SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
Organelas Citoplasmáticas
Mitocôndrias
• As mitocôndrias são organoides celulares –
presentes nos eucariontes – delimitadas por
duas membranas lipoproteicas.
• Sua função está relacionada a respiração
celular.
Ribossomos
• Presentes em todos os seres vivos são grãos
formados por ácido ribonucléico (RNA) e
proteínas. Nas células eucarióticas, os
ribossomos podem aparecer livres no
hialoplasma ou associados a membrana do
retículo (RE rugoso). É nos ribossomos que
ocorre a síntese das proteínas.
Centríolos
• Eles têm duas funções: na divisão celular das
células animais e na formação de cílios
(estruturas curtas e numerosas) e flagelos
(estrutura longa e em pequeno número), pelo
corpo basal, que servem para a locomoção ou
para a captura de alimento.
•
Retículo Endoplasmático
• O retículo endoplasmático, além de conduzir
substâncias pelo citoplasma, é o local de
produção de várias substâncias importantes.
Por exemplo, a síntese de diversos lipídios,
como colesterol, fosfolipídios e hormônios
esteroides.
• Dividi-se em Liso e Rugoso
Rugoso
• RE rugoso: também chamado de
ergastoplasma, é formado por bolsas
membranosas achatadas, com grânulos – os
ribossomos – aderido à superfície externa. Sua
principal função, graças aos ribossomos
presente, é a síntese de proteínas.
Liso
• RE liso: é formado por tubos membranosos
lisos, sem ribossomos aderidos. Suas
principais funções são: síntese de diversos
lipídios, como o colesterol, hormônios
esteroides e fosfolipídios. É no RE liso que
também ocorre o processo de desintoxicação
das células.
Complexo de Golgi
• O complexo de golgi atua como centro de
armazenamento, transformação, empacotamento
e remessa de substâncias na célula, além de atuar
na secreção do ácido pancreátil, na produção de
polissacarídeos (muco, glicoproteína-RER), na
produção de lipídios, na secreção de enzimas
digestivas, formação da lamela média em células
vegetais, formação do lisossomo e na formação
do acromossomo do espermatozóide.
Vacúolos
• Vacúolo Contráteis: presentes nos
protozoários de água doce – encarrecam-se de
eliminar o excesso de água das células, além
de eliminar também, substâncias tóxicas ou
em excesso.
Vacúolo de Sulco Celular: é característico das
células vegetais, que armazena diversas
substâncias. A coloração das flores, por
exemplo, deve-se às antocianinas, pigmentos
que se encontram dissolvidos nesse vacúolo.
Cloroplastos
• Cloroplastos estão presentes os fotossistemas,
cada um deles constituídos por algumas
moléculas de clorofila, reunidas de modo a
formar uma microscópica antena captadora
de luz. Nos cloroplastos ocorre a fotossíntese
Peroxissomos
• Organela responsável pela degradação e
transformação de material nocivo a célula em
material útil através da utilização de enzimas
Lisossomos
• São bolsas membranosas que contêm enzimas
capazes de digerir diversas substâncias orgânicas.
• Uma das funções dos lisossomos é a digestão
intracelular. As bolsas formadas na fagocitose ou
na pinocitose, que contêm partículas capturadas
do meio externo, fundem-se com os lisossomos,
originando bolsas maiores, onde a digestão
ocorrerá

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Organelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticasOrganelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticasmarinadapieve
 
Organelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticasOrganelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticasVal Silva
 
Organelas citoplasmaticas
Organelas citoplasmaticasOrganelas citoplasmaticas
Organelas citoplasmaticasletyap
 
Organelas Celulares
Organelas CelularesOrganelas Celulares
Organelas CelularesVictor Hugo
 
Citoplasma e algumas de suas organelas
Citoplasma  e  algumas  de suas organelasCitoplasma  e  algumas  de suas organelas
Citoplasma e algumas de suas organelasAdrianne Mendonça
 
Organelas celulares
Organelas celularesOrganelas celulares
Organelas celularesBruno Bosi
 
