SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
A oração do angellus por si só já é um
autentico dialogo.
• O anjo do Senhor anunciou a Maria, e ela
concebeu do Espírito Santo.
• Ave Maria...
• Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim
segundo a vossa Palavra.
• Ave Maria...
• E o verbo se fez carne, e habitou entre nós.
• Ave Maria...
Uma forma de aprender e ensinarUma forma de aprender e ensinar
DIÁLOGO
Uma das grandes maravilhas de
ser humano é o poder de
dialogar, trocar ideias e
experiências, compartilhar
emoções, negociar, discutir
e....amar.
• Pelo dicionário, diálogo significa: fala em que há a interação entre dois ou
mais indivíduos; colóquio, conversa;contato e discussão entre duas partes
em busca de um acordo.
• Será que nós damos a importância merecida ao diálogo? Tentando
responder a esta pergunta, poderíamos pensar um pouco mais sobre
nossas atitudes com relação ao nosso comportamento.
• Qual é nossa reação quando precisamos resolver alguma situação em uma
relação de amizade, por exemplo? Será que nos expressamos de forma
adequada? Será que sabemos a hora de falar e a hora de ouvir?
• Em todos os tipos de relação, em todas as situações, o diálogo é o melhor
caminho. Na relação pais e filhos, amigos, homem e mulher, na relação
entre os familiares, por mais tensa que seja a situação, devemos sempre
conversar, expor o que pensamos, sem nenhum receio, e sabendo
também, ouvir o outro.
Somos mais inteligentes do que falamos. Pois
é somente um dos meios de comunicação
entre dois seres pensantes, os surdos e mudos
tem a linguagem dos sinais, regida pela
LIBRAS, linguagem brasileira de sinais. Há
especialistas em leituras labiais e em
linguagem extralabiais.
Um nenê já gesticula...ele se comunica com
seus pais...
Para falar, um nenê tem que pensar. Quanto mais cedo
pensar, mais cedo vai querer falar, e quanto mais falar,mais
ter que pensar. É por isso que um dos meios de aclarar,
organizar e amadurecer as ideias e desenvolver os
pensamentos é simplesmente falar o que estiver pensando.
Não se fala uma ideia sem sentido, mas pensar sem sentido é
muito comum.
Um dos grandes motivos do esfriamento dos relacionamentos
entre pais e filhos é a falta de comunicação verbal entre eles,
mesmo que estejam emitindo mensagens extralabiais o
tempo todo.
Ex. quando um pai chega irritado, cansado do serviço preferindo descansar em frente da TV, mesmo calado ele
está pensando
Uma mensagem que não quer ser incomodado.
A mãe quando chega em casa reclamando da bagunça, e vai direto preparar algo para comerem, cobrando de
tudo e de todos. Ela também passa sua mensagem da sua posição e ninguém gosta de ficar por perto...
Desta maneira todos vão ficando cada vez mais distantes uns dos outros. O clima na casa fica tenso e por vezes
não sente vontade de voltar para casa...o que deveria ser um happy hour vira uma tragic hour
 Momento de interação com o outro;Momento de interação com o outro;
 Forma de comunicação e aprimoramentoForma de comunicação e aprimoramento
individual.individual.
 Base para o aprendizado coletivo e oBase para o aprendizado coletivo e o
desenvolvimento individualdesenvolvimento individual
“Dialogar é antes de tudo aprender a ouvir
o outro sem interrupção seja para
concordar ou discordar.”
 Muitos pais tem a ideia que dialogar é
repassar informação, e muitas vezes o diálogo
vira monólogo: ‘eu falo e você escuta’. 
No diálogo entre pais e filhos, deve existir
espaço para escutar o outro, e isto exige
sensibilidade e disponibilidade. A psicóloga
Rafaela Fernanda diz que as informações que
os pais querem passar para os filhos sejam
efetivas ou não, é preciso que os pais tenham
conhecimento do assunto e que suas atitudes
sejam coerentes ao que está sendo passado.
 Ex. Faça o que falo...
 “Como dialogar com o filho, se o exemplo passado no
dia a dia é contraditório? É preciso unir a conversa com
o exemplo de vida. Rafaela aconselha para jamais
conversar sobre particularidades dos filhos, na
presença de outras pessoas, para não expor a criança
ou o adolescente. conselho com a ação”, orienta a
psicóloga. Também é importante que o diálogo seja
feito de forma equilibrada. “Quando acontecer algum
erro, é preciso compreender e saber intervir de maneira
positiva, para ajudar e orientar o filho. Gritos e
acusações não acrescentam em nada, pelo contrário,
diminuem a possibilidade de um diálogo com efeito
positivo.” 
 Quando fala aos pais a educação dos filhos, São Paulo:
“ Pais, não exaspereis os vossos filhos. Pelo contrário,
criai-os na educação e na doutrina do Senhor” (Ef.6,4).
Aqui está uma orientação muito segura para os pais.
Sem a “doutrina do Senhor”, não é possível educar.
Dom Bosco, grande”pai e mestre da juventude”
ensinava que não é possível educar sem a religião. Seu
método seguro de educar estava na trilogia:
 amor – estudo-religião.
