SlideShare uma empresa Scribd logo
ELETROMAGNETISMO
É um fenômeno
magnético provocado
pela circulação de
corrente elétrica .
• Conceito
ELETROMAGNETISMO
A relação entre eletricidade e
magnetismo foi descoberta
pelo físico dinamarquês
Hans Christian Orsted , ao
perceber que uma bússola se
deslocava próxima a um
condutor percorrido por
corrente elétrica .
• Conceito
ELETROMAGNETISMO
• Conceito
ELETROMAGNETISMO
Todo condutor ao ser
percorrido por uma
corrente elétrica , tem em
seu entorno o
aparecimento de um
campo magnético .
• Campo magnético em um condutor
ELETROMAGNETISMO
• Campo magnético em um condutor
As linhas de força do campo
magnético são concêntricas a um
plano perpendicular ao condutor .
ELETROMAGNETISMO
Envolvendo – se o condutor com a mão direita ,
o polegar indica o sentido da corrente elétrica ,
enquanto os demais dedos dobrados indicam o
sentido do campo magnético .
• Campo magnético em um condutor
Regra da mão direita
ELETROMAGNETISMO
Para calcularmos o valor do
campo magnético a uma distância
qualquer do condutor , usamos a
seguinte expressão :
B=
µo.I
2πd
B = campo magnético ( T )
µo = permeabilidade magnética do vácuo (Tm/A )
I = Corrente elétrica ( A )
d = distância perpendicular ao condutor onde se
quer determinar “ B “ . ( m )
• Campo magnético em um condutor
Cálculo
ELETROMAGNETISMO
Ao enrolarmos um fio em forma
de espiral , teremos um intenso
campo magnético no centro da
espira .
• Campo magnético em uma espira
As linhas de indução magnética saem
pelo polo norte e entram no polo sul .
ELETROMAGNETISMO
A figura abaixo ilustra como
identificar o polo sul .
Corrente no sentido horário na espira ,
fluxo magnético entrando no plano do
observador .
• Campo magnético em uma espira
Identificando o polo sul
ELETROMAGNETISMO
A figura abaixo ilustra como
identificar o polo norte .
Corrente no sentido anti - horário na
espira , fluxo magnético saindo do plano
do observador .
• Campo magnético em uma espira
Identificando o polo norte
ELETROMAGNETISMO
O cálculo do campo magnético no
centro de uma espira é dado por :
B=
µ .𝐈
𝟐𝐑
B = campo magnético ( T )
µ = permeabilidade magnética do meio ( Tm/A )
I = corrente elétrica ( A )
R = raio da espira ( m )
• Campo magnético em uma espira
Cálculo
ELETROMAGNETISMO
Nas aplicações práticas , para
obtermos campos magnéticos
mais intensos devemos enrolar
o condutor em forma de espiral ,
obtendo – se assim uma bobina
ou solenóide .
• Campo magnético em uma bobina
ELETROMAGNETISMO
A bobina é formada por um
conjunto de várias espiras
enroladas lado a lado sobre um
núcleo .
• Campo magnético em uma bobina
ELETROMAGNETISMO
A vantagem da bobina é que o
seu campo magnético é similar
ao produzido por um imã .
• Campo magnético em uma bobina
ELETROMAGNETISMO
Para determinarmos os 2 pólos
de uma bobina usa –se a regra
da mão direita .
• Campo magnético em uma bobina
Regra da mão direita
O polegar aponta para o
polo norte da bobina
Os dedos indicam o sentido da
corrente elétrica na bobina .
ELETROMAGNETISMO
Os núcleos onde as bobinas são
enroladas podem ser de ar ou
ferro .
O ferro ou aço por possuir um
permeabilidade magnética maior ,
é o mais utilizado .
• Campo magnético em uma bobina
Tipos de núcleo
Núcleo de ar
Núcleo de ferro
( eletroímã )
ELETROMAGNETISMO
O cálculo do campo magnético
no interior de uma bobina :
B=
µ .𝐍.𝐈
𝐋
• Campo magnético em uma bobina
Cálculo
B = campo magnético ( T )
µ = permeabilidade magnética do meio ( Tm/A )
I = corrente elétrica ( A )
N = número de espiras
L = comprimento da bobina ( m )
ELETROMAGNETISMO
A bobina também é conhecida
como indutor .
Nos circuitos elétricos possui a
seguinte simbologia :
• Campo magnético em uma bobina
Simbologia para bobina
ou

