SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Sustentabilidade é a palavra que mais se ouve e se
   lê por aí — na administração, na economia, na
   engenharia ou no Direito. Mas, afinal, o que
   significa sustentabilidade? Como bom mentor,
   vou tentar explicar de forma simples o conceito
   que já faz parte da vida moderna. Em primeiro
   lugar, trata-se de um conceito sistêmico, ou seja,
   ele correlaciona e integra de forma organizada os
   aspectos econômicos, sociais, culturais e
   ambientais da sociedade. A palavra-chave é
   continuidade — como essas vertentes podem se
   manter em equilíbrio ao longo do tempo.
O consumo sustentável é um conjunto de
práticas relacionadas à aquisição de produtos e
serviços que visam diminuir ou até mesmo
eliminar os impactos ao meio ambiente. São
atitudes positivas que preservam os recursos
naturais, mantendo o equilíbrio ecológico em
nosso planeta. Estas práticas estão
relacionadas a diminuição da poluição,
incentivo à reciclagem e eliminação do
desperdício. Através delas poderemos, um dia,
atingir o sonhado desenvolvimento sustentável
do nosso planeta.
Desenvolvimento sustentável
 Reciclagem de diversos tipos de materiais: reciclagem de papel, alumínio,
plástico, vidro, ferro, borracha, etc.;
 Coleta seletiva de lixo;
Tratamento de esgotos industriais e domésticos para que não sejam jogados em
rios, lagos, córregos e mares;
Descarte de baterias de celulares e outros equipamentos eletrônicos em locais
especializados. Estas baterias nunca devem ser jogadas em lixo comum;
Geração de energia através de fontes não poluentes como, por exemplo, eólica,
solar e geotérmica.
Substituição, em supermercados e lojas, das sacolas plásticas pelas feitas de
papel;
Uso racional (sem desperdício) de recursos da natureza como, por exemplo, a
água;
Diminuição na utilização de combustíveis fósseis (gasolina, diesel), substituindo-
os por biocombustíveis;
Utilização de técnicas agrícolas que não prejudiquem o solo;
Substituição gradual dos meios de transportes individuais (carros particulares)
por coletivos (metrô);
Criação de sistemas urbanos (ciclovias) capazes de permitir a utilização de
bicicletas como meio de transporte eficiente e seguro;
Incentivo ao transporte solidário (um veículo circulando com várias pessoas);
Combate ao desmatamento ilegal de matas e florestas;
No processo de reciclagem, que além de preservar o meio ambiente também gera riquezas, os
materiais mais reciclados são o vidro, o alumínio, o papel e o plástico. Esta reciclagem contribui
para a diminuição significativa da poluição do solo, da água e do ar.
Um outro benefício da reciclagem é a quantidade de empregos que ela tem gerado nas grandes
cidades.
Muitos materiais como, por exemplo, o alumínio pode ser reciclado com um nível de
reaproveitamento de quase 100%. Derretido, ele retorna para as linhas de produção das indústrias
de embalagens, reduzindo os custos para as empresas.
Muitas campanhas educativas têm despertado a atenção para o problema do lixo nas grandes
cidades.
Cada vez mais, os centros urbanos, com grande crescimento populacional, tem encontrado
dificuldades em conseguir locais para instalarem depósitos de lixo. Portanto, a reciclagem
apresenta-se como uma solução viável economicamente, além de ser ambientalmente correta. Nas
escolas, muitos alunos são orientados pelos professores a separarem o lixo em suas residências.
Outro dado interessante é que já é comum nos grandes condomínios a reciclagem do lixo.
O lixo orgânico é utilizado na fabricação de adubo orgânico para ser utilizado na agricultura.
Como podemos observar, se o homem souber utilizar os recursos da natureza, poderemos ter ,
muito em breve, um mundo mais limpo e mais desenvolvido. Desta forma, poderemos conquistar o
tão sonhado desenvolvimento sustentável do planeta.
Lixo orgânico x lixo inorgânico
É todo resíduo que tem origem animal ou              Lixo é todo e qualquer resíduo proveniente
vegetal, ou seja, que recentemente fez parte de      das atividades humanas ou gerado pela
um ser vivo.
                                                     natureza em aglomerações urbanas.
     Neles pode-se incluir restos de alimentos,      Comumente, é definido como aquilo que
folhas, sementes, restos de carne e ossos,           ninguém quer. Porém, precisamos reciclar
papéis, madeira(palito de dentes) etc.
                                                     este conceito, deixando de enxergá-lo como
      Esse tipo de lixo é considerado poluente e,
                                                     uma coisa suja e inútil em sua totalidade.
quando acumulado, pode tornar-se altamente           Grande parte dos materiais que vão para o
atrativo e malcheiroso, devido à decomposição        lixo podem (e deveriam) ser reciclados.
destes produtos.
      Caso não haja um mínimo de cuidado
como armazenamento desses resíduos, cria-se          A produção de lixo vem aumentando
um ambiente propício ao desenvolvimento de           assustadoramente em todo o planeta.
organismos ( bactérias, fungos, ratos, baratas e
moscas ) que muitas vezes podem causar               Visando uma melhoria da qualidade de vida
doenças .                                            atual e para que haja condições ambientais
                                                     favoráveis à vida das futuras gerações, faz-se
       O lixo orgânico pode ser separado e           necessário o desenvolvimento de uma
usado como adubo ou utilizado para a produção
de certos combustíveis a partir da bi gasificação.   consciência ambientalista.
O que é reciclagem ?
A reciclagem é termo genericamente utilizado
para designar o reaproveitamento de materiais
beneficiados como matéria-prima para um
novo produto. Muitos materiais podem ser
reciclados e os exemplos mais comuns são o
papel, o vidro, o metal e o plástico. As maiores
vantagens da reciclagem são a minimização da
utilização de fontes naturais, muitas vezes não
renováveis; e a minimização da quantidade de
resíduos que necessita tratamento final, como
aterros, ou incineração.

