cinzentas
Desenvolvimento Sustentável - Reutilização de Águas CinzentasSofia_Afonso
 
Tratamento de águas residuais
Tratamento de águas residuaisTratamento de águas residuais
Tratamento de águas residuaisSandra Semedo
 
FORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIAL
FORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIALFORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIAL
FORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIALGabriela Silva
 
Sistemas..!!
Sistemas..!!Sistemas..!!
Sistemas..!!fabio623
 
Apresentao97 1235035690051966-2
Apresentao97 1235035690051966-2Apresentao97 1235035690051966-2
Apresentao97 1235035690051966-2Nilton Goulart
 
Dia mundial da água
Dia mundial da águaDia mundial da água
Dia mundial da águaAna Piano
 
Sistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas Residuais
Sistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas ResiduaisSistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas Residuais
Sistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas ResiduaisISA - Intelligent Sensing Anywhere
 
1 conceitos introdutórios
1 conceitos introdutórios1 conceitos introdutórios
1 conceitos introdutóriosGilson Adao
 
Preservar E Recuperar O Meio Ambiente (Tratamento De áGuas)
Preservar E Recuperar O Meio Ambiente (Tratamento De áGuas)Preservar E Recuperar O Meio Ambiente (Tratamento De áGuas)
Preservar E Recuperar O Meio Ambiente (Tratamento De áGuas)Nuno Correia
 
Contaminação das águas
Contaminação das águasContaminação das águas
Contaminação das águasBruna Silva
 
Florestas
FlorestasFlorestas
FlorestasFPCroca
 
Floresta Portuguesa
Floresta PortuguesaFloresta Portuguesa
Floresta Portuguesapasseixas
 

Destaque (20)

Desenvolvimento Sustentável - Reutilização de Águas Cinzentas
Desenvolvimento Sustentável - Reutilização de Águas CinzentasDesenvolvimento Sustentável - Reutilização de Águas Cinzentas
Desenvolvimento Sustentável - Reutilização de Águas Cinzentas
 
Recursos Hídricos e Saneamento: Regulação e Desafios
Recursos Hídricos e Saneamento: Regulação e DesafiosRecursos Hídricos e Saneamento: Regulação e Desafios
Recursos Hídricos e Saneamento: Regulação e Desafios
 
Tratamento de águas residuais
Tratamento de águas residuaisTratamento de águas residuais
Tratamento de águas residuais
 
FORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIAL
FORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIALFORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIAL
FORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIAL
 
GESTÃO DO SANEAMENTO
GESTÃO DO SANEAMENTOGESTÃO DO SANEAMENTO
GESTÃO DO SANEAMENTO
 
Sistemas..!!
Sistemas..!!Sistemas..!!
Sistemas..!!
 
Apresentao97 1235035690051966-2
Apresentao97 1235035690051966-2Apresentao97 1235035690051966-2
Apresentao97 1235035690051966-2
 
Dia mundial da água
Dia mundial da águaDia mundial da água
Dia mundial da água
 
Sistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas Residuais
Sistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas ResiduaisSistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas Residuais
Sistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas Residuais
 
Ativ4 selma
Ativ4 selmaAtiv4 selma
Ativ4 selma
 
1 conceitos introdutórios
1 conceitos introdutórios1 conceitos introdutórios
1 conceitos introdutórios
 
Relatório estágio 2
Relatório estágio 2Relatório estágio 2
Relatório estágio 2
 
Preservar E Recuperar O Meio Ambiente (Tratamento De áGuas)
Preservar E Recuperar O Meio Ambiente (Tratamento De áGuas)Preservar E Recuperar O Meio Ambiente (Tratamento De áGuas)
Preservar E Recuperar O Meio Ambiente (Tratamento De áGuas)
 
Dia da floresta
Dia da florestaDia da floresta
Dia da floresta
 
Contaminação das águas
Contaminação das águasContaminação das águas
Contaminação das águas
 
ETAR
ETARETAR
ETAR
 
Florestas
FlorestasFlorestas
Florestas
 
Doenças Transmissíveis por Água
Doenças Transmissíveis por ÁguaDoenças Transmissíveis por Água
Doenças Transmissíveis por Água
 
Árvore de Problemas
Árvore de ProblemasÁrvore de Problemas
Árvore de Problemas
 
Floresta Portuguesa
Floresta PortuguesaFloresta Portuguesa
Floresta Portuguesa
 

Semelhante a Os 3 R's e a gestão sustentável de resíduos

Apresentação NRC
Apresentação NRCApresentação NRC
Apresentação NRCnrc_ong
 
A Reciclagem
A Reciclagem   A Reciclagem
A Reciclagem cagasslb
 
Politica dos 4R's
Politica dos 4R'sPolitica dos 4R's
Politica dos 4R'sguestb6e50c
 
