ApresentaçãO Sobre Culturas

1.517 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.517
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
65
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
71
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ApresentaçãO Sobre Culturas

  1. 4. Hino <ul><li>Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heróico o brado retumbante, E o sol da liberdade, em raios fúlgidos, Brilhou no céu da Pátria nesse instante. Se o penhor dessa igualdade Conseguimos conquistar com braço forte, Em teu seio, ó Liberdade, Desafia o nosso peito à própria morte! Ó Pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve! </li></ul><ul><li>Brasil, um sonho intenso, um raio vívido De amor e de esperança à terra desce, Se em teu formoso céu risonho e límpido, A imagem do Cruzeiro resplandece. Gigante pela própria natureza, És belo, és forte, impávido colosso, E o teu futuro espelha essa grandeza Terra adorada, Entre outras mil És tu, Brasil. Ó Patria amada! Dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada, Brasil! </li></ul><ul><li>Deitado eternamente em berço esplêndido Ao som do mar e à luz do céu profundo, Fulguras, ó Brasil, florão da América, Iluminado ao sol do Novo Mundo! Do que a terra mais garrida Teus risonhos, lindos campos têm mais flores, &quot;Nossos bosques têm mais vida&quot; &quot;Nossa vida&quot;, no teu seio, &quot;mais amores&quot; Ó Pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve! </li></ul><ul><li>Brasil, de amor eterno seja símbolo O lábaro que ostentas estrelado, E diga o verde-louro desta flâmula - Paz no futuro e glória no passado. Mas, se ergues da justiça a clava forte, Verás que um filho teu não foge à luta Nem teme quem te adora, a própria morte, Terra adorada Entre outras mil,  És tu Brasil, Ó Pátria amada! Dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada, Brasil! </li></ul>
  2. 5. Brasil <ul><li>Nome oficial – República Federativa do Brasil. </li></ul><ul><li>Descobrimento – A 22 de Abril de 1500 por 13 caravelas Portuguesas lideradas por Pedro Alves Cabral. </li></ul><ul><li>Independência – A 7 de Setembro de 1822. </li></ul><ul><li>Proclamação da República – A 15 Novembro de 1889. </li></ul><ul><li>Governo – República presidencialista. </li></ul><ul><li>Actual Presidente – Luís Inácio Lula da Silva. </li></ul><ul><li>Área – 8.514.205 m2. </li></ul><ul><li>Capital – Brasília </li></ul><ul><li>População – 186.690.583 habitantes </li></ul><ul><li>Clima – Equatorial, tropical, tropical de altitude, atlântico, subtropical e semi – árido. </li></ul><ul><li>Posição geográfica – O Brasil esta situado no continente sul americano, e é o maior de todos os países deste continente, tem uma população onde predomina a mistura racial, de brancos e negros. </li></ul>
  3. 8. Gastronomia <ul><li>Arroz de carreteiro </li></ul><ul><li>Baba de Moça </li></ul><ul><li>Bobó de Camarão </li></ul><ul><li>Bolo cuca de banana </li></ul><ul><li>Bolo Fubá </li></ul><ul><li>Bolo Formigueiro </li></ul><ul><li>Braciola </li></ul><ul><li>Brigadeiros </li></ul><ul><li>Cabrito de compadre </li></ul><ul><li>Carne de panela </li></ul><ul><li>Feijoada á brasileira </li></ul><ul><li>Moqueca de camarão </li></ul><ul><li>Panqueca de carne moída </li></ul><ul><li>Pé de moleque rápido de leite condensado </li></ul><ul><li>Rabada Carioca </li></ul><ul><li>Rabada Paulista </li></ul><ul><li>Tomates Recheados </li></ul><ul><li>Tutu á Mineira </li></ul>