O conceito de reciclagem serve apenas para os
materiais que podem voltar ao estado original
e ser transformado novamente em um
produto igual em todas as suas características.
O conceito de reciclagem é diferente do de
reutilização.
Você sabe quais são as lata de lixos
             certas
Tipos de lixo orgânico e inorgânico
            Lixo orgânico            Lixo inorgânico
•Maça                       ● Copos de Iogurte
                            ● Embalagens de comida
•Mamão                      ● Quentinhas
•Pera                       ● Sacos plásticos
•Abacate                    ● Garrafas Pets
                            ● Garrafas de água
•Brócolis                   ● Latinhas de Refrigerante
•Alface                     ● *Papelão
•Pepino                     ● Vidro
                            ● Isopor
•Tomate                     * Papelão é de origem orgânica mas
•Repolho                    pelo seu uso na reciclagem é
•Pimentão                   classificado como inorgânico para que
                            seja depositado junto com os materiais
•Abacaxi                    secos e
•Melancia                   não ser contaminado por restos de
•Beteraba                   alimentos que inviabiliza a reciclagem.
Exemplo de produtos recicláveis
Vidro: potes de alimentos (azeitonas, milho, Requeijão,
etc.), garrafas, frascos de medicamentos, cacos de
vidro.
Papel: jornais, revistas, folhetos, caixas de papelão,
embalagens de papel.
Metal: latas de alumínio, latas de aço, pregos, tampas,
tubos de pasta, cobre, alumínio.
Plástico: potes de plástico, garrafas PET, sacos plásticos,
embalagens e sacolas de supermercado.
Decomposição de materiais
Energia renovável
Energia renovável é aquela originária de fontes
naturais que possuem a capacidade de
regeneração (renovação), ou seja, não se
esgotam.
Como exemplos de energia renovável, podemos
citar: energia solar, energia eólica (dos ventos),
energia hidráulica (dos rios), biomassa (matéria
orgânica), geotérmica (calor interno da Terra) e
mare motriz (das ondas de mares e oceanos).
Ao contrário dos combustíveis não-renováveis
(como os de origem fóssil, por exemplo), as
fontes de energias renováveis, no geral, causam
um pequeno impacto (poluição, desmatamento)
ao meio ambiente. Portanto, são excelentes
alternativas ao sistema energético tradicional,
principalmente numa situação de luta contra a
poluição atmosférica e o aquecimento global.
Equipe Iuchikaw

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação NRC
Apresentação NRCApresentação NRC
Apresentação NRCnrc_ong
 
