SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
Pais e Filhos
         “E vós, pais, não provoqueis
        vossos filhos à ira, mas criai-os
        na disciplina e na admoestação
              do Senhor.” (Ef 6.4)
Introdução:

   O pastor Ligon Duncan conta a história de
    uma mãe de uma adolescente de 14 anos
    idade. A mãe estava muito preocupada
    porque a menina estava indo para outra
    igreja que a mãe não aprovava. A mãe disse
    ao Pastor Duncan, “O que eu faço?”
   Ele disse: “Agora, deixe-me fazer uma
    pergunta. Vamos ver. Ela tem 14 anos? Ela
    ainda não está dirigindo. Certo?
Introdução:

   Agora, como ela vai para essa nova Igreja?”
   “Bem, eu quero dizer, sou eu quem a levo”.
   “OK. Bem, aqui vai uma idéia sobre como
    você poderia evitar que ela vá para essa
    igreja: Não a leve”
   E a resposta da mãe foi: “Eu posso fazer
    isso?”
Introdução:

   A resposta bíblica é: “Sim, é claro que você
    pode fazer isso!”
   Você é pai e a ordem bíblica, especialmente
    em lares cristãos, não é, “pais, obedeçam
    aos vossos filhos”, mas
    sim, “Filhos, obedecei a vossos pais”.
   Em Efésios 6.1-4, o apóstolo Paulo pinta um
    retrato de um lar cheio do Espírito.
I – A Submissão dos Filhos

   “Filhos, obedecei a vossos pais...” – A
    palavra “filhos” (Tekna, em grego) não se
    refere particularmente às crianças, mas a
    toda descendência. Filhos e filhas que ainda
    estão sob o teto de seus pais devem
    obedecer e honrá-los.
   O termo “obedecer” literalmente significa
    “para ouvir, assistir”, isto é, ouvir com
    atenção e responder positivamente ao que
    está ouvindo.
I – A Submissão dos Filhos

   “Filhos, obedecei a vossos pais no
    Senhor...” – A expressão “no Senhor” se
    refere à esfera de agradar ao
    Senhor, obedecer aos pais, por amor do
    Senhor. As crianças obedecem aos seus pais
    como um reflexo de sua obediência ao
    Senhor.

   Leia Colossenses 3.20 - “... Deus gosta
    disso” BTLH
I – A Submissão dos Filhos

   “Filhos, obedecei a vossos pais no
    Senhor, pois isto é justo...” – Quando
    Paulo diz para obedecer a seus pais “porque
    isto é justo”, ele está apontando o fim óbvio
    que Deus ordenou. Os pais são sempre mais
    experientes do que os filhos.
   O termo “justo” (Dikaios, em grego) se
    refere ao que é correto, aquilo que é
    exatamente como deveria ser.
   Ne 9.13; Sl 19.8; Sl 119.75, 128; Os 14.9
I – A Submissão dos Filhos

   “Honra a teu pai e a tua mãe (que é o
    primeiro mandamento com
    promessa)...” (v. 2) – O termo “honra” é
    uma palavra hebraica com um significado da
    raiz de “peso”. É a mesma palavra muitas
    vezes traduzida por “glória”, em referência
    ao Senhor (1Tm 1.17; 1Pe 2.17; Ap 4.9, 11;
    5.12-13; etc.).
   Ela também é usada pelo Pai, em referência
    ao Filho (Hb 2.9; 2Pe 1.17.).
I – A Submissão dos Filhos

   “ (que é o primeiro mandamento com
    promessa)...” (v. 2) – Quando Deus
    introduziu os Dez Mandamentos, a primeira
    lei relativa às relações humanas foi: “Honra
    teu pai e tua mãe, que seus dias sejam
    prolongados na terra que o Senhor teu Deus
    te dá” (Êx. 20.12) .
   Uma pessoa que cresce com um senso de
    obediência a seus pais terá a base para
    respeitar o direito das outras pessoas.
I – A Submissão dos Filhos

   “ (que é o primeiro mandamento com
    promessa)...” (v. 2) – Quando Deus
    introduziu os Dez Mandamentos, a primeira
    lei relativa às relações humanas foi: “Honra
    teu pai e tua mãe, que seus dias sejam
    prolongados na terra que o Senhor teu Deus
    te dá” (Êx. 20.12) .
   Uma pessoa que cresce com um senso de
    obediência a seus pais terá a base para
    respeitar o direito das outras pessoas.
I – A Submissão dos Filhos

    Mas, o que significa honrar os pais?
    Quando alguns fariseus e escribas
     repreenderam Jesus por permitir que os
Jesus deixou claro que honrar aoslavar
     seus discípulos comessem sem antes pais
inclui apoio cerimonialmente, Ele respondeu:
     as mãos financeiro quando for
necessário. transgredis vós também o
    “Por que
       mandamento de Deus, por causa da vossa
       tradição? Porque Deus ordenou: Honra a
       teu pai e a tua mãe; e...” Mt 15.3-6.
I – A Submissão dos Filhos

