SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 43
Baixar para ler offline
Um Mundo Imerso Numa Cultura Materialista
Combatendo o Desejo da
Carne, o Desejo dos Olhos
e a Soberba da Vida.
Cobiça e Orgulho
2º Trimestre
Ano 2019
 Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Curitiba.
 Mestre e doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do
Paraná - PUC.
Lição 1 – Um Mundo Imerso numa Cultura,
Materialista
Lição 2 – Nem pobreza e nem riqueza, mas o
necessário
Lição 3 – O dinheiro e seus perigos
Lição 4 – O uso virtuoso dos bens materiais
Lição 5 – Dízimos e Ofertas como disciplina para
uma vida bem sucedida
Lição 6 - Sexo, uma dádiva divina
Lição 7 - Prostituição, a perversão da sexualidade
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a
perspectiva cristã
Lição 9 - Seja santo, fuja do pecado
Lição 10 - O poder e os reinos deste mundo
Lição 11 - Orgulho e Inveja
Lição 12 - O governo da igreja local
Lição 13 - Resgatando o princípio da humildade e
do serviço ao próximo
EXPLICAR que a cobiça e a
soberba são frutos da cultura
materialista;
REFLETIR a respeito do
materialismo temporário e a
vontade eterna de Deus.
MOSTRAR que aquele que ama o
mundo não tem o amor do Pai;
15 - Não ameis o mundo, nem o que no mundo
há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não
está nele.
16 - Porque tudo o que há no mundo, a
concupiscência da carne, a concupiscência dos
olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do
mundo.
17 - E o mundo passa, e a sua concupiscência;
mas aquele que faz a vontade de Deus
permanece para sempre.
1 João 2.15-17
"Não ameis o mundo,
nem o que no mundo
há. Se alguém ama o
mundo, o amor do Pai
não está nele.”
(1 João 2:15)
O crente vive em um mundo
dominado por uma cultura
materialista, egoísta e
efêmera, mas não se deixa
dominar por ele.
O seu prazer é fazer a
vontade de Deus.
Serão detalhadas
as recomendações
bíblicas a respeito
do nosso
relacionamento
com o dinheiro, o
sexo e o poder.
Neste Trimestre estudaremos a respeito da
concupiscência da carne, a concupiscência
dos olhos e a soberba da vida.
1 – O que é o Mundo ?
A palavra grega para mundo é kosmos.
Ela tem três diferentes significados no NT. observe:
❶ o mundo físico criado por
Deus, o planeta em que
vivemos
❷ a humanidade em geral,
objeto do amor sacrificial de
Deus para salvação
❸ o sistema dominante que
se opõe a Deus
❸
Neste
Trimestre
Vamos
tratar
do
I – Quem Ama o Mundo o Amor
do Pai não está Nele (1Jo 2.15)
2 – Não ame o Mundo.
❶ As que não conhecem a Deus (1 Jo 3.1),
❷ As que são contrárias à igreja de Cristo (1 Jo 3.13),
❸ As que são dominadas pelo maligno (1 Jo 5.19).
A Primeira Carta de João mostra que o mundo é
constituído por três tipos de pessoas:
I – Quem Ama o Mundo o Amor
do Pai não está Nele (1Jo 2.15)
2 – Não ame o Mundo.
O crente é “sal” e “luz” e não pode jamais permitir
ser influenciado pelo estilo de vida daqueles que
não conhecem a Deus.
Ele deve
influenciar, com
suas ações e
palavras, as
pessoas que se
opõem a Deus.
I – Quem Ama o Mundo o Amor
do Pai não está Nele (1Jo 2.15)
2 – Não ame o Mundo.
O crente deve renovar sua mente por meio da
Palavra de Deus, da oração e do jejum.
O mundo usurpa
a paixão de
quem se deixa
levar por ele.
I – Quem Ama o Mundo o Amor
do Pai não está Nele (1Jo 2.15)
3 – O amor ao mundo é inconsistente
com o amor de Deus.
Quanto mais próximo o cristão estiver do sistema deste
mundo, mais ele se distanciará da presença de Deus.
Os que se
moldam ao estilo
do mundo não
tiveram um
experiência real
com Jesus.
I – Quem Ama o Mundo o Amor
do Pai não está Nele (1Jo 2.15)
É inútil ter Cristo nos
lábios e o mundo no
coração.
A quem você tem amado:
ao mundo ou a Cristo?
O cristão não deve tomar a forma do
mundo, ou seja, seguir o estilo de
vida das pessoas que não conhecem
e se opõem a Deus.
1 – A Cobiça da Carne.
A concupiscência da carne é a falta de domínio
sobre os desejos carnais.
“os que são de
Cristo
crucificaram a
carne com as
suas paixões e
concupiscências”
(Gl 5.24).
II – A Cobiça e a Soberba, Frutos
da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
1 – A Cobiça da Carne.
como por
exemplo,
prostituição,
impureza,
lascívia, idolatria,
feitiçarias
(Gl 5.19,20).
As pessoas que se entregam à cobiça da carne
tornam-se escravas de pecados,
II – A Cobiça e a Soberba, Frutos
da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
1 – A Cobiça da Carne.
“Mas cada um é
tentado,
quando atraído
e engodado pela
sua própria
concupiscência”
(Tg 1.14).
Algumas pessoas atribuem suas condutas imorais
somente à ação de Satanás,
II – A Cobiça e a Soberba, Frutos
da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
2 – A Cobiça dos Olhos.
Os olhos são considerados as janelas da alma
