LONGA DISTÂNCIA 1Copyright © 2002 LARC
Capítulo 4:
A CAMADA DE REDE:
A TECNOLOGIA X.25
LONGA DISTÂNCIA 2Copyright © 2002 L...
LONGA DISTÂNCIA 3Copyright © 2002 LARC
A Tecnologia de Comutação de Pacotes
A1
A2
B
C
A1 A2 Pacotes
A1
A2
A1A2 B
C
B
C
A1A...
LONGA DISTÂNCIA 5Copyright © 2002 LARC
RECOMENDAÇÃO X.25
X.25
Nível 3
MM
1 2 3
1
2
3
Nível 2
Nível 1
X.25
M M
3
2
1
3
2
1
...
LONGA DISTÂNCIA 7Copyright © 2002 LARC
Camada Física
LONGA DISTÂNCIA 8Copyright © 2002 LARC
CAMADA FÍSICA
INTERFACE DE MOD...
LONGA DISTÂNCIA 9Copyright © 2002 LARC
INTERFACE DTE-DCE:
ATRIBUTOS FÍSICOS
Dimensões do conector
Número de pinos
Caracter...
LONGA DISTÂNCIA 11Copyright © 2002 LARC
RS232: EXEMPLO DE OPERAÇÃO
Terminal
Chamador
MODEM MODEM
Terminal
Chamado
Conect d...
LONGA DISTÂNCIA 13Copyright © 2002 LARC
DESCRIÇÃO DOS PRINCIPAIS CIRCUITOS ( I )
CONTROLE
109 - CD - CARRIER DETECTOR - Se...
LONGA DISTÂNCIA 15Copyright © 2002 LARC
CIRCUITOS DE TEMPORIZAÇÃO
113 - TIMER TX - fonte DTE
114 - TIMER TX - fonte DCE
11...
LONGA DISTÂNCIA 17Copyright © 2002 LARC
ATRIBUTOS FÍSICOS
CONECTOR: DB25 (referência DTE):
1 - Terra de Proteção 7 - Signa...
LONGA DISTÂNCIA 19Copyright © 2002 LARC
V-35
• Projetado inicialmente para interface de extensão de
computador para operar...
LONGA DISTÂNCIA 21Copyright © 2002 LARC
FORMATO DO QUADRO DE NÍVEL 2
FLAG FLAGEND FCSFCSCONT INFORMAÇÃO
8 8 8 8 88 BITS
FL...
LONGA DISTÂNCIA 23Copyright © 2002 LARC
CONCEITOS
Janela (K): número máximo de quadros de informações que podem
ficar com ...
LONGA DISTÂNCIA 25Copyright © 2002 LARC
EXEMPLOS DE SEQUÊNCIAS (I)
CONEXÃO
SABM C
UA R
V(R) = V(S) =
0
V(R) = V(S) =
0
PER...
LONGA DISTÂNCIA 27Copyright © 2002 LARC
EXEMPLOS DE SEQUÊNCIAS (III)
TRANSFERÊNCIA DE DADOS NORMAL NOS DOIS
SENTIDOS I(0,0...
LONGA DISTÂNCIA 29Copyright © 2002 LARC
EXEMPLOS DE SEQUÊNCIAS (V)
BLOQUEIO DE TRANSFERÊNCIA DE DADOS
I(0,0) C
I(1,0) C
I(...
LONGA DISTÂNCIA 31Copyright © 2002 LARC
OBJETIVOS
1. Construção de Rede Comutada por Pacotes.
2. Compartilhamento do acess...
LONGA DISTÂNCIA 33Copyright © 2002 LARC
TIPOS DE CIRCUITOS
CVC
Circuito Virtual Comutado.
Usuários fazem chamadas para div...
LONGA DISTÂNCIA 35Copyright © 2002 LARC
Protocolo Nível 3
Exemplo de Sequência: Conexão e
Transferência de Dados
DTE CHAMA...
LONGA DISTÂNCIA 37Copyright © 2002 LARC
Identificador geral do formato
0 0 0 1
nº do grupo do canal lógico
nº do canal lóg...
LONGA DISTÂNCIA 39Copyright © 2002 LARC
PACOTES DE NÍVEL 3...
DCE para DTE
Inicialização e Desconexão de Chamada
Incoming ...
LONGA DISTÂNCIA 41Copyright © 2002 LARC
Facilidades Opcionais
on-line facility registration
extended packet seq. number
pa...