   “... para que te vá bem, e sejas de
    longa vida sobre a terra” (v. 3) –
    Quando os filhos obedecem aos pais no
    Senhor, evitam muitos pecados e perigos e,
    desse modo, muitas coisas que poderiam
    ameaçar sua vida.
   Deus enriquece a vida do filho obediente, a
    despeito de quanto dure aqui na Terra. O
    pecado sempre empobrece; a obediência
    sempre enriquece.
Ao obedecer e honrar seus pais,
 você estará seguindo o próprio
 exemplo do Senhor Jesus, que
    embora “fosse Deus em
   encarnado”, continuou em
submissão aos seus pais terrenos
            (Lc 2.51).
     Vai e faça o mesmo!
II - A Submissão dos Pais

    A palavra “pais” que aparece no texto
     refere-se aos homens. Certamente, a
     ordem se aplica às mães, mas ele se
Nada é mais importante para a formação
     dirige aos pais para enfatizar que eles
de famílias e igrejas fortes que a criação
     não devem ser passivos na educação
adequada de filhos.
     dos filhos.
      Um dos maiores fracassos de ser pai é
       negligenciar a educação, criação e
       desenvolvimento da sua própria prole.
II - A Submissão dos Pais

   Já no inicio do século 18 o puritano
    William Penn, o fundador da
    Pensilvânia, nos Estados
    Unidos, observou, “Os homens em
    geral são mais cuidadosos em
    criar seus cavalos e cães do que
    seus filhos” (Some Fruits of
    Solitude, 1693).
II - A Submissão dos Pais

   1. Pais não devem provocar seus
    filhos à ira.
   Isso era um conceito totalmente novo para os
    dias de Paulo, especialmente em tais redutos
    pagãos como Éfeso. A maioria das famílias
    estavam em ruínas, e o amor mútuo entre os
    membros da família era quase desconhecido.
   No direito romano de patria potestas um pai
    tinha poder sobre a vida e a morte não só
    sobre seus escravos, mas sobre toda a sua
    casa.
II - A Submissão dos Pais

   Uma carta escrita em 1 a.C. por um
    homem chamado Hilarion a sua
    esposa, Alis. “sinceras saudações. Note que
    ainda estamos até agora em Alexandria. Não se
    preocupe se quando todos os outros retornam
    eu permanecer em Alexandria. Eu imploro e
    peço que você cuide do menino, e assim que
    receber salários vou enviá-los.Se de boa sorte
    você tiver outro filho, se ele for um
    menino, deixe-o viver, se for uma
    menina, mande-a embora” (Papiro Oxyrhynchus
    4,744).
Não Provoque
a ira dos filhos
   Abusando de sua autoridade –
    Impor autoridade sobre o filho sem
    explicar os motivos e as razões, acaba
    por provocar-lhe a ira.
   Exagerando na punição física – O
    pai provoca a sua ira quando se
    excede a ponto de transformar a
    correção em agressão.
Não Provoque
a ira dos filhos
   Vivendo de uma forma incoerente com
    o que diz aos filhos – O pai diz, “Meu
    filho, você não deve mentir”. Entretanto, o
    filho o surpreende em pequenas mentiras
    no dia-a-dia.
   Através de críticas injustas e pesadas –
    Às vezes colocamos sobre os ombros de
    nossos filhos uma carga que eles não
    podem carregar e que é injusta.
Não Provoque
a ira dos filhos
   Pais podem provocar seus filhos à ira
    quando demonstram favoritismo –
    Isaque favoreceu Esaú sobre Jacó e Rebeca
    preferia Jacó sobre Esaú (Gn 25.28). Esse
    favoritismo duplo, não só causou grandes
    problemas para a família, mas repercutiu
    nos conflitos entre os descendentes de Jacó
    e Esaú, até os dias de hoje!
Os Pais devem Criar os Filhos
na Disciplina do Senhor
   A palavra criar usada por Paulo, tem o
    sentido primário de “alimentar” quando
    aplicada ao corpo; mas, quando aplicada à
    criança, significa desenvolver pelo cuidado e
    pelo esforço.
   Criar filhos não é criá-los como nós criamos
    passarinhos, dando alpiste e água! Filhos
    precisam mais do que isto, precisam ser
    desenvolvidos em outras áreas também.
Os Pais devem Disciplinar
os Filhos
   O termo “disciplina” (Paideia, em grego)
    Traz consigo a idéia de aprender por meio
    da disciplina (Hb 12.7).
   Disciplina é mais do que correção física.
    Significa também ensinar a criança em
    caminho andar. Leia Pv 22.6.
   Mas, se for necessário use a correção física:
    Pv 29.15; 17; Pv 3.11; Pv 19.18.
Os Pais devem Instruir
os Filhos
   Admoestar também traz a idéia de
    corrigir, embora não necessariamente de
    forma física. É corrigir os pensamentos e
    idéias da criança.
   O instrumento pelo qual isto é feito, é a
    Palavra de Deus. Ela é o instrumento
    divinamente ordenado para orientar a
    criança na formulação correta das suas
    idéias, na aquisição de valores corretos que
    vão servi-la até o fim da vida (Sl 19.8-9).
Conclusão:

