SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 131
Baixar para ler offline
UFCD 0770
Dispositivos e Periféricos
Susana Caetano
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Detalhe da UFCD
• Designação da UFCD: Dispositivos e
periféricos
• Código: 0770
• Carga Horária: 25 horas
• Pontos de crédito: 2,25
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Detalhe da UFCD
Objetivos
• Instalar e configurar dispositivos internos e
externos no computador.
• Identificar as avarias mais frequentes na
conexão dos dispositivos.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Detalhe da UFCD
Conteúdos
•Instalação de dispositivos internos
◦Memórias RAM e VRAM
◦Unidades de discos
◦Unidades de disquetes
◦Unidades de CD-ROM
◦Unidades de tape
◦Adaptadores de rede
◦Adaptadores SCSI
◦Adaptadores de vídeo
◦Adaptadores de som
◦Adaptadores de emulação
◦Controladores de periféricos
◦Modems
◦Fontes de alimentação
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Detalhe da UFCD
• Configuração de dispositivos internos
– Níveis de interrupção
– Sistema de buses
– Ports
– Software de setup
– Formatação física dos discos
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Detalhe da UFCD
• Instalação de dispositivos externos
– Impressoras
– Unidades de discos
– Unidades de disquetes
– Unidades de CD-ROM
– Unidades de tape
– Teclados
– Ratos
– Mesas digitalizadoras
– Plotters
– Scanners
– Modems
– Fontes de alimentação
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Detalhe da UFCD
• Avarias
– Por erro de configuração
– Por erro dos dispositivos
– Por inadequação do software
– Por drivers impróprios
• Manuseamento e segurança de componentes e do material utilizado
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Contextualização
• Desde 1950 os computadores têm vindo a desenvolver-se de uma forma
muito rápida.
• A noção de informática aparece frequentemente ligada à noção de dados.
• Para representar dados, utilizam-se diversos tipos de símbolos, como
carateres alfanuméricos (letras e números), pontos e traços, sinais, figuras..
• É necessário efetuar um processamento dos dados para se obter
informação.
• O processamento é o tratamento/ execução de operações sobre os dados
(alterar, efetuar cálculos, ordenar, substituir, etc) de forma a obter
informação.
• Uma informação é o resultado de um determinado processamento de um
conjunto específico de dados.
• O processamento de dados gera informação.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Os Computadores
• É o computador que efetua o processamento de dados e, de
acordo com a figura anterior, obtém-se a seguinte:
• A informação produzida (Output) depende dos dados
recebidos pelo computador (input), sendo que só serão
obtidas respostas certas se os dados forem introduzidos
corretamente
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Os Computadores
• A palavra informática deriva da junção das palavras
informação e automática, tal como ilustrada abaixo:
Informação + automática = informática
• A informática define o tratamento automática da informação.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Tecnologias da Informação
• A informação é um dos principais recursos que uma
organização possui.
• A perda dos dados de uma empresa podem afetar a projeção
de negócio.
• O rápido evoluir dos mercados, a forte pressão da
concorrência e as crescentes exigências dos consumidores
trazem consigo a necessidade de se desenvolverem
constantemente novos processos de maximizar este “poder
da informação” , ao serviço de mais qualidade, produtividade,
rapidez e rentabilidade na empresa, sendo neste contexto
que surgem as chamadas Tecnologias da Informação.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Tecnologias da Informação
• As tecnologias da Informação são um conjunto de
conhecimentos refletidos quer em equipamentos e
programas, quer na sua criação/utilização a nível pessoal e
empresarial.
• Uma das principais caraterísticas nas Tecnologias da
Informação consiste no facto de um único meio eletrónico de
comunicação ser capaz de suportar todo o tipo de informação
possíveis de digitar (textos, analises financeiras, imagens,
áudio e vídeo)
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Tecnologias da Informação
• Tecnologias da Informação EM CASA:
• Os computadores pessoais são equipamentos que podem
possuir grande capacidade e podem ser aplicados a um
grande número de atividades possíveis de realizar, tais como:
• Análise de receitas/despesas domésticas
• Gestão de contas bancárias
• Agendas e planos pessoais
• Realização de trabalhos escolares
• Organização de diversos tipos de informação (ficheiros de
vídeo, dvds, livros,…)
• Jogos
• Etc.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Tecnologias da Informação
Tecnologias da Informação NO MUNDO EMPRESARIAL:
• Muito importantes para a eficiência de uma empresa,
influenciando diretamente a produtividade e qualidade dos
produtos e serviços de uma empresa.
• Algumas aplicações relevantes:
• Controlo da produção
• Segurança industrial
• Desenho e manufatura assistida por computador (CAD/CAM)
• Gestão de Stocks e inventários
• Codificação de produtos
• Terminais de pagamento automático
• Descoberta e preparação de compostos químicos
• Diagnósticos
• Etc
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Impacto das T.I. na Sociedade
São várias as consequências sociais da informatização de
uma empresa:
• Redução do número de trabalhadores (não necessariamente.
A informatização obriga, sim, a uma reorganização da empresa)
• Perda de Privacidade (poderá acontecer se a informação for
consultada por pessoal não autorizado)
• Instrumentalização da Sociedade (a sua função não é substituir
o trabalhador, mas sim tornar as tarefas mais fáceis de realizar com menor
margem de erro)
• Limita a capacidade de raciocínio do individuo (permite que
o Homem limite ou até abandone as tarefas repetitivas e se possa dedicar
a atividades mais criativas)
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Como é organizada a informação
• Todos os dados introduzidos no computador, são
elaborados com base num determinado programa.
• Contudo, o computador é incapaz de entender os
símbolos usados na linguagem comum, sendo
necessário traduzir e codificar os dados numa
linguagem própria.
• Essa linguagem é composta apenas por dois símbolos:
0 e 1.
• A esta linguagem damos o nome de código binário e é
com base nela que o computador transforma e codifica
toda a informação.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Como é organizada a informação
• Cada carater que introduzimos é transformado num
conjunto de dígitos binários consecutivos, chamados
carater codificado em binário (binary coded character)
• Assim, é possível construir o conceito de unidades de
medida de informação, que nos irão auxiliar a
determinar a capacidade de um equipamento ou
componente
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Como é organizada a informação
• Unidades de Informação mais utilizadas:
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Partes Essenciais de um Computador
• Os computadores são equipamentos com capacidade
para receber, armazenar, processar e transmitir
informação para o exterior.
• O computador é comandado por conjuntos de instruções
(software) que atuam sobre a informação,
transformando-a
• Os componentes físicos de um computador são
designados hardware
• O componente de hardware que executa os programas
é o processador.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Partes Essenciais de um Computador
• As partes essenciais de um computador podem ser
categorizadas em três categorias:
– Hardware
– Software
– Firmware
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• O que é o Hardware?
• O Hardware é a parte física do computador, a parte
palpável.
• Exemplos de hardware:
– Discos, impressoras, colunas
• Apesar de o hardware representar o lado “exibicionista”
dos computadores, não pode fazer nada sem o software
e o firmware
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• Um computador é constituído por inúmeros
componentes e está, normalmente, ligado a vários tipos
de equipamentos de apoio, designados de periféricos
• A unidade de sistema é a parte central de um
computador e contem um conjunto de componentes e
dispositivos responsáveis pelo processamento e
funcionamento do computador e equipamentos