Podem levar o ser humano a uma cobiça
desenfreada e ao afastamento da vontade de Deus.
II – A Cobiça e a Soberba, Frutos
da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
2 – A Cobiça dos Olhos.
A Bíblia narra alguns episódios de pessoas que,
devido à cobiça dos olhos, atraíram para si
resultados desastrosos.
Adão e Eva Acã Davi
II – A Cobiça e a Soberba, Frutos
da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
3 – A Soberba da Vida.
II – A Cobiça e a Soberba, Frutos
da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
Aquele que não tem o temor de Deus busca a
ostentação, se precisar renuncia a prática da
honestidade para buscar “poder” e “glamour”.
3 – A Soberba da Vida.
O mundo consumista da atualidade, que valoriza o
TER em detrimento do SER ...
tem grande
influência no
comportamento
das pessoas.
II – A Cobiça e a Soberba, Frutos
da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
Jovem, o que você tem almejado para
sua vida? Siga o exemplo de Cristo e
priorize o que é santo!
A motivação do cristão deve ser fazer
a vontade de Deus para não ser
dominado pelas coisas deste
mundo.
1 – A Vida é Passageira.
III – Entre o Materialismo Temporário
e a Vontade Eterna de Deus
Algumas pessoas, enquanto jovens, pensam que a
juventude vai durar para sempre, mas ela é
passageira.
1 – A Vida é Passageira.
III – Entre o Materialismo Temporário
e a Vontade Eterna de Deus
“Lembra-te também do teu
Criador nos dias da tua
mocidade, antes que
venham os maus dias, e
cheguem os anos dos quais
venhas a dizer: Não tenho
neles contentamento;”
(Eclesiastes 12:1)
Não coloque a sua confiança nos prazeres
momentâneos ou nos bens e recursos humanos,
pois o conselho bíblico continua atual:
2 – Jovens que Venceram a Oferta do Mundo por
meio da Palavra.
III – Entre o Materialismo Temporário
e a Vontade Eterna de Deus
Jovem, você já venceu as ofertas do mundo,
procure fazer a vontade de Deus e observe os
mandamentos do Senhor.
“...Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de
Deus está em vós, e já vencestes o maligno.” (1 João 2.14)
3 – Trabalhando em Favor do que é Eterno.
Jesus, recomenda a seus ouvintes trabalharem “não
pela comida que perece, mas pela comida que
permanece para a vida eterna” (Jo 6.27).
III – Entre o Materialismo Temporário
e a Vontade Eterna de Deus
3 – Trabalhando em Favor do que é Eterno.
III – Entre o Materialismo Temporário
e a Vontade Eterna de Deus
Ele acrescenta
que a libertação
verdadeira se dá
somente aos
que
“permanecerem
em sua palavra”
(Jo 8.31).
3 – Trabalhando em Favor do que é Eterno.
Quem ama a Deus sente alegria em fazer a vontade
divina e tem a garantia da vida eterna.
III – Entre o Materialismo Temporário
e a Vontade Eterna de Deus
Procure fazer
a vontade de
Deus ainda
que você
tenha que
abrir mão
daquilo que
deseja.
Por qual “comida” você tem
trabalhado? A que perece ou a que
permanece para a vida eterna?
O ímpio tem prazer em satisfazer os
desejos carnais, momentâneos,
enquanto o salvo tem prazer em
fazer a vontade de Deus, que é
permanente.
Aprendemos também que a cobiça da carne, a
cobiça dos olhos e a soberba da vida são frutos de
uma cultura materialista, que valoriza as coisas e
usa as pessoas.
A vida e os seus prazeres são passageiros, mas
quem faz a vontade de Deus permanecerá
eternamente em comunhão com Deus.
Nesta primeira lição aprendemos que o mundo jaz
no maligno e não deve ser amado e desejado, pois
quem assim o faz, o amor de Deus não está nele.
Quais são os três significados da palavra mundo
no Novo Testamento?
❶ O mundo físico criado por Deus, o planeta em
que vivemos,
❷ A humanidade em geral, objeto do amor
sacrificial de Deus para a salvação,
❸ O sistema dominante que se opõe a Deus.
Conforme a Primeira Carta de João, quais as
características de quem ama o “mundo”?
As características são:
❶ Não conhece a Deus (1 Jo 3.1),
❷ é contrário à igreja de Cristo (1 Jo 3.13)
❸ e dominada pelo maligno (1 Jo 5.19).
Quais os exemplos bíblicos de cobiça dos olhos que
trouxeram resultados desastrosos, citados na lição?
A lição cita três exemplos:
❶ Adão e Eva - a cobiça dos olhos
conduzindo à desobediência (Gn 3.6-7);
❷ Acã - a cobiça por uma linda capa babilônica
que prejudicou todo o povo (Js 7.20-21);
❸ Davi - a cobiça dos olhos que resultou em
adultério (2 Sm 11-12).
Qual a recomendação dada por Jesus após o milagre
da multiplicação dos pães?
Jesus, após a multiplicação dos pães, recomenda a
seus ouvintes trabalharem “não pela comida que
perece, mas pela comida que permanece para a
vida eterna” (Jo 6.27).
Segundo a lição, como é a vontade de Deus?
A vontade de Deus para os seus filhos é sempre
boa, agradável e perfeita (Rm 12.2).
Nem pobreza e nem riqueza, mas o necessário
Deus Abençoe !