   Você não pode dar aquilo que você não
    possui. Se você não está andando em
    submissão à Palavra de Deus, você não
    pode esperar que seus filhos o façam.
   A ordem de Deus para os pais e filhos é:
    “Enchei-vos do Espírito” (5.18).
   Seus relacionamentos só serão abençoados
    quando seu relacionamento com Deus for
    prioridade.
Conclusão:

   As crianças não estão à procura de pais
    perfeitos, mas eles estão olhando para os
    pais honestos.
   Um pai honesto progredindo é uma pessoa
    altamente contagiante.
   Pais, a tarefa é difícil, mas a boa notícia é
    que não somos o modelo final. Somos todos
    pecadores e imagens muito distorcidas do
    nosso Pai celestial. É para Ele que devemos
    olhar e é para Ele que devemos levar
    nossos filhos.
Conclusão:

   Há uma grande história sobre Jonathan
    Edwards, que, pouco depois de se tornar
    presidente do Seminário de Princeton, ficou
    doente.
   Ele estava longe de casa. Apenas uma filha
    estava presente com ele, como sua
    condição piorou e era evidente que ele iria
    morrer, então ele virou-se para sua
    filha, Lucy, e disse-lhe para tomar nota:
Conclusão:

   “parece-me que é a vontade de Deus que eu a
    deixe em breve; assim, transmita meu mais
    sincero amor à minha esposa e diga-lhe que
    nossa união excepcional, a qual perdurou de tal
    modo entre nós, foi de uma natureza que
    considero espiritual e que, portanto, continuará
    para sempre; espero, ainda, que ela seja
    amparada durante tamanha provação e se
    sujeite com bom ânimo à vontade de Deus.
   Aos meus filhos, que ficarão sem pai, que esta
    seja a oportunidade de buscar um Pai que
    nunca faltará.
Pais e filhos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Educando os filhosa maneira de Deus
Educando os filhosa maneira de DeusEducando os filhosa maneira de Deus
Educando os filhosa maneira de DeusMichele Musicautista
 
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna Cacilda Barbosa Santiago
 
O exemplo pessoal na educação dos filhos
O exemplo pessoal na educação dos filhosO exemplo pessoal na educação dos filhos
O exemplo pessoal na educação dos filhosMoisés Sampaio
 
Estudo para adolescentes
Estudo para adolescentesEstudo para adolescentes
Estudo para adolescentesEdson_2012.A-F
 
Os desafios para o adolescente cristão no mundo
Os desafios para o adolescente cristão no mundoOs desafios para o adolescente cristão no mundo
Os desafios para o adolescente cristão no mundoCRISTOPAA
 
Perigos na família moderna
Perigos na família modernaPerigos na família moderna
Perigos na família modernaDaniel M Junior
 
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosFortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosVilmar Nascimento
 
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
As famílias e as modernidades
As famílias e as modernidadesAs famílias e as modernidades
As famílias e as modernidadescaselato
 
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.Cristiano Marinho Maciel
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoMoisés Sampaio
 
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO Karla Lopes
 
Apostila palestra para os pais
Apostila palestra para os pais  Apostila palestra para os pais
Apostila palestra para os pais Lucia Verissimo
 
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).pptFamília, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).pptJeronimo Nunes
 
Princípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família SaudávelPrincípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família SaudávelEid Marques
 

Mais procurados (20)

Educando os filhosa maneira de Deus
Educando os filhosa maneira de DeusEducando os filhosa maneira de Deus
Educando os filhosa maneira de Deus
 
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
 
Conflitos no Lar
Conflitos no LarConflitos no Lar
Conflitos no Lar
 
O exemplo pessoal na educação dos filhos
O exemplo pessoal na educação dos filhosO exemplo pessoal na educação dos filhos
O exemplo pessoal na educação dos filhos
 
Estudo para adolescentes
Estudo para adolescentesEstudo para adolescentes
Estudo para adolescentes
 
Os desafios para o adolescente cristão no mundo
Os desafios para o adolescente cristão no mundoOs desafios para o adolescente cristão no mundo
Os desafios para o adolescente cristão no mundo
 
Perigos na família moderna
Perigos na família modernaPerigos na família moderna
Perigos na família moderna
 
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosFortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
 
Conflitos na família
Conflitos na famíliaConflitos na família
Conflitos na família
 
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
 
As famílias e as modernidades
As famílias e as modernidadesAs famílias e as modernidades
As famílias e as modernidades
 