auxiliares.
• O microprocessador é um componente que se encontra
no interior da unidade de sistema responsável pela
gestão do próprio computador.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• O microprocessador é normalmente designado por
Unidade Central de Processamento ou CPU (Central
Processing Unit).
• Considerado o “cérebro do computador”, é uma
pequena placa que pode processar milhões de
instruções por segundo.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Estrutura de um computador
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
CPU – Unidade Central de Processamento
• O processador é o responsável por todo o funcionamento do
sistema informático.
• O tipo de processador determina a velocidade com que este recebe
e trata os dados e transmite as informações.
• A velocidade é medida em Hertz (ex. 3 Ghz
Chipset
• Faz a gestão da ligação entre o processador, a memória, a placa
gráfica e os vários controladores dos periféricos.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Memórias
• É nas memórias que são armazenados, temporária ou
permanentemente, as instruções do software com que o
computador funciona, assim como, os dados que vão sendo
introduzidos pelo utilizador.
• Existem dois grupos de memórias:
Memórias Primárias
(centrais, principais,
interna)
• RAM
• ROM
• CACHE
Memórias Secundárias
(auxiliares, de massa
externa, de suporte)
• DISCO RÍGIDO
• DVD/CD
• PEN DRIVE
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• Memória Principal – RAM (Random Access Memory)
• É a memória principal do computador. É uma memória de leitura,
escrita e remoção de informação. É uma memória temporária/volátil
pois perde toda a informação quando se desliga o sistema.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• Memória Primária – ROM (Read Only Memory)
• É uma memória só de leitura. Nela encontram-se instruções
necessárias para o arranque do computador. Sendo assim, esta
memória é permanente pois não perde o seu conteúdo quando o
computador é desligado.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• Memória Primária - Cache
• Consiste numa área da memória RAM
• Utilizada para o armazenamento dos dados mais requisitados pelo
processador, evitando assim, ler ou escrever diretamente na
memória RAM.
• O acesso à Cache é bastante rápido. Contudo, a sua capacidade de
armazenamento é, normalmente, reduzida.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• Memórias Secundárias As memórias secundárias podem ser
vistas como um complemento às memórias primárias do
computador. Porquê?
• Porque é muitas vezes necessário guardar a informação de forma
permanente.
• Dispositivos de armazenamento mais utilizados:
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• Memórias Secundárias – Disco Rígido
• Trata-se de um dispositivo de armazenamento permanente e,
portanto, capaz de conservar a informação nele guardada mesmo
quando o computador é desligado.
• Num disco rígido, encontramos os dados necessários para o
funcionamento do PC (o sistema operativo e os programas), bem
como os ficheiros e informações que o utilizador vai guardando.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• Memórias Secundárias – Discos óticos
• Os CD-ROM e DVD, podem armazenar qualquer tipo de conteúdo,
desde dados genéricos, vídeo e áudio, ou mesmo conteúdo misto
• CD (Compact Disc)
- CD-ROM (de leitura)
- CD-R (gravável)
- CD-RW (regravável)
• DVD (Digital Versatile Disc)
-DVD-ROM (de leitura)
- DVD-R (gravável)
- DVD-RW (regravável)
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• Memórias Secundárias – Capacidades
• Os discos rígidos podem ter capacidades muito variadas: 100 GB,
200GB, 1 TB, etc. Depende com que finalidade o computador é
adquirido.
• Os CDs têm capacidades entre os 650 MB e os 700 MB
• Os DVDs têm uma capacidade aproximada de 4,7GB
• Quanto às pen drives a capacidade varia entre os 4 GB, 8GB, 16GB
…
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• Placa-mãe - Motherboard
• A MotherBoard (Placa principal) é o elemento mais importante de um
computador.
• Ela tem como principal função agregar os diferentes componentes do
computador e permitir a comunicação entre eles assim como, entre
estes e o exterior.
• É composta por circuitos, tomadas, sockets, slots, etc.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Slots e sockets
• Slot
- Ranhuras na motherboard onde se encaixam: RAM, Placa de
som, de vídeo, de rede (slots de expansão)
• Sockets
- ”tomada de ligação” na motherboard onde se encaixam, por
exemplo o CPU.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• Portas / conectores
• Portas em série (bit a bit)
- Videoprojector
• Portas em paralelo (vários bits ao mesmo tempo)
- Impressora
• USB (taxa de comunicação elevada)
• Infravermelhos (wireless – sem fios)
- Ex: Portátil e Telemóvel
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
• Barramento ou Bus
• Mas afinal, como é feita a comunicação dentro do computador?
• Através dos barramento ou bus.
• Os barramentos são componentes físicos (circuitos eletrónicos,
cabos, fios ou ligação) responsáveis pela comunicação entre os
diferentes componentes (CPU, memória, etc). São considerados
verdadeiros “caminhos de informação”.
• Mediante a informação que transportam tem-se os barramentos de
controlo, de endereços e de dados.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Periféricos
• São os dispositivos que se ligam ao computador para entrada e/ou
saída de dados. Existem três tipos de periféricos:
– De entrada: que permite introduzir dados do exterior para o
interior do sistema informático.
– De saída: que permite ao computador disponibilizar informação
para o exterior do sistema informático, para que a possamos
utilizar.
– Os mistos: que permitem as duas funções, ou seja,
introduzir/disponibilizar dados.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Hardware
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Aula 2
Sumário:
• Tipos de motherboard
• Processador e Tecnologias de Microprocessador
• Registos Internos
• Dissipadores e Ventoinhas
• Sockets do CPU
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Motherboard
A motherbord é uma placa eletrónica onde estão ligados todos os
dispositivos que fazem parte do hardware.
Tipos:
• AT – Antigas
• ATX - Atuais
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Motherboard
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Processador
• A definição de Processador :
• CPU ou UCP - Unidade Central de Processamento de Dados.
• É o circuito integrado de vital importância do computador.
• É o cérebro da máquina.
• Função: é responsável por executar todos os cálculos lógicos e
aritméticos e controlar o funcionamento da máquina.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Processador – Arquitetura Interna
• A arquitetura interna do microprocessador caracteriza se pela
existência de unidades funcionais básicas, denominadas:
– ALU ou ULA (Unidade lógica e aritmética);
– UC (Unidade de Controlo);
– UD (Unidade de Descodificação – “Decode Unit”)
– UR (Unidade de Registos – “Registers”);
– FPU (Unidade de Vírgula Flutuante);
– Unidade de memória cache interna;
– Unidade de segmentação e unidade de paginação;
– Unidade de Pré-escolha (“Prefetch”);
– Unidade de Ligação com BUS
– Bus Externo de Dados;
– Bus Externo de endereços;
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Processador – Arquitetura Interna
• ULA - Unidade Lógica e Aritmética : Bloco
responsável por todas as operações lógicas (operações
de comparação, por ex. “maior que”) e aritméticas
(Somas, Subtrações, etc).
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Processador – Arquitetura Interna
• UC - Unidade de Controlo: Bloco que coordena o
funcionamento da Unidade Central de Processamento
(CPU), controlando o fluxo de informação entre a
memória interna e as várias unidades do CPU e dos
periféricos.
• A UC cuida do endereçamento de memória, colocando e
retirando dados, envia os dados para a ULA, juntamente
com as operações que ela deve de realizar e ainda
confere os resultados devolvidos pela ULA
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Processador – Arquitetura Interna
• UD - Unidade de Descodificação: Tem como função a
descodificação das instruções e informações
provenientes da cache para que a CPU as possa
processar.