Projeto - Reciclagem de garrafa Pet
Projeto - Reciclagem de garrafa PetProjeto - Reciclagem de garrafa Pet
Projeto - Reciclagem de garrafa PetPaola Prudente
 
Fóruns internacionais sobre o meio ambiente
Fóruns internacionais sobre o meio ambienteFóruns internacionais sobre o meio ambiente
Fóruns internacionais sobre o meio ambienteJamilly Ribeiro
 
A importância da reciclagem 2 b
A importância da reciclagem 2 bA importância da reciclagem 2 b
A importância da reciclagem 2 blidimariano79
 
Reciclagem de garrafas pet SEXTO ANO
Reciclagem de garrafas pet SEXTO ANOReciclagem de garrafas pet SEXTO ANO
Reciclagem de garrafas pet SEXTO ANOprojetoehs
 
Promocao Saúde e Qualidade de Vida
Promocao Saúde e Qualidade de VidaPromocao Saúde e Qualidade de Vida
Promocao Saúde e Qualidade de VidaCarmenElica
 
Projeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidadeProjeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidadeDelziene Jesus
 
Permacultura Cartilha faca você mesmo
Permacultura Cartilha faca você mesmoPermacultura Cartilha faca você mesmo
Permacultura Cartilha faca você mesmoMíriam Morata Novaes
 
Projeto reciclar
Projeto reciclarProjeto reciclar
Projeto reciclarxellli
 
G6 reciclagem
G6   reciclagemG6   reciclagem
G6 reciclagemcristbarb
 
8.º ano trabalho grupo iv reciclagem
8.º ano  trabalho grupo iv   reciclagem8.º ano  trabalho grupo iv   reciclagem
8.º ano trabalho grupo iv reciclagemFloripeAbreu
 
Cartilha Resíduos Sólidos - Financial
Cartilha Resíduos Sólidos - Financial Cartilha Resíduos Sólidos - Financial
Cartilha Resíduos Sólidos - Financial Cesar Bandeira
 

Mais procurados (20)

Reciclagem
Reciclagem Reciclagem
Reciclagem
 
Apresentação NRC
Apresentação NRCApresentação NRC
Apresentação NRC
 
Projeto - Reciclagem de garrafa Pet
Projeto - Reciclagem de garrafa PetProjeto - Reciclagem de garrafa Pet
Projeto - Reciclagem de garrafa Pet
 
Slides - Reciclagem
Slides - ReciclagemSlides - Reciclagem
Slides - Reciclagem
 
LIXO: COLETA DE LIXO NAS CIDADES
LIXO: COLETA DE LIXO NAS CIDADESLIXO: COLETA DE LIXO NAS CIDADES
LIXO: COLETA DE LIXO NAS CIDADES
 
Fóruns internacionais sobre o meio ambiente
Fóruns internacionais sobre o meio ambienteFóruns internacionais sobre o meio ambiente
Fóruns internacionais sobre o meio ambiente
 
A importância da reciclagem 2 b
A importância da reciclagem 2 bA importância da reciclagem 2 b
A importância da reciclagem 2 b
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Reciclagem de garrafas pet SEXTO ANO
Reciclagem de garrafas pet SEXTO ANOReciclagem de garrafas pet SEXTO ANO
Reciclagem de garrafas pet SEXTO ANO
 
RECICLAGEM
RECICLAGEMRECICLAGEM
RECICLAGEM
 
Residuos8ano
Residuos8anoResiduos8ano
Residuos8ano
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Promocao Saúde e Qualidade de Vida
Promocao Saúde e Qualidade de VidaPromocao Saúde e Qualidade de Vida
Promocao Saúde e Qualidade de Vida
 
Projeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidadeProjeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidade
 
Permacultura Cartilha faca você mesmo
Permacultura Cartilha faca você mesmoPermacultura Cartilha faca você mesmo
Permacultura Cartilha faca você mesmo
 
Lixeiras
LixeirasLixeiras
Lixeiras
 
Projeto reciclar
Projeto reciclarProjeto reciclar
Projeto reciclar
 
G6 reciclagem
G6   reciclagemG6   reciclagem
G6 reciclagem
 
8.º ano trabalho grupo iv reciclagem
8.º ano  trabalho grupo iv   reciclagem8.º ano  trabalho grupo iv   reciclagem
8.º ano trabalho grupo iv reciclagem
 
