SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 31
Baixar para ler offline
INDICADORES DE IMPACTO CIENTÍFICO
E ÍNDICES DE CITAÇÃO
INICIAIS...
ECONOMIA
Valor do US$
Crescimento do PIB
Desemprego
Taxa de Juros
Investimento
Estrangeiro
Valorização da Bolsa
SAÚDE
Temperatura
Pressão Arterial
Batimentos Cardíacos
Peso/Altura
C & T
RH
Investimento
Produção Científica
Patentes
INDICADORESINDICADORES: medidas indiretas para avaliar algo intangível
BIBLIOMETRIA: “estudo dos aspectos quantitativos da
Produção, disseminação e uso da informação registrada,
usando seus resultados para elaborar previsões e apoiar
tomada de decisões” (MACIAS-CHAPULA, 1998, p. 134)
QUANTO É PRODUZIDO
COM QUE QUALIDADE É PRODUZIDO
DILEMAS DA AVALIAÇÃO DA
PRODUÇÃO CIENTÍFICA
QUANTO É PRODUZIDO
Fonte: Dados compilados do Censo 2010 do Diretório dos Grupos de Pesquisa.
http://dgp.cnpq.br/censos/sumula_estatistica/2010/producao/producao.htmFÁCIL? NENHUMA BASE DE DADOS COBRE
TODA LITERATURA PUBLICADA
COM QUE QUALIDADE É PRODUZIDO
REVISÃO
POR PARES
COM QUE QUALIDADE É PRODUZIDO
IMPACTO
USO
CITAÇÕES
EX: JOURNAL CITATION RANKING e SCIMAGO JOURNAL RANKING
REQUISITOS PARA O CÁLCULO
DOS ÍNDICES DE IMPACTO
Existência de Bases de Dados que indexem:
Quantidade representativa de documentos
As referências citadas nas publicações
Atualmente, as principais bases de dados para o
cumprimento desta finalidade são:
REQUISITOS PARA O CÁLCULO
DOS ÍNDICES DE IMPACTO
Milhares de registros bibliográficos...
(Fator de Impacto)
(SJR Indicator e Índice H)
TRABALHOS
IMPORTANTE SÃO
FREQUENTEMENTE
CITADOS NA
LITERATURA CIENTÍFICA
Premissa dos indicadores de impacto
INDEXAÇÃO DAS CITAÇÕES
INDEXAÇÃO DAS CITAÇÕES
FATOR DE IMPACTO
- Há décadas o principal indicador de visibilidade das
publicações;
- Indicador criado em 1963 por Eugene Garfield e Irving
Sher;
- Publicado anualmente no Journal Citation Reports (JCR)
pela consolidação dos dados de citação concedidas
aos periódicos indexados no SCIENCE CITATION INDEX e
SOCIAL SCIENCE CITATION INDEX.
- Acesso ao JCR ocorre por meio do:
FATOR DE IMPACTO
Consultas ao FI podem ser realizadas na interface da
Web of Science (Wos)
FATOR DE IMPACTO
Consultas ao FI podem ser realizadas na interface do
Journal Citation Reports (JCR)
FATOR DE IMPACTO
COMO O FI É CALCULADO?
A comparação de fatores de
impacto de periódicos de áreas
diferentes ou, até mesmo, de
subáreas diversas de uma
mesma área é impraticável
ATENÇÃO
FATOR DE IMPACTO
Subárea: Oncologia
Subárea: Matemática
FATOR DE IMPACTO
COMO É CALCULADO O FI DE 5 ANOS?
FATOR DE IMPACTO
PERIÓDICOS CLASSIFICADOS
ÁREA MEDICINA I*
ESTRATOS FI
A1 > 4.0
A2 2.8 – 3.99
B1 1.6 – 2.79
B2 0.8 – 1.59
B3 0.2 – 0.79
B4 < 0.2
USO DO FI PARA DEFINIÇÃO DO
QUALIS CAPES DOS PERIÓDICOS
FONTE: Documento de Área 2013 – Disponível em:
http://www.capes.gov.br/avaliacao/areas-paginas
