Cameras Video Digital

2.716 visualizações

Publicada em

Histórico das tecnologias e modelos de cameras fotograficas e de vídeo digital

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.716
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
101
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
137
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cameras Video Digital

  1. 1. Anderson Zardo, Jean Carlo Soares<br />Cameras fotográficas e de vídeo digital<br />
  2. 2. Introdução<br />
  3. 3. Criada em 1975 nos laboratórios da Kodak<br />Gravava imagens em uma fita K7<br />Levava 23 segundos para formar uma imagem com 100 linhas em preto e branco<br />Não vingou<br />A 1ª Camera Digital do Mundo<br />
  4. 4. Apple Quicktake, de 1994<br /> Quicktake 100 e 150 (Fabricadas pela Kodak)<br />Quicktake200 (Fabricada pela Fujifilm)<br />Qualidade VGA 24 bits<br />Interface RS232<br />Memória 1MB Epron (100,150) e 2-4MB Smartmedia (200)<br />A 1ª p/ consumidor doméstico<br />
  5. 5. Sony Mavica MVC FD5, de 1997<br />0.3 Megapixels (320x280)<br />Gravava as fotos em disquetes de 3,5” 1,44MB<br />A Linha Mavica foi descontinuada em 2002-2003, dando lugar as linhas Cybershot e Alpha.<br />Popularizando o formato digital<br />
  6. 6. Depois de quase 150 anos, a tecnologia básica das câmeras fotográficas se manteve praticamente inalterada. Mas foi só o tempo dos primeiros modelos digitais ganharem o mercado, que hoje em dia é muito difícil encontrar ainda câmeras analógicas ou mesmo seus insumos. <br />Evolução<br />
  7. 7. As câmeras convencionais dependem totalmente de processos químicos e mecânicos: você nem precisa de eletricidade para utilizá-las. <br />Em seu nível mais básico, uma câmera digital, assim como uma câmera convencional, possui uma série de lentes que focaliza a luz para criar a imagem de uma cena. Mas em vez de focalizar essa luz sobre um pedaço de filme, ela o faz sobre um dispositivo semicondutor que grava a luz eletronicamente.<br />Analógica x Digital<br />
  8. 8. É possível armazenar digitalmente todas as fotos produzidas, apagar as que você não gosta e imprimir somente aquelas escolhidas;<br />Você pode reutilizar os cartões de armazenamento indefinidamente (não precisa comprar novos);<br />Você pode usar softwares e/ou recursos de edição da própria câmera para melhorar a qualidade das fotos;<br />Você pode compartilhar fotos digitais instantaneamente e usá-las com várias mídias. <br />Facilidades de uma Câmera Digital<br />
  9. 9. Tipos de câmeras digitais<br />
  10. 10. Também chamadas “point-and-shoot” (apontar e disparar) porque têm configurações automáticas para que você não se enrole tentando ajustar a câmera manualmente. <br />Algumas dessas câmeras permitem-lhe alterar várias definições, mas algumas não têm muita flexibilidade. Existem muitos tipos diferentes de câmeras compactas, incluindo as que são consideradas ultra-compactas. <br />Compactas<br />
  11. 11. Exemplo: Sony W5<br />
  12. 12. Destinam-se a um nível de perícia fotográfica mais elevado do que o do consumidor médio, mas inferior ao do fotógrafo profissional. <br />Estas câmeras são maiores do que a variedade compacta, mas ainda são consideradas câmeras automáticas porque não têm lentes intercambiáveis. As características dessas câmeras variam muito de fabricante para fabricante<br />Alguns modelos são conhecidos como “ultra-zoom”<br />Avançadas/Prosumer<br />
  13. 13. Exemplo: Fujifilm s1800<br />
  14. 14. Estas câmeras possibilitam que você veja a imagem através da mesma lente que é usada para tirar a fotografia. Ela também têm lentes intercambiáveis e muitas outras funcionalidades. As configurações da câmera são completamente ajustáveis. Elas são câmeras topo de linha e podem custar caro.<br />A complexidade de ajustes e controles exige uma boa e sólida compreensão acerca de fotografia e é melhor deixá-las para profissionais ou para amadores que tenham conhecimento avançado.<br />DSLR (Digital Single LensReflex)<br />
  15. 15. Exemplo: Canon EOS 7D/Nikon D90<br />
  16. 16. Características gerais<br />
  17. 17. Marcas tradicionais como Canon, Nikon, Olympus, Fujifilm, Pentax, Leica e Kodak ainda estão no mercado, porém ganharam a companhia de gigantes dos equipamentos eletrônicos, como Sony, Samsung , Panasonic (parceria c/ a Leica), Casio.<br />Os modelos básicos dessas marcas possuem recursos equivalentes e qualidade similar. Nesses casos é possível até mesmo encontrar componentes de uma em equipamento de outra.<br />Marcas<br />