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 11 associação de resistores
Aula 11   associação de resistoresAula 11   associação de resistores
Aula 11 associação de resistores
Montenegro Física
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
FÍSICA PROFESSOR TELMO
 
Força magnética
Força magnéticaForça magnética
Força magnética
Marco Antonio Sanches
 
Arduino - iniciação à linguagem C (entradas analógica)
Arduino - iniciação à linguagem C (entradas analógica)Arduino - iniciação à linguagem C (entradas analógica)
Arduino - iniciação à linguagem C (entradas analógica)
Ana Carneirinho
 
Imas magnetismo e etc
Imas magnetismo e etcImas magnetismo e etc
Imas magnetismo e etc
Paulo Brites
 
Maquinas eletricas
Maquinas eletricasMaquinas eletricas
Maquinas eletricas
Francisco Costa
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Movimento Circular
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Movimento Circularwww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Movimento Circular
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Movimento Circular
Videoaulas De Física Apoio
 
Resumo Eletrodinâmica
Resumo EletrodinâmicaResumo Eletrodinâmica
Resumo Eletrodinâmica
Gabriel Siqueira
 
Campomagneticoprofvildemar
CampomagneticoprofvildemarCampomagneticoprofvildemar
Campomagneticoprofvildemar
vildemar Lavor
 
Regras gerais de segurança em laboratório
Regras gerais de segurança em laboratórioRegras gerais de segurança em laboratório
Regras gerais de segurança em laboratório
Aldy Paula
 
Capitulo 1 grandezas elétricas
Capitulo 1   grandezas elétricasCapitulo 1   grandezas elétricas
Capitulo 1 grandezas elétricas
Jorge Alex Rodrigues
 
Grandezas e Unidades
Grandezas e UnidadesGrandezas e Unidades
Grandezas e Unidades
arianepenna
 
qui221_ab_atom.ppt
qui221_ab_atom.pptqui221_ab_atom.ppt
qui221_ab_atom.ppt
MicheleCristinBehren1
 
PROMINP: Apresentação sobre Medidas Elétricas
PROMINP: Apresentação sobre Medidas ElétricasPROMINP: Apresentação sobre Medidas Elétricas
PROMINP: Apresentação sobre Medidas Elétricas
carlos ars
 
Quimioluminescencia.
Quimioluminescencia.Quimioluminescencia.
Quimioluminescencia.
Arnowdhy Hudson
 
Perspectiva isométrica .lista de exercícios
Perspectiva isométrica .lista de exercíciosPerspectiva isométrica .lista de exercícios
Perspectiva isométrica .lista de exercícios
Tyla Ricci
 
Apresentacao corrente eletrica
Apresentacao corrente eletricaApresentacao corrente eletrica
Apresentacao corrente eletrica
Marcia Marcia.Cristina2
 
Lista 2 - Campo Elétrico
Lista 2 - Campo ElétricoLista 2 - Campo Elétrico
Lista 2 - Campo Elétrico
Gustavo Mendonça
 
Motor elementar
Motor elementarMotor elementar
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & RadiaçãoAula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Ronaldo Santana
 

Mais procurados (20)

Aula 11 associação de resistores
Aula 11   associação de resistoresAula 11   associação de resistores
Aula 11 associação de resistores
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
 
Força magnética
Força magnéticaForça magnética
Força magnética
 
Arduino - iniciação à linguagem C (entradas analógica)
Arduino - iniciação à linguagem C (entradas analógica)Arduino - iniciação à linguagem C (entradas analógica)
Arduino - iniciação à linguagem C (entradas analógica)
 
Imas magnetismo e etc
Imas magnetismo e etcImas magnetismo e etc
Imas magnetismo e etc
 