LONGA DISTÂNCIA 43Copyright © 2002 LARC
df
rj
2
2
128
2
sp
22
22
pr
2
2
256
256 256
4
3
1
3
1
atendimento futuro em 128k, ...
LONGA DISTÂNCIA 45Copyright © 2002 LARC
Método de Acesso para Redes em Barramento
CSMA/CD = Carrier Sense Multiple Access
...
LONGA DISTÂNCIA 47Copyright © 2002 LARC
Transmissão Efetuada
Incrementa
No. de Colisões
RETRANSMISSÃO
SIM
CSMA/CD
Determin...
LONGA DISTÂNCIA 49Copyright © 2002 LARC
OPERAÇÃO DE UMA REDE 1BASE5
CONFIGURADA EM 2 NÍVEIS
A Transmitindo
E
H HUB
Pa
I HU...
LONGA DISTÂNCIA 51Copyright © 2002 LARC
ALTERNATIVAS DA CAMADA FÍSICA DO
ETHERNET
10BASE5 10BASE2 1BASE5 10BASETPARÂMETRO
...
LONGA DISTÂNCIA 53Copyright © 2002 LARC
GIGABIT ETHERNET
1000baseX
Arquitetura de hub.
Método de Acesso CSMA/CD
Sem efeito...
LONGA DISTÂNCIA 55Copyright © 2002 LARC
HUBS
Implementam o barramento internamente
Interconexão a nível físico
Cabo
especi...
LONGA DISTÂNCIA 57Copyright © 2002 LARC
BRIDGE INTELIGENTE
Estação
1
Estação
2
p/ 20
Estação
10
Estação
20
Estação
38
Esta...
LONGA DISTÂNCIA 59Copyright © 2002 LARC
REDE LOCAL COM SWITCH ETHERNET
H
Roteador
Servidor
Servidor
H H H
LONGA DISTÂNCIA ...
LONGA DISTÂNCIA 61Copyright © 2002 LARC
REDE LOCAL COM SWITCH FAST-
ETHERNET
Roteador
Servidor
Servidor
10 100
100
10 10
1...
LONGA DISTÂNCIA 63Copyright © 2002 LARC
GE
GE
GE
GE
GE
GE
FE
FE
FEServidores
Acessos WAN
Usuários
Backbones de LAN
LONGA D...
LONGA DISTÂNCIA 65Copyright © 2002 LARC
Internet
A
1
1
1
2
2
2
2
2
3
3
3
3
4
4
4
4
5
6
7 8
1
B
C D
87
CoreCore
LayerLayer
...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkWww.lsi.usp.br ~cranieri pcs2476p1c4

218 visualizações

Publicada em

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
218
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkWww.lsi.usp.br ~cranieri pcs2476p1c4

  1. 1. LONGA DISTÂNCIA 1Copyright © 2002 LARC Capítulo 4: A CAMADA DE REDE: A TECNOLOGIA X.25 LONGA DISTÂNCIA 2Copyright © 2002 LARC Introdução: Visão Geral
  2. 2. LONGA DISTÂNCIA 3Copyright © 2002 LARC A Tecnologia de Comutação de Pacotes A1 A2 B C A1 A2 Pacotes A1 A2 A1A2 B C B C A1A2 Roteamento C B C UCP A’ TERMINAL A UCP C TERMINAL B TERMINAL B’ TERMINAL C’ LONGA DISTÂNCIA 4Copyright © 2002 LARC RECOMENDAÇÃO X.25 DA ITU-T DTE: “Data Terminal Equipament”: Usuário DCE: “Data Circuit-terminating Equipment”: Nó da rede X.25 DCE DCE X.25 DTE
  3. 3. LONGA DISTÂNCIA 5Copyright © 2002 LARC RECOMENDAÇÃO X.25 X.25 Nível 3 MM 1 2 3 1 2 3 Nível 2 Nível 1 X.25 M M 3 2 1 3 2 1 Nível 1 (Físico): Define padrões físicos para conexão do DTE ao DCE (RS-232); Nível 2 (Enlace): Define protocolo síncrono tipo HDLC que controla o meio físico tornando o canal físico entre o DTE e o DCE confiável; Nível 3 (Rede): Define mecanismo de multiplexação do enlace entre vários usuários de rede em canais lógicos. Mantém circuitos virtuais fim-a-fim entre processos usuários da rede. LONGA DISTÂNCIA 6Copyright © 2002 LARC REDE COMUTADA X Z 1 2 canal lógico Usuário A Y R 1 2 Usuário B T S Usuário C 1 2 REDE Circuito Virtual