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 2 – Nem pobreza e nem riqueza, mas o necessário
Lição 2 – Nem pobreza e nem riqueza, mas o necessárioLição 2 – Nem pobreza e nem riqueza, mas o necessário
Lição 2 – Nem pobreza e nem riqueza, mas o necessárioÉder Tomé
 
Lição 3 - Ética Cristã e Direitos Humanos
Lição 3 - Ética Cristã e Direitos HumanosLição 3 - Ética Cristã e Direitos Humanos
Lição 3 - Ética Cristã e Direitos HumanosÉder Tomé
 
Lição 5 – Dízimos e Ofertas como disciplina para uma vida bem sucedida
Lição 5 – Dízimos e Ofertas como disciplina para uma vida bem sucedidaLição 5 – Dízimos e Ofertas como disciplina para uma vida bem sucedida
Lição 5 – Dízimos e Ofertas como disciplina para uma vida bem sucedidaÉder Tomé
 
Lição 6 - A Sexualidade Humana
Lição 6 - A Sexualidade HumanaLição 6 - A Sexualidade Humana
Lição 6 - A Sexualidade HumanaÉder Tomé
 
Uma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibradaUma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibradaMoisés Sampaio
 
Um mundo imerso numa cultura materialista - 2019 2 tri Lição 1
Um mundo imerso numa cultura materialista - 2019 2 tri Lição 1Um mundo imerso numa cultura materialista - 2019 2 tri Lição 1
Um mundo imerso numa cultura materialista - 2019 2 tri Lição 1Natalino das Neves Neves
 
Lição 10 - Ética Cristã e Vida Financeira
Lição 10 - Ética Cristã e Vida FinanceiraLição 10 - Ética Cristã e Vida Financeira
Lição 10 - Ética Cristã e Vida FinanceiraÉder Tomé
 
LBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
LBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOSLBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
LBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOSNatalino das Neves Neves
 
Lição 4 - A Mordomia da Família
Lição 4 - A Mordomia da FamíliaLição 4 - A Mordomia da Família
Lição 4 - A Mordomia da FamíliaÉder Tomé
 
Lição 9 - A Mordomia do Trabalho
Lição 9 - A Mordomia do TrabalhoLição 9 - A Mordomia do Trabalho
Lição 9 - A Mordomia do TrabalhoÉder Tomé
 
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidosLBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidosNatalino das Neves Neves
 
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9Natalino das Neves Neves
 
Lição 12 - Ética Cristã - Política
Lição 12 - Ética Cristã - PolíticaLição 12 - Ética Cristã - Política
Lição 12 - Ética Cristã - PolíticaÉder Tomé
 

Mais procurados (20)

Lição 2 – Nem pobreza e nem riqueza, mas o necessário
Lição 2 – Nem pobreza e nem riqueza, mas o necessárioLição 2 – Nem pobreza e nem riqueza, mas o necessário
Lição 2 – Nem pobreza e nem riqueza, mas o necessário
 
Lição 3 - Ética Cristã e Direitos Humanos
Lição 3 - Ética Cristã e Direitos HumanosLição 3 - Ética Cristã e Direitos Humanos
Lição 3 - Ética Cristã e Direitos Humanos
 
Lição 5 – Dízimos e Ofertas como disciplina para uma vida bem sucedida
Lição 5 – Dízimos e Ofertas como disciplina para uma vida bem sucedidaLição 5 – Dízimos e Ofertas como disciplina para uma vida bem sucedida
Lição 5 – Dízimos e Ofertas como disciplina para uma vida bem sucedida
 
Lição 6 - A Sexualidade Humana
Lição 6 - A Sexualidade HumanaLição 6 - A Sexualidade Humana
Lição 6 - A Sexualidade Humana
 
Uma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibradaUma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibrada
 
Um mundo imerso numa cultura materialista - 2019 2 tri Lição 1
Um mundo imerso numa cultura materialista - 2019 2 tri Lição 1Um mundo imerso numa cultura materialista - 2019 2 tri Lição 1
Um mundo imerso numa cultura materialista - 2019 2 tri Lição 1
 
Lição 10 - Ética Cristã e Vida Financeira
Lição 10 - Ética Cristã e Vida FinanceiraLição 10 - Ética Cristã e Vida Financeira
Lição 10 - Ética Cristã e Vida Financeira
 
LBA Lição 11 - Vivendo de forma moderda
LBA Lição 11 - Vivendo de forma moderdaLBA Lição 11 - Vivendo de forma moderda
LBA Lição 11 - Vivendo de forma moderda
 
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderadaEbd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
 
LBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
LBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOSLBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
LBA LIÇÃO 7 - A ÉTICA CRISTÃ E DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
 
Lição 4 - A Mordomia da Família
Lição 4 - A Mordomia da FamíliaLição 4 - A Mordomia da Família
Lição 4 - A Mordomia da Família
 
Lição 9 - A Mordomia do Trabalho
Lição 9 - A Mordomia do TrabalhoLição 9 - A Mordomia do Trabalho
Lição 9 - A Mordomia do Trabalho
 
Ética cristã
Ética cristãÉtica cristã
Ética cristã
 
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidosLBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
 
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
Seja Santo , Fuja do Pecado_2019 LBJ 2 TRI Lição 9
 
Lição 6 - Bênçaos da justificação
Lição 6 - Bênçaos da justificaçãoLição 6 - Bênçaos da justificação
Lição 6 - Bênçaos da justificação
 
Lição 9 - Mortos para o pecado
Lição 9 - Mortos para o pecadoLição 9 - Mortos para o pecado
Lição 9 - Mortos para o pecado
 
Lição 12 - Ética Cristã - Política
Lição 12 - Ética Cristã - PolíticaLição 12 - Ética Cristã - Política
Lição 12 - Ética Cristã - Política
 
Mordomia cristã
Mordomia cristãMordomia cristã
Mordomia cristã
 
LBA LIÇÃO 1 - O que é ética cristã
LBA LIÇÃO 1 - O que é ética cristãLBA LIÇÃO 1 - O que é ética cristã
LBA LIÇÃO 1 - O que é ética cristã
 