• UR - Unidade de Registos: Memórias internas onde
são armazenados temporariamente, dados e resultados.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Processador – Arquitetura Interna
• Unidade de Segmentação e Unidade de Paginação:
Converte os endereços lógicos contidos nos programas
em endereços físicos, conforme o tipo de gestão de
memória utilizada.
• Unidade de Pré-escolha: Requisita à memória cache
uma lista de instruções a executar, armazenando-as
internamente num dispositivo próprio de memória,
pronta a passá-las à unidade de descodificação.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Processador – Arquitetura Interna
• Unidade de Ligação com o BUS: Permite ao
processador comunicar com os dispositivos exteriores
através dos barramentos (ligação física entre os
múltiplos componentes existentes na motherboard).
• Bus externo de dados: É o canal físico (“pistas”) de
comunicação de dados entre o interior e o exterior do
CPU. O número de pistas do bus externo de dados
determina a quantidade de informação que a CPU pode
receber e enviar de cada vez.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Processador – Arquitetura Interna
• Bus externo de endereços: São linhas ou pistas de
comunicação externas através das quais a CPU
referencia e acede a endereços de memória. O número
de linhas deste barramento determina o número de
células de memória a que o processador pode aceder.
(Define a quantidade de memória RAM que um
computador pode ter)
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Processador – Tipos de Microprocessadores
Tipos de Microprocessadores em função da sua arquitetura:
• Single-core ou multi-core: esta característica indica a quantidade
de núcleos de processamento que um processador pode ter,
podendo variar de apenas um núcleo até mais de oito núcleos.
Quanto maior o número de cores, maior é a capacidade de
processar tarefas simultaneamente e acelerar as aplicações do PC.
• Arquitetura 32 ou 64 bits: essa característica remete à capacidade
de processamento de informações do processador. Apenas chips
com arquitetura de 64 bits é possível que o PC aproveite
quantidades superiores a 3GB de RAM, além de processarem
blocos maiores de dados de maneira mais rápida.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Microprocessadores - Caraterização
• Um microprocessador pode ser
caracterizado através de três itens:
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Microprocessadores - Caraterização
Velocidade de Processamento
• A transferência de dados entre do CPU, MEMÓRIA
INTERNA ou DISPOSITIVOS INPUT/OUTPUT, é
efetuada em períodos de tempo designados Ciclos
Máquina, realizados pelo sinal do relógio. Por cada ciclo
máquina é executada uma instrução no
microprocessador. Um ciclo máquina corresponde a
um Hz (Hertz). Exemplo: Processador 800 MHz,
significa que consegue atualizar 800 milhões de
instruções por segundo.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Microprocessadores - Caraterização
Registos Internos
• Um computador necessita de um local para armazenar
os dados e as instruções que o controlam. Essas
instruções e dados são armazenados na memória
principal e identificados por um ENDEREÇO (valor
numérico que designa a posição física em memória
dessa informação).
• Assim, quanto maior for a capacidade de
endereçamento, mais instruções e dados será possível
processar em simultâneo.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Microprocessadores - Caraterização
Barramento de Dados
O barramento de dados indica-nos o número de bits
possíveis de serem transportados de cada vez. É
conhecido pelo comprimento do barramento.
Por Exemplo:
Num microprocessador de 32 bits, existem 32 ligações em paralelo, isto é, o
barramento de dados tem a largura de 32 bits, conseguindo transportar 32
bits em simultâneo.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Tipos de Relógio (Clock)
• Clock interno: Indica a velocidade interna com a qual o
processador trabalha. -- Velocidade do Processamento.
• Clock Externo: Indica a velocidade de transmissão do
barramento de dados da placa mãe para o processador
e vice-versa. -- Velocidade de barramento.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU
• Dissipador: Elemento metálico que
permite libertar o calor excessivo
proveniente do consumo de energia do
CPU.
• Ventoinhas: Permite aumentar o poder
de dissipação.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU
PROBLEMAS COM A REFRIGERAÇÂO DO CPU
• Os processadores mais rápidos são também aqueles
que necessitam de dissipar mais energia e, por
conseguinte, são os mais problemáticos.
• Uma refrigeração inadequada pode:
– Danificar permanentemente o processador;
– Causar erros esporádicos de processamento, de
difícil deteção e que podem causar graves problemas
durante longos períodos.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU
PROBLEMAS COM A REFRIGERAÇÂO DO CPU
• SINTOMAS
• O bloqueamento não justificado do sistema
• Funcionamento instável, após algum tempo de
funcionamento,
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU
PROBLEMAS COM A REFRIGERAÇÂO DO CPU
Sugestões para manter níveis de temperatura aceitáveis:
• Verificar se o processador dispõe de uma ventoinha de
arrefecimento, ou de um dissipador;
• Local onde está o computador atingir, por longos períodos,
temperaturas superiores a 25°C, incluir uma ventoinha
suplementar;
• A memória cache, devido à elevada utilização pode
sobreaquecer com facilidade. Contudo, esta memória pode
ser "desligada" através do BIOS, degradando a resposta
do sistema, mas contribuindo para baixar a temperatura e
protegendo a memória cache;
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU
PROBLEMAS COM A REFRIGERAÇÂO DO CPU
Sugestões para manter níveis de temperatura
aceitáveis:
• Autorize a função de gestão de energia disponível na
maioria das motherboards, que permite colocar o
processador num regime de baixa potência e desligar o
motor dos discos, após alguns minutos (selecionável) de
inatividade;
• Não utilize o leitor de CDs para ouvir música. Adquira
um leitor de CDs dedicado, externo, que lhe permitirá
poupar alguns ºC;
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Memórias primárias
Vamos ver agora as memórias primárias em
pormenor..
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Comunicam diretamente com o
processador;
• Armazenam pequenas quantidades de
informação;
• Tipos de Memórias Primárias:
– Memória RAM;
– Memória ROM;
– Memória Cache;
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Tipos de Memória RAM quanto à forma física:
• Módulo DIP (Dual In-Line Package).
• Módulo SIMM (Single In-Line Memory Module):
– 30 Contactos;
– 72 Contactos;
• Módulo DIMM de 168 Contactos (Double In-Line
Memory Module);
• Módulo DIMM de 194 contactos;
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Módulo DIP (Dual In-Line Package)
– Usado nos PC’s antigos (286 e 386);
– Os módulos eram soldados na Motherboard;
– Impossibilidade de acrescentar ou substituir
módulos;
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Módulo SIMM (Single In-Line Memory
Module):
• 30 Contactos;
• 72 Contactos;
– Usado nos PC’s com microprocessadores 486 e
Pentium;
– Os módulos são encaixados em slots disponíveis na
Motherboard;
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Módulo DIMM (Double In-Line Memory
Module):
• 168 Contactos;
• 184 Contactos; Usado nos Notebook.
– São usados os dois lados do módulo.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Módulo SODIMM (Double In-Line
Memory Module):
• 72 Contactos;
• 144 Contactos;
– São utilizados em portáteis.
– Capacidade de armazenamento de 2 MB até
256 MB.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Módulo DIP (Dual In-Line Package)
– Usado nos PC’s antigos (286 e 386);
– Os módulos eram soldados na Motherboard;
– Impossibilidade de acrescentar ou substituir
módulos;
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
Tipos de Memória RAM quanto à Tecnologia:
• DRAM (Dynamic RAM) – Módulos SIMM
• FPM RAM (Fast Page Mode RAM) – Módulos SIMM
• SDRAM (Sychronous Dynamic RAM) – Módulos DIMM
168 contactos
• DDR (Double Data Rate) - Módulos DIMM 184 contactos
• DDR II (Double Data Rate) - Módulos DIMM 240
contactos
• DDR III (Double Data Rate) - Módulos DIMM 240
contactos
• SODIMM (Small Outline DIMM) – Módulos DIMM 73,
100, 144 e 200