Cartilha Resíduos Sólidos - Financial
Cartilha Resíduos Sólidos - Financial Cartilha Resíduos Sólidos - Financial
Cartilha Resíduos Sólidos - Financial
 

Destaque

Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvelMeio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentveljaneibe
 
Vamos reciclar
Vamos reciclarVamos reciclar
Vamos reciclarjuvallejo
 
Desenvolvimento SustentáVel
Desenvolvimento SustentáVelDesenvolvimento SustentáVel
Desenvolvimento SustentáVelNiise
 
Desenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento SustentavelDesenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento SustentavelRui Raul
 
Desenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento SustentavelDesenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento Sustentavellupajero
 
Ubicación CBTis 23
Ubicación CBTis 23Ubicación CBTis 23
Ubicación CBTis 23cbtis23zac
 
Guerra Fria, Socialismo Y Capitalismo
Guerra Fria, Socialismo Y CapitalismoGuerra Fria, Socialismo Y Capitalismo
Guerra Fria, Socialismo Y Capitalismofeyfrance
 
O turismo brasileiro e a internet
O turismo brasileiro e a internetO turismo brasileiro e a internet
O turismo brasileiro e a internetSuaCampanha.com
 
Riviera d’itália
Riviera d’itáliaRiviera d’itália
Riviera d’itáliaAlex Eller
 
Contos populares mila e dani
Contos populares mila e daniContos populares mila e dani
Contos populares mila e danidanimila
 
Tutorial de postagem para aulas da Educopédia
Tutorial de postagem para aulas da EducopédiaTutorial de postagem para aulas da Educopédia
Tutorial de postagem para aulas da EducopédiaTânia Regina
 
Crear presentacion en impress
Crear presentacion en impressCrear presentacion en impress
Crear presentacion en impressLucía O.
 
T Rabajo Isa Y Leia
T Rabajo Isa Y LeiaT Rabajo Isa Y Leia
T Rabajo Isa Y Leiaaiel
 
Uni presentation
Uni presentationUni presentation
Uni presentationmedicturner
 
Arquitectura Y Deshumanizacion
Arquitectura Y  DeshumanizacionArquitectura Y  Deshumanizacion
Arquitectura Y Deshumanizacioneduardo481
 

Destaque (20)

Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvelMeio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
 
Vamos reciclar
Vamos reciclarVamos reciclar
Vamos reciclar
 
Desenvolvimento SustentáVel
Desenvolvimento SustentáVelDesenvolvimento SustentáVel
Desenvolvimento SustentáVel
 
Desenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento SustentavelDesenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento Sustentavel
 
Desenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento SustentavelDesenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento Sustentavel
 
Desenvolvimento sustentável
Desenvolvimento sustentávelDesenvolvimento sustentável
Desenvolvimento sustentável
 
Ubicación CBTis 23
Ubicación CBTis 23Ubicación CBTis 23
Ubicación CBTis 23
 
Guerra Fria, Socialismo Y Capitalismo
Guerra Fria, Socialismo Y CapitalismoGuerra Fria, Socialismo Y Capitalismo
Guerra Fria, Socialismo Y Capitalismo
 
O turismo brasileiro e a internet
O turismo brasileiro e a internetO turismo brasileiro e a internet
O turismo brasileiro e a internet
 
Kawomanik
KawomanikKawomanik
Kawomanik
 
Riviera d’itália
Riviera d’itáliaRiviera d’itália
Riviera d’itália
 
AnáLisis
AnáLisisAnáLisis
AnáLisis
 
Contos populares mila e dani
Contos populares mila e daniContos populares mila e dani
Contos populares mila e dani
 
Tutorial de postagem para aulas da Educopédia
Tutorial de postagem para aulas da EducopédiaTutorial de postagem para aulas da Educopédia
Tutorial de postagem para aulas da Educopédia
 
Crear presentacion en impress
Crear presentacion en impressCrear presentacion en impress
Crear presentacion en impress
 
Famílias imperfeitas 6
Famílias imperfeitas 6Famílias imperfeitas 6
Famílias imperfeitas 6
 