  4. 4. LONGA DISTÂNCIA 7Copyright © 2002 LARC Camada Física LONGA DISTÂNCIA 8Copyright © 2002 LARC CAMADA FÍSICA INTERFACE DE MODENS FÍSICA Sistema A FÍSICA Sistema B DTE DCE Interface DCE DTE Interface DCE: Data Circuit Terminating Equipment - Equipamento Transmissor de Dados DTE: Data Terminal Equipment - Equipamento Gerador/Absorvedor de Dados MODEM MODEM
  5. 5. LONGA DISTÂNCIA 9Copyright © 2002 LARC INTERFACE DTE-DCE: ATRIBUTOS FÍSICOS Dimensões do conector Número de pinos Características elétricas Características do cabo ATRIBUTOS LÓGICOS Significado dos pinos/sinais Inter-relacionamento entre sinais Procedimentos para troca de informações entre DTE e DCE RS 232 C: Padrão mais comum do mundo; Elaborado pela US Eletronic Industries Association Equivalente às normas V.24 e V.28 CCITT LONGA DISTÂNCIA 10Copyright © 2002 LARC Circuitos mais comuns Circuit V.24 (RS232C) Designation Direction To Modem To Terminal 102 (AB) Signal ground or common X X return 103 (BA) Transmitted data X 104 (BB) Received data X 105 (CA) Request to send X 106 (CB) Ready for sending (clear to send) X 107 (CC) Data set ready X 108/1 - Connect data set to line X or 108/2 (CD) Data terminal ready X 109 (CF) Data channel received line signal (ie carrier) detector X ATRIBUTOS LÓGICOS
  6. 6. LONGA DISTÂNCIA 11Copyright © 2002 LARC RS232: EXEMPLO DE OPERAÇÃO Terminal Chamador MODEM MODEM Terminal Chamado Conect data set to line ON Receive data Data set ready ON Carrier Detect ON Incoming call ON Clear to send ON Data terminal ready ON Request to send ON Transmit data DATA DATA 104 109 107 108.1 106 125 108.2 105 103 V.24 V.24 Comms Link Tom deChamada remoto atendeu LONGA DISTÂNCIA 12Copyright © 2002 LARC Request to send ON Transmit data Carrier Detect OFF Clear to send ON Clear to send OFF Carrier Detect ON Request to send OFF Receive data DATA DATA Receive data Transmit data DATA DATA 104 103 109 106 105 109 105 106 104 103 RS232: EXEMPLO DE OPERAÇÃO (cont.)
  7. 7. LONGA DISTÂNCIA 13Copyright © 2002 LARC DESCRIÇÃO DOS PRINCIPAIS CIRCUITOS ( I ) CONTROLE 109 - CD - CARRIER DETECTOR - Sentido: M - T Detecção de portadora. Indica se o outro lado colocou portadora na linha. 105 - RTS - REQUEST TO SEND - Sentido: T - M Requisição para transmitir. O modem coloca portadora na linha. 125 - CI - CALLING INDICATOR - Sentido: M -T Indicador de chamada na linha. 108.1 - CDSTL - CONNECT DATA SET TO LINE - Sentido: T - M Comanda o modem para fechar o circuito de linha, ou seja, tirar o fone do gancho. LONGA DISTÂNCIA 14Copyright © 2002 LARC CONTROLE 108.2 - DTR - DATA TERMINAL READY - Sentido: T - M Terminal pronto para receber dados. 107 - DSR - DATA SET READY - Sentido: M - T Modem pronto, conectado à linha. 103 - TX - TRANSMISSÃO DE DADOS - Sentido: T - M Sinal onde terminal coloca os dados para o modem transmitir. 104 - RX - RECEPÇÃO DE DADOS - Sentido: M - T Sinal onde o modem entrega os dados que recebe na linha. DESCRIÇÃO DOS PRINCIPAIS CIRCUITOS ( II )