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• DRAM (Dynamic RAM) – Módulos SIMM
– Mais Barata;
– Mais lenta – tempos de acesso de 80 a 150
ns (nonossegundos – bilionésimo de
segundo)
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• FPM RAM
– No final dos anos 80 surgiu a FPM-RAM (Fast
Page Mode Ram). Possuía 30 pinos;
– Utilizados em PC’s 386, 486;
– Tempos de acesso de 70 ns;
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• SDRAM
• Utilizados em microprocessadores
Pentium I e II;
• Trabalho sincronizado com os ciclos de
relógio da placa mãe – sem tempos de
espera.
• É tão rápida como a placa mãe;
– Tempos de acesso de 15 a 6 ns
• Utiliza 168 contactos.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• DDR RAM
• Utilizados em microprocessadores Pentium III e IV;
• Executa 2 acessos durante um ciclo de máquina;
• Consegue duplicar a taxa de transferência de uma
memória do tipo SDRAM
• Ex: módulo DDR a 266 Mhz trabalha a 133Mhz, mas
como trabalha 2 vezes, o desempenho é equivalente;
• Utiliza um módulo com 184 contactos
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
DDR II
• Evolução DDR;
• Consomem menos energia;
• Utiliza um módulo com 240 contactos.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
DDR III
• Evolução DDR II;
• Consomem menos energia (1,8V para
1,5V);
• Maior taxa de transmissão (passou de um
máximo de 800 Mbps para 1600 Mbps)
• Utiliza um módulo com 240 contactos.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• SODIMM
• São utilizadas para portáteis devido às suas
dimensões reduzidas;
• Apresentam as mesmas características das
memórias de maiores dimensões;
• Podem ter módulo com 72, 100, 144 e 200
contactos, sendo as de 144 e 200 as mais
recentes utilizando as tecnologias DDR2 e
DDR3.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
Funcionamento da Memória
• A memória é constituída por centena
de milhares de pequenos
condensadores que armazenam
cargas. Quando está carregado, o
estado lógico do condensador é
igual a 1, no caso contrário é 0, o
que significa que cada condensador
representa um bit da memória.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
Funcionamento da Memória
• Cada ponto memória é chamado de
endereço de memória e
correspondente a um número de
linha (row) e um número de coluna
(column).
• O acesso à memória não é
instantâneo e efetua-se durante um
prazo chamado tempo de acesso ou
de latência
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Tempo de Acesso da Memória RAM (Latência), Wait
State (WS)
• O tempo de acesso da memória, ou latência, é o tempo
que RAM gasta para encontrar um dado dentro dela.
• O desempenho de um computador é influenciado pela
latência da memória porque quando é necessário
aceder a um dado que o processador necessita na
memória RAM, se a memória leva algum tempo a
responder, logo o processador tem de esperar “esse
tempo” pela resposta da RAM.
• O tempo de espera pela memória deve ser configurado
no Setup e é denominado Wait State (WS).
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Tempo de Acesso da Memória RAM (Latência), Wait
State (WS)
• Quanto mais baixos forem os tempos de espera, mais rápidas são as
memórias.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• A Memória ROM é constituída por 3
tipos de programas:
– BIOS
– POST
– SETUP.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• BIOS – Software armazenado num chip
que se encontra na Motherboard e onde
guarda a informação referente ao
hardware da máquina.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• POST – Auto teste de inicialização, ou
seja executa um diagnóstico de todo
hardware instalado.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• SETUP – Programa de configuração do
hardware do computador. Essa configuração
pode ser feita manualmente pelo utilizador,
através da escolha de várias opções num
interface próprio.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• A Memória ROM é constituída por 3 tipos de memórias
segundo a forma de gravação:
• PROM (Programmable Read Only Memory) – a informação
pode ser gravada uma só vez através de um equipamento
especial fundindo fusíveis internos à memória.
• EPROM (Erasable and Programmable ROM) – Pode-se
gravar e apagar várias vezes. A programação é feita
através de cargas elétricas. A eliminação do programa faz-
se expondo a memória a raios ultravioleta.
• EEPROM (Electricaly EPROM) – Podem ser gravadas
eletronicamente sem as retirar do seu local na placa-mãe
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
Memória Cache:
• Permite que o processador não fique
subutilizado quando envia muitos dados
para a memória RAM.
• É construída com circuitos muito rápidos,
capazes de executar operações a uma
velocidade compatível com a velocidade
do processador.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Disco Rígido
• Uma unidade de disco rígido é composta
por um conjunto de discos sobrepostos,
tendo cada um destes discos duas
superfícies de leitura e escrita.
• As cabeças de leitura e escrita, acedem a
qualquer sector do disco, a fim de efetuar
operações de leitura e escrita.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Disco Rígido
• Cada superfície do disco é dividida em
pistas concêntricas, que são numeradas a
partir da pista mais afastada do centro do
disco e que tem atribuído o número zero.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Disco Rígido
• As pistas de um disco estão divididas em sectores
normalmente com a capacidade de 512 bytes.
• Embora os sectores ocupem menos espaço de
superfície quando estão mais próximos do centro do
disco do que na extremidade, a sua capacidade
mantém-se inalterável.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Disco Rigido
• Todas as operações levadas a cabo pelo
disco são geridas por um controlador, ao
qual o disco vai ficar ligado.
Tipos de controladores:
– Controlador IDE
– Controlador S-ATA
– Controlador SCSI
– Controlador SAS
– Controlador FC (Fiber Channel)
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Disco Rígido
• Controlador IDE
• Permite uma transferência de dados de 4MB por segundo.
• Com a evolução dos discos para capacidades superiores o IDE
evoluiu dando ao EIDE (Enhanced IDE).
• EIDE usa um conjunto de comandos estendido para garantir uma
taxa de transferência de 11 a 16,6 MB por segundo e uma operação
com mais dispositivos e de maior capacidade.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Disco Rígido
• Controlador S-ATA
• Este controlador e respetivos discos vieram aumentar a capacidade
de armazenamento e a velocidade de acesso (150 MBps).
• Embora mais dispendiosos do que os discos IDE, são mais
acessíveis do que os SCSI, o que os tornou num produto popular a
curto prazo.
• Possibilidade de hot plugging, ou seja podemos ligar os mesmos
com o pc a funcionar e o sistema operativo a correr.
• Características: 8MB de cache, 7200 rpm e 8,5 milissegundos de
tempo médio de acesso à informação.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Sistema de Ficheiros
• Um disco rígido é um armazém onde se pode guardar ou ir buscar
dados. Para tal, é necessário organizar o disco.
• A formatação lógica consiste em escrever no disco a estrutura do
sistema de ficheiros utilizado pelo sistema operativo.
• O sistema de ficheiros é um conjunto de estruturas lógicas que
permitem ao sistema operativo controlar o acesso ao disco rígido.
• Cada sistema operativo tem um sistema de ficheiros próprio.
• Sistemas de ficheiros mais utilizados
• –FAT32 (File Alocation Table)
• –NTFS (New Tecnologies File System)
• –EXT3 /4 (Extended File System)
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Sistema de Ficheiros
• FAT 32
• O FAT é o sistema de ficheiros usado pelo MS-DOS e outros
sistemas operativos baseados em Windows para organizar e gerir
ficheiros
• A sigla FAT significa File Allocation Table ou tabela de alocação de
ficheiros. (estrutura de dados que o Windows cria quando se
formata um volume usando sistemas de ficheiros FAT 16 ou FAT
32. )
• O FAT 16 não suporta partições maiores do que 2 GB. Já o FAT 32
suporta partições de até 2 TB.
• Não permite partilha de pastas.
• Outra limitação do FAT 32 está no tamanho máximo dos ficheiros
que não pode ultrapassar 4 GB.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Sistema de Ficheiros
• NTFS
• É um sistema de ficheiros de 32 bit utilizado no Windows NT,2000,