 Meu exemplo de vida - rezar o terço...
 Os pais não devem somente mandar os filhos irem a
igreja, mas devem levá-los. É vendo o pai e a mãe se
ajoelharem, que o filho torna religioso. A melhor
maneira para educar um filho é pelo exemplo.
O DIÁLOGO PROPICIA:O DIÁLOGO PROPICIA:
 Aproximar as pessoas,
 Facilitar a comunicação,
 Criar vínculos,
 Aprofundar os
relacionamentos,
 Tornar a pessoa sensível
às necessidades do outro
 Gerar reflexão,
discernimento pessoal e
comprometimento.
COM A FALTA DOCOM A FALTA DO
DIÁLOGO :DIÁLOGO :
 Não se tem qualidade de
vida;
 Não se preserva a família;
 Não se educa;
 Não se evangeliza;
 Gera-se fugas e
compensações;
 Afasta pais e filhos;
 Não se resolve conflitos;
 As relações ficam
superficiais.
““É através do difícil processo de ouvir o outro que adquirimos umaÉ através do difícil processo de ouvir o outro que adquirimos uma
aprendizagem coletiva que nos remete a resultados qualitativos”.aprendizagem coletiva que nos remete a resultados qualitativos”.
ATITUDES FACILITADORASATITUDES FACILITADORAS
Ouvir o outro sem interrupção;
Se dispor a aprender com o
outro;
Ser gentil;
Colocar foco no problema, não
na pessoa;
Ser flexível;
Propiciar um auto diálogo;
Conhecer as necessidades do
outro;
Estar aberto às diversas formas
de diálogo (diálogo eletrônico).
ATITUDES PREJUDICIAISATITUDES PREJUDICIAIS
Julgar o outro pelo que diz;
Fazer comparações;
Controlar a fala do outro;
Manter uma postura de
desconfiança;
Desdenhar o outro;
Se posicionar como “dono da
verdade”;
Colocar-se sempre na
defensiva;
Usar o diálogo como
instrumento de poder.
““Uma árvore só pode florescer se tiver uma interação dinâmica com seuUma árvore só pode florescer se tiver uma interação dinâmica com seu
meio ambiente - a chuva, o sol, o vento e até o pássaro que pousa nos seusmeio ambiente - a chuva, o sol, o vento e até o pássaro que pousa nos seus
galhos. Encerrada em si mesma, ela morreria”.galhos. Encerrada em si mesma, ela morreria”.
O diálogo é a forma mais eficaz de compartilhar
nossa fé.
A única forma de proclamar a boa nova do Deus Trino é através da
conversa. O meio é a mensagem. Agir de outra forma seria como
espancar as pessoas para que elas se tornassem pacifistas.
O diálogo não é uma alternativa à pregação. Ele é a única forma de
pregar.
"Com efeito, a verdade é 'lógos' (razão)
que cria 'diá-logos' e, consequentemente,
comunicação e comunhão.“
Papa Bento XVI
encíclica, "Caritas in Veritate"
DIÁLOGO COMO FORMA DE EXPRESSÃO DA FÉDIÁLOGO COMO FORMA DE EXPRESSÃO DA FÉ
• Alguns textos da Sagrada Escritura nos mostra
Diálogos de Jesus.
• Lucas 1,26-38 Anúncio do Nascimento de Jesus.
• João 2,1-12 as Bodas de Caná
• João 3,1-12 Jesus conversa com Nicodemos.
• João 4,1-42 Jesus conversa com a Samaritana.
• João 18,33-38 ou 19, 9-12 Jesus é interrogado por
Pilatos o Governador.
• Marcos 10, 46-52 a cura do cego Bartimeu.
• Mateus 4,1-4 Tentação no deserto.
• Mateus 26,69-75 Negação de Pedro.
Todo o Evangelho de João consiste
numa série de conversas:
 Jesus conversa com Nicodemos à noite; Jo 3- 1,21.
 Ele conversa com a mulher junto ao poço, para escândalo
dos discípulos que se perguntavam por que ele haveria de
falar com uma mulher de má reputação;
 Conversa com o cego de nascença, ao passo que todas as
outras pessoas só falam sobre ele.
 Toda a Última Ceia é uma longa conversa.
 Ele conversa com Pilatos até que este põe fim à conversa
dizendo: "O que é a verdade?".
 E na manhã de Páscoa, o diálogo ressuscita dentre os
mortos quando ele dirige a palavra a Maria Madalena no
jardim: "Maria"; "Rabunni!".
PASSAGENS BÍBLICASPASSAGENS BÍBLICAS
• Lc.9.27/ 17,21 / 18,17 – em verdade vos declaro: quem não receber o Reino do Céu
como uma criancinha,nele não entrará. Os fariseus perguntam a Jesus quando
viriam o Reino de Deus. Ele responde: o Reino de Deus não virá de modo
ostensivo... O Reino de Deus está no meio de nós. Renúncia- Se alguém quer
• MT. 18,4 – Jesus chamou uma criancinha e disse:Aquele que se fizer humilde como
esta criança será maior no reino dos céus.
• I Pedro 2,2 caridade e palavra de Deus: como crianças recém-nascidas desejai com
ardor o leite espiritual que vos fará crescer para a salvação.
• Gn. 3, 7 – que fala da nudez de Adão.
• MT. 26, 51/Jo. 18, 10/Lc. 22, 50 - (Prisão de Jesus) quando um dos companheiros
de Jesus desembanhou uma espada e feriu um servo (Malco) do sumo-sarcedote. E
Jesus disse a Pedro: Empainha tua espada, porque todos aqueles que usarem da
espada, pela espada morrerrão.
Existe claramente uma diferença entre ouvir e
escutar, em que o ouvir é apenas a captação
de sons enviados e processados, e o escutar já
exige sensibilidade, é ter disponibilidade e
entendimento da informação que está a ser
processada. É ter empatia, sabermos colocar-
nos no lugar do outro para o entender, é estar
com o coração atento, ajudar e sobretudo não