  4. 9. Receita <ul><li>» Bolo de Fubá </li></ul><ul><li>Ingredientes: </li></ul><ul><li>manteiga (para untar) </li></ul><ul><li>farinha de trigo (para polvilhar) </li></ul><ul><li>2 chávenas de fubá (140 g) </li></ul><ul><li>1 chávena de farinha de trigo (120 g) </li></ul><ul><li>1 e 1/2 colher (sopa) de fermento em pó </li></ul><ul><li>1 chávena de manteiga (200 g) </li></ul><ul><li>1 e 1/2 chávena de açúcar (270 g) </li></ul><ul><li>3 ovos (gema e clara separadas) </li></ul><ul><li>1/2 chávena de leite (120 ml) misturada com 1 colher (sopa) de vinagre </li></ul><ul><li>Preparação: </li></ul><ul><li>Unte com manteiga e polvilhe com farinha de trigo uma assadeira de 20 cm x 30 cm. Reserve. Aqueça o forno a 180ºC. Numa tigela pequena, misture o fubá, a farinha e o fermento e reserve. Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar até obter uma mistura cremosa (cerca de 5 minutos). Junte as gemas e bata até a mistura ficar homogénea (aproximadamente 2 minutos). Aos poucos, acrescente a mistura de fubá reservada alternadamente com o leite misturado com o vinagre mexendo bem. Reserve. Bata as claras na batedeira até obter picos firmes. Adicione à mistura reservada e mexa delicadamente com uma espátula. Passe para a forma preparada e asse no forno pré-aquecido até que, ao enfiar um palito no centro da massa, ele saia seco (cerca de </li></ul><ul><li>35 minutos). Deixe arrefecer. </li></ul>
  5. 10. Receita <ul><li>» Brigadeiros </li></ul><ul><li>Ingredientes: </li></ul><ul><li>60 grs de chocolate em pó </li></ul><ul><li>1 lata de leite condensado </li></ul><ul><li>2 colheres de sopa de leite </li></ul><ul><li>30 grs de manteiga ou margarina </li></ul><ul><li>chocolate granulado para confeitaria </li></ul><ul><li>óleo </li></ul><ul><li>Preparação: </li></ul><ul><li>Num tacho, misture o leite com o chocolate em pó e o leite condensado. Junte a manteiga e leve ao lume brando, mexendo sempre até o preparado se despegar do fundo do tacho. Deite a massa dos brigadeiros num prato untado com um pouco de óleo, para evitar que se agarre e deixe arrefecer. Quando a temperatura da massa o permitir, molde bolinhas com as mãos, previamente untadas com óleo e passe-as em seguida pelo chocolate granulado. Coloque em caixinhas de papel frisado e sirva frios. </li></ul>
  6. 11. Receita <ul><li>Tutu à Mineira Ingredientes: </li></ul><ul><li>500 g de feijão roxinho </li></ul><ul><li>1 cebola média </li></ul><ul><li>1 colher das de sobremesa de sal com alho </li></ul><ul><li>1/2 concha de gordura </li></ul><ul><li>1 concha de cachaça </li></ul><ul><li>Farinha de mandioca, q.b. </li></ul><ul><li>Pimenta a gosto </li></ul><ul><li>Salsa e cebolinha picados </li></ul><ul><li>Preparação: </li></ul><ul><li>Cozinhar o feijão até ficar bem macio. Retirar do fogo e amassar com um soquete; passar em peneira fina e reservar. Aquecer bem uma panela, juntar a gordura, o sal com alho, a cebola em cubos; misturar e deixar alourar. Acrescentar o feijão e a água, o necessário para ganhar consistência. Acertar o tempero. Deixar ferver e ir acrescentando farinha em forma de chuvisco, até pegar a textura desejada. Mexer em roda, sem parar; cozinhar em mais alguns minutos em fogo lento. Retira do fogo e acrescentar a cachaça. </li></ul>
  7. 12. Cultura brasileira <ul><li>A cultura brasileira contém vários povos na sua demografia: indígenas , europeus , africanos , asiáticos , árabes etc. Como resultado da intensa missionação e convivência dos povos que participaram da formação do Brasil surgiu uma realidade cultural peculiar, que inclui aspectos das várias culturas. </li></ul><ul><li>Cultura pode ser definida como o conjunto formado pela linguagem, crenças, hábitos, pensamento e arte de um povo. Outra definição de cultura se refere mais estritamente às artes de carácter mais erudito: literatura , pintura , escultura , arquitectura e artes decorativas </li></ul>