*MEDICINA I: clínica médica, angiologia, dermatologia, cancerologia, endocrinologia, cardiologia,
gastroenterologia, pneumologia, nefrologia, fisiatria e medicina legal.
FATOR DE IMPACTO
MOTIVOS DE SUCESSO DO FI COMO CRITÉRIO DE
AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO CIETÍFICA
- Facilidade de compreensão
- Robustez (baixa variação)
- Rápida disponibilidade
2013
2014
Fonte: GLÄNZEL, Wolfgang; MOED, Henk F. Journal impact measures in bibliometric research. Scientometrics, v. 53, n. 2, p. 171-193, 2002.
ÍNDICE H
O QUE É?
H é o número de artigos
publicados por um pesquisador
que obtenha um total de
citações igual ou superior a H
Indicador de produtividade e impacto de um cientista
Fonte: HIRSCH, J.E. An index to quantify an individual's scientific research output. Proceedings of the National Academy of
Sciences of the United States of America, v. 102, n.46, p. 16569-16572, Nov. 2005.
ÍNDICE H
Miguel Nicolelis, neurocientista
brasileiro: seu h é 62 , ou seja, ele
já publicou 62 trabalhos que
receberam pelo menos 62
citações.
ÍNDICE H
ÍNDICE H
ÍNDICE H
DIFICULDADES DO ÍNDICE H PARA COMPARAÇÃO
DE DESEMPENHO DOS CIENTISTAS
- Padrões de citação distintos
verificados nas diversas áreas
- Artigos escritos em co-autoria
- Influência do tempo de
atividade do pesquisador
ÍNDICE H
PROBLEMAS
Publicar muito – ser pouco citado
Muitas citações – baixo número de artigos publicados
ÍNDICE H BAIXO
ÍNDICE H
CONTEXTO
Autocitações
Autoria individual
=
Autoria coletiva
PROBLEMAS
CONCLUSÃO
PODE SER OBTIDO EM
Fator de Impacto
Journal Citation Reports
Índice H
SJR
SNIP
Índice H
Indice H5
Índice I10
“Um indicador bibliométrico deve ser sempre usado ao lado
de outros indicadores, e com bom senso” (HIRSCH, Jorge)
CONCLUSÃOCONCLUSÃO
CRÉDITOS
Apresentação elaborada pela bibliotecária Letícia Strehl (UFRGS), disponível em:
<http://pt.slideshare.net/leticia.strehl/indicadores-hcpa2-22448626?qid=71f623cb-
6492-4bbb-8680-a92618647d9a&v=qf1&b=&from_search=5>.
Adaptada e atualizada pelo Programa de Desenvolvimento de Competência
Informacional em Ambientes Virtuais (PDCIAV) – Biblioteca Central da Universidade
Federal do Espírito Santo (Ufes).
REFERÊNCIAS
BOURDIEU, Pierre. O campo científico. In: ORTIZ, Renato (Org.). Pierre Bourdieu:
sociologia. São Paulo: Ática, p. 122-155, 1983.
MACIAS-CHAPULA, Cesar A. O papel da informetria e da cienciometria e sua
perspectiva nacional e internacional. Ciência da informação, v. 27, n. 2, p. 134-140,
1998.
SILVA, Márcia Regina da; HAYASHI, MCPI. O que Bourdieu tem a dizer à Bibliometria. Os
pensadores e a Ciência da Informação. Rio de Janeiro: E-Papers, p. 9-24, 2012.
OBRIGADO!
Programa de Desenvolvimento de Competência Informacional em Ambiente Virtual (PDCIAV)
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
BIBLIOTECA CENTRAL
CLÁUDIO FRANÇA – claudio.franca@ufes.br
ANA MARIA MARIANI – ana.mariani@ufes.br
(27) 4009-2406