  8. 8. LONGA DISTÂNCIA 15Copyright © 2002 LARC CIRCUITOS DE TEMPORIZAÇÃO 113 - TIMER TX - fonte DTE 114 - TIMER TX - fonte DCE 115 - TIMER RX - fonte DCE 128 - TIMER RX - fonte DTE MODEMS ASSÍNCRONOS: na recepção não recuperam a taxa de recepção da linha, terminal tem que fornecer esse sinal. MODEMS SÍNCRONOS: na recepção recuperam a taxa de transmissão da própria linha e fornecem para o terminal. Também fornecem a taxa para transmissão. DESCRIÇÃO DOS PRINCIPAIS CIRCUITOS ( III ) LONGA DISTÂNCIA 16Copyright © 2002 LARC EXEMPLOS DE FORNECIMENTO DE TAXA DE TRANSMISSÃO: CLOCK TX data 103 Ext TX clock 113 Rx clock 115 Rx data 104 B) CLOCK A) TX data 103 TX clock 114 Rx clock 115 Rx data 104 TERMINA L X TERMINA L Y MODEM MODEM MODEMS SÍNCRONOS
  9. 9. LONGA DISTÂNCIA 17Copyright © 2002 LARC ATRIBUTOS FÍSICOS CONECTOR: DB25 (referência DTE): 1 - Terra de Proteção 7 - Signal Ground 2 - Transmit Data (TxD) 8 - Data Carrier Detect (DCD) 3 - Receive Data (RxD) 15 - Transmit Clock 4 - Request to Send (RTS) 17 - Receive Clock 5 - Clear to Send (CTS) 20 - Data Terminal Ready (DTR) 6 - Data Set Read (DSR) COMPRIMENTO DO CABO: 15 m (máximo) VELOCIDADE NOMINAL MÁXIMA: 20 Kbps (mas adequado até 200 Kbps) SINAL NOS PINOS: saída: Ø = + 12V recepção: 0: sinal > +3V 1 = - 12V 1: sinal < -3V PROBLEMAS COM O RS-232-C: •Interface elétrica com terra comum. •Difícil eliminar interferências entre sinais de linha. LONGA DISTÂNCIA 18Copyright © 2002 LARC SINALIZAÇÃO DIFERENCIAL CONCEITO: O sinal é a tensão relativa entre dois circuitos. Há duas fontes separando o sinal em duas partes: Condutor A: “1” “0” +V -V Condutor B: “1” “0” +V -V Recepção: “1” : sinal > +0,4V (RS-449) “0”: sinal < -0,4V Relação Distância versus Velocidade no RS 422: 15m 100m 1Km 1,2Km 10m 10Kbps 100Kbps 1Mbps 10Mbp s RS-422 RS-232
  10. 10. LONGA DISTÂNCIA 19Copyright © 2002 LARC V-35 • Projetado inicialmente para interface de extensão de computador para operar até 58 Kbps. • Atualmente atinge até 6 Mbps. • Combina sinais de voltagem desbalanceados e corrente balanceados: • Circuitos de Controle compatíveis com RS-232. • Circuitos de Dados e Temporizadores diferenciais (RS-449) • Conector de 34 pinos. LONGA DISTÂNCIA 20Copyright © 2002 LARC Camada de Enlace
  11. 11. LONGA DISTÂNCIA 21Copyright © 2002 LARC FORMATO DO QUADRO DE NÍVEL 2 FLAG FLAGEND FCSFCSCONT INFORMAÇÃO 8 8 8 8 88 BITS FLAG: delimitador do quadro END : campo de endereço CONT: controle: tipo de quadro Informação: dados a serem transmitidos FCS: (2 bytes) Frame Checking Sequence: controle de erro LONGA DISTÂNCIA 22Copyright © 2002 LARC TIPO Comandos Respostas 1 2 3 4 5 6 7 8 Informação I 0 N (S) P N (R) Supervisão R R R N R R E J 1 0 0 0 1 0 1 0 1 0 0 1 P/F P/F P/F N (R) N (R) N (R) R R R N R R E J Não Numerados SABM DISC DM UA FRMR 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 0 0 1 1 0 0 1 1 1 0 P/F P/F P/F P/F P/F 0 0 0 1 0 0 0 1 0 1 1 0 0 0 1 CAMPO DE CONTROLE GLOSSÁRIO I Information DM Disconnect Mode RR Receiver Ready SABM Set Assyncronous Balanced Mode RNR Receiver Not Ready DISC Disconnect REJ Reject UA Unnumbered Acknowledgement FRMR Frame Reject