A família sob ataque
A família sob ataqueA família sob ataque
A família sob ataque
 
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
 
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
 
A família e a igreja
A família e a igrejaA família e a igreja
A família e a igreja
 
Palestra para pais
Palestra para paisPalestra para pais
Palestra para pais
 
Apostila palestra para os pais
Apostila palestra para os pais  Apostila palestra para os pais
Apostila palestra para os pais
 
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).pptFamília, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
 
Princípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família SaudávelPrincípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família Saudável
 

Destaque

Pais e Filhos: Numa visão Psicológica e Espiritual
Pais e Filhos: Numa visão Psicológica e EspiritualPais e Filhos: Numa visão Psicológica e Espiritual
Pais e Filhos: Numa visão Psicológica e EspiritualMarcelo Suster
 
Trabalho(RelaçãO Entre Pais E Filhos)
Trabalho(RelaçãO Entre Pais E Filhos)Trabalho(RelaçãO Entre Pais E Filhos)
Trabalho(RelaçãO Entre Pais E Filhos)Liliana
 
Palestra EC46 - Limites em casa e na escola
Palestra   EC46 - Limites em casa e na escolaPalestra   EC46 - Limites em casa e na escola
Palestra EC46 - Limites em casa e na escolaAnaí Peña
 
Educação cristã, responsabilidade dos pais
Educação cristã, responsabilidade dos paisEducação cristã, responsabilidade dos pais
Educação cristã, responsabilidade dos paisMoisés Sampaio
 
A importância da Família no Processo de Educar
A importância da Família no Processo de EducarA importância da Família no Processo de Educar
A importância da Família no Processo de EducarClaudia Dutra
 
RelaçãO Entre Pais E Filhos
RelaçãO Entre Pais E FilhosRelaçãO Entre Pais E Filhos
RelaçãO Entre Pais E Filhosraquel
 
Deveres dos pais em relação á educação dos
Deveres dos pais em relação á educação dosDeveres dos pais em relação á educação dos
Deveres dos pais em relação á educação dosLeonarda Macedo
 
Os pais é que são responsáveis pelo acompanhamento escolar dos filhos, afinal...
Os pais é que são responsáveis pelo acompanhamento escolar dos filhos, afinal...Os pais é que são responsáveis pelo acompanhamento escolar dos filhos, afinal...
Os pais é que são responsáveis pelo acompanhamento escolar dos filhos, afinal...SimoneHelenDrumond
 
Projeto escola de pais primeiro encontro - disciplina, limites e rotina
Projeto escola de pais primeiro encontro - disciplina, limites e rotinaProjeto escola de pais primeiro encontro - disciplina, limites e rotina
Projeto escola de pais primeiro encontro - disciplina, limites e rotinaAnaí Peña
 
Família x Escola
Família x EscolaFamília x Escola
Família x Escolaestercotrim
 
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14Sandra Reis Machado
 
A importância da parceria família e escola(chico mendes)
A importância da parceria família e escola(chico mendes)A importância da parceria família e escola(chico mendes)
A importância da parceria família e escola(chico mendes)Isabela Rodrigues
 
Palestra família
Palestra famíliaPalestra família
Palestra famíliapmgv5
 
Responsabilidades de um pai
Responsabilidades de um paiResponsabilidades de um pai
Responsabilidades de um paiEid Marques
 

Destaque (20)

Educação dos Filhos.pps
Educação dos Filhos.ppsEducação dos Filhos.pps
Educação dos Filhos.pps
 
Relacionamento Entre Pais E Filhos
Relacionamento Entre Pais E FilhosRelacionamento Entre Pais E Filhos
Relacionamento Entre Pais E Filhos
 
Pais e Filhos: Numa visão Psicológica e Espiritual
Pais e Filhos: Numa visão Psicológica e EspiritualPais e Filhos: Numa visão Psicológica e Espiritual
Pais e Filhos: Numa visão Psicológica e Espiritual
 
Trabalho(RelaçãO Entre Pais E Filhos)
Trabalho(RelaçãO Entre Pais E Filhos)Trabalho(RelaçãO Entre Pais E Filhos)
Trabalho(RelaçãO Entre Pais E Filhos)
 
Palestra EC46 - Limites em casa e na escola
Palestra   EC46 - Limites em casa e na escolaPalestra   EC46 - Limites em casa e na escola
Palestra EC46 - Limites em casa e na escola
 
Educação cristã, responsabilidade dos pais
Educação cristã, responsabilidade dos paisEducação cristã, responsabilidade dos pais
Educação cristã, responsabilidade dos pais
 
A importância da Família no Processo de Educar
A importância da Família no Processo de EducarA importância da Família no Processo de Educar
A importância da Família no Processo de Educar
 
Limites e valores
Limites e valoresLimites e valores
Limites e valores
 
RelaçãO Entre Pais E Filhos
RelaçãO Entre Pais E FilhosRelaçãO Entre Pais E Filhos
RelaçãO Entre Pais E Filhos
 
Deveres dos pais em relação á educação dos
Deveres dos pais em relação á educação dosDeveres dos pais em relação á educação dos
Deveres dos pais em relação á educação dos
 
Os pais é que são responsáveis pelo acompanhamento escolar dos filhos, afinal...
Os pais é que são responsáveis pelo acompanhamento escolar dos filhos, afinal...Os pais é que são responsáveis pelo acompanhamento escolar dos filhos, afinal...
Os pais é que são responsáveis pelo acompanhamento escolar dos filhos, afinal...
 