Mais conteúdo relacionado

Destaque (6)

Portal de Periódicos Capes
Portal de Periódicos CapesPortal de Periódicos Capes
Portal de Periódicos Capes
 
Tutorial proxy
Tutorial proxyTutorial proxy
Tutorial proxy
 
Fontes de Informação On-line
Fontes de Informação On-lineFontes de Informação On-line
Fontes de Informação On-line
 
JCR: o que é e como consultar?
JCR: o que é e como consultar?JCR: o que é e como consultar?
JCR: o que é e como consultar?
 
Tutorial Mendeley
Tutorial MendeleyTutorial Mendeley
Tutorial Mendeley
 
Lista de Periódicos por Fator de Impacto (JCR) e Qualis (CAPES)
Lista de Periódicos por Fator de Impacto (JCR) e Qualis (CAPES)Lista de Periódicos por Fator de Impacto (JCR) e Qualis (CAPES)
Lista de Periódicos por Fator de Impacto (JCR) e Qualis (CAPES)
 

Semelhante a Indicadores impacto

Indicadores de produção e impacto da produção científica
Indicadores de produção e impacto da produção científicaIndicadores de produção e impacto da produção científica
Indicadores de produção e impacto da produção científica
Leticia Strehl
 
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da at...
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da at...indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da at...
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da at...
Leticia Strehl
 
Pesquisa de Mercado em PP I - Aulas 1 e 2
Pesquisa de Mercado em PP I - Aulas 1 e 2Pesquisa de Mercado em PP I - Aulas 1 e 2
Pesquisa de Mercado em PP I - Aulas 1 e 2
Pri Guimaraes
 
Transformação de processo funed - juliana ramos
Transformação de processo   funed - juliana ramosTransformação de processo   funed - juliana ramos
Transformação de processo funed - juliana ramos
EloGroup
 
05082018031841-indicadores.sociais.no.brasil.pptx
05082018031841-indicadores.sociais.no.brasil.pptx05082018031841-indicadores.sociais.no.brasil.pptx
05082018031841-indicadores.sociais.no.brasil.pptx
Eliel Viscardis
 
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais MilitaresOportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Claudio Pericles
 
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais MilitaresOportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Claudio Pericles
 

Semelhante a Indicadores impacto (20)

Curso de cienciometria. Aula 3, Os indicadores cienciométricos
Curso de cienciometria. Aula 3, Os indicadores cienciométricosCurso de cienciometria. Aula 3, Os indicadores cienciométricos
Curso de cienciometria. Aula 3, Os indicadores cienciométricos
 
O Qualis CAPES e os indicadores baseados em publicações científicas: área Psi...
O Qualis CAPES e os indicadores baseados em publicações científicas: área Psi...O Qualis CAPES e os indicadores baseados em publicações científicas: área Psi...
O Qualis CAPES e os indicadores baseados em publicações científicas: área Psi...
 
Indicadores de produção e impacto da produção científica
Indicadores de produção e impacto da produção científicaIndicadores de produção e impacto da produção científica
Indicadores de produção e impacto da produção científica
 
O pesquisador e sua produção 2: indicadores de avaliação
O pesquisador e sua produção 2: indicadores de avaliaçãoO pesquisador e sua produção 2: indicadores de avaliação
O pesquisador e sua produção 2: indicadores de avaliação
 
Das Metrias Tradicionais às Altmétricas na Avaliação da Produção Científica
Das Metrias Tradicionais às Altmétricas na Avaliação da Produção CientíficaDas Metrias Tradicionais às Altmétricas na Avaliação da Produção Científica
Das Metrias Tradicionais às Altmétricas na Avaliação da Produção Científica
 
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da at...
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da at...indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da at...
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da at...
 
Pesquisa de Mercado em PP I - Aulas 1 e 2
Pesquisa de Mercado em PP I - Aulas 1 e 2Pesquisa de Mercado em PP I - Aulas 1 e 2
Pesquisa de Mercado em PP I - Aulas 1 e 2
 
Indicadores de produção em pesquisa
Indicadores de produção em pesquisaIndicadores de produção em pesquisa
Indicadores de produção em pesquisa
 
Transformação de processo funed - juliana ramos
Transformação de processo   funed - juliana ramosTransformação de processo   funed - juliana ramos
Transformação de processo funed - juliana ramos
 
[BPM DAY SP 2015] [BPM DAY SP 2015] Análise e proposição do Mix de Produtos (...
[BPM DAY SP 2015] [BPM DAY SP 2015] Análise e proposição do Mix de Produtos (...[BPM DAY SP 2015] [BPM DAY SP 2015] Análise e proposição do Mix de Produtos (...
[BPM DAY SP 2015] [BPM DAY SP 2015] Análise e proposição do Mix de Produtos (...
 