  12. 12. LONGA DISTÂNCIA 23Copyright © 2002 LARC CONCEITOS Janela (K): número máximo de quadros de informações que podem ficar com confirmação pendente N (S): número de seqüência de quadro transmitido N (R): número de seqüência de próximo quadro que a estação está esperando P/F: bit de reforço de pedido de resposta e de resposta ao comando Temporizador de Retransmissão (TRTx): Tempo máximo que uma estação espera a confirmação de um quadro Temporizador de Confirmação (TAck): Tempo máximo que uma estação retem a emissão de um quadro de confirmação de dados LONGA DISTÂNCIA 24Copyright © 2002 LARC REGRAS GERAIS Temporizador de Retransmissão (TRTx): É reiniciado nas seguintes ocasiões: • Toda vez que um quadro é transmitido; • Quando é confirmado o recebimento de pelo menos um quadro mas ainda há quadros pendentes. Deve ser parado quando não fica nenhum quadro pendente. Ao ocorrer seu esgotamento (Time Out) são retransmitidos todos os quadros de Informação (I) pendentes. Temporizador de Confirmação (TAck): É reiniciado sempre que chega um novo quadro de dados (I); É parado cada vez que é enviada a variável N®. Quando esgota (time out) provoca a transmissão dos quadros RR ou RNR, dependendo da situação. Bit P/F É setado sempre que um quadro é retransmitido. Obriga sempre o remoto a enviar uma resposta.
  13. 13. LONGA DISTÂNCIA 25Copyright © 2002 LARC EXEMPLOS DE SEQUÊNCIAS (I) CONEXÃO SABM C UA R V(R) = V(S) = 0 V(R) = V(S) = 0 PERDA DE PEDIDO DE CONEXÃO SABM C UA R F V(R) = V(S) = 0 V(R) = V(S) = 0 SABM C PT.O. LONGA DISTÂNCIA 26Copyright © 2002 LARC EXEMPLOS DE SEQUÊNCIAS (II) TRANSFERÊNCIA DE DADOS NORMAL I(0,0) C RR(3) R I(1,0) C I(2,0) C Janela = 3 I(3,0) C RR(6) R I(4,0) C I(5,0) C
  14. 14. LONGA DISTÂNCIA 27Copyright © 2002 LARC EXEMPLOS DE SEQUÊNCIAS (III) TRANSFERÊNCIA DE DADOS NORMAL NOS DOIS SENTIDOS I(0,0) C I(0,0) C I(1,1) C I(2,1) C Janela = 3 I(3,2) C RR(6) C I(4,2) C I(5,2) C I(1,2) C RR(5) C LONGA DISTÂNCIA 28Copyright © 2002 LARC EXEMPLOS DE SEQUÊNCIAS (IV) PERDA DE QUADRO DE DADOS I(0,0) C I(1,0) C I(2,0) C Janela = 3 RR(3) R REJ(1) R I(1,0) C I(2,0) C
  15. 15. LONGA DISTÂNCIA 29Copyright © 2002 LARC EXEMPLOS DE SEQUÊNCIAS (V) BLOQUEIO DE TRANSFERÊNCIA DE DADOS I(0,0) C I(1,0) C I(2,0) C Janela = 3 RR(3) C I(3,0) C RNR(2) C RR(3) R Bloqueado RR(4) R LONGA DISTÂNCIA 30Copyright © 2002 LARC Camada de Rede
  16. 16. LONGA DISTÂNCIA 31Copyright © 2002 LARC OBJETIVOS 1. Construção de Rede Comutada por Pacotes. 2. Compartilhamento do acesso à rede (multiplexação). 3. Implementação e suporte de Circuitos Virtuais. 4. Controle de comunicação em cada Circuito Virtual. 5. Implementação de serviços de rede inteligente: grupos fechados; tarifação reversa; etc. LONGA DISTÂNCIA 32Copyright © 2002 LARC REDE COMUTADA X Z 1 2 canal lógico Usuário A Y R 1 2 Usuário B T S Usuário C 1 2 REDE Circuito Virtual