Semelhante a Combatendo o Materialismo e Seguindo a Vontade de Deus

A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoasA verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoasAdenísio dos Reis
 
LIÇÃO 06 – A VERDADEIRA FÉ NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS
LIÇÃO 06 – A VERDADEIRA FÉ NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS LIÇÃO 06 – A VERDADEIRA FÉ NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS
LIÇÃO 06 – A VERDADEIRA FÉ NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS Ismael Isidio
 
“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”
“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”
“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”Leonam dos Santos
 
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - Hedonismo, um perigo de nosso tempo
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - Hedonismo, um perigo de nosso tempoLBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - Hedonismo, um perigo de nosso tempo
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - Hedonismo, um perigo de nosso tempoNatalino das Neves Neves
 
Lição 8 - A Igreja e sua Influência na Sociedade
Lição 8 - A Igreja e sua Influência na SociedadeLição 8 - A Igreja e sua Influência na Sociedade
Lição 8 - A Igreja e sua Influência na SociedadeÉder Tomé
 
Lição 5 – Um inimigo que Precisa ser Resistido
Lição 5 – Um inimigo que Precisa ser ResistidoLição 5 – Um inimigo que Precisa ser Resistido
Lição 5 – Um inimigo que Precisa ser ResistidoÉder Tomé
 
Lição 12 - Vivendo no Espírito.docx
Lição 12 - Vivendo no Espírito.docxLição 12 - Vivendo no Espírito.docx
Lição 12 - Vivendo no Espírito.docxMultscanTecnologiaEl
 
ENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem aos crsitãos protestantes
ENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem  aos crsitãos protestantesENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem  aos crsitãos protestantes
ENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem aos crsitãos protestantescassio franca
 
A multiforme sabedoria de Deus
A multiforme sabedoria de DeusA multiforme sabedoria de Deus
A multiforme sabedoria de DeusAdenísio dos Reis
 
Licao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptxLicao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptxAndreLuizMontanheiro
 
Lição 10 - Vivendo neste Presente Século
Lição 10 - Vivendo neste Presente SéculoLição 10 - Vivendo neste Presente Século
Lição 10 - Vivendo neste Presente SéculoÉder Tomé
 
LIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANA
LIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANALIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANA
LIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANALourinaldo Serafim
 
Aula 5: Um inimigo que precisa ser resistido
Aula 5: Um inimigo que precisa ser resistidoAula 5: Um inimigo que precisa ser resistido
Aula 5: Um inimigo que precisa ser resistidoMarina de Morais
 

Semelhante a Combatendo o Materialismo e Seguindo a Vontade de Deus (20)

A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoasA verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
 
Lição 09
Lição 09Lição 09
Lição 09
 
LIÇÃO 06 – A VERDADEIRA FÉ NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS
LIÇÃO 06 – A VERDADEIRA FÉ NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS LIÇÃO 06 – A VERDADEIRA FÉ NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS
LIÇÃO 06 – A VERDADEIRA FÉ NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS
 
Boletim cbg 6 out_2013
Boletim cbg 6 out_2013Boletim cbg 6 out_2013
Boletim cbg 6 out_2013
 
“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”
“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”
“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”
 
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - Hedonismo, um perigo de nosso tempo
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - Hedonismo, um perigo de nosso tempoLBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - Hedonismo, um perigo de nosso tempo
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - Hedonismo, um perigo de nosso tempo
 
Lição 8 - A Igreja e sua Influência na Sociedade
Lição 8 - A Igreja e sua Influência na SociedadeLição 8 - A Igreja e sua Influência na Sociedade
Lição 8 - A Igreja e sua Influência na Sociedade
 
Lição 5 – Um inimigo que Precisa ser Resistido
Lição 5 – Um inimigo que Precisa ser ResistidoLição 5 – Um inimigo que Precisa ser Resistido
Lição 5 – Um inimigo que Precisa ser Resistido
 
Lição 12 - Vivendo no Espírito.docx
Lição 12 - Vivendo no Espírito.docxLição 12 - Vivendo no Espírito.docx
Lição 12 - Vivendo no Espírito.docx
 