Projeto escola de pais primeiro encontro - disciplina, limites e rotina
Projeto escola de pais primeiro encontro - disciplina, limites e rotinaProjeto escola de pais primeiro encontro - disciplina, limites e rotina
Projeto escola de pais primeiro encontro - disciplina, limites e rotina
 
A relação família-escola
A relação família-escolaA relação família-escola
A relação família-escola
 
Família x Escola
Família x EscolaFamília x Escola
Família x Escola
 
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
 
A importância da parceria família e escola(chico mendes)
A importância da parceria família e escola(chico mendes)A importância da parceria família e escola(chico mendes)
A importância da parceria família e escola(chico mendes)
 
Palestra família
Palestra famíliaPalestra família
Palestra família
 
Responsabilidades de um pai
Responsabilidades de um paiResponsabilidades de um pai
Responsabilidades de um pai
 
Limites Entre Pais E Filhos
Limites Entre Pais E FilhosLimites Entre Pais E Filhos
Limites Entre Pais E Filhos
 
Diálogo com os_filhos_ecc
Diálogo com os_filhos_eccDiálogo com os_filhos_ecc
Diálogo com os_filhos_ecc
 

Semelhante a Pais e filhos

09 CRIAR FILHOS BIBLICAMENTE.ppt
09 CRIAR FILHOS BIBLICAMENTE.ppt09 CRIAR FILHOS BIBLICAMENTE.ppt
09 CRIAR FILHOS BIBLICAMENTE.pptLuiz Gomes
 
Seminário sobre família - Ministério Família
Seminário sobre família - Ministério FamíliaSeminário sobre família - Ministério Família
Seminário sobre família - Ministério FamíliaAbraoSantiago
 
Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.
Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.
Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.Ramón Zazatt
 
Lição 8 - O Desafio da Criação dos Filhos
Lição 8 - O Desafio da Criação dos FilhosLição 8 - O Desafio da Criação dos Filhos
Lição 8 - O Desafio da Criação dos FilhosÉder Tomé
 
Lição 05- Deixando Pai e Mãe
Lição 05- Deixando Pai e MãeLição 05- Deixando Pai e Mãe
Lição 05- Deixando Pai e MãeMaxsuel Aquino
 
Lição nº5 - pais e filhos (ii) (04 de maio de 2013) - 2º tri.doc
Lição   nº5 - pais e filhos (ii) (04 de maio de 2013) - 2º tri.docLição   nº5 - pais e filhos (ii) (04 de maio de 2013) - 2º tri.doc
Lição nº5 - pais e filhos (ii) (04 de maio de 2013) - 2º tri.docGérson Fagundes da Cunha
 
A criação de filhos
A criação de filhosA criação de filhos
A criação de filhosEdleusa Silva
 
Educando filhos para o céu
Educando filhos para o céuEducando filhos para o céu
Educando filhos para o céuCaio Cesar
 
Reconhecendo a paternidade de deus
Reconhecendo a paternidade de deusReconhecendo a paternidade de deus
Reconhecendo a paternidade de deusDamaris Vieira
 
O relacionamento dos pais cristãos com os filhos
O relacionamento dos pais cristãos com os filhosO relacionamento dos pais cristãos com os filhos
O relacionamento dos pais cristãos com os filhosMaria Da Penha Pereira
 
Lição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick Freire
Lição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick FreireLição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick Freire
Lição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick FreireEbd Brasil
 
Lição 9 - A Evangelização das Crianças
Lição 9 - A Evangelização das CriançasLição 9 - A Evangelização das Crianças
Lição 9 - A Evangelização das CriançasErberson Pinheiro
 
Slides da Lição 2 - A predileção dos pais por um dos filhos - Pr. Caramuru A...
Slides da Lição 2 - A predileção dos pais por um dos filhos - Pr.  Caramuru A...Slides da Lição 2 - A predileção dos pais por um dos filhos - Pr.  Caramuru A...
Slides da Lição 2 - A predileção dos pais por um dos filhos - Pr. Caramuru A...nicki78
 
Educação cristã, responsabilidade dos pais
Educação cristã, responsabilidade dos paisEducação cristã, responsabilidade dos pais
Educação cristã, responsabilidade dos paisVivaldo Linhares
 

Semelhante a Pais e filhos (20)

09 CRIAR FILHOS BIBLICAMENTE.ppt
09 CRIAR FILHOS BIBLICAMENTE.ppt09 CRIAR FILHOS BIBLICAMENTE.ppt
09 CRIAR FILHOS BIBLICAMENTE.ppt
 
Seminário sobre família - Ministério Família
Seminário sobre família - Ministério FamíliaSeminário sobre família - Ministério Família
Seminário sobre família - Ministério Família
 
Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.
Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.
Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.
 