  17. 17. LONGA DISTÂNCIA 33Copyright © 2002 LARC TIPOS DE CIRCUITOS CVC Circuito Virtual Comutado. Usuários fazem chamadas para diversos outros usuários em DTEs remotos. CVP Circuito Virtual Permanente. Circuito já estabelecido, de caráter permanente, ao ser ativado o DTE. É feita configuração no DCE (nó de rede) ao qual o DTE está ligado. É solicitado sob contrato. LONGA DISTÂNCIA 34Copyright © 2002 LARC REDE X.25: Modo de Operação PSE1 PSE3 PSE2DTE 1 DTE 2 DTE 3 enlace l1 enlace l2 enlace l10 enlace l11 enlacel12 LCI =8 LCI = 10 LCI =15 LCI =17 Rede X.25 PSE4 DTE 20 LCI =5 enlace l13 LCI =2 enlace l15 Tabela de Roteamento de Rede Enlace Saída LCI Saída Enlace Saída LCI Saída Enlace Saída LCI Saída ... ... ... ... ... ... VCI=8 11 15 ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... VCI=10 12 17 ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... VCI=15 1 8 ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... VCI=17 1 10 DTE Destino Enlace de Saída 20 11 21 22 23 12 Enlace l1 Enlace l11 Enlace l12 Tabelas de Roteamento de Enlaces Comunicação entre: DTE 1 e DTE 20 DTE 1 e DTE 23 Tabelas PSE1
  18. 18. LONGA DISTÂNCIA 35Copyright © 2002 LARC Protocolo Nível 3 Exemplo de Sequência: Conexão e Transferência de Dados DTE CHAMADOR Endereço A canal lógico “1” DTE CHAMADO Endereço C canal lógico “10” Rede de Pacotes Call request (1,C) Incoming call (10,A)Call accepted (10) Call connected (1) data (1) data (10)data (1) data (10) data (1) data (10) DSE DSE LONGA DISTÂNCIA 36Copyright © 2002 LARC PACOTE DE CALL REQUEST E INCOMING CALL Identificador geral do formato nº do grupo do canal lógico nº do canal lógico 0 0 0 0 1 0 1 1 Comprimento de end. DTE chamado Comprimento de end. DTE chamador Endereço do DTE chamado (n bytes) comprimento da facilidade Facilidades (m bytes) Dados do Usuário (máximo 16 bytes) 2 18 7 6 5 4 3 Endereço do DTE chamador (n bytes)
  19. 19. LONGA DISTÂNCIA 37Copyright © 2002 LARC Identificador geral do formato 0 0 0 1 nº do grupo do canal lógico nº do canal lógico 2 18 7 6 5 4 3 Dados do Usuário P(R) M P(S) 0 PACOTE DE DADOS LONGA DISTÂNCIA 38Copyright © 2002 LARC Protocolo Nível 3 Exemplo de Sequência: Desconexão DTE CHAMADOR Endereço A canal lógico “1” DTE CHAMADO Endereço C canal lógico “10” Rede de Pacotes Clear request (1) DCE Clear Confirmation (1) DSE DSE Clear indication (10) DTE Clear Confirmation (10)
  20. 20. LONGA DISTÂNCIA 39Copyright © 2002 LARC PACOTES DE NÍVEL 3... DCE para DTE Inicialização e Desconexão de Chamada Incoming call Call connected Clear indication DCE clear confirmation Dados e Interrupção DCE data DCE interrupt DCE interrupt confirmation DTE para DCE Call request Call accepted Clear request DTE clear confirmation DTE data DTE interrupt DTE interrupt confirmation LONGA DISTÂNCIA 40Copyright © 2002 LARC DCE para DTE Controle de Fluxo e Reinicialização DCE RR DCE RNR Reset indication DCE reset confirmation “Restart” Restart indication DCE Restart confirmation Diagnóstico e Registro (opcionais) Diagnostic Registration confirmation DTE para DCE DTE RR DTE RNR DTE REJ Reset request DTE reset confirmation Restart request DTE Restart confirmation Registration request ...PACOTES DE NÍVEL 3
  21. 21. LONGA DISTÂNCIA 41Copyright © 2002 LARC Facilidades Opcionais on-line facility registration extended packet seq. number packet retransmition incoming calls barred outgoing calls barred one-way logical channel outgoing one-way logical channel incoming closed user groups fast select reverse charging reverse charging acceptance local charging prevention LONGA DISTÂNCIA 42Copyright © 2002 LARC RENPAC 93/94 Legenda: - nó DPN núcleo da rede - nó DPN - nó existente - centro de sup. e gerência - 2 Mbps - 512 Kbps - 256 Kbps - 128 Kbps - 64 Kbps - 192 Kbps
