SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
ENTIDADES FECHADAS DE
PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR
Luana
O QUE SÃO
• As entidades fechadas de previdência complementar (EFPC) são
organizações mantidas para a administração dos fundos de
pensão. Assim, sua principal atividade é gerenciar a previdência
EXEMPLO
Para atender à demanda por uma fonte de renda futura, existem as entidades de
previdência privada. Também conhecidas como operadoras, elas são organizações que
oferecem diferentes planos de benefícios – como aposentadoria e seguros.
As operadoras se dividem em dois formatos: entidades abertas e entidades fechadas de
previdência complementar.
A primeira são sociedades anônimas que comercializam os planos de benefícios de
maneira universal. Ou seja, qualquer pessoa pode contratá-los e usufruir de suas
vantagens.
Já as entidades fechadas de previdência complementar (EFPCs) são formadas
por organizações sem fins lucrativos. Essas operadoras gerenciam benefícios
previdenciários – os chamados fundos de pensão – exclusivamente para seus funcionários
e/ou associados.
Assim, as EFPCs administram planos de previdência privada unicamente àquelas pessoas
que mantenham vínculos empregatícios com a operadora ou sejam a ela associados.
É um investimento de longo prazo. Funciona como poupança individual
formada por contribuições do Participante (funcionário) e da Patrocinadora
(Avon).
Essas contribuições são alocadas em uma conta individual no Plano, em
nome do funcionário.
Ao longo do tempo, os recursos desta conta de previdência são aplicados
no mercado financeiro com o objetivo de formar poupança para a
aposentadoria. Isto é, durante sua carreira na empresa, o funcionário pode
programar esta poupança de acordo com a sua necessidade e
disponibilidade financeira.
Quando chegar a hora da aposentadoria, essa poupança será
transformada num benefício, pago adicionalmente ao benefício do INSS.

Mais conteúdo relacionado

Mais de RAFAEL COSTA

ATITUDE SUTENTAVEL DE ADOLESCENBTES .pptx
ATITUDE SUTENTAVEL DE ADOLESCENBTES .pptxATITUDE SUTENTAVEL DE ADOLESCENBTES .pptx
ATITUDE SUTENTAVEL DE ADOLESCENBTES .pptxRAFAEL COSTA
 
EDUCAÇÃO SEXUAL ALUNOS SENAC REALIZARAM O TRABALHO
EDUCAÇÃO SEXUAL ALUNOS SENAC REALIZARAM O TRABALHOEDUCAÇÃO SEXUAL ALUNOS SENAC REALIZARAM O TRABALHO
EDUCAÇÃO SEXUAL ALUNOS SENAC REALIZARAM O TRABALHORAFAEL COSTA
 
DEPARTAMENTALIZAÇÃO BIG LAR KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
DEPARTAMENTALIZAÇÃO BIG LAR KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKDEPARTAMENTALIZAÇÃO BIG LAR KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
DEPARTAMENTALIZAÇÃO BIG LAR KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKRAFAEL COSTA
 
DIREITO DOCONSUMIDORPARA JOVENS AORENDIZES
DIREITO DOCONSUMIDORPARA JOVENS AORENDIZESDIREITO DOCONSUMIDORPARA JOVENS AORENDIZES
DIREITO DOCONSUMIDORPARA JOVENS AORENDIZESRAFAEL COSTA
 
Apresentação de Negócios Plano de Negócios Geométrico Corporativo Preto Laran...
Apresentação de Negócios Plano de Negócios Geométrico Corporativo Preto Laran...Apresentação de Negócios Plano de Negócios Geométrico Corporativo Preto Laran...
Apresentação de Negócios Plano de Negócios Geométrico Corporativo Preto Laran...RAFAEL COSTA
 
ESTRATÉGIA DE SAUDE INVEST - RAFAEL COSTA.pptx
ESTRATÉGIA DE SAUDE INVEST - RAFAEL COSTA.pptxESTRATÉGIA DE SAUDE INVEST - RAFAEL COSTA.pptx
ESTRATÉGIA DE SAUDE INVEST - RAFAEL COSTA.pptxRAFAEL COSTA
 