Nao-Ame-o-Mundo.pdf
Nao-Ame-o-Mundo.pdfNao-Ame-o-Mundo.pdf
Nao-Ame-o-Mundo.pdf
 
Lição 05
Lição 05Lição 05
Lição 05
 
Lição 2 - A necessidade dos gentios
Lição 2 - A necessidade dos gentiosLição 2 - A necessidade dos gentios
Lição 2 - A necessidade dos gentios
 
ENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem aos crsitãos protestantes
ENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem  aos crsitãos protestantesENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem  aos crsitãos protestantes
ENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem aos crsitãos protestantes
 
A multiforme sabedoria de Deus
A multiforme sabedoria de DeusA multiforme sabedoria de Deus
A multiforme sabedoria de Deus
 
Licao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptxLicao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
 
Lição 10 - Vivendo neste Presente Século
Lição 10 - Vivendo neste Presente SéculoLição 10 - Vivendo neste Presente Século
Lição 10 - Vivendo neste Presente Século
 
Um inimigo precisa ser resistido
Um inimigo precisa ser resistidoUm inimigo precisa ser resistido
Um inimigo precisa ser resistido
 
LIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANA
LIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANALIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANA
LIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANA
 
Lição 3 aluno
Lição 3 alunoLição 3 aluno
Lição 3 aluno
 
Aula 5: Um inimigo que precisa ser resistido
Aula 5: Um inimigo que precisa ser resistidoAula 5: Um inimigo que precisa ser resistido
Aula 5: Um inimigo que precisa ser resistido
 

Mais de Éder Tomé

Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)Éder Tomé
 
Lição 4 - Dons de Poder
Lição 4 - Dons de Poder Lição 4 - Dons de Poder
Lição 4 - Dons de Poder Éder Tomé
 
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)Éder Tomé
 
Lição 3 - O Deus Criador
Lição 3 - O Deus CriadorLição 3 - O Deus Criador
Lição 3 - O Deus CriadorÉder Tomé
 
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoÉder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Éder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusÉder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisÉder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeÉder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensÉder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaÉder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemÉder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusÉder Tomé
 

Mais de Éder Tomé (20)

Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
 
Lição 4 - Dons de Poder
Lição 4 - Dons de Poder Lição 4 - Dons de Poder
Lição 4 - Dons de Poder
 
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
 
Lição 3 - O Deus Criador
Lição 3 - O Deus CriadorLição 3 - O Deus Criador
Lição 3 - O Deus Criador
 
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
 

Último

Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoInsituto Propósitos de Ensino
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoInsituto Propósitos de Ensino
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiamaysa997520
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxCelso Napoleon
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
Oração Alma De Cristo
Oração Alma De CristoOração Alma De Cristo
Oração Alma De CristoNilson Almeida
 

Último (11)

O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Oração Alma De Cristo
Oração Alma De CristoOração Alma De Cristo
Oração Alma De Cristo
 