  22. 22. LONGA DISTÂNCIA 43Copyright © 2002 LARC df rj 2 2 128 2 sp 22 22 pr 2 2 256 256 256 4 3 1 3 1 atendimento futuro em 128k, Embratel 256 2 nó roteador NORTEL DPN100 nó de acesso NORTEL DPN 10 acesso remoto transmissão digital - Furnas transmissão digital - Embratel expansões num de trk / nl no grupo velocidade do trk ou nl transmissão analógica - Furnas tronco ou netlink de 64k ( 1 ) ( 2 ) atendimento futuro em 64k, Embratel REDE WAN – X.25 LONGA DISTÂNCIA 44Copyright © 2002 LARC Redes Locais Ethernet
  23. 23. LONGA DISTÂNCIA 45Copyright © 2002 LARC Método de Acesso para Redes em Barramento CSMA/CD = Carrier Sense Multiple Access Colision Detection Projeto Original da Xerox e Digital e submetido ao IEEE CARACTERÍSTICAS LONGA DISTÂNCIA 46Copyright © 2002 LARC 10BASE5 - CONFIGURAÇÃO COM 3 SEGMENTOS Estação Repetidor Terminação MAU seguimento
  24. 24. LONGA DISTÂNCIA 47Copyright © 2002 LARC Transmissão Efetuada Incrementa No. de Colisões RETRANSMISSÃO SIM CSMA/CD Determina Média de Distribuição dos Intervalos de Retransmissão Gera Atraso Aleatório de Retransmissão Colisão ? Erro NÃO ALGORITMO DE RETRANSMISSÃO I TÉCNICA CSMA-CD SIM NÃO No. de Colisões Excessivo ? Transmite quando o Meio Estiver Livre JAM Nova Mensagem Nº. de Colisões Igual a Zero LONGA DISTÂNCIA 48Copyright © 2002 LARC TRANSCEIVER COMPARAÇÃO ENTRE 10BASE5 E 10BASE2 BNC “T” CONNECTOR 10BASE210BASE5 TRANSCEIVER CABO
  25. 25. LONGA DISTÂNCIA 49Copyright © 2002 LARC OPERAÇÃO DE UMA REDE 1BASE5 CONFIGURADA EM 2 NÍVEIS A Transmitindo E H HUB Pa I HUB A B Pa Pa I HUB C D Pa Pa Pa Pa Pa Pa LONGA DISTÂNCIA 50Copyright © 2002 LARC REDE 10BASET HUB A B HUB C D
  26. 26. LONGA DISTÂNCIA 51Copyright © 2002 LARC ALTERNATIVAS DA CAMADA FÍSICA DO ETHERNET 10BASE5 10BASE2 1BASE5 10BASETPARÂMETRO Meio de Transmissão Técnica de Sinalização Taxa de Transmissão Comprimento Máximo Segmento (m) Comprimento Total (m) Número de Nós por Segmento Distância entre nós (m) mínima Gap entre Quadros (µs) Número máximo de Tentativas Tamanho sequência Reforço (bits) Tamanho máximo do Quadro (bytes) Tamanho mínimo do Quadro (bytes) Diâmetro de Cabo (mm) Par Trançado Não Blindado Par Trançado Não Blindado Cabo Coaxial (50 OHMS) Cabo Coaxial (50 OHMS) Baseband (Manchester) Baseband (Manchester) Baseband (Manchester) Baseband (Manchester) 10 500 2500 100 2.5 10 9,6 32 1518 64 16 10 185 925 30 0.5 5 9,6 32 1518 64 16 1 500 2500 – – 0.4 – 0.6 9,6 32 1518 64 16 10 100 500 – – 0.4 – 0.6 9,6 32 1518 64 16 LONGA DISTÂNCIA 52Copyright © 2002 LARC FAST ETHERNET 100baseX Comitê IEEE 802.3U Arquitetura de hub. Método de Acesso CSMA/CD Velocidade configurável para 10 e 100 Mbps Efeito de colisão contínua Vários meios: 100baseTx: Dois pares UTP categoria 5 Dois pares STP 100baseT4: Quatro pares UTP categoria 3, 4 ou 5 100baseFX: Fibra Óptica (multimodo e monomodo) Fast Ethernet Full: Full Duplex – 2 fibras.
