Amigos e inimigos do casamento

10.138 visualizações

Publicada em

Amigos e inimigos do casamento

  1. 1. Casamento:inimigos e princípios paraa felicidade.Ministério Casados em CristoMinistério Casados em CristoPr Ismael e Pra.CleirePr Ismael e Pra.Cleire
  2. 2. MINISTÉRIO CASADOS EMCRISTO Palestrante : Pr Ismael casadosemcristo@hotmail.com 14-33461588 Materiais grátis:http://casadosemcristo.blogspot.com
  3. 3. PRIMEIRA PARTEOs grandes inimigos docasamento.Ef 5.22-33
  4. 4. Críticas constantes ao outro.Atacar sistematicamente àscaracterísticas do outro.Ridicularizar sua pessoa napresença de estranhos.Não valorizar seus esforçosquando realiza algo bem feito.
  5. 5. Solidão Solidão emocional: quando um cônjuge sesente distante do outro e tem a impressãode que está sendo preterido. Solidão social: Quando o casal não temamigos, não se envolve com um gruposocial, não é ativo em uma igreja. Todos necessitamos de outrosrelacionamentos além do conjugal.
  6. 6. Independência excessiva Casado vivendo como solteiro Preferir estar com os amigos do quecom o cônjuge. Excesso de oportunidade +abandono é uma combinaçãoperigosa.
  7. 7. Desrespeito. Talvez o mais devastador porquegera decepçao e raiva. Diminuir o valor e autoridade dooutro. Ferir a sua honra, manchar seunome.
  8. 8. Desrespeito para com ela. -Ser o eterno paquerador, galanteador -Usar internet para conquistar mulheres -Não investir no seu crescimento pessoal, --Ser grosseiro na maior parte do tempo -Não ter paciência com ela na TPM -Manter sigilo de suas contas e recursos financeiros -Não permitir que ela participe de sua vida -Proibi-la de buscar o crescimento intelectual,profissional, espiritual. -Não reconhecer o seu valor -Não proteger seus sentimentos, dando segurança doseu amor.
  9. 9. Desrespeito para com ele Quando a esposa não valoriza o esforço. Não demonstra que acredita na capacidadedele. Não se interessar pelas realizações. Não permitir que ele sonhe de vez emquando. Afrontar a autoridade dele
  10. 10. Desrespeito para com ele. Se comportar como a sargentona diantedos amigos dele. Desautorizá-lo nos negócios da família. Assumir para si o papel de cabeça. Diminuí-lo ou ridicularizá-lo porquestões salariais. Não encorajá-lo diante de umdesemprego.
  11. 11. Desrespeito para com ele Não colaborar para ter um bom sexo Não demonstrar admiração Esquecer-se do marido por causa de filhos,igreja, casa, trabalho, familiares,etc Negar-se a participar de eventos ou atividadescom ele Brigar com ele por causa de relacionamentossaudáveis, como amigos, esportes, etc. Não aceitar ser aconselhada ou orientada porele Usar o tom de voz de maneira errada, mesmoquando estiver certa na discussão.
  12. 12. Postura defensivaPreocupaçao em culpar o outroou em ter sempre razão.Não admitir quando erra.Não pedir perdãoNão fazer nada para reparar odano.
  13. 13. Isolamento “Barreira do silêncio”Tendência passivo-agressiva a seafastar do parceiro a ponto detornar-se indiferente ou ausente emquase tudo.Silêncio que agride e rouba a paz dooutro.
  14. 14. Descontrole emocional Gritos , ofensas verbais. Distorção da realidade. Exageros e excessos nosargumentos. Chantagem e apelo emocionaldesmedido.
  15. 15. SEGUNDA PARTEPrincípios para a felicidade.
  16. 16. Valorização do outro.Valorize o que ele consideraimportante.Respeite suas escolhas,gostos,opiniões.
  17. 17. Intimidade e proximidade.Tenha um sentimento degratidão por se pertencerem.Ame com atitudes,demonstrando que ama.Nunca jogue contra,mas sim afavor. Escolha a intimidade eproximidade e nunca oafastamento.
  18. 18. Admita seus erros Saiba que você não está certo otempo todo, aceite o confronto deidéias. A humildade torna grande aqueleque se faz pequeno.
  19. 19. Aprenda a conviver.Solucione as diferenças atravésda diplomacia, busque a“solução possível”Aprenda a negociar bem.
  20. 20. Seja fator de cresimento do outro Ajude o seu parceiro a crescer econstruir uma vida conjunta e comsentido. Ajude ele ser uma grande pessoa. Promova. Estimule, Encoraje.
  21. 21. Seja amigo da paz Para conflitos sem solução,irremediáveis, coloque um pouco dehumor e leveza para melhor convivercom a situação. Prece da serenidade.”Senhor, dá-meforças para mudar o que é possível,serenidade para aceitar o que eu nãoposso mudar e sabedoria paraidentificar uma e outra.( ReinholdNiebuhr)
  22. 22. Conclusão: “O casamento torna as pessoas o seu pior. Aspessoas se tornam grosseiras e desagradáveisumas com as outras, engordam, colocam aquelaroupinha confortável e larga, o cabelo sujo... Oideal é cada um lembrar para si mesmo quesempre quis aquela outra pessoa, e que aquela éa vida que sonhou, e que portanto tem que cuidardisso.” Cultivar a delicadeza, admiração erespeito um pelo outro. Miriam Goldemberg.Antropóloga.

×