Citoplasma e organelas citoplasmáticas 29-09 (1) [salvo automaticamente]
Citoplasma e organelas citoplasmáticas  29-09 (1) [salvo automaticamente]Citoplasma e organelas citoplasmáticas  29-09 (1) [salvo automaticamente]
Citoplasma e organelas citoplasmáticas 29-09 (1) [salvo automaticamente]Ney Brito
 
Citoplasma e organelas citoplasmáticas
Citoplasma e organelas citoplasmáticasCitoplasma e organelas citoplasmáticas
Citoplasma e organelas citoplasmáticasaferna
 
Biologia - Organelas e citoplasma (módulo 2 - frente A) 18.04.2011
Biologia - Organelas e citoplasma (módulo 2 - frente A) 18.04.2011Biologia - Organelas e citoplasma (módulo 2 - frente A) 18.04.2011
Biologia - Organelas e citoplasma (módulo 2 - frente A) 18.04.2011larissahaas
 
Citoplasma e organelas
Citoplasma e organelasCitoplasma e organelas
Citoplasma e organelasprofatatiana
 
Citoplasma - Biologia
Citoplasma - BiologiaCitoplasma - Biologia
Citoplasma - BiologiaCarson Souza
 
Retículo Endoplasmático (resumo)
Retículo Endoplasmático (resumo)Retículo Endoplasmático (resumo)
Retículo Endoplasmático (resumo)Lorena Mundim
 
Citoplasma organelas-1 ano
Citoplasma organelas-1 anoCitoplasma organelas-1 ano
Citoplasma organelas-1 anoCCMbiologia
 
Citoplasma e organelas citoplasmáticas
Citoplasma e organelas citoplasmáticasCitoplasma e organelas citoplasmáticas
Citoplasma e organelas citoplasmáticasEstude Mais
 
Citologia organelas
Citologia   organelasCitologia   organelas
Citologia organelasletyap
 

Mais procurados (20)

Organelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticasOrganelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticas
 
Organelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticasOrganelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticas
 
Organelas citoplasmaticas
Organelas citoplasmaticasOrganelas citoplasmaticas
Organelas citoplasmaticas
 
Organelas Celulares
Organelas CelularesOrganelas Celulares
Organelas Celulares
 
Citoplasma e algumas de suas organelas
Citoplasma  e  algumas  de suas organelasCitoplasma  e  algumas  de suas organelas
Citoplasma e algumas de suas organelas
 
Organelas celulares
Organelas celularesOrganelas celulares
Organelas celulares
 
Citoplasma e organelas citoplasmáticas 29-09 (1) [salvo automaticamente]
Citoplasma e organelas citoplasmáticas  29-09 (1) [salvo automaticamente]Citoplasma e organelas citoplasmáticas  29-09 (1) [salvo automaticamente]
Citoplasma e organelas citoplasmáticas 29-09 (1) [salvo automaticamente]
 
Citoplasma e organelas citoplasmáticas
Citoplasma e organelas citoplasmáticasCitoplasma e organelas citoplasmáticas
Citoplasma e organelas citoplasmáticas
 
Aula citoplasma
Aula citoplasmaAula citoplasma
Aula citoplasma
 
Resumo - Organelas
Resumo - OrganelasResumo - Organelas
Resumo - Organelas
 
Biologia - Organelas e citoplasma (módulo 2 - frente A) 18.04.2011
Biologia - Organelas e citoplasma (módulo 2 - frente A) 18.04.2011Biologia - Organelas e citoplasma (módulo 2 - frente A) 18.04.2011
Biologia - Organelas e citoplasma (módulo 2 - frente A) 18.04.2011
 
Citoplasma e organelas
Citoplasma e organelasCitoplasma e organelas
Citoplasma e organelas
 
Citoplasma e organelas
Citoplasma e organelasCitoplasma e organelas
Citoplasma e organelas
 
Citoplasma - Biologia
Citoplasma - BiologiaCitoplasma - Biologia
Citoplasma - Biologia
 
Organelas celulares
Organelas celularesOrganelas celulares
Organelas celulares
 
Citoplasma
CitoplasmaCitoplasma
Citoplasma
 
Retículo Endoplasmático (resumo)
Retículo Endoplasmático (resumo)Retículo Endoplasmático (resumo)
Retículo Endoplasmático (resumo)
 