  27. 27. LONGA DISTÂNCIA 53Copyright © 2002 LARC GIGABIT ETHERNET 1000baseX Arquitetura de hub. Método de Acesso CSMA/CD Sem efeito de colisão pois trabalha full duplex com duas fibras Vários meios: 1000BaseSX (Shorter) – Fibra MMF – 220 a 550 m 1000BaseLX (Longer) – Fibra MMF – 550 m Fibra SMF – 5000m 1000BaseCX (Copper) – cabo twinax (Token ring) –25 m 1000BaseT – 100m Muito usado para backbones de campos e de sites. LONGA DISTÂNCIA 54Copyright © 2002 LARC DISPOSITIVOS DE REDE Hubs Bridges Switches
  28. 28. LONGA DISTÂNCIA 55Copyright © 2002 LARC HUBS Implementam o barramento internamente Interconexão a nível físico Cabo especial Hub empilhável (stackable) •Interconexão pelo barramento LONGA DISTÂNCIA 56Copyright © 2002 LARC BRIDGES: MOTIVAÇÃO Problemas com as LANs Limitações Número de Estações Comprimento dos Cabos Tráfego Solução Pontes Transparentes (Transparent Bridges - IEEE 802.1d) Três Tipos: 1. Simples (No frills bridges) 2. Inteligentes (Learning bridges) 3. Completas (Complete bridges)
  29. 29. LONGA DISTÂNCIA 57Copyright © 2002 LARC BRIDGE INTELIGENTE Estação 1 Estação 2 p/ 20 Estação 10 Estação 20 Estação 38 Estação 45 p/ 45 p/ 20 BRIDGE 1 2 10 20 BRIDGE 10 20 38 45 Repete o quadro apenas para a porta onde “sabe” estar a estação destino. “Aprende” onde estão as estações pelo campo de remetente do quadro. Se não “sabe” onde está a estação, age como uma NO FRILLS. Apaga as entradas da tabela periodicamente. LONGA DISTÂNCIA 58Copyright © 2002 LARC Port a 2 Port a 4 Port a 1 Port a 3 Port a n Barramento de Alta Capacidade (backplane) SWITCHES Chaveamento baseado em: Número da porta Endereço da estação (MAC) (Nível 2) Endereço IP (Nível 3) (Switch/router) Porta TCP (Nível 4) (Controle de fluxo e priorização) Conteúdo de Aplicação (Nível 7) Permite a comunicação de portas duas-a-duas simultaneamente Port a n- 1 Port a n-2
  30. 30. LONGA DISTÂNCIA 59Copyright © 2002 LARC REDE LOCAL COM SWITCH ETHERNET H Roteador Servidor Servidor H H H LONGA DISTÂNCIA 60Copyright © 2002 LARC REDE LOCAL COM SWITCH FAST-ETHERNET Roteador Servidor Servidor 100 100 100 10 10 10 10 H H H H
  31. 31. LONGA DISTÂNCIA 61Copyright © 2002 LARC REDE LOCAL COM SWITCH FAST- ETHERNET Roteador Servidor Servidor 10 100 100 10 10 100 10 10 H H H H 100 10 10 H H LONGA DISTÂNCIA 62Copyright © 2002 LARC REDE LOCAL COM SWITCH E HUBS FAST-ETHERNET Roteador Servidor Servidor 100 100 100 100 100 100 100 100 100 100 100 H H H H
  32. 32. LONGA DISTÂNCIA 63Copyright © 2002 LARC GE GE GE GE GE GE FE FE FEServidores Acessos WAN Usuários Backbones de LAN LONGA DISTÂNCIA 64Copyright © 2002 LARC Topologia Redundante Gateway (existente) 1 IDS 2 2Mbps 2Mbps 2Mbps 2Mbps 1 1 Switch L2 Router Cache DNS A EB F HSRPF O A B E 1 2 FW 1 FW 2 3 4 F
  33. 33. LONGA DISTÂNCIA 65Copyright © 2002 LARC Internet A 1 1 1 2 2 2 2 2 3 3 3 3 4 4 4 4 5 6 7 8 1 B C D 87 CoreCore LayerLayer FrontFront EndEnd LayerLayer BackBack EndEnd LayerLayer Shared Unit 1 E F HG Dedicated Unit 5 7 8 G H E F VPN Concentrator PDB 1 y 2 A B 5 6 6 1 2 Projeto Datacent er

×