Maquinas eletricas
Maquinas eletricasMaquinas eletricas
Maquinas eletricas
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Movimento Circular
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Movimento Circularwww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Movimento Circular
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Movimento Circular
 
Resumo Eletrodinâmica
Resumo EletrodinâmicaResumo Eletrodinâmica
Resumo Eletrodinâmica
 
Campomagneticoprofvildemar
CampomagneticoprofvildemarCampomagneticoprofvildemar
Campomagneticoprofvildemar
 
Regras gerais de segurança em laboratório
Regras gerais de segurança em laboratórioRegras gerais de segurança em laboratório
Regras gerais de segurança em laboratório
 
Capitulo 1 grandezas elétricas
Capitulo 1   grandezas elétricasCapitulo 1   grandezas elétricas
Capitulo 1 grandezas elétricas
 
Grandezas e Unidades
Grandezas e UnidadesGrandezas e Unidades
Grandezas e Unidades
 
qui221_ab_atom.ppt
qui221_ab_atom.pptqui221_ab_atom.ppt
qui221_ab_atom.ppt
 
PROMINP: Apresentação sobre Medidas Elétricas
PROMINP: Apresentação sobre Medidas ElétricasPROMINP: Apresentação sobre Medidas Elétricas
PROMINP: Apresentação sobre Medidas Elétricas
 
Quimioluminescencia.
Quimioluminescencia.Quimioluminescencia.
Quimioluminescencia.
 
Perspectiva isométrica .lista de exercícios
Perspectiva isométrica .lista de exercíciosPerspectiva isométrica .lista de exercícios
Perspectiva isométrica .lista de exercícios
 
Apresentacao corrente eletrica
Apresentacao corrente eletricaApresentacao corrente eletrica
Apresentacao corrente eletrica
 
Lista 2 - Campo Elétrico
Lista 2 - Campo ElétricoLista 2 - Campo Elétrico
Lista 2 - Campo Elétrico
 
Motor elementar
Motor elementarMotor elementar
Motor elementar
 
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & RadiaçãoAula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
Aula Física (9° Ano - Ciências) Magnetismo & Radiação
 

Semelhante a Eletromagnetismo

Aula 02 campo magnético
Aula 02   campo magnéticoAula 02   campo magnético
Aula 02 campo magnético
cristbarb
 
Aula 4 eletromagnetismo[2]
Aula 4 eletromagnetismo[2]Aula 4 eletromagnetismo[2]
Aula 4 eletromagnetismo[2]
flaviomenesantos
 
INSTITUTO_FEDERAL_DE_EDUCACAO_CIENCIA_E.pdf
INSTITUTO_FEDERAL_DE_EDUCACAO_CIENCIA_E.pdfINSTITUTO_FEDERAL_DE_EDUCACAO_CIENCIA_E.pdf
INSTITUTO_FEDERAL_DE_EDUCACAO_CIENCIA_E.pdf
Sergio Ricardo Nobre
 
Campo magnético
Campo magnéticoCampo magnético
Campo magnético
Pe Gil Medeiros
 
Magnetismo 130924182201-phpapp01
Magnetismo 130924182201-phpapp01Magnetismo 130924182201-phpapp01
Magnetismo 130924182201-phpapp01
Wanderson Batista
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
Luiz Carlos Ferreira
 
Eletricidade capitulo 13
Eletricidade capitulo 13Eletricidade capitulo 13
Eletricidade capitulo 13
Antonio Tadeu Segat
 
Estudo sobre Campo Magnético
Estudo sobre Campo MagnéticoEstudo sobre Campo Magnético
Estudo sobre Campo Magnético
Pe Gil Medeiros
 
Campo Magnético
Campo MagnéticoCampo Magnético
Campo Magnético
Pe Gil Medeiros
 
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
PatriciaDonatelli
 
Feira Aciub
Feira AciubFeira Aciub
Feira Aciub
Mat-Rox
 
Lei de ampère by Robério
Lei de ampère by Robério Lei de ampère by Robério
Lei de ampère by Robério
Robério Ribeiro
 