Cientometria
CientometriaCientometria
Cientometria
 
Aula 5 - Curso de Comunicação e Redação Científica
Aula 5 - Curso de Comunicação e Redação Científica Aula 5 - Curso de Comunicação e Redação Científica
Aula 5 - Curso de Comunicação e Redação Científica
 
Aula 2 - Curso de Comunicação e Redação Científica
Aula 2 - Curso de Comunicação e Redação Científica Aula 2 - Curso de Comunicação e Redação Científica
Aula 2 - Curso de Comunicação e Redação Científica
 
05082018031841-indicadores.sociais.no.brasil.pptx
05082018031841-indicadores.sociais.no.brasil.pptx05082018031841-indicadores.sociais.no.brasil.pptx
05082018031841-indicadores.sociais.no.brasil.pptx
 
Elab capt projetos4
Elab capt projetos4Elab capt projetos4
Elab capt projetos4
 
Modelo de Aplicação de Indicadores de Sustentabilidade para o Setor Energético
Modelo de Aplicação de Indicadores de Sustentabilidade para o Setor EnergéticoModelo de Aplicação de Indicadores de Sustentabilidade para o Setor Energético
Modelo de Aplicação de Indicadores de Sustentabilidade para o Setor Energético
 
Indicadores de Qualidade, a Segurança do Doente na UCI
Indicadores de Qualidade, a Segurança do Doente na UCIIndicadores de Qualidade, a Segurança do Doente na UCI
Indicadores de Qualidade, a Segurança do Doente na UCI
 
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais MilitaresOportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
 
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais MilitaresOportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
 
publicação cientifica ppt.pptx
publicação cientifica ppt.pptxpublicação cientifica ppt.pptx
publicação cientifica ppt.pptx
 