2003,XP e Vista.
• Características:
–Introdução de um sistema que permite recuperar rapidamente de
problemas sem precisar verificar a integridade do sistema de ficheiros.
–Permissões que possibilitam um grande controle de acesso dos
utilizadores aos ficheiros.
– Compressão de ficheiros, ausente nos sistemas de arquivos de
Microsoft desde a introdução do FAT32.
–Encriptação transparente de arquivos.
–Quotas, que permitem definir a quantidade de espaço em disco que
cada utilizador pode utilizar.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Sistema de Ficheiros
• EXT3
• É um sistema de ficheiros utilizado em Linux, que
apresenta diversos recursos avançados de segurança e
suporta partições de até 4 TB.
• Possui um sistema de tolerância a falhas, fazendo um
registo de todas as operações realizadas.
• Deste modo quando houver uma falha, o sistema
consulta os últimos registos, para saber exatamente
onde ocorreu a falha e corrige-a automaticamente.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Sistema de Ficheiros
• EXT4
• É um sistema de ficheiros utilizado em Linux.
• O ext4 é um sistema de arquivos do Linux desenvolvido
para ser o sucessor do ext3 a partir de 2006.
• suporta partições de até 16 TB.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Placa Gráfica
• Placa que se encontra encaixada na
Motherboard, tem como função traduzir a
informação vinda do CPU ou da RAM e
enviar de forma
percetível, para o monitor.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• As avarias podem ser:
• Por erro de configuração
• Por erro dos dispositivos
• Por inadequação do software
• Por drivers impróprios
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• O Sistema não arranca
• A energia está OK?
• Tomada
• Cabos
• Fonte de alimentação
• Conectores internos
• Placas bem encaixadas
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• O PC liga mas não acontece nada no
• monitor
– Cabos do monitor estão ligados?
– Placa de vídeo presa?
– Placas de memória estão bem encaixadas?
– Cabos do disco rígido ok?
– O processador está bem encaixado?
– Tudo está firmemente ligado?
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Arranca sem sinal no monitor
– O computador arranca sem sinal no monitor
– Iniciar o computador.
– O computador arranca, mas não há sinal no
– monitor. É uma típica avaria da placa gráfica,
– ou da ligação existente à mesma.
– Desligar o computador e abrir a caixa.
– Retirar a placa e reencaixá-la.
– Iniciar novamente o computador.
– Se não resolver…
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Se não resolver, repetir o ponto anterior.
• Se ainda não funcionar, conclui-se pela avaria da placa. A placa gráfica
nestas condições não efetua a aquisição da imagem e provoca a avaria.
• Opta-se pela substituição da placa gráfica, pois a avaria deve-se ao
integrado que controla a transmissão da informação do CPU para o
monitor.
• A placa gráfica substituída é PCI ou AGP ?
• Entrar na BIOS e procurar dentro de um dos campos iniciais a opção “INIT
FIRST DISPLAY” e escolher qual o bus (PCI ou AGP) que a placa utiliza.
• Verificar se a troca da placa não desconfigurou a BIOS.
• Iniciar o computador.
• No caso da placa substituída ser diferente da original, proceder à sua
• instalação.
• Reiniciar o computador.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• O sistema bloqueia
• O microprocessador possui um dissipador de calor e o
cooler está a funcionar?
• Todas as placas estão correta e firmemente encaixadas
nos slots?
• O microprocessador está bem encaixado?
• A configuração da voltagem de operação do
processador está correta?
• A configuração da frequência de operação (MHz) do
processador está correta?
• Todos os periféricos estão bem ligados e a funcionar
corretamente?
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Rato
• Avarias comuns:
• Ficha;
• Cabo;
• Bola;
• Botões;
• Leitor ótico.
• O Rato funciona?
– Teste o rato noutro sistema
– Teste outro rato no seu sistema
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• A bolinha do rato está limpa e livre para girar?
• A porta serie ou USB do rato está ativa?
• O rato está ligado na porta correta?
• Ligue e desligue o rato com o equipamento desligado
(exceto se for USB)
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Avarias comuns com o Teclado
– Ficha;
– Cabo;
– Teclas.
• O teclado funciona?
– Teste o teclado noutro sistema
– Teste outro teclado no sistema
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• O conector está preso?
• Ligue e desligue com o PC desligado
• Verifique se o isolador plástico (revestimento) da ficha
não impede o contacto elétrico
• O teclado está ligado na interface correta?
• Se no arranque do sistema os LEDs acendem mas o
teclado não é inicializado, provavelmente o problema é
na motherboard
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Discos
• Avarias comuns:
• Ligação;
• Leitor;
• Cabeça.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Disco Rígido
• O Disco Rígido não é reconhecido
• Se o disco é o único dispositivo no barramento, verificar
se:
• Está ligado no fim do cabo.
• Está configurado como “Master”.
• Se existir mais do que um dispositivo ligado ao
controlador, verificar se:
• Um dos dispositivos está configurado como “Master” e o outro
como “Slave”.
• O “Master” está ligado no fim do cabo.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Verificar se todos os cabos estão devidamente ligados.
– Pino 1 (condutor colorido) está voltado para a
alimentação
• Verificar a existência de pinos tortos ou dobrados
– Substituir o cabo
• Tentar arrancar o sistema apenas com o disco rígido
ligado (remover todos os outros periféricos, CD-ROM,
...) para testar conflitos.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Periféricos
• Energia ok?
• Verificar ligações
• Verificar se os LEDs estão acesos
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Problemas de memória
• A maneira mais simples de identificar o
problema é remover um módulo de cada
vez.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Emissão de bips de Erro
• O computador emite bips de erro através da BIOS (um
programa implementado na placa-mãe, que é o primeiro
a ser carregado quando se liga o computador).
• Estes problemas são os mais difíceis de identificar, pois
não há mensagens de erro exibidas no ecrã.
• A Placa-Mãe possui uma série de códigos na forma de
sinais sonoros (identificados pela quantidade de beeps)
que nos orientam no possível problema.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Podem ser diversos tipos de problemas, tais como:
• mau contacto na ligação da placa gráfica,
• má ligação do monitor,
• memórias e
• processador.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Mensagens de Erro do computador
• Nesta situação o PC funciona, mas interrompe as
operações com a apresentação de uma mensagem de
erro.
• O computador envia uma mensagem através de texto ou
imagem com a descrição do problema.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
AVARIAS
• Podem ser diversos tipos de problemas, tais como:
• teclado,
• memória,
• bateria,
• placa gráfica,
• processador,
• disco rígido…
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Software
• O software disponibiliza instruções que dizem ao
hardware o que fazer.
• O software é o conjunto de todos os programas que
possibilitam o funcionamento do próprio sistema, bem
como a realização de tarefas mais simplificadas e
variadas, como elaboração de gráficos, tratamento de
textos e imagens, entre outros
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Software
Tipos de Software:
• Software de Sistema: conjunto de programas
responsáveis pelo funcionamento do computador e pela
gestão de todo o hardware
• Software de aplicação: é representado pelo conjunto de
programas que permitem ao computador executar
tarefas práticas e úteis para o dia-a-dia do utilizador
(aplicações ou packages)
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)
Autoria: Susana Caetano
Data da última versão: 27.Junho.2017
Termos-chave: Memórias, CPU, Placa Gráfica, Motherboard, Barramento, BIOS,
RAM, ROM, Disco Rígido, Avarias, Slots, Sockets.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)
IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)
IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)Luis Ferreira
 