Combatendo o Materialismo e Seguindo a Vontade de Deus

  • 1. Um Mundo Imerso Numa Cultura Materialista
  • 2. Combatendo o Desejo da Carne, o Desejo dos Olhos e a Soberba da Vida. Cobiça e Orgulho 2º Trimestre Ano 2019
  • 3.  Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Curitiba.  Mestre e doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUC.
  • 4. Lição 1 – Um Mundo Imerso numa Cultura, Materialista Lição 2 – Nem pobreza e nem riqueza, mas o necessário Lição 3 – O dinheiro e seus perigos Lição 4 – O uso virtuoso dos bens materiais Lição 5 – Dízimos e Ofertas como disciplina para uma vida bem sucedida Lição 6 - Sexo, uma dádiva divina Lição 7 - Prostituição, a perversão da sexualidade Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã Lição 9 - Seja santo, fuja do pecado Lição 10 - O poder e os reinos deste mundo Lição 11 - Orgulho e Inveja Lição 12 - O governo da igreja local Lição 13 - Resgatando o princípio da humildade e do serviço ao próximo
  • 5. EXPLICAR que a cobiça e a soberba são frutos da cultura materialista; REFLETIR a respeito do materialismo temporário e a vontade eterna de Deus. MOSTRAR que aquele que ama o mundo não tem o amor do Pai;
  • 6. 15 - Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. 16 - Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. 17 - E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre. 1 João 2.15-17
  • 7. "Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.” (1 João 2:15)
  • 8. O crente vive em um mundo dominado por uma cultura materialista, egoísta e efêmera, mas não se deixa dominar por ele. O seu prazer é fazer a vontade de Deus.
  • 9. Serão detalhadas as recomendações bíblicas a respeito do nosso relacionamento com o dinheiro, o sexo e o poder. Neste Trimestre estudaremos a respeito da concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida.
  • 10.
  • 11. 1 – O que é o Mundo ? A palavra grega para mundo é kosmos. Ela tem três diferentes significados no NT. observe: ❶ o mundo físico criado por Deus, o planeta em que vivemos ❷ a humanidade em geral, objeto do amor sacrificial de Deus para salvação ❸ o sistema dominante que se opõe a Deus ❸ Neste Trimestre Vamos tratar do I – Quem Ama o Mundo o Amor do Pai não está Nele (1Jo 2.15)
  • 12. 2 – Não ame o Mundo. ❶ As que não conhecem a Deus (1 Jo 3.1), ❷ As que são contrárias à igreja de Cristo (1 Jo 3.13), ❸ As que são dominadas pelo maligno (1 Jo 5.19). A Primeira Carta de João mostra que o mundo é constituído por três tipos de pessoas: I – Quem Ama o Mundo o Amor do Pai não está Nele (1Jo 2.15)
  • 13. 2 – Não ame o Mundo. O crente é “sal” e “luz” e não pode jamais permitir ser influenciado pelo estilo de vida daqueles que não conhecem a Deus. Ele deve influenciar, com suas ações e palavras, as pessoas que se opõem a Deus. I – Quem Ama o Mundo o Amor do Pai não está Nele (1Jo 2.15)
  • 14. 2 – Não ame o Mundo. O crente deve renovar sua mente por meio da Palavra de Deus, da oração e do jejum. O mundo usurpa a paixão de quem se deixa levar por ele. I – Quem Ama o Mundo o Amor do Pai não está Nele (1Jo 2.15)
  • 15. 3 – O amor ao mundo é inconsistente com o amor de Deus. Quanto mais próximo o cristão estiver do sistema deste mundo, mais ele se distanciará da presença de Deus. Os que se moldam ao estilo do mundo não tiveram um experiência real com Jesus. I – Quem Ama o Mundo o Amor do Pai não está Nele (1Jo 2.15) É inútil ter Cristo nos lábios e o mundo no coração.
  • 16. A quem você tem amado: ao mundo ou a Cristo?
  • 17. O cristão não deve tomar a forma do mundo, ou seja, seguir o estilo de vida das pessoas que não conhecem e se opõem a Deus.
  • 18. 1 – A Cobiça da Carne. A concupiscência da carne é a falta de domínio sobre os desejos carnais. “os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências” (Gl 5.24). II – A Cobiça e a Soberba, Frutos da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
  • 19. 1 – A Cobiça da Carne. como por exemplo, prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias (Gl 5.19,20). As pessoas que se entregam à cobiça da carne tornam-se escravas de pecados, II – A Cobiça e a Soberba, Frutos da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
  • 20. 1 – A Cobiça da Carne. “Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência” (Tg 1.14). Algumas pessoas atribuem suas condutas imorais somente à ação de Satanás, II – A Cobiça e a Soberba, Frutos da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
  • 21. 2 – A Cobiça dos Olhos. Os olhos são considerados as janelas da alma Podem levar o ser humano a uma cobiça desenfreada e ao afastamento da vontade de Deus. II – A Cobiça e a Soberba, Frutos da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