Consagracion
ConsagracionConsagracion
Consagracion
 
T Rabajo Isa Y Leia
T Rabajo Isa Y LeiaT Rabajo Isa Y Leia
T Rabajo Isa Y Leia
 
Uni presentation
Uni presentationUni presentation
Uni presentation
 
Arquitectura Y Deshumanizacion
Arquitectura Y  DeshumanizacionArquitectura Y  Deshumanizacion
Arquitectura Y Deshumanizacion
 

Semelhante a Desenvolvimento Sustentável: Reciclagem e Energias Renováveis

- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptxEngLucilaMoreno
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletivamoises_22
 
SíMbolo Internacional Da Reciclagem2
SíMbolo  Internacional Da Reciclagem2SíMbolo  Internacional Da Reciclagem2
SíMbolo Internacional Da Reciclagem2Adriana Duda
 
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?Helena Marques
 
Equipe As imbativeis
Equipe As imbativeisEquipe As imbativeis
Equipe As imbativeisCEPMBB
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeeercavalcanti
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeeercavalcanti
 
O que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rsO que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rsGAVOLUNTARIA
 
Reciclagem5
Reciclagem5Reciclagem5
Reciclagem5aveca
 
O que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rsO que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rsGAVOLUNTARIA
 
O que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rsO que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rsGAVOLUNTARIA
 
Boas-Praticas-single-baixa.pdf
Boas-Praticas-single-baixa.pdfBoas-Praticas-single-baixa.pdf
Boas-Praticas-single-baixa.pdfIara Novelli
 
Projeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidadeProjeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidadeDelziene Jesus
 
Palestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.pptPalestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.pptcarlossilva333486
 
Cartilha Ambiental
Cartilha AmbientalCartilha Ambiental
Cartilha AmbientalPADOSA
 

Semelhante a Desenvolvimento Sustentável: Reciclagem e Energias Renováveis (20)

- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
 
Residuos e Compostagem
Residuos e Compostagem Residuos e Compostagem
Residuos e Compostagem
 
SíMbolo Internacional Da Reciclagem2
SíMbolo  Internacional Da Reciclagem2SíMbolo  Internacional Da Reciclagem2
SíMbolo Internacional Da Reciclagem2
 
Educação Ambiental
Educação AmbientalEducação Ambiental
Educação Ambiental
 
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
 
Equipe As imbativeis
Equipe As imbativeisEquipe As imbativeis
Equipe As imbativeis
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidade
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidade
 
Ppoint.Reciclagem
Ppoint.ReciclagemPpoint.Reciclagem
Ppoint.Reciclagem
 
O que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rsO que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rs
 
Reciclagem5
Reciclagem5Reciclagem5
Reciclagem5
 
O que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rsO que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rs
 
O que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rsO que é a regra dos 3 rs
O que é a regra dos 3 rs
 
Boas-Praticas-single-baixa.pdf
Boas-Praticas-single-baixa.pdfBoas-Praticas-single-baixa.pdf
Boas-Praticas-single-baixa.pdf
 
Projeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidadeProjeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidade
 
Resíduos
ResíduosResíduos
Resíduos
 
Palestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.pptPalestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.ppt
 
Coletaseletiva
ColetaseletivaColetaseletiva
Coletaseletiva
 
Cartilha Ambiental
Cartilha AmbientalCartilha Ambiental
Cartilha Ambiental
 

Mais de EMEF João da silva (17)

áLbum da vida correto
áLbum da vida corretoáLbum da vida correto
áLbum da vida correto
 
Carnaval 3
Carnaval 3Carnaval 3
Carnaval 3
 
Biografia de Cartola
Biografia de CartolaBiografia de Cartola
Biografia de Cartola
 
Inclusão escolar
Inclusão escolarInclusão escolar
Inclusão escolar
 
CARNAVAL 2013
CARNAVAL  2013CARNAVAL  2013
CARNAVAL 2013
 
Patricik 6°a
Patricik 6°aPatricik 6°a
Patricik 6°a
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
Reciclagem.com.br
Reciclagem.com.brReciclagem.com.br
Reciclagem.com.br
 
Trabalho combate contra a aids edi
Trabalho combate contra a aids  ediTrabalho combate contra a aids  edi
Trabalho combate contra a aids edi
 