Lição 8 - O Desafio da Criação dos Filhos
Lição 8 - O Desafio da Criação dos FilhosLição 8 - O Desafio da Criação dos Filhos
Lição 8 - O Desafio da Criação dos Filhos
 
Lição 05- Deixando Pai e Mãe
Lição 05- Deixando Pai e MãeLição 05- Deixando Pai e Mãe
Lição 05- Deixando Pai e Mãe
 
Lição nº5 - pais e filhos (ii) (04 de maio de 2013) - 2º tri.doc
Lição   nº5 - pais e filhos (ii) (04 de maio de 2013) - 2º tri.docLição   nº5 - pais e filhos (ii) (04 de maio de 2013) - 2º tri.doc
Lição nº5 - pais e filhos (ii) (04 de maio de 2013) - 2º tri.doc
 
Honrarás pai e mãe
Honrarás pai e mãeHonrarás pai e mãe
Honrarás pai e mãe
 
A criação de filhos
A criação de filhosA criação de filhos
A criação de filhos
 
Educando filhos para o céu
Educando filhos para o céuEducando filhos para o céu
Educando filhos para o céu
 
Reconhecendo a paternidade de deus
Reconhecendo a paternidade de deusReconhecendo a paternidade de deus
Reconhecendo a paternidade de deus
 
O relacionamento dos pais cristãos com os filhos
O relacionamento dos pais cristãos com os filhosO relacionamento dos pais cristãos com os filhos
O relacionamento dos pais cristãos com os filhos
 
7º seminário da família
7º seminário da família7º seminário da família
7º seminário da família
 
Lição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick Freire
Lição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick FreireLição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick Freire
Lição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick Freire
 
LIÇÃO 7 - HONRARÁS PAI E MÃE
LIÇÃO 7 - HONRARÁS PAI E MÃELIÇÃO 7 - HONRARÁS PAI E MÃE
LIÇÃO 7 - HONRARÁS PAI E MÃE
 
Lição 9 - A Evangelização das Crianças
Lição 9 - A Evangelização das CriançasLição 9 - A Evangelização das Crianças
Lição 9 - A Evangelização das Crianças
 
De Pai para filho
De Pai para filho De Pai para filho
De Pai para filho
 
Slides da Lição 2 - A predileção dos pais por um dos filhos - Pr. Caramuru A...
Slides da Lição 2 - A predileção dos pais por um dos filhos - Pr.  Caramuru A...Slides da Lição 2 - A predileção dos pais por um dos filhos - Pr.  Caramuru A...
Slides da Lição 2 - A predileção dos pais por um dos filhos - Pr. Caramuru A...
 
Educação cristã, responsabilidade dos pais
Educação cristã, responsabilidade dos paisEducação cristã, responsabilidade dos pais
Educação cristã, responsabilidade dos pais
 
Culto domésticco
Culto domésticcoCulto domésticco
Culto domésticco
 
4 23 29 06 15 ninho vazio
4 23 29 06 15 ninho vazio4 23 29 06 15 ninho vazio
4 23 29 06 15 ninho vazio
 