Apresentação IFMT.pptx
Apresentação IFMT.pptxApresentação IFMT.pptx
Apresentação IFMT.pptxRAFAEL COSTA
 
ASSISTENTE ADMINISTRATIVO AULA 1.pptx
ASSISTENTE ADMINISTRATIVO AULA 1.pptxASSISTENTE ADMINISTRATIVO AULA 1.pptx
ASSISTENTE ADMINISTRATIVO AULA 1.pptxRAFAEL COSTA
 
CURRICULO JOAS.pdf
CURRICULO JOAS.pdfCURRICULO JOAS.pdf
CURRICULO JOAS.pdfRAFAEL COSTA
 
resultado-preliminar.pdf
resultado-preliminar.pdfresultado-preliminar.pdf
resultado-preliminar.pdfRAFAEL COSTA
 
Apresentação PPT Padrão.ppt
Apresentação PPT Padrão.pptApresentação PPT Padrão.ppt
Apresentação PPT Padrão.pptRAFAEL COSTA
 
Abertura de Curso - SENAC.pptx
Abertura de Curso - SENAC.pptxAbertura de Curso - SENAC.pptx
Abertura de Curso - SENAC.pptxRAFAEL COSTA
 
Espaço físico-1.pptx
Espaço físico-1.pptxEspaço físico-1.pptx
Espaço físico-1.pptxRAFAEL COSTA
 
APRESENTAÇÃO S DE SALADA - FINAL.pptx
APRESENTAÇÃO S DE SALADA - FINAL.pptxAPRESENTAÇÃO S DE SALADA - FINAL.pptx
APRESENTAÇÃO S DE SALADA - FINAL.pptxRAFAEL COSTA
 
Convivência Familiar8.pptx
Convivência Familiar8.pptxConvivência Familiar8.pptx
Convivência Familiar8.pptxRAFAEL COSTA
 
adiversidadehumana-160531160257 (1).pdf
adiversidadehumana-160531160257 (1).pdfadiversidadehumana-160531160257 (1).pdf
adiversidadehumana-160531160257 (1).pdfRAFAEL COSTA
 

Mais de RAFAEL COSTA (20)

ATITUDE SUTENTAVEL DE ADOLESCENBTES .pptx
ATITUDE SUTENTAVEL DE ADOLESCENBTES .pptxATITUDE SUTENTAVEL DE ADOLESCENBTES .pptx
ATITUDE SUTENTAVEL DE ADOLESCENBTES .pptx
 
EDUCAÇÃO SEXUAL ALUNOS SENAC REALIZARAM O TRABALHO
EDUCAÇÃO SEXUAL ALUNOS SENAC REALIZARAM O TRABALHOEDUCAÇÃO SEXUAL ALUNOS SENAC REALIZARAM O TRABALHO
EDUCAÇÃO SEXUAL ALUNOS SENAC REALIZARAM O TRABALHO
 
DEPARTAMENTALIZAÇÃO BIG LAR KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
DEPARTAMENTALIZAÇÃO BIG LAR KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKDEPARTAMENTALIZAÇÃO BIG LAR KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
DEPARTAMENTALIZAÇÃO BIG LAR KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
 
DIREITO DOCONSUMIDORPARA JOVENS AORENDIZES
DIREITO DOCONSUMIDORPARA JOVENS AORENDIZESDIREITO DOCONSUMIDORPARA JOVENS AORENDIZES
DIREITO DOCONSUMIDORPARA JOVENS AORENDIZES
 
Apresentação de Negócios Plano de Negócios Geométrico Corporativo Preto Laran...
Apresentação de Negócios Plano de Negócios Geométrico Corporativo Preto Laran...Apresentação de Negócios Plano de Negócios Geométrico Corporativo Preto Laran...
Apresentação de Negócios Plano de Negócios Geométrico Corporativo Preto Laran...
 