Último

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 

Indicadores impacto

  • 1. INDICADORES DE IMPACTO CIENTÍFICO E ÍNDICES DE CITAÇÃO
  • 2. INICIAIS... ECONOMIA Valor do US$ Crescimento do PIB Desemprego Taxa de Juros Investimento Estrangeiro Valorização da Bolsa SAÚDE Temperatura Pressão Arterial Batimentos Cardíacos Peso/Altura C & T RH Investimento Produção Científica Patentes INDICADORESINDICADORES: medidas indiretas para avaliar algo intangível BIBLIOMETRIA: “estudo dos aspectos quantitativos da Produção, disseminação e uso da informação registrada, usando seus resultados para elaborar previsões e apoiar tomada de decisões” (MACIAS-CHAPULA, 1998, p. 134)
  • 3. QUANTO É PRODUZIDO COM QUE QUALIDADE É PRODUZIDO DILEMAS DA AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA
  • 4. QUANTO É PRODUZIDO Fonte: Dados compilados do Censo 2010 do Diretório dos Grupos de Pesquisa. http://dgp.cnpq.br/censos/sumula_estatistica/2010/producao/producao.htmFÁCIL? NENHUMA BASE DE DADOS COBRE TODA LITERATURA PUBLICADA
  • 5. COM QUE QUALIDADE É PRODUZIDO REVISÃO POR PARES
  • 6. COM QUE QUALIDADE É PRODUZIDO IMPACTO USO CITAÇÕES EX: JOURNAL CITATION RANKING e SCIMAGO JOURNAL RANKING
  • 7. REQUISITOS PARA O CÁLCULO DOS ÍNDICES DE IMPACTO Existência de Bases de Dados que indexem: Quantidade representativa de documentos As referências citadas nas publicações Atualmente, as principais bases de dados para o cumprimento desta finalidade são:
  • 8. REQUISITOS PARA O CÁLCULO DOS ÍNDICES DE IMPACTO Milhares de registros bibliográficos... (Fator de Impacto) (SJR Indicator e Índice H)
  • 9. TRABALHOS IMPORTANTE SÃO FREQUENTEMENTE CITADOS NA LITERATURA CIENTÍFICA Premissa dos indicadores de impacto
  • 12. FATOR DE IMPACTO - Há décadas o principal indicador de visibilidade das publicações; - Indicador criado em 1963 por Eugene Garfield e Irving Sher; - Publicado anualmente no Journal Citation Reports (JCR) pela consolidação dos dados de citação concedidas aos periódicos indexados no SCIENCE CITATION INDEX e SOCIAL SCIENCE CITATION INDEX. - Acesso ao JCR ocorre por meio do:
  • 13. FATOR DE IMPACTO Consultas ao FI podem ser realizadas na interface da Web of Science (Wos)
  • 14. FATOR DE IMPACTO Consultas ao FI podem ser realizadas na interface do Journal Citation Reports (JCR)
  • 15. FATOR DE IMPACTO COMO O FI É CALCULADO?
  • 16. A comparação de fatores de impacto de periódicos de áreas diferentes ou, até mesmo, de subáreas diversas de uma mesma área é impraticável ATENÇÃO
  • 17. FATOR DE IMPACTO Subárea: Oncologia Subárea: Matemática
  • 18. FATOR DE IMPACTO COMO É CALCULADO O FI DE 5 ANOS?
  • 19. FATOR DE IMPACTO PERIÓDICOS CLASSIFICADOS ÁREA MEDICINA I* ESTRATOS FI A1 > 4.0 A2 2.8 – 3.99 B1 1.6 – 2.79 B2 0.8 – 1.59 B3 0.2 – 0.79 B4 < 0.2 USO DO FI PARA DEFINIÇÃO DO QUALIS CAPES DOS PERIÓDICOS FONTE: Documento de Área 2013 – Disponível em: http://www.capes.gov.br/avaliacao/areas-paginas *MEDICINA I: clínica médica, angiologia, dermatologia, cancerologia, endocrinologia, cardiologia, gastroenterologia, pneumologia, nefrologia, fisiatria e medicina legal.
  • 20. FATOR DE IMPACTO MOTIVOS DE SUCESSO DO FI COMO CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO CIETÍFICA - Facilidade de compreensão - Robustez (baixa variação) - Rápida disponibilidade 2013 2014 Fonte: GLÄNZEL, Wolfgang; MOED, Henk F. Journal impact measures in bibliometric research. Scientometrics, v. 53, n. 2, p. 171-193, 2002.
  • 21. ÍNDICE H O QUE É? H é o número de artigos publicados por um pesquisador que obtenha um total de citações igual ou superior a H Indicador de produtividade e impacto de um cientista Fonte: HIRSCH, J.E. An index to quantify an individual's scientific research output. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, v. 102, n.46, p. 16569-16572, Nov. 2005.
  • 22. ÍNDICE H Miguel Nicolelis, neurocientista brasileiro: seu h é 62 , ou seja, ele já publicou 62 trabalhos que receberam pelo menos 62 citações.
  • 25. ÍNDICE H DIFICULDADES DO ÍNDICE H PARA COMPARAÇÃO DE DESEMPENHO DOS CIENTISTAS - Padrões de citação distintos verificados nas diversas áreas - Artigos escritos em co-autoria - Influência do tempo de atividade do pesquisador
  • 26. ÍNDICE H PROBLEMAS Publicar muito – ser pouco citado Muitas citações – baixo número de artigos publicados ÍNDICE H BAIXO
  • 28. CONCLUSÃO PODE SER OBTIDO EM Fator de Impacto Journal Citation Reports Índice H SJR SNIP Índice H Indice H5 Índice I10 “Um indicador bibliométrico deve ser sempre usado ao lado de outros indicadores, e com bom senso” (HIRSCH, Jorge)
  • 30. CRÉDITOS Apresentação elaborada pela bibliotecária Letícia Strehl (UFRGS), disponível em: <http://pt.slideshare.net/leticia.strehl/indicadores-hcpa2-22448626?qid=71f623cb- 6492-4bbb-8680-a92618647d9a&v=qf1&b=&from_search=5>. Adaptada e atualizada pelo Programa de Desenvolvimento de Competência Informacional em Ambientes Virtuais (PDCIAV) – Biblioteca Central da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). REFERÊNCIAS BOURDIEU, Pierre. O campo científico. In: ORTIZ, Renato (Org.). Pierre Bourdieu: sociologia. São Paulo: Ática, p. 122-155, 1983. MACIAS-CHAPULA, Cesar A. O papel da informetria e da cienciometria e sua perspectiva nacional e internacional. Ciência da informação, v. 27, n. 2, p. 134-140, 1998. SILVA, Márcia Regina da; HAYASHI, MCPI. O que Bourdieu tem a dizer à Bibliometria. Os pensadores e a Ciência da Informação. Rio de Janeiro: E-Papers, p. 9-24, 2012.
  • 31. OBRIGADO! Programa de Desenvolvimento de Competência Informacional em Ambiente Virtual (PDCIAV) UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO BIBLIOTECA CENTRAL CLÁUDIO FRANÇA – claudio.franca@ufes.br ANA MARIA MARIANI – ana.mariani@ufes.br (27) 4009-2406