Citoplasma organelas-1 ano
Citoplasma organelas-1 anoCitoplasma organelas-1 ano
Citoplasma organelas-1 ano
 
Citoplasma e organelas citoplasmáticas
Citoplasma e organelas citoplasmáticasCitoplasma e organelas citoplasmáticas
Citoplasma e organelas citoplasmáticas
 
Citologia organelas
Citologia   organelasCitologia   organelas
Citologia organelas
 

Semelhante a Organelas Citoplasmáticas: Mitocôndrias, Ribossomos, Centríolos

Semelhante a Organelas Citoplasmáticas: Mitocôndrias, Ribossomos, Centríolos (20)

Citoplasma
CitoplasmaCitoplasma
Citoplasma
 
Citoplasma e organela
Citoplasma e organelaCitoplasma e organela
Citoplasma e organela
 
Organelas celulares
Organelas celularesOrganelas celulares
Organelas celulares
 
Citologia organelas
Citologia   organelasCitologia   organelas
Citologia organelas
 
organelas citoplasmáticas I.pptx
organelas citoplasmáticas I.pptxorganelas citoplasmáticas I.pptx
organelas citoplasmáticas I.pptx
 
ORGANELAS.pptx
ORGANELAS.pptxORGANELAS.pptx
ORGANELAS.pptx
 
Citoplasma
CitoplasmaCitoplasma
Citoplasma
 
4.1
4.14.1
4.1
 
Cederj - Ciencias
Cederj - CienciasCederj - Ciencias
Cederj - Ciencias
 
organelaseucariontesfijef-110823213721-phpapp02.pdf
organelaseucariontesfijef-110823213721-phpapp02.pdforganelaseucariontesfijef-110823213721-phpapp02.pdf
organelaseucariontesfijef-110823213721-phpapp02.pdf
 
Organelas (mod. 8)
Organelas (mod. 8)Organelas (mod. 8)
Organelas (mod. 8)
 
Organelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticasOrganelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticas
 
Citoplasma e organelas citoplasmaticas
Citoplasma e organelas citoplasmaticasCitoplasma e organelas citoplasmaticas
Citoplasma e organelas citoplasmaticas
 
Biologia Celular
Biologia CelularBiologia Celular
Biologia Celular
 
Aula 3 citoplasma e organelas cito.
Aula 3 citoplasma e organelas cito.Aula 3 citoplasma e organelas cito.
Aula 3 citoplasma e organelas cito.
 
Citoplasma - Organelas
Citoplasma - OrganelasCitoplasma - Organelas
Citoplasma - Organelas
 
Organelas eucariontes fij_ef
Organelas eucariontes fij_efOrganelas eucariontes fij_ef
Organelas eucariontes fij_ef
 
3 AULA- Organelas.pdf
3 AULA- Organelas.pdf3 AULA- Organelas.pdf
3 AULA- Organelas.pdf
 
Apresentação sobre células citologia
Apresentação sobre células    citologiaApresentação sobre células    citologia
Apresentação sobre células citologia
 
Citologia parte III
Citologia parte IIICitologia parte III
Citologia parte III
 

Mais de Debora Barros

A reforma protestante e sua relação com o pensamento moderno
A reforma protestante e sua relação com o pensamento modernoA reforma protestante e sua relação com o pensamento moderno
A reforma protestante e sua relação com o pensamento modernoDebora Barros
 
Curiosidades da astronomia
Curiosidades da astronomiaCuriosidades da astronomia
Curiosidades da astronomiaDebora Barros
 
Classificação Econômica dos Países
Classificação Econômica dos PaísesClassificação Econômica dos Países
Classificação Econômica dos PaísesDebora Barros
 
O tempo e a história
O  tempo e a históriaO  tempo e a história
O tempo e a históriaDebora Barros
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrialDebora Barros
 
Evolução humana e pré história
Evolução humana e pré  históriaEvolução humana e pré  história
Evolução humana e pré históriaDebora Barros
 

Mais de Debora Barros (8)

A reforma protestante e sua relação com o pensamento moderno
A reforma protestante e sua relação com o pensamento modernoA reforma protestante e sua relação com o pensamento moderno
A reforma protestante e sua relação com o pensamento moderno
 
O que é História?
O que é História?O que é História?
O que é História?
 