criticar. A crítica destrutiva, muitas vezes, feita
em prol dos valores educacionais, é uma das
maiores causas do distanciamento entre pais e
filhos.
Reflexão de Pe. Zezinho
Se a vida em família fosse um campeonato entre pais e filhos,
Um bom resultado seria : 6 a 4 para os pais.
Nem pais eternos vencedores, nem filhos eternos perdedores.
Se no fim do campeonato, filhos crescidos, feitas as contas,
Se constatar que os pais venceram de pouco, mas venceram.
E os filhos perderam de pouco, mas perderam para seus pais.
Seria uma honra para os pais terem vencido como quem
respeita .E para os filhos terem perdido para pessoas tão
competentes.
Filhos ou pais derrotados são filhos ou pais infelizes!
Por isso, escreva, anote e prenda na parede da sua casa
Para que nenhum dos lados esqueça o que é jogar, juntos,
o jogo da vida em família: este placar:
Pais 10 x 0 - Durões, cruéis e prepotentes donos absolutos
dos filhos...
Maus.
Pais 9 x 1 - Raramente dão liberdade. Marcação cerrada...
Amam, mas amam errado.
Pais 8 x 2 - Começam a confiar, mas ainda com medo...
Amam, mas amam errado.
Pais 7 x 3 - Admitem pedir desculpas e voltar atrás.
Estão amando certo, mas ainda falta um pouco
Pais 6 x 4 - Vitoriosos com classe. Sabem quando pedir e
quando mandar, exigir, sabem disciplinar. Amorosos.
Pais 5 x 5 - Liberais demais. Os filhos se acham no mesmo
nível dos pais.
E os pais acham que é assim mesmo. Todo empate é perigoso
na vida em família. Filho nunca é igual a pai e mãe.
Não existe esse empate. Se existir é mal.
Filhos 6 x 4 - A família começa a ir mal . Os filhos estão
conseguindo sempre o que querem. Errado.
Filhos 7 x 3 - Os filhos estão mentindo, enganando os pais
e estes se calam, sabendo que é errado.
Filhos 8 x 2 - Os filhos já estão prepotentes. Aprontam,
erguem a voz, desrespeitam, impõem sua vontade e sabem
que vão acabar vencendo por que os pais são fracos. Estão
encurralados.
Filhos 9 x 1 - Existe droga, violência e ingratidão naquela
casa.
Acabou o respeito. A mãe não tem mais força nenhuma sobre
os filhos.
O pai é um "Zé ninguém". Os filhos mandam e desmandam.
Baderna geral.
Filhos 10 x 0 - A família acabou. Os filhos derrotaram seus
pais. Tem gente maldita naquela casa.
Se em sua casa os filhos estão perdendo por
mais de 6 a 4 ou empatando de 5 a 5, ou
vencendo, comece a procurar ajuda!
Sem carinho e autoridade pais e filhos acabam
perdendo o rumo e nosso país não pode mais
suportar isso.
Nosso país precisa de mais escolas e de mais
de colo inteligente e amoroso.
Porque a escola mais importante e o colo mais
gostoso ainda estão lá Na sua casa!
• Comunicação é também ouvir, com empatia (palavrinha difícil de
colocar em prática, pois demanda ausência de julgamentos…),
colocar-se no lugar do outro para entender e auxiliar e não
somente criticar. A crítica destrutiva, muitas vezes feita em nome
da educação é uma das maiores causas do distanciamento entre
pais e filhos.
• Não quero enganar-lhe dizendo que estou fornecendo um
manual, daquele tipo com o qual todos sonhamos ao sair da
maternidade com nossos filhos. Não existe uma fórmula mágica,
o que existe é o contato que se cria, no cotidiano,
gradativamente, na monotonia das tarefas diárias, na
convivência em situações às vezes difíceis, nas quais se constrói a
confiança necessária para iniciar e manter o diálogo.
• Você planta, rega diariamente e os frutos aparecem. Pensando
bem isso tem um “q” de magia também…
Conquistar a confiança do seu filho é um trabalho que deve
ser iniciado desde os primeiros contatos com ele, ainda bebê.
A dependência da criança nesta altura, facilita este
estreitamento de laços que serão estimulados no futuro à
medida que ela se torna cada vez mais independente.
É preciso ouvi-la com atenção, fazer-lhe perguntas que a
façam perceber o seu interesse pelo que ela está a dizer e
sobre o que acontece com ela, sendo isto muito diferente de
inquirir como se quiséssemos invadir a sua privacidade.
Diante de um mundo tão adverso que quer arrancar os filhos
de nossas mãos, temos sim que conquistá-los por aquilo que
“somos” para eles. É preciso que o filho tenha orgulho de
seus pais. Assim será fácil o levar para Deus. Muitos filhos não
seguem os pais até a igreja porque não foram conquistados
pelos pais.
Conquistar o filho é respeitá-lo; é não o ofender com palavras
pesadas e humilhantes quando você corrige; é ser amigo dos
seus amigos; é saber acolhe-los em sua casa; é fazer
programas com seu filho; é ser amigo do seu filho.
Enfim, antes de dizer a seu filho “Jesus te ama”, diga-lhe: “Eu
te amo”.
“O diálogo sempre foi
importante para o
desenvolvimento das
potencialidades
humanas tanto no nível
pessoal, como no
cultural e social. Feita
à imagem e
semelhança de Deus,
a pessoa descobre-se
como ser dialogante,
como o é o próprio
Deus”.
Posted in Diálogo on Outubro 21, 2008 by Lino