Electrotecnia magnetismo
Electrotecnia magnetismoElectrotecnia magnetismo
Electrotecnia magnetismo
Mario Trigo
 
Magnetismo 2020.pptx
Magnetismo 2020.pptxMagnetismo 2020.pptx
Magnetismo 2020.pptx
LuizCsar13
 
Electrotecnia e magnetismo
Electrotecnia e magnetismoElectrotecnia e magnetismo
Electrotecnia e magnetismo
eqeqe
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
Tiago
 
Electricidade magnetismo
Electricidade magnetismoElectricidade magnetismo
Electricidade magnetismo
Ricardo Antunes
 
Aula_Eletromagnetismo.pdf
Aula_Eletromagnetismo.pdfAula_Eletromagnetismo.pdf
Aula_Eletromagnetismo.pdf
CiranoPinheiro2
 
Relatorio fisica iii - 2
Relatorio fisica iii - 2Relatorio fisica iii - 2
Relatorio fisica iii - 2
AnaDahmer
 
ef11_em1_ppt_modulo_12.pptx
ef11_em1_ppt_modulo_12.pptxef11_em1_ppt_modulo_12.pptx
ef11_em1_ppt_modulo_12.pptx
Catarina169234
 

Semelhante a Eletromagnetismo (20)

Aula 02 campo magnético
Aula 02   campo magnéticoAula 02   campo magnético
Aula 02 campo magnético
 
Aula 4 eletromagnetismo[2]
Aula 4 eletromagnetismo[2]Aula 4 eletromagnetismo[2]
Aula 4 eletromagnetismo[2]
 
INSTITUTO_FEDERAL_DE_EDUCACAO_CIENCIA_E.pdf
INSTITUTO_FEDERAL_DE_EDUCACAO_CIENCIA_E.pdfINSTITUTO_FEDERAL_DE_EDUCACAO_CIENCIA_E.pdf
INSTITUTO_FEDERAL_DE_EDUCACAO_CIENCIA_E.pdf
 
Campo magnético
Campo magnéticoCampo magnético
Campo magnético
 
Magnetismo 130924182201-phpapp01
Magnetismo 130924182201-phpapp01Magnetismo 130924182201-phpapp01
Magnetismo 130924182201-phpapp01
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Eletricidade capitulo 13
Eletricidade capitulo 13Eletricidade capitulo 13
Eletricidade capitulo 13
 
Estudo sobre Campo Magnético
Estudo sobre Campo MagnéticoEstudo sobre Campo Magnético
Estudo sobre Campo Magnético
 
Campo Magnético
Campo MagnéticoCampo Magnético
Campo Magnético
 
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
 
Feira Aciub
Feira AciubFeira Aciub
Feira Aciub
 
Lei de ampère by Robério
Lei de ampère by Robério Lei de ampère by Robério
Lei de ampère by Robério
 
Electrotecnia magnetismo
Electrotecnia magnetismoElectrotecnia magnetismo
Electrotecnia magnetismo
 
Magnetismo 2020.pptx
Magnetismo 2020.pptxMagnetismo 2020.pptx
Magnetismo 2020.pptx
 
Electrotecnia e magnetismo
Electrotecnia e magnetismoElectrotecnia e magnetismo
Electrotecnia e magnetismo
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Electricidade magnetismo
Electricidade magnetismoElectricidade magnetismo
Electricidade magnetismo
 
Aula_Eletromagnetismo.pdf
Aula_Eletromagnetismo.pdfAula_Eletromagnetismo.pdf
Aula_Eletromagnetismo.pdf
 
Relatorio fisica iii - 2
Relatorio fisica iii - 2Relatorio fisica iii - 2
Relatorio fisica iii - 2
 
ef11_em1_ppt_modulo_12.pptx
ef11_em1_ppt_modulo_12.pptxef11_em1_ppt_modulo_12.pptx
ef11_em1_ppt_modulo_12.pptx
 