Planeamento da sessão vamos lá separar
Planeamento da sessão   vamos lá separarPlaneamento da sessão   vamos lá separar
Planeamento da sessão vamos lá separarjoanai
 
8.º ano tabalho grupo i regra dos 3 rs
8.º ano tabalho grupo i   regra dos 3 rs8.º ano tabalho grupo i   regra dos 3 rs
8.º ano tabalho grupo i regra dos 3 rsFloripeAbreu
 
Econsciente
EconscienteEconsciente
EconscienteHenrique
 
Ambiente reciclagem eb1murca
Ambiente reciclagem eb1murcaAmbiente reciclagem eb1murca
Ambiente reciclagem eb1murcaLino Barbosa
 
Separação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagemSeparação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagemZb Campanha
 
ResíDuos SóLidos Urbanos Rsu Sm
ResíDuos SóLidos Urbanos  Rsu SmResíDuos SóLidos Urbanos  Rsu Sm
ResíDuos SóLidos Urbanos Rsu Smguest3c1e728
 
Reciclagem e separacao de residuos
Reciclagem e separacao de residuosReciclagem e separacao de residuos
Reciclagem e separacao de residuosEduardo Oliveira
 
Grp1 Final
Grp1   FinalGrp1   Final
Grp1 Finalap8bgrp1
 
Grp1 Final
Grp1   FinalGrp1   Final
Grp1 Finalap8bgrp1
 
Projeto Final Camila
Projeto Final CamilaProjeto Final Camila
Projeto Final Camilamilla028
 
Dia Mundial da Terra
Dia Mundial da  TerraDia Mundial da  Terra
Dia Mundial da Terraritaspborges
 
Ambiente Final
Ambiente   FinalAmbiente   Final
Ambiente Finalap8bgrp3
 

Semelhante a Os 3 R's e a gestão sustentável de resíduos (20)

Reciclar é Viver
Reciclar é ViverReciclar é Viver
Reciclar é Viver
 
Apresentação NRC
Apresentação NRCApresentação NRC
Apresentação NRC
 
A Reciclagem
A Reciclagem   A Reciclagem
A Reciclagem
 
E.A. A reciclagem
E.A. A reciclagemE.A. A reciclagem
E.A. A reciclagem
 
Grp8
Grp8Grp8
Grp8
 
Politica dos 4R's
Politica dos 4R'sPolitica dos 4R's
Politica dos 4R's
 
Planeamento da sessão vamos lá separar
Planeamento da sessão   vamos lá separarPlaneamento da sessão   vamos lá separar
Planeamento da sessão vamos lá separar
 
8.º ano tabalho grupo i regra dos 3 rs
8.º ano tabalho grupo i   regra dos 3 rs8.º ano tabalho grupo i   regra dos 3 rs
8.º ano tabalho grupo i regra dos 3 rs
 
Econsciente
EconscienteEconsciente
Econsciente
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Ambiente reciclagem eb1murca
Ambiente reciclagem eb1murcaAmbiente reciclagem eb1murca
Ambiente reciclagem eb1murca
 
Separação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagemSeparação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagem
 
ResíDuos SóLidos Urbanos Rsu Sm
ResíDuos SóLidos Urbanos  Rsu SmResíDuos SóLidos Urbanos  Rsu Sm
ResíDuos SóLidos Urbanos Rsu Sm
 
Reciclagem e separacao de residuos
Reciclagem e separacao de residuosReciclagem e separacao de residuos
Reciclagem e separacao de residuos
 
Grp1 Final
Grp1   FinalGrp1   Final
Grp1 Final
 
Grp1 Final
Grp1   FinalGrp1   Final
Grp1 Final
 
Projeto Final Camila
Projeto Final CamilaProjeto Final Camila
Projeto Final Camila
 
Dia Mundial da Terra
Dia Mundial da  TerraDia Mundial da  Terra
Dia Mundial da Terra
 
