Melhorando o relacionamento conjugal

3.052 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.052
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
207
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Melhorando o relacionamento conjugal

  1. 1. Melhorando aMelhorando arelação conjugalrelação conjugalPastor Ismael R.CarvalhoMinistério Casados em Cristo
  2. 2. Introdução:Introdução:Nesta palestra sugerimos algumas buscaspara o casal melhorar o casamento.Mesmos os casais cristãos sofrem comdificuldades no relacionamento, e apontama Falta de carinho, os Conflitos mausresolvidos e a deficiência na Comunicaçãocomo alguns dos problemas.
  3. 3. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na troca de atenções.“Dediquem-se uns aos outros com amorfraternal” (Rm 12.10);
  4. 4. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na manutenção da paz.“Vivam em paz uns com os outros” (1 Ts5.13);"Bem-aventurados os pacificadores, porqueeles serão chamados filhos de Deus" Mt5:9
  5. 5. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na liberdade da queixa.“Aceitem-se uns aos outros, da mesmaforma que Cristo os aceitou, a fim de quevocês glorifiquem a Deus” (Rm 15.7);
  6. 6. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na generosidade do perdão.“Amem-se sinceramente uns aos outros,porque o amor perdoa muitíssimospecados” (1 Pe 4.8);
  7. 7. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:No progresso da cordialidade.“Tenham uma mesma atitude uns para comos outros” (Rm 12.16);
  8. 8. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na economia do lar."A ninguém devais coisa alguma, a não ser oamor com que vos ameis uns aosoutros; ...". Romanos 13:8
  9. 9. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:No governo da casa.“Com a sabedoria edifica-se a casa, e com ainteligência ela se firma, peloconhecimento se encherão as câmaras detoda a sorte de bens preciosos edeleitáveis.” (Pv 24.3-4)
  10. 10. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Nas responsabilidades domésticas.“Levem os fardos pesados uns dos outros e,assim, cumpram a lei de Cristo” (Gl 6.2);
  11. 11. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Nas compras e nas vendas.“Aprendi a contentar-me com o que tenho. Seiestar abatido e sei também ter abundância” [...]“estou instruído tanto a ter fartura como a terfome, tanto a ter abundância como a padecernecessidade. Posso todas as coisas naquele queme fortalece”.
  12. 12. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na eventualidade das mudanças."...O amor nunca falha."1 Coríntios 13:8
  13. 13. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:No traçar dos alvos.Pois qual de vós, querendo edificar umatorre, não se assenta primeiro a fazer ascontas dos gastos, para ver se tem comque a acabar?Lucas 14:2Ver Gênesis 2:1
  14. 14. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na semeadura prolongada.Ora, aquele que dá a semente ao quesemeia, também vos dê pão para comer, emultiplique a vossa sementeira, e aumenteos frutos da vossa justiça;2 Coríntios 9:10
  15. 15. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na alegria e na fartura, nas ações de graças.Comemorarão a tua imensa bondade ecelebrarão a tua justiça.Salmos 145:7
  16. 16. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na educação dos filhos.Eclesiastes 8:11 “Visto que não se executalogo o juízo sobre a má obra, por isso ocoração dos filhos dos homens, estáinteiramente disposto a praticar o mal”,
  17. 17. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:No exemplo a ser mostrado.Sede, pois, imitadores de Deus, como filhosamados;E andai em amor...Efésios 5:1-2.
  18. 18. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na adoração e devoção religiosa.Teus, ó Senhor, são a grandeza, o poder, a glória, a majestade e oesplendor, pois tudo o que há nos céus e na terra é teu. Teu, óSenhor, é o reino; tu estás acima de tudo. A riqueza e a honra vêmde ti; tu dominas sobre todas as coisas. Nas tuas mãos estão aforça e o poder para exaltar e dar força a todos. Agora, nossoDeus, damos-te graças, e louvamos o teu glorioso nome.1 Crônicas 29:11-13
  19. 19. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na santificação do lar.Se há iniqüidade na tua mão, lança-a paralonge de ti e não deixes habitar a injustiçanas tuas tendas.Jó 11:14
  20. 20. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:No aperfeiçoamento do caráter.Mas, seguindo a verdade em amor,cresçamos em tudo naquele que é acabeça, Cristo. Ef 4.15
  21. 21. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na privação da soberba.“Sejam humildes uns para com os outros” (1Pe 5.5);
  22. 22. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Na caminhada rumo à plenitude da salvação."... porém eu e a minha casa serviremos aoSENHOR." Js 24.15
  23. 23. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:Nos cuidados com a saúde.O homem bom cuida bem de si mesmo, mas o cruelprejudica o seu corpo. Provérbios 11:17Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, eprincipalmente dos da sua família, negou a fé, e épior do que o infiel.1 Timóteo 5.8
  24. 24. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:No sofrimento da doença."E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a mortejá não existirá, já não haverá luto, nem pranto,nem dor, porque as primeiras cousaspassaram. ....Escreve, porque estas palavras sãofiéis e verdadeiras... O vencedor herdará estascousas, e eu lhe serei Deus e ele me será filho"(Ap 21.4-5,7)
  25. 25. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:No derramar das lágrimas.“Contaste os meus passos quando sofriperseguições; recolheste as minhaslágrimas no teu odre: não estão elasinscritas no teu livro?” Salmos 56:8
  26. 26. O que pode ser feitoO que pode ser feitoCasamento exige mutualidade, parceria emtudo:No enfrentamento da morte.Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Ondeestá, ó inferno, a tua vitória?1 Coríntios15:5
  27. 27. Conclusão FinalConclusão FinalA parceria por toda a vida — parceria total— começa no amor, trafega pela renúncia,exterioriza-se no beijo — aquele gestosingelo, incontido e inefável — e afastapara sempre a ideia, o desejo e a
  28. 28. CréditosCréditosPalestra tem como base a publicação narevista Eletrônica UltimatoEd. 283 - Parceria Total - Julho-Agosto 2003http://www.ultimato.com.br/revista/artigos/283/parceria-total/parceria+total

×