25203409 ficha-de-avaliacao-tic
25203409 ficha-de-avaliacao-tic25203409 ficha-de-avaliacao-tic
25203409 ficha-de-avaliacao-ticLena Nabais
 
Montagem manutenção de computadores
Montagem manutenção de computadoresMontagem manutenção de computadores
Montagem manutenção de computadoressetilsonadobmov
 
Manutenção de Computadores.pdf
Manutenção de Computadores.pdfManutenção de Computadores.pdf
Manutenção de Computadores.pdfOs Fantasmas !
 
Redes - topologias de redes
Redes - topologias de redesRedes - topologias de redes
Redes - topologias de redesforkman
 
conteúdos UFCD 0771.ppt
conteúdos UFCD 0771.pptconteúdos UFCD 0771.ppt
conteúdos UFCD 0771.pptolivervis
 
Hardware e redes de computadores (Componente, tipos de redes e topologias)
Hardware e redes de computadores (Componente, tipos de redes e topologias)Hardware e redes de computadores (Componente, tipos de redes e topologias)
Hardware e redes de computadores (Componente, tipos de redes e topologias)Augusto Nogueira
 
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014Evandro Júnior
 
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte IIAula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte IIDalton Martins
 
Instalação e Configuração de Redes.pdf
Instalação e Configuração de Redes.pdfInstalação e Configuração de Redes.pdf
Instalação e Configuração de Redes.pdfOs Fantasmas !
 
Aula07 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula07 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresAula07 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula07 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresJorge Ávila Miranda
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de ComputadoresFábio Eliseu
 
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresAula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresJorge Ávila Miranda
 
Placas de expansão
Placas de expansãoPlacas de expansão
Placas de expansãoAndré Lopes
 
Sistemas Operacionais
Sistemas OperacionaisSistemas Operacionais
Sistemas OperacionaisAdir Kuhn
 
Arquitetura de computadores Módulo 4
Arquitetura de computadores Módulo 4Arquitetura de computadores Módulo 4
Arquitetura de computadores Módulo 4Luis Ferreira
 

Mais procurados (20)

IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)
IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)
IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)
 
25203409 ficha-de-avaliacao-tic
25203409 ficha-de-avaliacao-tic25203409 ficha-de-avaliacao-tic
25203409 ficha-de-avaliacao-tic
 
Montagem manutenção de computadores
Montagem manutenção de computadoresMontagem manutenção de computadores
Montagem manutenção de computadores
 
Manutenção de Computadores.pdf
Manutenção de Computadores.pdfManutenção de Computadores.pdf
Manutenção de Computadores.pdf
 
Redes - topologias de redes
Redes - topologias de redesRedes - topologias de redes
Redes - topologias de redes
 
conteúdos UFCD 0771.ppt
conteúdos UFCD 0771.pptconteúdos UFCD 0771.ppt
conteúdos UFCD 0771.ppt
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
 
Sistema windows 10
Sistema windows 10Sistema windows 10
Sistema windows 10
 
Hardware e redes de computadores (Componente, tipos de redes e topologias)
Hardware e redes de computadores (Componente, tipos de redes e topologias)Hardware e redes de computadores (Componente, tipos de redes e topologias)
Hardware e redes de computadores (Componente, tipos de redes e topologias)
 
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
 
Aula1 historia das redes
Aula1   historia das redesAula1   historia das redes
Aula1 historia das redes
 
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte IIAula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
 
Instalação e Configuração de Redes.pdf
Instalação e Configuração de Redes.pdfInstalação e Configuração de Redes.pdf
Instalação e Configuração de Redes.pdf
 
Aula07 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula07 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresAula07 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula07 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
 
Comunicação de dados!
Comunicação de dados!Comunicação de dados!
Comunicação de dados!
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
 
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresAula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
 
Placas de expansão
Placas de expansãoPlacas de expansão
Placas de expansão
 
Sistemas Operacionais
Sistemas OperacionaisSistemas Operacionais
Sistemas Operacionais
 
Arquitetura de computadores Módulo 4
Arquitetura de computadores Módulo 4Arquitetura de computadores Módulo 4
Arquitetura de computadores Módulo 4
 

Semelhante a Dispositivos e Periféricos UFCD

Informatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociais
Informatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociaisInformatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociais
Informatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociaisRICARDO81499
 
INF_AULA_1a4_2023.pdf
INF_AULA_1a4_2023.pdfINF_AULA_1a4_2023.pdf
INF_AULA_1a4_2023.pdfritaporfrio
 
Aula 01 informatica basica - introducao a informatica
Aula 01   informatica basica - introducao a informaticaAula 01   informatica basica - introducao a informatica
Aula 01 informatica basica - introducao a informaticaKassiana Marques
 
Conhecendo o computador 1
Conhecendo o computador 1Conhecendo o computador 1
Conhecendo o computador 1Carlos Magno
 
Organização de Computadores - Aula 02
Organização de Computadores - Aula 02Organização de Computadores - Aula 02
Organização de Computadores - Aula 02thomasdacosta
 
01 - Informatica Basica.pdf
01 - Informatica Basica.pdf01 - Informatica Basica.pdf
01 - Informatica Basica.pdfNiltonRaice
 
Informática básica introdução
Informática básica introduçãoInformática básica introdução
Informática básica introduçãorick-190
 
Sistema Informático
Sistema InformáticoSistema Informático
Sistema Informáticocrbmonteiro
 
Capítulo 04 - Infraestrutura de tecnologia da informação
Capítulo 04 - Infraestrutura de tecnologia da informaçãoCapítulo 04 - Infraestrutura de tecnologia da informação
Capítulo 04 - Infraestrutura de tecnologia da informaçãoEverton Souza
 

Semelhante a Dispositivos e Periféricos UFCD (20)

Informatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociais
Informatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociaisInformatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociais
Informatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociais
 
Informatica Basica.pptx
Informatica Basica.pptxInformatica Basica.pptx
Informatica Basica.pptx
 
INF_AULA_1a4_2023.pdf
INF_AULA_1a4_2023.pdfINF_AULA_1a4_2023.pdf
INF_AULA_1a4_2023.pdf
 
Aula 01 informatica basica - introducao a informatica
Aula 01   informatica basica - introducao a informaticaAula 01   informatica basica - introducao a informatica
Aula 01 informatica basica - introducao a informatica
 
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
Unidade 1
 
Aula 02 : hardware.
Aula 02 : hardware.Aula 02 : hardware.
Aula 02 : hardware.
 