Pais e filhos

  • 1. Pais e Filhos “E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor.” (Ef 6.4)
  • 2. Introdução:  O pastor Ligon Duncan conta a história de uma mãe de uma adolescente de 14 anos idade. A mãe estava muito preocupada porque a menina estava indo para outra igreja que a mãe não aprovava. A mãe disse ao Pastor Duncan, “O que eu faço?”  Ele disse: “Agora, deixe-me fazer uma pergunta. Vamos ver. Ela tem 14 anos? Ela ainda não está dirigindo. Certo?
  • 3. Introdução:  Agora, como ela vai para essa nova Igreja?”  “Bem, eu quero dizer, sou eu quem a levo”.  “OK. Bem, aqui vai uma idéia sobre como você poderia evitar que ela vá para essa igreja: Não a leve”  E a resposta da mãe foi: “Eu posso fazer isso?”
  • 4. Introdução:  A resposta bíblica é: “Sim, é claro que você pode fazer isso!”  Você é pai e a ordem bíblica, especialmente em lares cristãos, não é, “pais, obedeçam aos vossos filhos”, mas sim, “Filhos, obedecei a vossos pais”.  Em Efésios 6.1-4, o apóstolo Paulo pinta um retrato de um lar cheio do Espírito.
  • 5. I – A Submissão dos Filhos  “Filhos, obedecei a vossos pais...” – A palavra “filhos” (Tekna, em grego) não se refere particularmente às crianças, mas a toda descendência. Filhos e filhas que ainda estão sob o teto de seus pais devem obedecer e honrá-los.  O termo “obedecer” literalmente significa “para ouvir, assistir”, isto é, ouvir com atenção e responder positivamente ao que está ouvindo.
  • 6. I – A Submissão dos Filhos  “Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor...” – A expressão “no Senhor” se refere à esfera de agradar ao Senhor, obedecer aos pais, por amor do Senhor. As crianças obedecem aos seus pais como um reflexo de sua obediência ao Senhor.  Leia Colossenses 3.20 - “... Deus gosta disso” BTLH
  • 7. I – A Submissão dos Filhos  “Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, pois isto é justo...” – Quando Paulo diz para obedecer a seus pais “porque isto é justo”, ele está apontando o fim óbvio que Deus ordenou. Os pais são sempre mais experientes do que os filhos.  O termo “justo” (Dikaios, em grego) se refere ao que é correto, aquilo que é exatamente como deveria ser.  Ne 9.13; Sl 19.8; Sl 119.75, 128; Os 14.9
  • 8. I – A Submissão dos Filhos  “Honra a teu pai e a tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa)...” (v. 2) – O termo “honra” é uma palavra hebraica com um significado da raiz de “peso”. É a mesma palavra muitas vezes traduzida por “glória”, em referência ao Senhor (1Tm 1.17; 1Pe 2.17; Ap 4.9, 11; 5.12-13; etc.).  Ela também é usada pelo Pai, em referência ao Filho (Hb 2.9; 2Pe 1.17.).
  • 9. I – A Submissão dos Filhos  “ (que é o primeiro mandamento com promessa)...” (v. 2) – Quando Deus introduziu os Dez Mandamentos, a primeira lei relativa às relações humanas foi: “Honra teu pai e tua mãe, que seus dias sejam prolongados na terra que o Senhor teu Deus te dá” (Êx. 20.12) .  Uma pessoa que cresce com um senso de obediência a seus pais terá a base para respeitar o direito das outras pessoas.
  • 10. I – A Submissão dos Filhos  “ (que é o primeiro mandamento com promessa)...” (v. 2) – Quando Deus introduziu os Dez Mandamentos, a primeira lei relativa às relações humanas foi: “Honra teu pai e tua mãe, que seus dias sejam prolongados na terra que o Senhor teu Deus te dá” (Êx. 20.12) .  Uma pessoa que cresce com um senso de obediência a seus pais terá a base para respeitar o direito das outras pessoas.
  • 11. I – A Submissão dos Filhos  Mas, o que significa honrar os pais?  Quando alguns fariseus e escribas repreenderam Jesus por permitir que os Jesus deixou claro que honrar aoslavar seus discípulos comessem sem antes pais inclui apoio cerimonialmente, Ele respondeu: as mãos financeiro quando for necessário. transgredis vós também o “Por que mandamento de Deus, por causa da vossa tradição? Porque Deus ordenou: Honra a teu pai e a tua mãe; e...” Mt 15.3-6.
  • 12. I – A Submissão dos Filhos  “... para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra” (v. 3) – Quando os filhos obedecem aos pais no Senhor, evitam muitos pecados e perigos e, desse modo, muitas coisas que poderiam ameaçar sua vida.  Deus enriquece a vida do filho obediente, a despeito de quanto dure aqui na Terra. O pecado sempre empobrece; a obediência sempre enriquece.
  • 13. Ao obedecer e honrar seus pais, você estará seguindo o próprio exemplo do Senhor Jesus, que embora “fosse Deus em encarnado”, continuou em submissão aos seus pais terrenos (Lc 2.51). Vai e faça o mesmo!
  • 14.
  • 15. II - A Submissão dos Pais  A palavra “pais” que aparece no texto refere-se aos homens. Certamente, a ordem se aplica às mães, mas ele se Nada é mais importante para a formação dirige aos pais para enfatizar que eles de famílias e igrejas fortes que a criação não devem ser passivos na educação adequada de filhos. dos filhos.  Um dos maiores fracassos de ser pai é negligenciar a educação, criação e desenvolvimento da sua própria prole.