1822
18221822
1822
 
Curiosidades da astronomia
Curiosidades da astronomiaCuriosidades da astronomia
Curiosidades da astronomia
 
Classificação Econômica dos Países
Classificação Econômica dos PaísesClassificação Econômica dos Países
Classificação Econômica dos Países
 
O tempo e a história
O  tempo e a históriaO  tempo e a história
O tempo e a história
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Evolução humana e pré história
Evolução humana e pré  históriaEvolução humana e pré  história
Evolução humana e pré história
 

Último

Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturagomescostamma
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do BrasilMary Alvarenga
 

Último (20)

Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
 

Organelas Citoplasmáticas: Mitocôndrias, Ribossomos, Centríolos

  • 2. Mitocôndrias • As mitocôndrias são organoides celulares – presentes nos eucariontes – delimitadas por duas membranas lipoproteicas. • Sua função está relacionada a respiração celular.
  • 3. Ribossomos • Presentes em todos os seres vivos são grãos formados por ácido ribonucléico (RNA) e proteínas. Nas células eucarióticas, os ribossomos podem aparecer livres no hialoplasma ou associados a membrana do retículo (RE rugoso). É nos ribossomos que ocorre a síntese das proteínas.
  • 4. Centríolos • Eles têm duas funções: na divisão celular das células animais e na formação de cílios (estruturas curtas e numerosas) e flagelos (estrutura longa e em pequeno número), pelo corpo basal, que servem para a locomoção ou para a captura de alimento. •
  • 5. Retículo Endoplasmático • O retículo endoplasmático, além de conduzir substâncias pelo citoplasma, é o local de produção de várias substâncias importantes. Por exemplo, a síntese de diversos lipídios, como colesterol, fosfolipídios e hormônios esteroides. • Dividi-se em Liso e Rugoso
  • 6. Rugoso • RE rugoso: também chamado de ergastoplasma, é formado por bolsas membranosas achatadas, com grânulos – os ribossomos – aderido à superfície externa. Sua principal função, graças aos ribossomos presente, é a síntese de proteínas.
  • 7. Liso • RE liso: é formado por tubos membranosos lisos, sem ribossomos aderidos. Suas principais funções são: síntese de diversos lipídios, como o colesterol, hormônios esteroides e fosfolipídios. É no RE liso que também ocorre o processo de desintoxicação das células.
  • 8. Complexo de Golgi • O complexo de golgi atua como centro de armazenamento, transformação, empacotamento e remessa de substâncias na célula, além de atuar na secreção do ácido pancreátil, na produção de polissacarídeos (muco, glicoproteína-RER), na produção de lipídios, na secreção de enzimas digestivas, formação da lamela média em células vegetais, formação do lisossomo e na formação do acromossomo do espermatozóide.
  • 9. Vacúolos • Vacúolo Contráteis: presentes nos protozoários de água doce – encarrecam-se de eliminar o excesso de água das células, além de eliminar também, substâncias tóxicas ou em excesso. Vacúolo de Sulco Celular: é característico das células vegetais, que armazena diversas substâncias. A coloração das flores, por exemplo, deve-se às antocianinas, pigmentos que se encontram dissolvidos nesse vacúolo.
  • 10. Cloroplastos • Cloroplastos estão presentes os fotossistemas, cada um deles constituídos por algumas moléculas de clorofila, reunidas de modo a formar uma microscópica antena captadora de luz. Nos cloroplastos ocorre a fotossíntese
  • 11. Peroxissomos • Organela responsável pela degradação e transformação de material nocivo a célula em material útil através da utilização de enzimas
  • 12. Lisossomos • São bolsas membranosas que contêm enzimas capazes de digerir diversas substâncias orgânicas. • Uma das funções dos lisossomos é a digestão intracelular. As bolsas formadas na fagocitose ou na pinocitose, que contêm partículas capturadas do meio externo, fundem-se com os lisossomos, originando bolsas maiores, onde a digestão ocorrerá