Introducao informatica
Introducao informaticaIntroducao informatica
Introducao informatica
 
Conhecendo o computador 1
Conhecendo o computador 1Conhecendo o computador 1
Conhecendo o computador 1
 
Automação de bibliotecas
Automação de bibliotecasAutomação de bibliotecas
Automação de bibliotecas
 
Informatica basica
Informatica basicaInformatica basica
Informatica basica
 
Apresentação1.pptx
Apresentação1.pptxApresentação1.pptx
Apresentação1.pptx
 
Organização de Computadores - Aula 02
Organização de Computadores - Aula 02Organização de Computadores - Aula 02
Organização de Computadores - Aula 02
 
Informática para concursos aula 00
Informática para concursos   aula 00Informática para concursos   aula 00
Informática para concursos aula 00
 
01 - Informatica Basica.pdf
01 - Informatica Basica.pdf01 - Informatica Basica.pdf
01 - Informatica Basica.pdf
 
Informática Básica - Aula 03 - Hardware
Informática Básica - Aula 03 - HardwareInformática Básica - Aula 03 - Hardware
Informática Básica - Aula 03 - Hardware
 
Aula 1 semana
Aula 1 semanaAula 1 semana
Aula 1 semana
 
Sistema Operativo
Sistema OperativoSistema Operativo
Sistema Operativo
 
Informática básica introdução
Informática básica introduçãoInformática básica introdução
Informática básica introdução
 
Sistema Informático
Sistema InformáticoSistema Informático
Sistema Informático
 
Capítulo 04 - Infraestrutura de tecnologia da informação
Capítulo 04 - Infraestrutura de tecnologia da informaçãoCapítulo 04 - Infraestrutura de tecnologia da informação
Capítulo 04 - Infraestrutura de tecnologia da informação
 

