Os Professores da escola E.B 2,3 Isabel de Portugal realizaram uma visita de estudo no dia 26/02/2010 para os alunos do 8º...
Objectivos  da Visita : Aprofundar conteúdos estudados e enriquecer as experiências pessoais; Compreender como cada ser vi...
EXTREMOS – Viver No Limite
Curiosidades O camelo pode suportar 14 dias sem beber água e para se abastecer por completo pode beber 200 litros.   Porqu...
<ul><li> 
Sabe qual é o local mais seco do planeta? E o local com o ar mais rarefeito? Junte-se a mais 3 colegas e venha descobrir n...
Neste jogo interactivo  procurava-se que os alunos respondessem a várias perguntas  .  </li></ul>À Procura dos Extremos
Mundo Subterrâneo <ul><li>Entre na gruta! Regresse à escuridão. Sinta as paredes, encontre os animais e cheire os odores. ...
  <ul><li>Sendo a maior espécie de urso no mundo, o urso polar tem muito corpo para aquecer. Mas na verdade, o seu tamanho...
Pavilhão do Conhecimento Sala Matemática Viva  A Matemática está bem viva e presente em quase todas as actividades do noss...
Alguns módulos que podem ser vistos na sala Matemática Viva
Módulos Na sala de Matemática Viva os alunos gostaram mais dos seguintes módulos: o comboio de rodas de altura constante e...
O comboio de rodas de altura constante consiste em , ao fazer deslizar uma placa, ela mantêm-se paralela e a distância con...
Descobrir as idades Neste módulo pretende-se  descobrir  as idades : <ul><li>1- Separa-se os cartões em que está a idade d...
2-  Soma-se o primeiro nº de cada um desses cartões;
3- E obtém-se a idade.  </li></ul>
Pavilhão do Conhecimento Sala Explora
<ul><li>Os módulos que os alunos do 8ºC 2º Turno preferiram na sala EXPLORA, foram :
-Pássaro na gaiola
-Onda estacionária
-Pupila
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Visita De Estudo 2 Turno

452 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
452
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Visita De Estudo 2 Turno