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A família e os desafios atuais
A família e os desafios atuaisA família e os desafios atuais
A família e os desafios atuais
Willian Xavier
 
O relacionamento dos pais cristãos com os filhos
O relacionamento dos pais cristãos com os filhosO relacionamento dos pais cristãos com os filhos
O relacionamento dos pais cristãos com os filhos
Maria Da Penha Pereira
 
O exemplo pessoal na educação dos filhos
O exemplo pessoal na educação dos filhosO exemplo pessoal na educação dos filhos
O exemplo pessoal na educação dos filhos
Moisés Sampaio
 
Família projeto de deus
Família projeto de deusFamília projeto de deus
Família projeto de deus
Max Pereira
 
Palestra sobre o papel de cada um na familia
Palestra sobre o papel de cada um na familiaPalestra sobre o papel de cada um na familia
Palestra sobre o papel de cada um na familia
Milas Aldrin Alves
 
Decisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento pptDecisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento ppt
Ministerio de Casais Amovc
 
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusOs Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
IBMemorialJC
 

Mais procurados (20)

Apostila palestra para os pais
Apostila palestra para os pais  Apostila palestra para os pais
Apostila palestra para os pais
 
Encontro De Casais
Encontro De CasaisEncontro De Casais
Encontro De Casais
 
Conflitos no Lar
Conflitos no LarConflitos no Lar
Conflitos no Lar
 
Apostila palestra para casais
Apostila   palestra para casaisApostila   palestra para casais
Apostila palestra para casais
 
Palestra sobre dialogo(1)
Palestra sobre dialogo(1)Palestra sobre dialogo(1)
Palestra sobre dialogo(1)
 
A família e os desafios atuais
A família e os desafios atuaisA família e os desafios atuais
A família e os desafios atuais
 
Palestra para pais
Palestra para paisPalestra para pais
Palestra para pais
 
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
 
O relacionamento dos pais cristãos com os filhos
O relacionamento dos pais cristãos com os filhosO relacionamento dos pais cristãos com os filhos
O relacionamento dos pais cristãos com os filhos
 
O exemplo pessoal na educação dos filhos
O exemplo pessoal na educação dos filhosO exemplo pessoal na educação dos filhos
O exemplo pessoal na educação dos filhos
 
Família projeto de deus
Família projeto de deusFamília projeto de deus
Família projeto de deus
 
Palestra sobre o papel de cada um na familia
Palestra sobre o papel de cada um na familiaPalestra sobre o papel de cada um na familia
Palestra sobre o papel de cada um na familia
 
Princípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família SaudávelPrincípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família Saudável
 
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3  As Bases do Casamento Cristão- professoresLição 3  As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
 
Decisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento pptDecisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento ppt
 
Relacionamento Entre Pais E Filhos
Relacionamento Entre Pais E FilhosRelacionamento Entre Pais E Filhos
Relacionamento Entre Pais E Filhos
 
Curso de noivos
Curso de noivosCurso de noivos
Curso de noivos
 
Mulher cristã na modernidade
Mulher cristã na modernidadeMulher cristã na modernidade
Mulher cristã na modernidade
 
Sacramento do matrimônio
Sacramento do matrimônioSacramento do matrimônio
Sacramento do matrimônio
 
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusOs Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
 

Destaque

Az Mapu Ragintuleufu
Az Mapu RagintuleufuAz Mapu Ragintuleufu
Az Mapu Ragintuleufu
romugarrs
 
Como utilizar la tecnología como elemento fundamental en
Como  utilizar  la  tecnología  como elemento  fundamental  enComo  utilizar  la  tecnología  como elemento  fundamental  en
Como utilizar la tecnología como elemento fundamental en
claulopineda
 
¿Podemos mejorar el diagnostico desde la enseñanza de la Medicina?
¿Podemos mejorar el diagnostico desde la enseñanza de la Medicina?¿Podemos mejorar el diagnostico desde la enseñanza de la Medicina?
¿Podemos mejorar el diagnostico desde la enseñanza de la Medicina?
Lorenzo Alonso
 
Mi casa mgutierreztic
Mi casa mgutierrezticMi casa mgutierreztic
Mi casa mgutierreztic
mgutierreztic
 
Guia insercion al blog (Camilo Higuavita)
Guia insercion al blog (Camilo Higuavita)Guia insercion al blog (Camilo Higuavita)
Guia insercion al blog (Camilo Higuavita)
Mafe Mafer
 
ZOOM - WHO WE ARE
ZOOM - WHO WE AREZOOM - WHO WE ARE
ZOOM - WHO WE ARE
James Chang
 

Destaque (20)

base de datos
base de datosbase de datos
base de datos
 
Argentina te amo
Argentina te amoArgentina te amo
Argentina te amo
 
II Workshop Foro Osler: la importancia del sistema: circuito de test diagnóst...
II Workshop Foro Osler: la importancia del sistema: circuito de test diagnóst...II Workshop Foro Osler: la importancia del sistema: circuito de test diagnóst...
II Workshop Foro Osler: la importancia del sistema: circuito de test diagnóst...
 
Az Mapu Ragintuleufu
Az Mapu RagintuleufuAz Mapu Ragintuleufu
Az Mapu Ragintuleufu
 
Juegos
JuegosJuegos
Juegos
 
La tienda de los milagros
La tienda de  los milagrosLa tienda de  los milagros
La tienda de los milagros
 
Como utilizar la tecnología como elemento fundamental en
Como  utilizar  la  tecnología  como elemento  fundamental  enComo  utilizar  la  tecnología  como elemento  fundamental  en
Como utilizar la tecnología como elemento fundamental en
 
¿Podemos mejorar el diagnostico desde la enseñanza de la Medicina?
¿Podemos mejorar el diagnostico desde la enseñanza de la Medicina?¿Podemos mejorar el diagnostico desde la enseñanza de la Medicina?
¿Podemos mejorar el diagnostico desde la enseñanza de la Medicina?
 