Karine e lorane 5 b
Karine e lorane 5 bKarine e lorane 5 b
Karine e lorane 5 b
 
Tipos de lixo 6 c
Tipos de lixo 6 cTipos de lixo 6 c
Tipos de lixo 6 c
 
Festa Junina
Festa JuninaFesta Junina
Festa Junina
 
Luiz gonzaga do nascimento2
Luiz gonzaga do nascimento2Luiz gonzaga do nascimento2
Luiz gonzaga do nascimento2
 
SUSTENTABILIDADE
SUSTENTABILIDADESUSTENTABILIDADE
SUSTENTABILIDADE
 
Violência contra mulher
Violência contra mulherViolência contra mulher
Violência contra mulher
 
Alessandra
AlessandraAlessandra
Alessandra
 
Pensamento do dia 10
Pensamento do dia  10Pensamento do dia  10
Pensamento do dia 10
 

Último

Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 

Desenvolvimento Sustentável: Reciclagem e Energias Renováveis

  • 1.
  • 2.
  • 3.
  • 4. Sustentabilidade é a palavra que mais se ouve e se lê por aí — na administração, na economia, na engenharia ou no Direito. Mas, afinal, o que significa sustentabilidade? Como bom mentor, vou tentar explicar de forma simples o conceito que já faz parte da vida moderna. Em primeiro lugar, trata-se de um conceito sistêmico, ou seja, ele correlaciona e integra de forma organizada os aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade. A palavra-chave é continuidade — como essas vertentes podem se manter em equilíbrio ao longo do tempo.
  • 5. O consumo sustentável é um conjunto de práticas relacionadas à aquisição de produtos e serviços que visam diminuir ou até mesmo eliminar os impactos ao meio ambiente. São atitudes positivas que preservam os recursos naturais, mantendo o equilíbrio ecológico em nosso planeta. Estas práticas estão relacionadas a diminuição da poluição, incentivo à reciclagem e eliminação do desperdício. Através delas poderemos, um dia, atingir o sonhado desenvolvimento sustentável do nosso planeta.
  • 6. Desenvolvimento sustentável Reciclagem de diversos tipos de materiais: reciclagem de papel, alumínio, plástico, vidro, ferro, borracha, etc.; Coleta seletiva de lixo; Tratamento de esgotos industriais e domésticos para que não sejam jogados em rios, lagos, córregos e mares; Descarte de baterias de celulares e outros equipamentos eletrônicos em locais especializados. Estas baterias nunca devem ser jogadas em lixo comum; Geração de energia através de fontes não poluentes como, por exemplo, eólica, solar e geotérmica. Substituição, em supermercados e lojas, das sacolas plásticas pelas feitas de papel; Uso racional (sem desperdício) de recursos da natureza como, por exemplo, a água; Diminuição na utilização de combustíveis fósseis (gasolina, diesel), substituindo- os por biocombustíveis; Utilização de técnicas agrícolas que não prejudiquem o solo; Substituição gradual dos meios de transportes individuais (carros particulares) por coletivos (metrô); Criação de sistemas urbanos (ciclovias) capazes de permitir a utilização de bicicletas como meio de transporte eficiente e seguro; Incentivo ao transporte solidário (um veículo circulando com várias pessoas); Combate ao desmatamento ilegal de matas e florestas;
  • 7. No processo de reciclagem, que além de preservar o meio ambiente também gera riquezas, os materiais mais reciclados são o vidro, o alumínio, o papel e o plástico. Esta reciclagem contribui para a diminuição significativa da poluição do solo, da água e do ar. Um outro benefício da reciclagem é a quantidade de empregos que ela tem gerado nas grandes cidades. Muitos materiais como, por exemplo, o alumínio pode ser reciclado com um nível de reaproveitamento de quase 100%. Derretido, ele retorna para as linhas de produção das indústrias de embalagens, reduzindo os custos para as empresas. Muitas campanhas educativas têm despertado a atenção para o problema do lixo nas grandes cidades. Cada vez mais, os centros urbanos, com grande crescimento populacional, tem encontrado dificuldades em conseguir locais para instalarem depósitos de lixo. Portanto, a reciclagem apresenta-se como uma solução viável economicamente, além de ser ambientalmente correta. Nas escolas, muitos alunos são orientados pelos professores a separarem o lixo em suas residências. Outro dado interessante é que já é comum nos grandes condomínios a reciclagem do lixo. O lixo orgânico é utilizado na fabricação de adubo orgânico para ser utilizado na agricultura. Como podemos observar, se o homem souber utilizar os recursos da natureza, poderemos ter , muito em breve, um mundo mais limpo e mais desenvolvido. Desta forma, poderemos conquistar o tão sonhado desenvolvimento sustentável do planeta.