Eletromagnetismo

  • 1. ELETROMAGNETISMO É um fenômeno magnético provocado pela circulação de corrente elétrica . • Conceito
  • 2. ELETROMAGNETISMO A relação entre eletricidade e magnetismo foi descoberta pelo físico dinamarquês Hans Christian Orsted , ao perceber que uma bússola se deslocava próxima a um condutor percorrido por corrente elétrica . • Conceito
  • 4. ELETROMAGNETISMO Todo condutor ao ser percorrido por uma corrente elétrica , tem em seu entorno o aparecimento de um campo magnético . • Campo magnético em um condutor
  • 5. ELETROMAGNETISMO • Campo magnético em um condutor As linhas de força do campo magnético são concêntricas a um plano perpendicular ao condutor .
  • 6. ELETROMAGNETISMO Envolvendo – se o condutor com a mão direita , o polegar indica o sentido da corrente elétrica , enquanto os demais dedos dobrados indicam o sentido do campo magnético . • Campo magnético em um condutor Regra da mão direita
  • 7. ELETROMAGNETISMO Para calcularmos o valor do campo magnético a uma distância qualquer do condutor , usamos a seguinte expressão : B= µo.I 2πd B = campo magnético ( T ) µo = permeabilidade magnética do vácuo (Tm/A ) I = Corrente elétrica ( A ) d = distância perpendicular ao condutor onde se quer determinar “ B “ . ( m ) • Campo magnético em um condutor Cálculo
  • 8. ELETROMAGNETISMO Ao enrolarmos um fio em forma de espiral , teremos um intenso campo magnético no centro da espira . • Campo magnético em uma espira As linhas de indução magnética saem pelo polo norte e entram no polo sul .
  • 9. ELETROMAGNETISMO A figura abaixo ilustra como identificar o polo sul . Corrente no sentido horário na espira , fluxo magnético entrando no plano do observador . • Campo magnético em uma espira Identificando o polo sul
  • 10. ELETROMAGNETISMO A figura abaixo ilustra como identificar o polo norte . Corrente no sentido anti - horário na espira , fluxo magnético saindo do plano do observador . • Campo magnético em uma espira Identificando o polo norte
  • 11. ELETROMAGNETISMO O cálculo do campo magnético no centro de uma espira é dado por : B= µ .𝐈 𝟐𝐑 B = campo magnético ( T ) µ = permeabilidade magnética do meio ( Tm/A ) I = corrente elétrica ( A ) R = raio da espira ( m ) • Campo magnético em uma espira Cálculo
  • 12. ELETROMAGNETISMO Nas aplicações práticas , para obtermos campos magnéticos mais intensos devemos enrolar o condutor em forma de espiral , obtendo – se assim uma bobina ou solenóide . • Campo magnético em uma bobina
  • 13. ELETROMAGNETISMO A bobina é formada por um conjunto de várias espiras enroladas lado a lado sobre um núcleo . • Campo magnético em uma bobina
  • 14. ELETROMAGNETISMO A vantagem da bobina é que o seu campo magnético é similar ao produzido por um imã . • Campo magnético em uma bobina
  • 15. ELETROMAGNETISMO Para determinarmos os 2 pólos de uma bobina usa –se a regra da mão direita . • Campo magnético em uma bobina Regra da mão direita O polegar aponta para o polo norte da bobina Os dedos indicam o sentido da corrente elétrica na bobina .
  • 16. ELETROMAGNETISMO Os núcleos onde as bobinas são enroladas podem ser de ar ou ferro . O ferro ou aço por possuir um permeabilidade magnética maior , é o mais utilizado . • Campo magnético em uma bobina Tipos de núcleo Núcleo de ar Núcleo de ferro ( eletroímã )
  • 17. ELETROMAGNETISMO O cálculo do campo magnético no interior de uma bobina : B= µ .𝐍.𝐈 𝐋 • Campo magnético em uma bobina Cálculo B = campo magnético ( T ) µ = permeabilidade magnética do meio ( Tm/A ) I = corrente elétrica ( A ) N = número de espiras L = comprimento da bobina ( m )
  • 18. ELETROMAGNETISMO A bobina também é conhecida como indutor . Nos circuitos elétricos possui a seguinte simbologia : • Campo magnético em uma bobina Simbologia para bobina ou