Mi casa mgutierreztic
Mi casa mgutierrezticMi casa mgutierreztic
Mi casa mgutierreztic
 
Enfermedad por Reflujo Gastroesofagico (ERGE) (GERD)
Enfermedad por Reflujo Gastroesofagico (ERGE) (GERD)Enfermedad por Reflujo Gastroesofagico (ERGE) (GERD)
Enfermedad por Reflujo Gastroesofagico (ERGE) (GERD)
 
Guia insercion al blog (Camilo Higuavita)
Guia insercion al blog (Camilo Higuavita)Guia insercion al blog (Camilo Higuavita)
Guia insercion al blog (Camilo Higuavita)
 
radiacion linked in
radiacion linked inradiacion linked in
radiacion linked in
 
ZOOM - WHO WE ARE
ZOOM - WHO WE AREZOOM - WHO WE ARE
ZOOM - WHO WE ARE
 
Escueladetics DOCENTES MOTORISTA
Escueladetics DOCENTES MOTORISTAEscueladetics DOCENTES MOTORISTA
Escueladetics DOCENTES MOTORISTA
 
Cap4
Cap4Cap4
Cap4
 
Presentación 5ªReunión Foro Osler. Diagnostico cancer con síntomas no específ...
Presentación 5ªReunión Foro Osler. Diagnostico cancer con síntomas no específ...Presentación 5ªReunión Foro Osler. Diagnostico cancer con síntomas no específ...
Presentación 5ªReunión Foro Osler. Diagnostico cancer con síntomas no específ...
 
mgutierreztic
mgutierrezticmgutierreztic
mgutierreztic
 
MejoranoviembrMejora del Diagnostico
MejoranoviembrMejora del DiagnosticoMejoranoviembrMejora del Diagnostico
MejoranoviembrMejora del Diagnostico
 
PAAI-Final
PAAI-FinalPAAI-Final
PAAI-Final
 
OnDemand Home Care Pvt. Ltd. (Dirk Da Dhobi) Pitch Deck Jan 2017
OnDemand Home Care Pvt. Ltd. (Dirk Da Dhobi) Pitch Deck Jan 2017OnDemand Home Care Pvt. Ltd. (Dirk Da Dhobi) Pitch Deck Jan 2017
OnDemand Home Care Pvt. Ltd. (Dirk Da Dhobi) Pitch Deck Jan 2017
 

Semelhante a Diálogo com os filhos

A comunicação na família
A comunicação na famíliaA comunicação na família
A comunicação na família
Noimix
 
Usando o diálogo como remédio
Usando o diálogo como remédioUsando o diálogo como remédio
Usando o diálogo como remédio
damcita
 
10 atitudes-para-uma-boa-conversa
10 atitudes-para-uma-boa-conversa10 atitudes-para-uma-boa-conversa
10 atitudes-para-uma-boa-conversa
Joel Machado
 
Comunique-se, por Mãe Estela
Comunique-se, por Mãe EstelaComunique-se, por Mãe Estela
Comunique-se, por Mãe Estela
Débora Menezes
 

Semelhante a Diálogo com os filhos (20)

EBJ - Encontro 29/07/2012
EBJ - Encontro 29/07/2012EBJ - Encontro 29/07/2012
EBJ - Encontro 29/07/2012
 
sem comunicacao nao tem construcao.pdf
sem comunicacao nao tem construcao.pdfsem comunicacao nao tem construcao.pdf
sem comunicacao nao tem construcao.pdf
 
Adolescentes
AdolescentesAdolescentes
Adolescentes
 
A comunicação na família
A comunicação na famíliaA comunicação na família
A comunicação na família
 
Comunicação para Casais - Curso de Noivos
Comunicação para Casais - Curso de NoivosComunicação para Casais - Curso de Noivos
Comunicação para Casais - Curso de Noivos
 
Palestra sobre dialogo
Palestra sobre dialogoPalestra sobre dialogo
Palestra sobre dialogo
 
Lbj lição 8 a comunicação na família
Lbj lição 8   a comunicação na famíliaLbj lição 8   a comunicação na família
Lbj lição 8 a comunicação na família
 
FORMAÇÃO FORMADORES comunicação interpessoal
FORMAÇÃO FORMADORES comunicação interpessoal FORMAÇÃO FORMADORES comunicação interpessoal
FORMAÇÃO FORMADORES comunicação interpessoal
 
Esboço 1 - 6 chaves para a paz nos relacionamentos - msg 1
Esboço 1 - 6 chaves para a paz nos relacionamentos - msg 1Esboço 1 - 6 chaves para a paz nos relacionamentos - msg 1
Esboço 1 - 6 chaves para a paz nos relacionamentos - msg 1
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 
Comunicação familiar
Comunicação familiarComunicação familiar
Comunicação familiar
 
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).pptA COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
 
O Poder da Palavra
O Poder da PalavraO Poder da Palavra
O Poder da Palavra
 
Usando o diálogo como remédio
Usando o diálogo como remédioUsando o diálogo como remédio
Usando o diálogo como remédio
 
O DIÁLOGO COMO REMÉDIO
O DIÁLOGO COMO REMÉDIOO DIÁLOGO COMO REMÉDIO
O DIÁLOGO COMO REMÉDIO
 
10 atitudes-para-uma-boa-conversa
10 atitudes-para-uma-boa-conversa10 atitudes-para-uma-boa-conversa
10 atitudes-para-uma-boa-conversa
 