  • 8.
  • 9. Lixo orgânico x lixo inorgânico É todo resíduo que tem origem animal ou Lixo é todo e qualquer resíduo proveniente vegetal, ou seja, que recentemente fez parte de das atividades humanas ou gerado pela um ser vivo. natureza em aglomerações urbanas. Neles pode-se incluir restos de alimentos, Comumente, é definido como aquilo que folhas, sementes, restos de carne e ossos, ninguém quer. Porém, precisamos reciclar papéis, madeira(palito de dentes) etc. este conceito, deixando de enxergá-lo como Esse tipo de lixo é considerado poluente e, uma coisa suja e inútil em sua totalidade. quando acumulado, pode tornar-se altamente Grande parte dos materiais que vão para o atrativo e malcheiroso, devido à decomposição lixo podem (e deveriam) ser reciclados. destes produtos. Caso não haja um mínimo de cuidado como armazenamento desses resíduos, cria-se A produção de lixo vem aumentando um ambiente propício ao desenvolvimento de assustadoramente em todo o planeta. organismos ( bactérias, fungos, ratos, baratas e moscas ) que muitas vezes podem causar Visando uma melhoria da qualidade de vida doenças . atual e para que haja condições ambientais favoráveis à vida das futuras gerações, faz-se O lixo orgânico pode ser separado e necessário o desenvolvimento de uma usado como adubo ou utilizado para a produção de certos combustíveis a partir da bi gasificação. consciência ambientalista.
  • 10. O que é reciclagem ? A reciclagem é termo genericamente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. Muitos materiais podem ser reciclados e os exemplos mais comuns são o papel, o vidro, o metal e o plástico. As maiores vantagens da reciclagem são a minimização da utilização de fontes naturais, muitas vezes não renováveis; e a minimização da quantidade de resíduos que necessita tratamento final, como aterros, ou incineração. O conceito de reciclagem serve apenas para os materiais que podem voltar ao estado original e ser transformado novamente em um produto igual em todas as suas características. O conceito de reciclagem é diferente do de reutilização.
  • 11. Você sabe quais são as lata de lixos certas
  • 12. Tipos de lixo orgânico e inorgânico Lixo orgânico Lixo inorgânico •Maça ● Copos de Iogurte ● Embalagens de comida •Mamão ● Quentinhas •Pera ● Sacos plásticos •Abacate ● Garrafas Pets ● Garrafas de água •Brócolis ● Latinhas de Refrigerante •Alface ● *Papelão •Pepino ● Vidro ● Isopor •Tomate * Papelão é de origem orgânica mas •Repolho pelo seu uso na reciclagem é •Pimentão classificado como inorgânico para que seja depositado junto com os materiais •Abacaxi secos e •Melancia não ser contaminado por restos de •Beteraba alimentos que inviabiliza a reciclagem.
  • 13. Exemplo de produtos recicláveis Vidro: potes de alimentos (azeitonas, milho, Requeijão, etc.), garrafas, frascos de medicamentos, cacos de vidro. Papel: jornais, revistas, folhetos, caixas de papelão, embalagens de papel. Metal: latas de alumínio, latas de aço, pregos, tampas, tubos de pasta, cobre, alumínio. Plástico: potes de plástico, garrafas PET, sacos plásticos, embalagens e sacolas de supermercado.
  • 15. Energia renovável Energia renovável é aquela originária de fontes naturais que possuem a capacidade de regeneração (renovação), ou seja, não se esgotam. Como exemplos de energia renovável, podemos citar: energia solar, energia eólica (dos ventos), energia hidráulica (dos rios), biomassa (matéria orgânica), geotérmica (calor interno da Terra) e mare motriz (das ondas de mares e oceanos). Ao contrário dos combustíveis não-renováveis (como os de origem fóssil, por exemplo), as fontes de energias renováveis, no geral, causam um pequeno impacto (poluição, desmatamento) ao meio ambiente. Portanto, são excelentes alternativas ao sistema energético tradicional, principalmente numa situação de luta contra a poluição atmosférica e o aquecimento global.