  • 16. II - A Submissão dos Pais  Já no inicio do século 18 o puritano William Penn, o fundador da Pensilvânia, nos Estados Unidos, observou, “Os homens em geral são mais cuidadosos em criar seus cavalos e cães do que seus filhos” (Some Fruits of Solitude, 1693).
  • 17. II - A Submissão dos Pais  1. Pais não devem provocar seus filhos à ira.  Isso era um conceito totalmente novo para os dias de Paulo, especialmente em tais redutos pagãos como Éfeso. A maioria das famílias estavam em ruínas, e o amor mútuo entre os membros da família era quase desconhecido.  No direito romano de patria potestas um pai tinha poder sobre a vida e a morte não só sobre seus escravos, mas sobre toda a sua casa.
  • 18. II - A Submissão dos Pais  Uma carta escrita em 1 a.C. por um homem chamado Hilarion a sua esposa, Alis. “sinceras saudações. Note que ainda estamos até agora em Alexandria. Não se preocupe se quando todos os outros retornam eu permanecer em Alexandria. Eu imploro e peço que você cuide do menino, e assim que receber salários vou enviá-los.Se de boa sorte você tiver outro filho, se ele for um menino, deixe-o viver, se for uma menina, mande-a embora” (Papiro Oxyrhynchus 4,744).
  • 19. Não Provoque a ira dos filhos  Abusando de sua autoridade – Impor autoridade sobre o filho sem explicar os motivos e as razões, acaba por provocar-lhe a ira.  Exagerando na punição física – O pai provoca a sua ira quando se excede a ponto de transformar a correção em agressão.
  • 20. Não Provoque a ira dos filhos  Vivendo de uma forma incoerente com o que diz aos filhos – O pai diz, “Meu filho, você não deve mentir”. Entretanto, o filho o surpreende em pequenas mentiras no dia-a-dia.  Através de críticas injustas e pesadas – Às vezes colocamos sobre os ombros de nossos filhos uma carga que eles não podem carregar e que é injusta.
  • 21. Não Provoque a ira dos filhos  Pais podem provocar seus filhos à ira quando demonstram favoritismo – Isaque favoreceu Esaú sobre Jacó e Rebeca preferia Jacó sobre Esaú (Gn 25.28). Esse favoritismo duplo, não só causou grandes problemas para a família, mas repercutiu nos conflitos entre os descendentes de Jacó e Esaú, até os dias de hoje!
  • 22. Os Pais devem Criar os Filhos na Disciplina do Senhor  A palavra criar usada por Paulo, tem o sentido primário de “alimentar” quando aplicada ao corpo; mas, quando aplicada à criança, significa desenvolver pelo cuidado e pelo esforço.  Criar filhos não é criá-los como nós criamos passarinhos, dando alpiste e água! Filhos precisam mais do que isto, precisam ser desenvolvidos em outras áreas também.
  • 23. Os Pais devem Disciplinar os Filhos  O termo “disciplina” (Paideia, em grego) Traz consigo a idéia de aprender por meio da disciplina (Hb 12.7).  Disciplina é mais do que correção física. Significa também ensinar a criança em caminho andar. Leia Pv 22.6.  Mas, se for necessário use a correção física: Pv 29.15; 17; Pv 3.11; Pv 19.18.
  • 24. Os Pais devem Instruir os Filhos  Admoestar também traz a idéia de corrigir, embora não necessariamente de forma física. É corrigir os pensamentos e idéias da criança.  O instrumento pelo qual isto é feito, é a Palavra de Deus. Ela é o instrumento divinamente ordenado para orientar a criança na formulação correta das suas idéias, na aquisição de valores corretos que vão servi-la até o fim da vida (Sl 19.8-9).
  • 25. Conclusão:  Você não pode dar aquilo que você não possui. Se você não está andando em submissão à Palavra de Deus, você não pode esperar que seus filhos o façam.  A ordem de Deus para os pais e filhos é: “Enchei-vos do Espírito” (5.18).  Seus relacionamentos só serão abençoados quando seu relacionamento com Deus for prioridade.
  • 26. Conclusão:  As crianças não estão à procura de pais perfeitos, mas eles estão olhando para os pais honestos.  Um pai honesto progredindo é uma pessoa altamente contagiante.  Pais, a tarefa é difícil, mas a boa notícia é que não somos o modelo final. Somos todos pecadores e imagens muito distorcidas do nosso Pai celestial. É para Ele que devemos olhar e é para Ele que devemos levar nossos filhos.
  • 27. Conclusão:  Há uma grande história sobre Jonathan Edwards, que, pouco depois de se tornar presidente do Seminário de Princeton, ficou doente.  Ele estava longe de casa. Apenas uma filha estava presente com ele, como sua condição piorou e era evidente que ele iria morrer, então ele virou-se para sua filha, Lucy, e disse-lhe para tomar nota:
  • 28. Conclusão:  “parece-me que é a vontade de Deus que eu a deixe em breve; assim, transmita meu mais sincero amor à minha esposa e diga-lhe que nossa união excepcional, a qual perdurou de tal modo entre nós, foi de uma natureza que considero espiritual e que, portanto, continuará para sempre; espero, ainda, que ela seja amparada durante tamanha provação e se sujeite com bom ânimo à vontade de Deus.  Aos meus filhos, que ficarão sem pai, que esta seja a oportunidade de buscar um Pai que nunca faltará.