IoT - Internet of Things - na Iluminação Pública

687 visualizações

Publicada em

Workshop Tecnológico: Impacto das TICs nas Cidades Inteligentes

Publicada em: Tecnologia
  • A iluminação melhorou 100%, com esse projeto, a vida agradece segurança amplia seu raio de ação, modelo poderia ser expandido para outras Cidades, inclusive Sampa !!!
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui

IoT - Internet of Things - na Iluminação Pública

  1. 1. SMARTLAB Sidnei Martini 26/11/14 Sistema Integrado de Gestão da Infraestrutura Urbana SIGINURBGestão da Iluminação Pública Workshop Tecnológico: Impacto das TICs nas Cidades Inteligentes
  2. 2. SMARTLAB 2 Infraestrutura urbana:Meios para dar condições de vida e conforto à uma cidade. Ativos urbanos:Objetos e sistemas que compõem a infraestrutura urbana. Ciclo de vida dos ativos urbanos: Gestão de ativos urbanos:Gestão de processos urbanos SIGINURB:Sistema Integrado de Gestão da Infraestrutura Urbana SIGINURB -Premissas PlanejamentoNormalmente segmentado pelas especialidades. ProjetoBásico e executivo. Urgência na execução. ConstruçãoNormalmente desacoplada de construções anteriores. OperaçãoNormalmente isolada e focada em cada ativo. ManutençãoCorretiva, principalmente. Antecipada, pouco frequente. DestinaçãoRaramente considerada
  3. 3. SMARTLAB Ciclo de vida dos ativos urbanos Planejamento Projeto Básico Construção Operação Manutenção Destinação ProjetoExecutivo 3 SIGINURB -Premissas
  4. 4. SMARTLAB 4 Principais Processos de Infraestrutura Urbana SIGINURB -Processos Água PotávelSuprimento, reserva Água PluvialBocas de lobo e galerias EsgotoDoméstico, químico, hospitalar ResíduosLixo comum, Químicos Energia ElétricaAlta tensão, Tensões de uso final IluminaçãoPública, Externa a edifícios GásGás natural, Gás liquefeito de petróleo EstacionamentoPúblico, Reservado TrânsitoInterno, Do entorno SegurançaPública, Patrimonial, Acesso FaunaCães, gatos, aves FloraÁrvores, Plantas Telecomunicações Telefone, Wi-Fi, IPTV Qualidade do ArGases, Particulados MeteorologiaRegistro de ocorrências, Previsão Descargas atmosféricasRegistro
  5. 5. SMARTLAB 5 SIGINURB –Supervisão e Controle Sistema sob Controle ( Processo ) Sistema Referencial Decisão Ação Supervisão (Regulatória) Pertur- bação Supervisão (Antecipativa) Sistema de Informações A supervisão e controle em tempo real
  6. 6. SMARTLAB 6 SIGINURB –Supervisão e Controle Sistema sob Controle ( Processo ) Referenciasde Controle Decisão Ação Supervisão (Regulatória) Perturbação Supervisão (Antecipativa) A supervisão e controle em tempo real -Big Data Sistema de informações(Big Data)
  7. 7. SMARTLAB 7 SIGINURB –Supervisão e Controle Sistema sob Controle ( Processo ) Referenciasde Controle Decisão Ação Supervisão (Regulatória) Perturbação Supervisão (Antecipativa) A supervisão e controle em tempo real –Nuvem -Big Data Sistema de informações(Big Data) Nuvem
  8. 8. SMARTLAB 8 Processos Urbanos Instrumentação Controle Coordenação Corporativo Níveis Protocolos Modelo referencial de 4 camadas para supervisão e controle SIGINURB –Modelo referencial de Supervisão e Controle
  9. 9. SMARTLAB 9 SIGINURB –Modelo referencial de Supervisão e Controle +
  10. 10. SMARTLAB 10 SIGINURB –Modelo referencial de Supervisão e Controle Água Potável Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Pública Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do ar Meteorologia Descargas atmosféricas Outros Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Instrumentação Controle Controle Controle Controle Controle Controle Controle Controle Controle Controle Controle Controle Controle Controle Controle Controle Coordenação Corporativo Protocolos Níveis Água Pluvial Instrumentação Controle ProcessosUrbanos
  11. 11. SMARTLAB 11 SIGINURB –Uma forma alternativa de visão
  12. 12. SMARTLAB 12 SIGINURB –Uma forma alternativa de visão +
  13. 13. SMARTLAB 13 Processos Corporativo Coordenação Controle Instrumentação Urbanos SIGINURB – Uma visão sistêmica D
  14. 14. SMARTLAB 14 Processos Corporativo Coordenação Controle Instrumentação Urbanos SIGINURB – Uma visão sistêmica Sistema de informações (Big Data) Nuvem Referencias de Coordenação Decisão Nuvem