Comunique-se, por Mãe Estela
Comunique-se, por Mãe EstelaComunique-se, por Mãe Estela
Comunique-se, por Mãe Estela
 
14 falar e ouvir - estudo 2
14   falar e ouvir - estudo 214   falar e ouvir - estudo 2
14 falar e ouvir - estudo 2
 
EBF - Em Busca do Tesouro Perdido - Juniores
EBF - Em Busca do Tesouro Perdido - JunioresEBF - Em Busca do Tesouro Perdido - Juniores
EBF - Em Busca do Tesouro Perdido - Juniores
 
Dons e Ministérios
Dons e MinistériosDons e Ministérios
Dons e Ministérios
 

Último

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 

Último (8)

Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 

Diálogo com os filhos

  • 1. A oração do angellus por si só já é um autentico dialogo. • O anjo do Senhor anunciou a Maria, e ela concebeu do Espírito Santo. • Ave Maria... • Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a vossa Palavra. • Ave Maria... • E o verbo se fez carne, e habitou entre nós. • Ave Maria...
  • 2. Uma forma de aprender e ensinarUma forma de aprender e ensinar DIÁLOGO
  • 3. Uma das grandes maravilhas de ser humano é o poder de dialogar, trocar ideias e experiências, compartilhar emoções, negociar, discutir e....amar.
  • 4. • Pelo dicionário, diálogo significa: fala em que há a interação entre dois ou mais indivíduos; colóquio, conversa;contato e discussão entre duas partes em busca de um acordo. • Será que nós damos a importância merecida ao diálogo? Tentando responder a esta pergunta, poderíamos pensar um pouco mais sobre nossas atitudes com relação ao nosso comportamento. • Qual é nossa reação quando precisamos resolver alguma situação em uma relação de amizade, por exemplo? Será que nos expressamos de forma adequada? Será que sabemos a hora de falar e a hora de ouvir? • Em todos os tipos de relação, em todas as situações, o diálogo é o melhor caminho. Na relação pais e filhos, amigos, homem e mulher, na relação entre os familiares, por mais tensa que seja a situação, devemos sempre conversar, expor o que pensamos, sem nenhum receio, e sabendo também, ouvir o outro.
  • 5. Somos mais inteligentes do que falamos. Pois é somente um dos meios de comunicação entre dois seres pensantes, os surdos e mudos tem a linguagem dos sinais, regida pela LIBRAS, linguagem brasileira de sinais. Há especialistas em leituras labiais e em linguagem extralabiais. Um nenê já gesticula...ele se comunica com seus pais...
  • 6. Para falar, um nenê tem que pensar. Quanto mais cedo pensar, mais cedo vai querer falar, e quanto mais falar,mais ter que pensar. É por isso que um dos meios de aclarar, organizar e amadurecer as ideias e desenvolver os pensamentos é simplesmente falar o que estiver pensando. Não se fala uma ideia sem sentido, mas pensar sem sentido é muito comum. Um dos grandes motivos do esfriamento dos relacionamentos entre pais e filhos é a falta de comunicação verbal entre eles, mesmo que estejam emitindo mensagens extralabiais o tempo todo. Ex. quando um pai chega irritado, cansado do serviço preferindo descansar em frente da TV, mesmo calado ele está pensando Uma mensagem que não quer ser incomodado. A mãe quando chega em casa reclamando da bagunça, e vai direto preparar algo para comerem, cobrando de tudo e de todos. Ela também passa sua mensagem da sua posição e ninguém gosta de ficar por perto... Desta maneira todos vão ficando cada vez mais distantes uns dos outros. O clima na casa fica tenso e por vezes não sente vontade de voltar para casa...o que deveria ser um happy hour vira uma tragic hour
  • 7.  Momento de interação com o outro;Momento de interação com o outro;  Forma de comunicação e aprimoramentoForma de comunicação e aprimoramento individual.individual.  Base para o aprendizado coletivo e oBase para o aprendizado coletivo e o desenvolvimento individualdesenvolvimento individual “Dialogar é antes de tudo aprender a ouvir o outro sem interrupção seja para concordar ou discordar.”
  • 8.  Muitos pais tem a ideia que dialogar é repassar informação, e muitas vezes o diálogo vira monólogo: ‘eu falo e você escuta’.  No diálogo entre pais e filhos, deve existir espaço para escutar o outro, e isto exige sensibilidade e disponibilidade. A psicóloga Rafaela Fernanda diz que as informações que os pais querem passar para os filhos sejam efetivas ou não, é preciso que os pais tenham conhecimento do assunto e que suas atitudes sejam coerentes ao que está sendo passado.  Ex. Faça o que falo...
  • 9.  “Como dialogar com o filho, se o exemplo passado no dia a dia é contraditório? É preciso unir a conversa com o exemplo de vida. Rafaela aconselha para jamais conversar sobre particularidades dos filhos, na presença de outras pessoas, para não expor a criança ou o adolescente. conselho com a ação”, orienta a psicóloga. Também é importante que o diálogo seja feito de forma equilibrada. “Quando acontecer algum erro, é preciso compreender e saber intervir de maneira positiva, para ajudar e orientar o filho. Gritos e acusações não acrescentam em nada, pelo contrário, diminuem a possibilidade de um diálogo com efeito positivo.” 