  8. 13. Literatura <ul><li>O primeiro documento que pode ser chamado de Literatura Brasileira é a carta de Pero Vaz de Caminha ao Rei Manuel I de Portugal , em que o Brasil é descrito, em 1500. Nos próximos dois séculos, a literatura brasileira ficou resumida a descrições de viajantes e a textos religiosos. O neoclassicismo se expandiu no século XVIII na região das Minas Gerais. </li></ul><ul><li>A poesia brasileira , como toda a literatura nacional, também está dividida em vários movimentos literários . O Barroco , cujo principal poeta é Gregório de Matos, que chegaram aos dias actuais pela tradição oral, já que nunca publicou em vida. O inicio do barroco foi o poema Prosopopéia , de Bento Teixeira , com estilo inspirado em Camões . Também dessa época é o primeiro livro impresso por um autor nascido no Brasil, Música do Parnaso , de Manuel Botelho de Oliveira . </li></ul><ul><li>O arcaísmo , que em Portugal tem em Bocage seu principal representante. No Brasil, poetas como Cláudio Manuel da Costa , Tomás Antônio Gonzaga , criador de Marília de Dirceu e Alvarenga Peixoto . </li></ul><ul><li>O romantismo , com pelo menos três gerações, contando com poemas que evocam o patriotismo, como Canção do Exílio de Gonçalves Dias , da primeira geração. Na segunda geração, poetas como Álvares de Azevedo apresentam uma certa obsessão pela morte. Na terceira geração aparece Castro Alves , um dos mais conceituados poetas brasileiros de todos os tempos, autor de Navio Negreiro . </li></ul>
  9. 14. Literatura <ul><li>O modernismo , acabou levando ao concretismo , com poetas como Ferreira Gullar e Haroldo de Campos . </li></ul><ul><li>Poesia contemporânea , apresenta nomes como Patativa do Assaré , Ana Cristina César , Adélia Prado e Mário Quintana , entre outros. </li></ul>
  10. 15. Literatura <ul><li>Período Colonial </li></ul><ul><li>Quinhentismo </li></ul><ul><li>Literatura de Informação </li></ul><ul><li>Literatura Barroca no Brasil </li></ul><ul><li>Literatura jesuítica </li></ul><ul><li>Barroco </li></ul><ul><li>Arcaismo </li></ul><ul><li>Século XX </li></ul><ul><li>Modernismo </li></ul><ul><li>Era Contemporânea </li></ul><ul><li>Autores do século XXI </li></ul><ul><li>Século XIX </li></ul><ul><li>Romantismo </li></ul><ul><li>Realismo </li></ul><ul><li>Naturalismo </li></ul><ul><li>Parnasianismo </li></ul><ul><li>Simbolismo </li></ul><ul><li>Pré-Modernismo </li></ul>
  11. 16. Pintura <ul><li>Entre muitos, conceituados pintores distinguem-se: </li></ul><ul><li>Aldemir Martins </li></ul><ul><li>Anita Malfatti </li></ul><ul><li>Alfredo Volpi </li></ul><ul><li>Cândido Portinari </li></ul><ul><li>Di Cavalcanti </li></ul>
  12. 17. Aldemir Martins Anita Malfatti
  13. 18. Alfredo Volpi Cândido Portinari
  14. 19. Di Cavalcanti
  15. 20. Música <ul><li>Cultura musical </li></ul><ul><li>Axé music </li></ul><ul><li>Bossa Nova </li></ul><ul><li>Forró * </li></ul><ul><li>Musica caipira </li></ul><ul><li>Pagode </li></ul><ul><li>Punk rock </li></ul><ul><li>Rap brasileiro </li></ul><ul><li>Samba * </li></ul>
  16. 21. Forró <ul><li>Forró é uma festa popular brasileira, com origem no nordeste , e a dança praticada nestas festas, conhecida também por arrasta-pé, bate-chinela, fobó, forrobodó. No forró, vários ritmos musicais daquela região, como baião, o coco, a quadrilha, o rojão , o xaxado e o xote, são tocados, tradicionalmente, por trios, compostos de um sanfoneiro (tocador de acordeão -- que no forró é tradicionalmente a sanfona de oito baixos), um zabumbeiro e um tocador de triângulo. </li></ul>
  17. 22. Samba <ul><li>O samba é um género musical, um tipo de dança de raízes africanas surgido no Brasil e é tido como o ritmo nacional por excelência. Considerando-se uma das principais manifestações culturais populares brasileiras, o samba transformou-se em símbolo de identidade nacional. </li></ul>
  18. 23. Religiões <ul><li>Católica Apostólica Romana </li></ul><ul><li>Envangélica </li></ul><ul><li>Espírita </li></ul><ul><li>Umbanda Cadomblé </li></ul><ul><li>Deus é Amor </li></ul><ul><li>Congregação Cristã no Brasil </li></ul><ul><li>Adventistas </li></ul>
  19. 24. Animais
  20. 25. Animais
  21. 26. Animais
  22. 27. Tradições/ Simbolos
  23. 28. Brasil Trabalho realizado por: Cláudia Faneca

×