  15. 15. SMARTLAB 15 SIGINURB – Uma visão sistêmica Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x O impacto entre os processos
  16. 16. SMARTLAB 16 SIGINURB – Uma visão sistêmica Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x +
  17. 17. SMARTLAB Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x 17 SIGINURB – Uma visão sistêmica Planejamento Projeto Construção Operação Manutenção Descarte O impacto nas fases do ciclo de vida Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x
  18. 18. SMARTLAB Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x 18 SIGINURB – Uma visão sistêmica Planejamento Projeto Construção Operação Manutenção Descarte O impacto nas fases do ciclo de vida Matriz de Impacto PARA Água Potável Água Pluvial Esgoto Resíduos Energia Elétrica Iluminação Gás Estacionamento Trânsito Segurança Fauna Flora Telecomunicações Qualidade do Ar Meteorologia Descargas atmosféricas DE Água Potável x Água Pluvial x x x x x x Esgoto x x Resíduos x x x Energia Elétrica x x x x x x x x Iluminação x x x Gás x x Estacionamento x x Trânsito x x Segurança x x x x x x Fauna x x x x x x x x Flora x x x x x x x x x x x x x x Telecomunicações x x x x x Qualidade do Ar x x x x x x x x x x Meteorologia x x x x x x x x x x x x x x Descargas atmosféricas x x x x x x
  19. 19. SMARTLAB 19 Coordenação SIGINURB –Uma visão sistêmica
  20. 20. SMARTLAB 20 Processos Corporativo Coordenação Controle Instrumentação Urbanos SIGINURB – Uma visão sistêmica D
  21. 21. SMARTLAB 21 Sistema Integrado de Gestão da Infraestrutura Urbana SIGINURBUma aplicação real
  22. 22. SMARTLAB 22 SIGINURB –USP -Cidade Universitária Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira -CUASO 470 hectares 60 km de ruas e avenidas 120 km de calçadas 2.000 habitantes fixos 45.000 usuários/dia 40.000 veículos/dia * 11 estacionamentos 80.000 m3 água/mês 23.000 MVA en elet/mês 5.000 postes ilum. públ. 15 t lixo /dia 200 cães (city dog) 22.000 árvores
  23. 23. SMARTLAB 23 SIGINURB –O Plano •Aplicar o SIGINURB na Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira •Aproveitar os atuais Processos, melhorando e complementando •Aproveitar a instrumentação instalada, melhorando e complementando •Aproveitar os Controles instalados, melhorando e complementando •Criar a atividade de Coordenação do Controle dos Processos •Criar os meios e procedimentos de Gestão Integrada Corporativa •Completar a instalação do SIGINURB até 2017
  24. 24. SMARTLAB 24 SIGINURB –Visão das atividades Nível CorporativoDefinir e desenvolver os indicadores e interfaces para atender aos clientes da Gestão Integrada Corporativa Nível CoordenaçãoEstabelecer as relações entre os controles dos processos, identificando suas interferências e formas de atuação coerentes Nível ControleDesenvolver e implantar as funções de controle em cada processo, convergindo num respectivo Centro de Controle Nível InstrumentaçãoDefinir e implantar a instrumentação e telecomunicação pertinente ao sistema de gestão da infraestrutura da CUASO
  25. 25. SMARTLAB 25 SIGINURB –Integração da operação PURA PURE SEGURANÇA STI/CCE IEE PREFEITURA -USP IAG
  26. 26. SMARTLAB 26 Plano Mestre de Iluminação do Campus da Capital da Universidade de São Paulo SIGINURB –Iluminação pública
  27. 27. SMARTLAB 27 DIRETRIZES ADOTADAS NOS PROJETOS •Tecnologias de ponta, com padronização e identidade noturna para a USP •Uso de luz branca: Ampliar sensação de segurança / percepção do entorno •Priorizar segurança de pedestres (caminhos, estacionamentos, pontos de ônibus, etc.) •Minimizar interferências com arborização, integrando vegetação e iluminação, respeitando áreas que não devem ser iluminadas •Adotar níveis de iluminação adequados à câmeras de segurança •Valorização noturna sóbria de monumentos e obras arquitetônicas •Inovação tecnológica: maior rendimento luminoso com menor consumo •Monitoramento da rede a distância, para controlar operação, programar acionamentos e níveis de iluminação por local ou horário. SIGINURB –Iluminação pública
  28. 28. SMARTLAB 28 UTILIZAÇÃO DA LUZ BRANCA: PERCEPÇÃO NOTURNA SIGINURB –Iluminação pública