  18. 18. Por muito tempo, a quantidade de pixels foi fator de marketing para atrair o consumidor passando a idéia de que seriam um fator importante na qualidade do equipamento.<br />Informações como a qualidade e o tamanho do sensor são mais importantes na qualidade da imagem que a quantidade de megapixels.<br />A quantidade de Megapixels possui relação com o tamanho da foto, e não com sua qualidade.<br />Megapixels<br />
  19. 19. Existem dois principais tipos de sensores de imagem: CCD (“charged-coupledevice”) e CMOS (“complementary metal-oxide-semiconductor”). <br />A maioria das câmera automáticas usa sensor CCD. A maioria das SLRs utiliza sensores CMOS porque é mais fácil fazê-los em tamanhos maiores. Mas, ironicamente, muitos telefones celulares também utilizam CMOS porque consomem menos energia.<br />Existem muitas diferenças entre estas duas tecnologias, mas o tamanho do sensor ainda faz a maior diferença.<br />Ambos os sensores convertem luz em elétrons. Imagine uma matriz bidimensional de milhares ou mesmo milhões de minúsculas células solares.<br />Tipo do sensor<br />
  20. 20. Um sensor CCD transporta a carga através do chip e a lê em um canto da matriz. <br />Um conversor analógico para digital (conversor A/D) transforma o valor de cada pixel em um valor digital por meio da medição da quantidade de carga de cada photosite (diodo fotossensível) e converte essa medição para a forma binária.<br />Sensor CCD<br />
  21. 21. Os dispositivos CMOS usam diversos transistores em cada pixel para amplificar e mover a carga usando fios tradicionais. O sinal de CMOS é digital, assim ele não necessita do conversor A/D.<br />Sensor CMOS<br />
  22. 22. Os sensores CCD criam imagens de alta qualidade e baixo nível de ruído. Os sensores CMOS geralmente são mais suscetíveis a ruídos (interferência eletromagnética);<br />Como cada pixel em um sensor CMOS possui diversos transistores localizados próximos a ele, a sensibilidade à luz de um chip CMOS é menor. Muitos dos fótons atingem os transistores em vez do fotodiodo;<br />Os CCDs consomem 100 vezes mais energia do que um sensor CMOS equivalente;<br />Os sensores CCD têm sido produzidos em massa por um período maior, assim a tecnologia está mais madura. Eles tendem a ter pixels de maior qualidade e em maior quantidade;<br />Sensor CCD vs CMOS<br />
  23. 23. Uma fotografia tirada com uma câmera de celular de 3 megapixels com sensor CMOS terá pior qualidade do que uma tirada com uma câmera SLR de 3 megapixels com sensor CMOS. <br />Metade dessa qualidade inferior deve-se à qualidade da lente e de outros componentes, e a outra metade será por causa do pequeno tamanho do sensor.<br />Quanto maior o sensor, maior o pixel e melhor será a captação da luz. <br />Tamanho do Sensor<br />
  24. 24. O Zoom ótico consiste em várias lentes dentro do corpo da câmera que ao se distanciarem promovem a aproximação da imagem.<br />O Zoom digital consiste apenas em um artifício para ampliar a imagem eletronicamente. É um recurso dispensável, uma vez que a imagem perde qualidade ao usar este recurso.<br />Distância Focal<br />
  25. 25. Câmeras mais simples e baratas são totalmente automáticas. Todas as regulagens são executadas pelo equipamento, restando ao usuário apenas mirar e apertar o botão. <br />Equipamentos com regulagens manuais são mais caros, porém apresentam uma maior gama de possibilidades. Mas, também existe a necessidade de um maior aprendizado para o total domínio do equipamento<br />Automático ou manual<br />
  26. 26. É uma íris que controla a entrada de luz pela lente. A medida de sua circunferência é medida por F/stops. <br />Quanto menor o número da medida, maior é a quantidade de luz que pode entrar pela lente. <br />Possuir uma câmera com grande abertura de diafragma (em geral um F/2,8) é ideal para quem vai fazer fotos em ambientes com pouca iluminação ou tentar congelar movimentos.<br />Diafragma<br />
  27. 27. Alguns níveis de abertura<br />
  28. 28. O valor ISO indica qual é a sensibilidade da câmera com a luz. Quando maior a sensibilidade, menos luz é exigida para produzir uma foto. <br />Também conhecido como ASA ou DIN.<br />Em ambientes iluminados usa-se menos ISO, e em ambientes escuros se usa mais ISO. É claro que o número alto de ISO também ajuda a deixar a foto mais ruidosa. Mas isso pode ser regulado em sua câmera depois.<br />ISO<br />
  29. 29.  O obturador controla a velocidade que a foto é capturada.  É como uma cortina que se abre e fecha permitindo a entrada da luz.<br /> Velocidade altas são comuns em todos os modelos (em torno de 1/2000 segundos), mas velocidades mais baixas são raras. <br />A maior parte das compactas consegue manter o obturador aberto por 2 segundos, por conta do ruído gerado nas imagens. Existem câmeras que conseguem manter por 10 ou 15 segundos (para longa exposição). <br />Obturador<br />