ESTRATÉGIA DE SAUDE INVEST - RAFAEL COSTA.pptx
ESTRATÉGIA DE SAUDE INVEST - RAFAEL COSTA.pptxESTRATÉGIA DE SAUDE INVEST - RAFAEL COSTA.pptx
ESTRATÉGIA DE SAUDE INVEST - RAFAEL COSTA.pptx
 
Apresentação IFMT.pptx
Apresentação IFMT.pptxApresentação IFMT.pptx
Apresentação IFMT.pptx
 
ASSISTENTE ADMINISTRATIVO AULA 1.pptx
ASSISTENTE ADMINISTRATIVO AULA 1.pptxASSISTENTE ADMINISTRATIVO AULA 1.pptx
ASSISTENTE ADMINISTRATIVO AULA 1.pptx
 
AulaDeTga.ppt
AulaDeTga.pptAulaDeTga.ppt
AulaDeTga.ppt
 
SlidesdoPSF.ppt
SlidesdoPSF.pptSlidesdoPSF.ppt
SlidesdoPSF.ppt
 
CURRICULO JOAS.pdf
CURRICULO JOAS.pdfCURRICULO JOAS.pdf
CURRICULO JOAS.pdf
 
resultado-preliminar.pdf
resultado-preliminar.pdfresultado-preliminar.pdf
resultado-preliminar.pdf
 
enaparcial.pdf
enaparcial.pdfenaparcial.pdf
enaparcial.pdf
 
Apresentação PPT Padrão.ppt
Apresentação PPT Padrão.pptApresentação PPT Padrão.ppt
Apresentação PPT Padrão.ppt
 
Abertura de Curso - SENAC.pptx
Abertura de Curso - SENAC.pptxAbertura de Curso - SENAC.pptx
Abertura de Curso - SENAC.pptx
 
Espaço físico-1.pptx
Espaço físico-1.pptxEspaço físico-1.pptx
Espaço físico-1.pptx
 
APRESENTAÇÃO S DE SALADA - FINAL.pptx
APRESENTAÇÃO S DE SALADA - FINAL.pptxAPRESENTAÇÃO S DE SALADA - FINAL.pptx
APRESENTAÇÃO S DE SALADA - FINAL.pptx
 
Convivência Familiar8.pptx
Convivência Familiar8.pptxConvivência Familiar8.pptx
Convivência Familiar8.pptx
 
Ayron.pptx
Ayron.pptxAyron.pptx
Ayron.pptx
 
adiversidadehumana-160531160257 (1).pdf
adiversidadehumana-160531160257 (1).pdfadiversidadehumana-160531160257 (1).pdf
adiversidadehumana-160531160257 (1).pdf
 

Último

19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 

Último (20)

19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 

EFPCs: Entidades fechadas de previdência complementar

  • 2. O QUE SÃO • As entidades fechadas de previdência complementar (EFPC) são organizações mantidas para a administração dos fundos de pensão. Assim, sua principal atividade é gerenciar a previdência
  • 3. EXEMPLO Para atender à demanda por uma fonte de renda futura, existem as entidades de previdência privada. Também conhecidas como operadoras, elas são organizações que oferecem diferentes planos de benefícios – como aposentadoria e seguros. As operadoras se dividem em dois formatos: entidades abertas e entidades fechadas de previdência complementar. A primeira são sociedades anônimas que comercializam os planos de benefícios de maneira universal. Ou seja, qualquer pessoa pode contratá-los e usufruir de suas vantagens.
  • 4. Já as entidades fechadas de previdência complementar (EFPCs) são formadas por organizações sem fins lucrativos. Essas operadoras gerenciam benefícios previdenciários – os chamados fundos de pensão – exclusivamente para seus funcionários e/ou associados. Assim, as EFPCs administram planos de previdência privada unicamente àquelas pessoas que mantenham vínculos empregatícios com a operadora ou sejam a ela associados.
  • 5. É um investimento de longo prazo. Funciona como poupança individual formada por contribuições do Participante (funcionário) e da Patrocinadora (Avon). Essas contribuições são alocadas em uma conta individual no Plano, em nome do funcionário. Ao longo do tempo, os recursos desta conta de previdência são aplicados no mercado financeiro com o objetivo de formar poupança para a aposentadoria. Isto é, durante sua carreira na empresa, o funcionário pode programar esta poupança de acordo com a sua necessidade e disponibilidade financeira. Quando chegar a hora da aposentadoria, essa poupança será transformada num benefício, pago adicionalmente ao benefício do INSS.