  • 22. 2 – A Cobiça dos Olhos. A Bíblia narra alguns episódios de pessoas que, devido à cobiça dos olhos, atraíram para si resultados desastrosos. Adão e Eva Acã Davi II – A Cobiça e a Soberba, Frutos da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
  • 23. 3 – A Soberba da Vida. II – A Cobiça e a Soberba, Frutos da Cultura Materialista (1Jo 2.16) Aquele que não tem o temor de Deus busca a ostentação, se precisar renuncia a prática da honestidade para buscar “poder” e “glamour”.
  • 24. 3 – A Soberba da Vida. O mundo consumista da atualidade, que valoriza o TER em detrimento do SER ... tem grande influência no comportamento das pessoas. II – A Cobiça e a Soberba, Frutos da Cultura Materialista (1Jo 2.16)
  • 25. Jovem, o que você tem almejado para sua vida? Siga o exemplo de Cristo e priorize o que é santo!
  • 26. A motivação do cristão deve ser fazer a vontade de Deus para não ser dominado pelas coisas deste mundo.
  • 27. 1 – A Vida é Passageira. III – Entre o Materialismo Temporário e a Vontade Eterna de Deus Algumas pessoas, enquanto jovens, pensam que a juventude vai durar para sempre, mas ela é passageira.
  • 28. 1 – A Vida é Passageira. III – Entre o Materialismo Temporário e a Vontade Eterna de Deus “Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento;” (Eclesiastes 12:1) Não coloque a sua confiança nos prazeres momentâneos ou nos bens e recursos humanos, pois o conselho bíblico continua atual:
  • 29. 2 – Jovens que Venceram a Oferta do Mundo por meio da Palavra. III – Entre o Materialismo Temporário e a Vontade Eterna de Deus Jovem, você já venceu as ofertas do mundo, procure fazer a vontade de Deus e observe os mandamentos do Senhor. “...Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno.” (1 João 2.14)
  • 30. 3 – Trabalhando em Favor do que é Eterno. Jesus, recomenda a seus ouvintes trabalharem “não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna” (Jo 6.27). III – Entre o Materialismo Temporário e a Vontade Eterna de Deus
  • 31. 3 – Trabalhando em Favor do que é Eterno. III – Entre o Materialismo Temporário e a Vontade Eterna de Deus Ele acrescenta que a libertação verdadeira se dá somente aos que “permanecerem em sua palavra” (Jo 8.31).
  • 32. 3 – Trabalhando em Favor do que é Eterno. Quem ama a Deus sente alegria em fazer a vontade divina e tem a garantia da vida eterna. III – Entre o Materialismo Temporário e a Vontade Eterna de Deus Procure fazer a vontade de Deus ainda que você tenha que abrir mão daquilo que deseja.
  • 33. Por qual “comida” você tem trabalhado? A que perece ou a que permanece para a vida eterna?
  • 34. O ímpio tem prazer em satisfazer os desejos carnais, momentâneos, enquanto o salvo tem prazer em fazer a vontade de Deus, que é permanente.
  • 35. Aprendemos também que a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a soberba da vida são frutos de uma cultura materialista, que valoriza as coisas e usa as pessoas. A vida e os seus prazeres são passageiros, mas quem faz a vontade de Deus permanecerá eternamente em comunhão com Deus. Nesta primeira lição aprendemos que o mundo jaz no maligno e não deve ser amado e desejado, pois quem assim o faz, o amor de Deus não está nele.
  • 36. Quais são os três significados da palavra mundo no Novo Testamento? ❶ O mundo físico criado por Deus, o planeta em que vivemos, ❷ A humanidade em geral, objeto do amor sacrificial de Deus para a salvação, ❸ O sistema dominante que se opõe a Deus.
  • 37. Conforme a Primeira Carta de João, quais as características de quem ama o “mundo”? As características são: ❶ Não conhece a Deus (1 Jo 3.1), ❷ é contrário à igreja de Cristo (1 Jo 3.13) ❸ e dominada pelo maligno (1 Jo 5.19).
  • 38. Quais os exemplos bíblicos de cobiça dos olhos que trouxeram resultados desastrosos, citados na lição? A lição cita três exemplos: ❶ Adão e Eva - a cobiça dos olhos conduzindo à desobediência (Gn 3.6-7); ❷ Acã - a cobiça por uma linda capa babilônica que prejudicou todo o povo (Js 7.20-21); ❸ Davi - a cobiça dos olhos que resultou em adultério (2 Sm 11-12).
  • 39. Qual a recomendação dada por Jesus após o milagre da multiplicação dos pães? Jesus, após a multiplicação dos pães, recomenda a seus ouvintes trabalharem “não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna” (Jo 6.27).
  • 40. Segundo a lição, como é a vontade de Deus? A vontade de Deus para os seus filhos é sempre boa, agradável e perfeita (Rm 12.2).
  • 41. Nem pobreza e nem riqueza, mas o necessário
  • 42.