  • 10.  Quando fala aos pais a educação dos filhos, São Paulo: “ Pais, não exaspereis os vossos filhos. Pelo contrário, criai-os na educação e na doutrina do Senhor” (Ef.6,4). Aqui está uma orientação muito segura para os pais. Sem a “doutrina do Senhor”, não é possível educar. Dom Bosco, grande”pai e mestre da juventude” ensinava que não é possível educar sem a religião. Seu método seguro de educar estava na trilogia:  amor – estudo-religião.  Meu exemplo de vida - rezar o terço...  Os pais não devem somente mandar os filhos irem a igreja, mas devem levá-los. É vendo o pai e a mãe se ajoelharem, que o filho torna religioso. A melhor maneira para educar um filho é pelo exemplo.
  • 11. O DIÁLOGO PROPICIA:O DIÁLOGO PROPICIA:  Aproximar as pessoas,  Facilitar a comunicação,  Criar vínculos,  Aprofundar os relacionamentos,  Tornar a pessoa sensível às necessidades do outro  Gerar reflexão, discernimento pessoal e comprometimento. COM A FALTA DOCOM A FALTA DO DIÁLOGO :DIÁLOGO :  Não se tem qualidade de vida;  Não se preserva a família;  Não se educa;  Não se evangeliza;  Gera-se fugas e compensações;  Afasta pais e filhos;  Não se resolve conflitos;  As relações ficam superficiais. ““É através do difícil processo de ouvir o outro que adquirimos umaÉ através do difícil processo de ouvir o outro que adquirimos uma aprendizagem coletiva que nos remete a resultados qualitativos”.aprendizagem coletiva que nos remete a resultados qualitativos”.
  • 12. ATITUDES FACILITADORASATITUDES FACILITADORAS Ouvir o outro sem interrupção; Se dispor a aprender com o outro; Ser gentil; Colocar foco no problema, não na pessoa; Ser flexível; Propiciar um auto diálogo; Conhecer as necessidades do outro; Estar aberto às diversas formas de diálogo (diálogo eletrônico). ATITUDES PREJUDICIAISATITUDES PREJUDICIAIS Julgar o outro pelo que diz; Fazer comparações; Controlar a fala do outro; Manter uma postura de desconfiança; Desdenhar o outro; Se posicionar como “dono da verdade”; Colocar-se sempre na defensiva; Usar o diálogo como instrumento de poder. ““Uma árvore só pode florescer se tiver uma interação dinâmica com seuUma árvore só pode florescer se tiver uma interação dinâmica com seu meio ambiente - a chuva, o sol, o vento e até o pássaro que pousa nos seusmeio ambiente - a chuva, o sol, o vento e até o pássaro que pousa nos seus galhos. Encerrada em si mesma, ela morreria”.galhos. Encerrada em si mesma, ela morreria”.
  • 13. O diálogo é a forma mais eficaz de compartilhar nossa fé. A única forma de proclamar a boa nova do Deus Trino é através da conversa. O meio é a mensagem. Agir de outra forma seria como espancar as pessoas para que elas se tornassem pacifistas. O diálogo não é uma alternativa à pregação. Ele é a única forma de pregar. "Com efeito, a verdade é 'lógos' (razão) que cria 'diá-logos' e, consequentemente, comunicação e comunhão.“ Papa Bento XVI encíclica, "Caritas in Veritate" DIÁLOGO COMO FORMA DE EXPRESSÃO DA FÉDIÁLOGO COMO FORMA DE EXPRESSÃO DA FÉ
  • 14. • Alguns textos da Sagrada Escritura nos mostra Diálogos de Jesus. • Lucas 1,26-38 Anúncio do Nascimento de Jesus. • João 2,1-12 as Bodas de Caná • João 3,1-12 Jesus conversa com Nicodemos. • João 4,1-42 Jesus conversa com a Samaritana. • João 18,33-38 ou 19, 9-12 Jesus é interrogado por Pilatos o Governador. • Marcos 10, 46-52 a cura do cego Bartimeu. • Mateus 4,1-4 Tentação no deserto. • Mateus 26,69-75 Negação de Pedro.
  • 15. Todo o Evangelho de João consiste numa série de conversas:  Jesus conversa com Nicodemos à noite; Jo 3- 1,21.  Ele conversa com a mulher junto ao poço, para escândalo dos discípulos que se perguntavam por que ele haveria de falar com uma mulher de má reputação;  Conversa com o cego de nascença, ao passo que todas as outras pessoas só falam sobre ele.  Toda a Última Ceia é uma longa conversa.  Ele conversa com Pilatos até que este põe fim à conversa dizendo: "O que é a verdade?".  E na manhã de Páscoa, o diálogo ressuscita dentre os mortos quando ele dirige a palavra a Maria Madalena no jardim: "Maria"; "Rabunni!".
  • 16. PASSAGENS BÍBLICASPASSAGENS BÍBLICAS • Lc.9.27/ 17,21 / 18,17 – em verdade vos declaro: quem não receber o Reino do Céu como uma criancinha,nele não entrará. Os fariseus perguntam a Jesus quando viriam o Reino de Deus. Ele responde: o Reino de Deus não virá de modo ostensivo... O Reino de Deus está no meio de nós. Renúncia- Se alguém quer • MT. 18,4 – Jesus chamou uma criancinha e disse:Aquele que se fizer humilde como esta criança será maior no reino dos céus. • I Pedro 2,2 caridade e palavra de Deus: como crianças recém-nascidas desejai com ardor o leite espiritual que vos fará crescer para a salvação. • Gn. 3, 7 – que fala da nudez de Adão. • MT. 26, 51/Jo. 18, 10/Lc. 22, 50 - (Prisão de Jesus) quando um dos companheiros de Jesus desembanhou uma espada e feriu um servo (Malco) do sumo-sarcedote. E Jesus disse a Pedro: Empainha tua espada, porque todos aqueles que usarem da espada, pela espada morrerrão.