Politicados3 r's
Politicados3 r'sPoliticados3 r's
Politicados3 r's
 
Ambiente Final
Ambiente   FinalAmbiente   Final
Ambiente Final
 

Os 3 R's e a gestão sustentável de resíduos

  • 1.
  • 2.  Os três R’s (Reduzir, Reutilizar e Reciclar) constituem uma estratégia de abordagem mais sustentável na gestão de resíduos do que as abordagens baseadas no destino final (aterro e incineração) A ordem do 3 R’s não é aleatória, reflecte a prioridade: 1º Reduzir, 2º Reutilizar e 3º Reciclar
  • 3. A escolha pela embalagem: -Embalagem de tamanho familiar; -Embalagem com menos material; -Evitar o uso de sacos para frutas e legumes.  Preferência pelos frescos: -Optar por frutas, legumes, carnes e peixes frescos não embalados
  • 4.  Beber água da torneira: -O consumo de água engarrafada produz muitos resíduos; -A água da torneira tem em geral boa qualidade; -A água da torneira colocada previamente num jarro perde o sabor a cloro;
  • 5.  Cuidado com as prendas: -Oferecer sempre algo útil; -Evitar os embrulhos.  Consumir apenas o necessário: -Não comprar o que não necessita; -Não exagerar na aquisição do que necessita; -Imprimir o papel com pouca tinta; -Não colocar no prato mais do que o necessário.
  • 6.  Optar pelas embalagens retornáveis: -Refrigerantes, cervejas e águas estão disponíveis em embalagens retornáveis, utilize-as; -As bebidas de pressão nos bares e restaurantes(em barril) evitam a produção de lixo; -Utilizar sempre pratos, copos e talheres reutilizáveis, nunca descartáveis;
  • 7.  Cortar nos sacos de plástico: -Utilizar sacos de pano ou outros reutilizáveis; -Quando for inevitável a sua utilização, reutilizá- los.  Reutilização do papel: -Escrever ou imprimir em ambas as faces das folhas de papel; -Quando utilizadas só numa das faces, reutilizar a outra como rascunho.
  • 8.  Reutilização de tinteiros: -Adquirir tinteiros e toners reutilizados; -Entregar cartuchos vazios para reutilização.  Pilhas recarregáveis: -Utilizar pilhas recarregáveis é mais amigo do ambiente e mais económico.
  • 9.  Separação dos resíduos: -Os materiais e embalagens separados para reciclagem devem estar o mais limpos possível (embalagens: escorrer, enxaguar e espalmar)
  • 10. Ecoponto Papel (contentor azul)  Colocar: Revistas, jornais e folhas de papel, embalagens de papel e Cartão Não colocar: Papel de cozinha, lenços de papel, fraldas, papel vegetal, papel químico, papel de alumínio, papel autocolante.
  • 11. Ecoponto Vidro (contentor verde)  Colocar: Embalagens de vidro: garrafas, frascos e boiões  Não colocar: Loiças, cerâmicas, espelhos, lâmpadas, tampas e rolhas.
  • 12. Ecoponto Embalão (contentor amarelo)  Colocar: Todas as embalagens de plástico e metal Embalagens “tetrapack” (cartão complexo).  Não colocar: Embalagens sujas, embalagens de produtos tóxicos, panelas e talheres
  • 13.  Resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos (frigoríficos, televisões, microondas, computadores, lâmpadas, rádios, etc.);  Devem ser recolhidos separadamente para reciclagem entregando-os nos locais onde são comercializados, nas estações de transferência ou através das recolhas municipais
  • 14. Separação dos resíduos:  Pilhas -Colocar no pilhão/pilheira (contentor vermelho) - A sua reciclagem permite recuperar os metais pesados que se fossem libertados para o ambiente provocariam graves problemas de contaminação
  • 15. Separação dos resíduos:  Óleos alimentares - Reciclagem permite a produção de biodiesel, um biocombustível que pode substituir o gasóleo.
  • 16.  Utilizar produtos reciclados A opção pelos produtos reciclados é um incentivo a uma maior reciclagem.
  • 17.  Compostagem - Processo biológico que transforma os materiais orgânicos em composto vegetal. Neste processo estão envolvido diversos seres vivos como minhocas, insectos, fungos, bactérias e outros microorganismos, juntamente com a atmosfera. - Para a compostagem podem ir todos os materiais biodegradáveis: restos de comida, cascas de fruta e legumes e resíduos de jardins.
  • 19.  Deposiçãodos materiais no compostor: Deposição dos materiais em camadas, não os misturando com outros já depositados. Após algumas semanas as camadas do fundo já estarão transformadas em composto, o qual pode ser removido para aplicação no jardim ou na horta.
  • 20. secos molhados
  • 21. Vantagens: Mais Simples; Mais Cómodo; Mais Eficaz; Mais Económico; Mais Reciclagem.