  29. 29. SMARTLAB 29 32 53 46 40 28 18 18 28 40 46 53 32 ATUAL PROJETADO SIGINURB –Iluminação pública
  30. 30. SMARTLAB 30 Novo sistema de iluminação –primeiro trecho em operação Av. Prof. Luciano Gualberto (Pça Ramos de Azevedo até estacionamento FEA) SIGINURB –Obras concluídas
  31. 31. SMARTLAB 31 SIGINURB –Obras concluídas
  32. 32. SMARTLAB 32 SIGINURB –Obras concluídas
  33. 33. SMARTLAB 33 SIGINURB –Obras concluídas
  34. 34. SMARTLAB 34 SISTEMA DE TELEGESTÃO  Luminária com dispositivo receptor/emissor (antena)  Controle Mestre  Modem GPRS/3G  Servidor SIGINURB – Iluminação pública
  35. 35. SMARTLAB 35 SISTEMA DE TELEGESTÃO IoT SIGINURB – Iluminação pública
  36. 36. SMARTLAB 36 SISTEMA DE TELEGESTÃO Um novo conceito: Despacho de luz, como em água e energia elétrica SIGINURB – Iluminação pública
  37. 37. SMARTLAB 37 SISTEMA DE TELEGESTÃO SIGINURB –Iluminação pública
  38. 38. SMARTLAB 38 SISTEMA DE TELEGESTÃO SIGINURB –Iluminação pública
  39. 39. SMARTLAB 39 SISTEMA DE TELEGESTÃO SIGINURB –Iluminação pública
  40. 40. SMARTLAB 40 SISTEMA DE TELEGESTÃO SIGINURB –Iluminação pública
  41. 41. SMARTLAB 41 SISTEMA DE TELEGESTÃO SIGINURB –Iluminação pública
  42. 42. SMARTLAB 42 SISTEMA DE TELEGESTÃO SIGINURB –Iluminação pública
  43. 43. SMARTLAB 43 SISTEMA DE TELEGESTÃO SIGINURB –Iluminação pública
  44. 44. SMARTLAB 44 SISTEMA DE TELEGESTÃO SIGINURB –Iluminação pública
  45. 45. SMARTLAB 45 SISTEMA DE TELEGESTÃO SIGINURB –Iluminação pública
  46. 46. SMARTLAB 46 •O SIGINURB é suportado pela Prefeitura do Campus USP da Capital e por recursos específicos •A coordenação acadêmica do SIGINURB é realizada pelo Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais da Escola Politécnica - PCS, com suporte da Prefeitura do Campus USP da Capital •Há disciplinas de Pós Graduação sendo ministradas no PCS, nas quais o SIGINURB está sendo estudado e desenvolvido como um sistema computacional de supervisão e controle distribuído SIGINURB –Inovação
  47. 47. SMARTLAB 47 •O Campus USP da Capital, através da CUASO, é um excelente laboratório de pesquisa e de experimentação para a aplicação de conceitos de cidade inteligente; •A integração de controle de processos existentes , no nível da Coordenação, é uma réplica do que ocorrerá com a grande maioria das cidades brasileiras; •Os experimentos realizados não se restringem à aplicação de sistemas eletrônicos e computacionais, estudam também o comportamental dos usuários, numa réplica do que se passará em cada cidade que se automatize; •O SIGINURB permite capacitar pessoas nessa nova forma de gestão de cidades; •O sistema de iluminação pública a LED inova na operação da iluminação, criando o conceito de DESPACHO DE LUZ. SIGINURB –Conclusões
  48. 48. SMARTLAB 48 Búzios –Cidade Inteligente - http://www.ampla.com/media/143621/cidade%20inteligente%20jul2011.pdf Rio é uma das 'cidades inteligentes escolhidas' pela IBMhttp://tecnologia.terra.com.br/noticias/0,,OI4982683-EI12882,00- Rio+e+uma+das+cidades+inteligentes+escolhidas+pela+IBM.html Antofagasta, ChileBoulder, Estados UnidosBucareste, RomêniaChengdu, ChinaChiangMai, TailândiaDelhi, IndiaEdmonton, CanadaEindhoven, HolandaGlasgow, EscóciaGuadalajara, MéxicoHelsinki, FinlândiaJacarta, Indonésia Milwaukee, Estados UnidosNew Orleans, Estados UnidosNewark, Estados UnidosNice, FrançaFiladélfia, Estados UnidosProvidence, Estados UnidosRio de Janeiro, BrasilSapporo, JapãoSt. Louis, Estados UnidosSiracusa, Estados UnidosTownsville, AustráliaTshwane-Pretoria, África do Sul SIGINURB –Referências
  49. 49. SMARTLAB 49 Centro de Operações Rio de Janeiro SIGINURB –Referências
  50. 50. SMARTLAB 50 Sala de situação –Rio de Janeiro SIGINURB –Referências
  51. 51. SMARTLAB 51 http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/112031_AS+CIDADES+DO+FUTURO Sala de situação Rio de Janeiro SIGINURB –Referências
  52. 52. SMARTLAB 52 OBRIGADO Prof. Dr. José Sidnei Colombo Martini Laboratório de Sistemas Inteligentes –SMARTLAB Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais Escola Politécnica Universidade de São Paulosidnei.martini@usp.br SIGINURB

×