  1. 2. Os Professores da escola E.B 2,3 Isabel de Portugal realizaram uma visita de estudo no dia 26/02/2010 para os alunos do 8º ano ao Pavilhão do Conhecimento, no âmbito da disciplina de ciências naturais.
  2. 3. Objectivos da Visita : Aprofundar conteúdos estudados e enriquecer as experiências pessoais; Compreender como cada ser vivo condiciona e é condicionado pelo meio que o rodeia; Observar várias adaptações dos organismos ás condições extrema do seu ambiente; Reconhecer que a variação de um qualquer factor pode perturbar o delicado equilíbrio dos ecossistemas ; Sensibilizar para a necessidade de preservar os Ecossistemas , o natural equilíbrio do ambiente e a riqueza em biodiversidade ; Testar o saber - estar e o saber – fazer ; Promover o convívio com os colegas e professores .
  3. 4. EXTREMOS – Viver No Limite
  4. 5. Curiosidades O camelo pode suportar 14 dias sem beber água e para se abastecer por completo pode beber 200 litros. Porque o camelo vive no deserto com temperaturas elevadas e precisa de se abastecer. O esquilo da Mongólia devido à escassez de água urina apenas uma gota por dia. O balão de erlenmeyer maior contêm a a quantidade de urina de um humano e o Balão menor contém a de um esquilo da mongólia Para alguns animais o truque para suportar o calor é ser pequeno, pois geram menos calor e a sua área de superfície corporal dissipa o calor o que não acontece nos outros.
  5. 6. <ul><li> 
  6. 7. Sabe qual é o local mais seco do planeta? E o local com o ar mais rarefeito? Junte-se a mais 3 colegas e venha descobrir neste divertido jogo interactivo
  7. 8. Neste jogo interactivo procurava-se que os alunos respondessem a várias perguntas . </li></ul>À Procura dos Extremos
  8. 9. Mundo Subterrâneo <ul><li>Entre na gruta! Regresse à escuridão. Sinta as paredes, encontre os animais e cheire os odores. Quando estiver no exterior da gruta, identifique as suas descobertas. </li></ul> 
  9. 10.   <ul><li>Sendo a maior espécie de urso no mundo, o urso polar tem muito corpo para aquecer. Mas na verdade, o seu tamanho e forma ajudam: a sua área superficial é pequena em relação ao seu volume. Isto significa que a perda de calor devido à radiação do corpo é minimizada – e o metabolismo do urso polar certamente produz muito calor. Também é isolado por uma boa camada de gordura subcutânea e o melhor casaco de peles que o dinheiro pode comprar! </li></ul>
  10. 11. Pavilhão do Conhecimento Sala Matemática Viva A Matemática está bem viva e presente em quase todas as actividades do nosso dia-a-dia, ainda que muitas vezes disso não nos dêmos conta. E ela pode ser até bastante divertida. É o que nos mostra esta exposição interactiva, ao oferecer-nos mais de sessenta maneiras diferentes de aprender matemática a brincar, ou de aprender a brincar com a matemática.
  11. 12. Alguns módulos que podem ser vistos na sala Matemática Viva
  12. 13. Módulos Na sala de Matemática Viva os alunos gostaram mais dos seguintes módulos: o comboio de rodas de altura constante e o descobrir as idades.
  13. 14. O comboio de rodas de altura constante consiste em , ao fazer deslizar uma placa, ela mantêm-se paralela e a distância constante do tampo da mesa está sempre em contacto com todas as rodas que vão rolando apesar de algumas delas terem «bicos».
  14. 15. Descobrir as idades Neste módulo pretende-se descobrir as idades : <ul><li>1- Separa-se os cartões em que está a idade da pessoa em questão;
  15. 16. 2- Soma-se o primeiro nº de cada um desses cartões;
  16. 17. 3- E obtém-se a idade. </li></ul>
  17. 18. Pavilhão do Conhecimento Sala Explora
  18. 19. <ul><li>Os módulos que os alunos do 8ºC 2º Turno preferiram na sala EXPLORA, foram :
  19. 20. -Pássaro na gaiola
  20. 21. -Onda estacionária
  21. 22. -Pupila
  22. 23. -Ecrã de alfinetes
  23. 24. -Deformações Circulares </li></ul>
  24. 25. Pássaro na gaiola <ul><li>Explora as imagens residuais, que consistem em imagens que se formam nas células «cansadas» do olho.
  25. 26. Uma coisa semelhante a isto é quando olhas para o flash das máquinas fotográficas: vê-se com menor intensidade, durante um certo período de tempo, mesmo depois de ele disparar. </li></ul>
  26. 27. Onda estacionária <ul><li>A onda estacionária consiste em duas molas.
  27. 28. É formada por um mecanismo que alterna entre esmagar a mola e separá-la.
  28. 29. Formam-se uma série de ondas de compressão e tensão que se movem ao longo da mola.
  29. 30. Quando estas ondas alcançam um ponto fixo, voltam para trás. Quando as reflectidas encontram outras, sobrepõem-se umas às outras.
  30. 31. Nas chamadas frequências de ressonância, todas as ondas reflectidas cancelam todas as novas ondas no mesmo ponto. Estes pontos são os “pontos estacionários”. O padrão vibratório da mola nestas frequências ressonantes chama-se onda estacionária. </li></ul>
  31. 32. Pupila <ul><li>O módulo «pupila» procura explicar como esta reage em diversas situações. Perante uma luminosidade fraca, a pupila dilata-se para deixar entrar mais luz e vice-versa.
  32. 33. Quando entra-se num quarto escuro, os olhos respondem rapidamente à mudança de iluminação, ajustando o tamanho das pupilas. Se ficarem às escuras algum tempo, as células fotossensíveis da retina adaptam-se também à obscuridade, tornando-se mais sensíveis à luz. </li></ul>
  33. 34. Ecrã de alfinetes <ul><li>Este módulo tem mais de 170 mil alfinetes suspensos numa fina rede de aço. Ao passar a mão pelas pontas dos alfinetes, estes oscilam. Ao mover-se, cada cabeça de alfinete actua como um espelho, reflectindo para os olhos luzes de cores diferentes. O resultado é um arco-íris de ondas circulares que se reflecte nas cabeças dos alfinetes, formando riscos. </li></ul>
  34. 35. Deformações circulares <ul><li>As deformações circulares procuram explicar as ilusões de óptica. O cérebro trabalha sempre no sentido de compreender aquilo que vê. Esta pode ser uma tarefa difícil, sobretudo quando o que vê é estranho e desconhecido. </li></ul>O cérebro não sabe como classificar as elipses giratórias pretas. O cérebro decide que os círculos inclinados são mais compreensíveis que a elipse giratória, portanto vês as figuras como círculos inclinados para fora do disco. <ul><li>O cérebro prefere padrões familiares e lógicos. Estas ilusões giratórias não são bem compreendidas, mas parece claro que o cérebro cria as deformações ou alterações nas formas, de modo a tornar mais familiares os padrões giratórios.   </li></ul>
  35. 36. Opiniões <ul><li>A visita de estudo foi importante ?
  36. 37. Sim foi porque aprendemos coisas novas em relação a Ciências Naturais , Matemática e Ciências Físico-Químicas.
  37. 38. Gostaste da visita de estudo?
  38. 39. 11 – Sim, porque foi divertida . </li></ul><ul><li>14 – Sim, porque achei a visita interessante . </li></ul><ul><li>15 - Sim, porque vi coisas novas . </li></ul><ul><li>16 – Sim, porque gostei </li></ul><ul><li>18 – Sim, porque fiz experiências interessantes . </li></ul><ul><li>19 – Sim, porque foi engraçada . </li></ul><ul><li>20 - Sim, porque convivi com os colegas e gostei . </li></ul>
  39. 40. Opiniões dos alunos sobre a visita de estudo (se gostaram) : 11 – Sim, porque foi divertida . 14 – Sim, porque achei a visita interessante . 15 - Sim, porque vi coisas novas . 16 – Sim, porque gostei 18 – Sim, porque fiz experiências interessantes . 19 – Sim, porque foi engraçada . 20 - Sim, porque convivi com os colegas e gostei . .

×