  30. 30. A maioria das câmeras digitais tira fotografias em um formato chamado JPEG. Fotos em formato JPEG são comprimidas para torná-las menores, com alguma perda de precisão. <br />Outro formato de arquivo popular é chamado RAW. Este é um formato sem compressão que capta tudo o que a câmera vê, sem acrescentar qualquer tratamento. <br />Este método permite uma maior manipulação depois que a foto é tirada, usando o computador para editar as imagens. O formato RAW geralmente está disponível apenas em câmeras SLR avançadas.<br />Formatos de arquivo<br />
  31. 31. É a quantidade de detalhes que a câmera pode capturar , medida em pixels. Quanto mais pixels uma câmera possui, mais detalhes ela pode capturar e fotos maiores podem ser feitas sem granulação ou perda de nitidez. Veja abaixo algumas resoluções.<br />640 x 480 - essa resolução é ideal para fotos enviadas por e-mail ou publicação de fotos em sites. (VGA)<br />1216 x 912 - 1.109.000 pixels totais. Bom para fotos impressas. (1 megapixel)<br />1600 x 1200 - Pode-se imprimir uma foto de 10 cm x 13 cm tirada com essa resolução com a mesma qualidade obtida em um laboratório fotográfico. (2 megapixels)<br />2240 x 1680 - encontrada em câmeras de 4 megapixels, permite fotos impressas ainda maiores, com boa qualidade para impressões de até 40 cm  x 51 cm.<br />4064 x 2704 - Câmera com 11,1 megapixels tira fotos com esta resolução. Nessa configuração, podem-se criar fotos impressas de 35 cm x 23 cm sem perder qualidade de imagem.<br />Resolução<br />
  32. 32. Comparativo das Resoluções (em tamanho reduzido)<br />
  33. 33. Muitas cameras digitais hoje em dia também podem fazer filmes.<br />A qualidade do vídeo é determinada pela resolução e pela taxa de exibição de imagens (em frames por segundo). <br />A maioria também grava som, mas algumas não.<br />A duração dos clips de vídeo varia de câmera para câmera, assim como o formato (AVI, MOV, etc.)<br />Se isso for um recurso importante pra você, procure por pelo menos uma com resolução de 640x480 pixels, com gravação de 30fps<br />Modo Vídeo<br />
  34. 34. Pilhas substituíveis são mais caras, mas você pode comprar pilhas novas em qualquer lugar do mundo. (use apenas Alcalinas)<br />Baterias recarregáveis têm melhor relação custo/benefício, mas você tem que lembrar de recarregá-las antes de usar. (geralmente são NiMH)<br />Baterias proprietárias só podem ser utilizadas no modelo de camera para qual foi desenvolvida. (geralmente são de LiOn)<br />Evite usar baterias NiCd<br />Baterias<br />
  35. 35.  Face Detection, SmileDetection e BlinkDetection são apenas algumas das perfumarias que estão presentes nos equipamentos fotográficos de hoje. <br />Algumas dessas ferramentas, como os estabilizadores de imagens e os sistemas de limpeza de sensores, trazem um certo conforto para o usuário e já são praticamente obrigatórios em todas as câmeras.<br />Perfumarias<br />
  36. 36. Atualmente possuem bastante semelhança em relação às câmeras avançadas que gravam vídeo.<br />A maioria possui formato que lembra o de uma filmadora.<br />Podem gravar em diversas mídias dependendo o modelo (DVD RW, Disco Rígido, Cartão de memória)<br />Camcorders (cameras de vídeo)<br />
  37. 37. Sony Handycam HDR-CX520<br />
  38. 38. Novidade: Sistema Micro 4/3<br />
  39. 39. Surgiu de uma parceria Olympus/Panasonic<br />Usa sensor 4/3” (18mmx13,5mm) 22,5mm<br />40% menor que os sensores padrão das DSLR (4/3 e 3/2, baseados nos filmes de 35mm) mas 9x maior que uma compacta (geralmente 1/2,5mm)<br />Não possui espelhos (mirrorless) e o viewfinder é eletrônico<br />Possui os recursos avançados de uma DSLR, mas sem o seu tamanho.<br />Características<br />
  40. 40. DSLR<br />
  41. 41. DSLR vs Micro 4/3<br />
  42. 42. Panasonic Lumix GF3<br />
  43. 43. Olympus ELP<br />
  44. 44. http://compras.hsw.uol.com.br/camera-digital-guia.htm<br />http://meiobit.com/22307/que-camera-comprar-0/<br />http://www.clubedohardware.com.br/artigos/1108<br />http://eletronicos.hsw.uol.com.br/cameras-digitais.htm<br />http://www.tecmundo.com.br/1311-guia-de-compras-cameras-digitais.htm<br />http://lorenti.org/2008/01/20/fotometria-aprendendo-a-medir-a-luz/<br />http://meiobit.com/15452/a-primeira-camera-digital-do-mundo/<br />http://pt.wikipedia.org/wiki/Apple_QuickTake<br />http://en.wikipedia.org/wiki/Sony_Mavica<br />Bibliografia<br />
  45. 45. OBRIGADO!<br />

×