  • 17. Existe claramente uma diferença entre ouvir e escutar, em que o ouvir é apenas a captação de sons enviados e processados, e o escutar já exige sensibilidade, é ter disponibilidade e entendimento da informação que está a ser processada. É ter empatia, sabermos colocar- nos no lugar do outro para o entender, é estar com o coração atento, ajudar e sobretudo não criticar. A crítica destrutiva, muitas vezes, feita em prol dos valores educacionais, é uma das maiores causas do distanciamento entre pais e filhos.
  • 18. Reflexão de Pe. Zezinho Se a vida em família fosse um campeonato entre pais e filhos, Um bom resultado seria : 6 a 4 para os pais. Nem pais eternos vencedores, nem filhos eternos perdedores. Se no fim do campeonato, filhos crescidos, feitas as contas, Se constatar que os pais venceram de pouco, mas venceram. E os filhos perderam de pouco, mas perderam para seus pais. Seria uma honra para os pais terem vencido como quem respeita .E para os filhos terem perdido para pessoas tão competentes.
  • 19. Filhos ou pais derrotados são filhos ou pais infelizes! Por isso, escreva, anote e prenda na parede da sua casa Para que nenhum dos lados esqueça o que é jogar, juntos, o jogo da vida em família: este placar: Pais 10 x 0 - Durões, cruéis e prepotentes donos absolutos dos filhos... Maus. Pais 9 x 1 - Raramente dão liberdade. Marcação cerrada... Amam, mas amam errado. Pais 8 x 2 - Começam a confiar, mas ainda com medo... Amam, mas amam errado. Pais 7 x 3 - Admitem pedir desculpas e voltar atrás. Estão amando certo, mas ainda falta um pouco
  • 20. Pais 6 x 4 - Vitoriosos com classe. Sabem quando pedir e quando mandar, exigir, sabem disciplinar. Amorosos. Pais 5 x 5 - Liberais demais. Os filhos se acham no mesmo nível dos pais. E os pais acham que é assim mesmo. Todo empate é perigoso na vida em família. Filho nunca é igual a pai e mãe. Não existe esse empate. Se existir é mal. Filhos 6 x 4 - A família começa a ir mal . Os filhos estão conseguindo sempre o que querem. Errado. Filhos 7 x 3 - Os filhos estão mentindo, enganando os pais e estes se calam, sabendo que é errado.
  • 21. Filhos 8 x 2 - Os filhos já estão prepotentes. Aprontam, erguem a voz, desrespeitam, impõem sua vontade e sabem que vão acabar vencendo por que os pais são fracos. Estão encurralados. Filhos 9 x 1 - Existe droga, violência e ingratidão naquela casa. Acabou o respeito. A mãe não tem mais força nenhuma sobre os filhos. O pai é um "Zé ninguém". Os filhos mandam e desmandam. Baderna geral. Filhos 10 x 0 - A família acabou. Os filhos derrotaram seus pais. Tem gente maldita naquela casa.
  • 22. Se em sua casa os filhos estão perdendo por mais de 6 a 4 ou empatando de 5 a 5, ou vencendo, comece a procurar ajuda! Sem carinho e autoridade pais e filhos acabam perdendo o rumo e nosso país não pode mais suportar isso. Nosso país precisa de mais escolas e de mais de colo inteligente e amoroso. Porque a escola mais importante e o colo mais gostoso ainda estão lá Na sua casa!
  • 23. • Comunicação é também ouvir, com empatia (palavrinha difícil de colocar em prática, pois demanda ausência de julgamentos…), colocar-se no lugar do outro para entender e auxiliar e não somente criticar. A crítica destrutiva, muitas vezes feita em nome da educação é uma das maiores causas do distanciamento entre pais e filhos. • Não quero enganar-lhe dizendo que estou fornecendo um manual, daquele tipo com o qual todos sonhamos ao sair da maternidade com nossos filhos. Não existe uma fórmula mágica, o que existe é o contato que se cria, no cotidiano, gradativamente, na monotonia das tarefas diárias, na convivência em situações às vezes difíceis, nas quais se constrói a confiança necessária para iniciar e manter o diálogo. • Você planta, rega diariamente e os frutos aparecem. Pensando bem isso tem um “q” de magia também…
  • 24. Conquistar a confiança do seu filho é um trabalho que deve ser iniciado desde os primeiros contatos com ele, ainda bebê. A dependência da criança nesta altura, facilita este estreitamento de laços que serão estimulados no futuro à medida que ela se torna cada vez mais independente. É preciso ouvi-la com atenção, fazer-lhe perguntas que a façam perceber o seu interesse pelo que ela está a dizer e sobre o que acontece com ela, sendo isto muito diferente de inquirir como se quiséssemos invadir a sua privacidade.
  • 25. Diante de um mundo tão adverso que quer arrancar os filhos de nossas mãos, temos sim que conquistá-los por aquilo que “somos” para eles. É preciso que o filho tenha orgulho de seus pais. Assim será fácil o levar para Deus. Muitos filhos não seguem os pais até a igreja porque não foram conquistados pelos pais. Conquistar o filho é respeitá-lo; é não o ofender com palavras pesadas e humilhantes quando você corrige; é ser amigo dos seus amigos; é saber acolhe-los em sua casa; é fazer programas com seu filho; é ser amigo do seu filho. Enfim, antes de dizer a seu filho “Jesus te ama”, diga-lhe: “Eu te amo”.
  • 26. “O diálogo sempre foi importante para o desenvolvimento das potencialidades humanas tanto no nível pessoal, como no cultural e social. Feita à imagem e semelhança de Deus, a pessoa descobre-se como ser dialogante, como o é o próprio Deus”. Posted in Diálogo on Outubro 21, 2008 by Lino