Dispositivos e Periféricos UFCD

  • 1. UFCD 0770 Dispositivos e Periféricos Susana Caetano
  • 2. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Detalhe da UFCD • Designação da UFCD: Dispositivos e periféricos • Código: 0770 • Carga Horária: 25 horas • Pontos de crédito: 2,25
  • 3. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Detalhe da UFCD Objetivos • Instalar e configurar dispositivos internos e externos no computador. • Identificar as avarias mais frequentes na conexão dos dispositivos.
  • 4. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Detalhe da UFCD Conteúdos •Instalação de dispositivos internos ◦Memórias RAM e VRAM ◦Unidades de discos ◦Unidades de disquetes ◦Unidades de CD-ROM ◦Unidades de tape ◦Adaptadores de rede ◦Adaptadores SCSI ◦Adaptadores de vídeo ◦Adaptadores de som ◦Adaptadores de emulação ◦Controladores de periféricos ◦Modems ◦Fontes de alimentação
  • 5. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Detalhe da UFCD • Configuração de dispositivos internos – Níveis de interrupção – Sistema de buses – Ports – Software de setup – Formatação física dos discos
  • 6. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Detalhe da UFCD • Instalação de dispositivos externos – Impressoras – Unidades de discos – Unidades de disquetes – Unidades de CD-ROM – Unidades de tape – Teclados – Ratos – Mesas digitalizadoras – Plotters – Scanners – Modems – Fontes de alimentação
  • 7. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Detalhe da UFCD • Avarias – Por erro de configuração – Por erro dos dispositivos – Por inadequação do software – Por drivers impróprios • Manuseamento e segurança de componentes e do material utilizado
  • 8. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Contextualização • Desde 1950 os computadores têm vindo a desenvolver-se de uma forma muito rápida. • A noção de informática aparece frequentemente ligada à noção de dados. • Para representar dados, utilizam-se diversos tipos de símbolos, como carateres alfanuméricos (letras e números), pontos e traços, sinais, figuras.. • É necessário efetuar um processamento dos dados para se obter informação. • O processamento é o tratamento/ execução de operações sobre os dados (alterar, efetuar cálculos, ordenar, substituir, etc) de forma a obter informação. • Uma informação é o resultado de um determinado processamento de um conjunto específico de dados. • O processamento de dados gera informação.
  • 9. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Os Computadores • É o computador que efetua o processamento de dados e, de acordo com a figura anterior, obtém-se a seguinte: • A informação produzida (Output) depende dos dados recebidos pelo computador (input), sendo que só serão obtidas respostas certas se os dados forem introduzidos corretamente
  • 10. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Os Computadores • A palavra informática deriva da junção das palavras informação e automática, tal como ilustrada abaixo: Informação + automática = informática • A informática define o tratamento automática da informação.
  • 11. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Tecnologias da Informação • A informação é um dos principais recursos que uma organização possui. • A perda dos dados de uma empresa podem afetar a projeção de negócio. • O rápido evoluir dos mercados, a forte pressão da concorrência e as crescentes exigências dos consumidores trazem consigo a necessidade de se desenvolverem constantemente novos processos de maximizar este “poder da informação” , ao serviço de mais qualidade, produtividade, rapidez e rentabilidade na empresa, sendo neste contexto que surgem as chamadas Tecnologias da Informação.
  • 12. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Tecnologias da Informação • As tecnologias da Informação são um conjunto de conhecimentos refletidos quer em equipamentos e programas, quer na sua criação/utilização a nível pessoal e empresarial. • Uma das principais caraterísticas nas Tecnologias da Informação consiste no facto de um único meio eletrónico de comunicação ser capaz de suportar todo o tipo de informação possíveis de digitar (textos, analises financeiras, imagens, áudio e vídeo)
  • 13. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Tecnologias da Informação • Tecnologias da Informação EM CASA: • Os computadores pessoais são equipamentos que podem possuir grande capacidade e podem ser aplicados a um grande número de atividades possíveis de realizar, tais como: • Análise de receitas/despesas domésticas • Gestão de contas bancárias • Agendas e planos pessoais • Realização de trabalhos escolares • Organização de diversos tipos de informação (ficheiros de vídeo, dvds, livros,…) • Jogos • Etc.
  • 14. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Tecnologias da Informação Tecnologias da Informação NO MUNDO EMPRESARIAL: • Muito importantes para a eficiência de uma empresa, influenciando diretamente a produtividade e qualidade dos produtos e serviços de uma empresa. • Algumas aplicações relevantes: • Controlo da produção • Segurança industrial • Desenho e manufatura assistida por computador (CAD/CAM) • Gestão de Stocks e inventários • Codificação de produtos • Terminais de pagamento automático • Descoberta e preparação de compostos químicos • Diagnósticos • Etc
  • 15. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Impacto das T.I. na Sociedade São várias as consequências sociais da informatização de uma empresa: • Redução do número de trabalhadores (não necessariamente. A informatização obriga, sim, a uma reorganização da empresa) • Perda de Privacidade (poderá acontecer se a informação for consultada por pessoal não autorizado) • Instrumentalização da Sociedade (a sua função não é substituir o trabalhador, mas sim tornar as tarefas mais fáceis de realizar com menor margem de erro) • Limita a capacidade de raciocínio do individuo (permite que o Homem limite ou até abandone as tarefas repetitivas e se possa dedicar a atividades mais criativas)
  • 16. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Como é organizada a informação • Todos os dados introduzidos no computador, são elaborados com base num determinado programa. • Contudo, o computador é incapaz de entender os símbolos usados na linguagem comum, sendo necessário traduzir e codificar os dados numa linguagem própria. • Essa linguagem é composta apenas por dois símbolos: 0 e 1. • A esta linguagem damos o nome de código binário e é com base nela que o computador transforma e codifica toda a informação.
  • 17. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Como é organizada a informação • Cada carater que introduzimos é transformado num conjunto de dígitos binários consecutivos, chamados carater codificado em binário (binary coded character) • Assim, é possível construir o conceito de unidades de medida de informação, que nos irão auxiliar a determinar a capacidade de um equipamento ou componente
  • 18. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Como é organizada a informação • Unidades de Informação mais utilizadas:
  • 19. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Partes Essenciais de um Computador • Os computadores são equipamentos com capacidade para receber, armazenar, processar e transmitir informação para o exterior. • O computador é comandado por conjuntos de instruções (software) que atuam sobre a informação, transformando-a • Os componentes físicos de um computador são designados hardware • O componente de hardware que executa os programas é o processador.
  • 20. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Partes Essenciais de um Computador • As partes essenciais de um computador podem ser categorizadas em três categorias: – Hardware – Software – Firmware
  • 21. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • O que é o Hardware? • O Hardware é a parte física do computador, a parte palpável. • Exemplos de hardware: – Discos, impressoras, colunas • Apesar de o hardware representar o lado “exibicionista” dos computadores, não pode fazer nada sem o software e o firmware
  • 23. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • Um computador é constituído por inúmeros componentes e está, normalmente, ligado a vários tipos de equipamentos de apoio, designados de periféricos • A unidade de sistema é a parte central de um computador e contem um conjunto de componentes e dispositivos responsáveis pelo processamento e funcionamento do computador e equipamentos auxiliares. • O microprocessador é um componente que se encontra no interior da unidade de sistema responsável pela gestão do próprio computador.
  • 24. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • O microprocessador é normalmente designado por Unidade Central de Processamento ou CPU (Central Processing Unit). • Considerado o “cérebro do computador”, é uma pequena placa que pode processar milhões de instruções por segundo.
  • 27. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware CPU – Unidade Central de Processamento • O processador é o responsável por todo o funcionamento do sistema informático. • O tipo de processador determina a velocidade com que este recebe e trata os dados e transmite as informações. • A velocidade é medida em Hertz (ex. 3 Ghz Chipset • Faz a gestão da ligação entre o processador, a memória, a placa gráfica e os vários controladores dos periféricos.
  • 28. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware Memórias • É nas memórias que são armazenados, temporária ou permanentemente, as instruções do software com que o computador funciona, assim como, os dados que vão sendo introduzidos pelo utilizador. • Existem dois grupos de memórias: Memórias Primárias (centrais, principais, interna) • RAM • ROM • CACHE Memórias Secundárias (auxiliares, de massa externa, de suporte) • DISCO RÍGIDO • DVD/CD • PEN DRIVE
  • 29. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • Memória Principal – RAM (Random Access Memory) • É a memória principal do computador. É uma memória de leitura, escrita e remoção de informação. É uma memória temporária/volátil pois perde toda a informação quando se desliga o sistema.
  • 30. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • Memória Primária – ROM (Read Only Memory) • É uma memória só de leitura. Nela encontram-se instruções necessárias para o arranque do computador. Sendo assim, esta memória é permanente pois não perde o seu conteúdo quando o computador é desligado.
  • 31. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • Memória Primária - Cache • Consiste numa área da memória RAM • Utilizada para o armazenamento dos dados mais requisitados pelo processador, evitando assim, ler ou escrever diretamente na memória RAM. • O acesso à Cache é bastante rápido. Contudo, a sua capacidade de armazenamento é, normalmente, reduzida.
  • 32. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • Memórias Secundárias As memórias secundárias podem ser vistas como um complemento às memórias primárias do computador. Porquê? • Porque é muitas vezes necessário guardar a informação de forma permanente. • Dispositivos de armazenamento mais utilizados:
  • 33. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • Memórias Secundárias – Disco Rígido • Trata-se de um dispositivo de armazenamento permanente e, portanto, capaz de conservar a informação nele guardada mesmo quando o computador é desligado. • Num disco rígido, encontramos os dados necessários para o funcionamento do PC (o sistema operativo e os programas), bem como os ficheiros e informações que o utilizador vai guardando.
  • 34. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • Memórias Secundárias – Discos óticos • Os CD-ROM e DVD, podem armazenar qualquer tipo de conteúdo, desde dados genéricos, vídeo e áudio, ou mesmo conteúdo misto • CD (Compact Disc) - CD-ROM (de leitura) - CD-R (gravável) - CD-RW (regravável) • DVD (Digital Versatile Disc) -DVD-ROM (de leitura) - DVD-R (gravável) - DVD-RW (regravável)
  • 35. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • Memórias Secundárias – Capacidades • Os discos rígidos podem ter capacidades muito variadas: 100 GB, 200GB, 1 TB, etc. Depende com que finalidade o computador é adquirido. • Os CDs têm capacidades entre os 650 MB e os 700 MB • Os DVDs têm uma capacidade aproximada de 4,7GB • Quanto às pen drives a capacidade varia entre os 4 GB, 8GB, 16GB …
  • 36. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • Placa-mãe - Motherboard • A MotherBoard (Placa principal) é o elemento mais importante de um computador. • Ela tem como principal função agregar os diferentes componentes do computador e permitir a comunicação entre eles assim como, entre estes e o exterior. • É composta por circuitos, tomadas, sockets, slots, etc.
  • 38. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware Slots e sockets • Slot - Ranhuras na motherboard onde se encaixam: RAM, Placa de som, de vídeo, de rede (slots de expansão) • Sockets - ”tomada de ligação” na motherboard onde se encaixam, por exemplo o CPU.
  • 39. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • Portas / conectores • Portas em série (bit a bit) - Videoprojector • Portas em paralelo (vários bits ao mesmo tempo) - Impressora • USB (taxa de comunicação elevada) • Infravermelhos (wireless – sem fios) - Ex: Portátil e Telemóvel
  • 40. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware • Barramento ou Bus • Mas afinal, como é feita a comunicação dentro do computador? • Através dos barramento ou bus. • Os barramentos são componentes físicos (circuitos eletrónicos, cabos, fios ou ligação) responsáveis pela comunicação entre os diferentes componentes (CPU, memória, etc). São considerados verdadeiros “caminhos de informação”. • Mediante a informação que transportam tem-se os barramentos de controlo, de endereços e de dados.
  • 42. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Hardware Periféricos • São os dispositivos que se ligam ao computador para entrada e/ou saída de dados. Existem três tipos de periféricos: – De entrada: que permite introduzir dados do exterior para o interior do sistema informático. – De saída: que permite ao computador disponibilizar informação para o exterior do sistema informático, para que a possamos utilizar. – Os mistos: que permitem as duas funções, ou seja, introduzir/disponibilizar dados.
  • 49. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Aula 2 Sumário: • Tipos de motherboard • Processador e Tecnologias de Microprocessador • Registos Internos • Dissipadores e Ventoinhas • Sockets do CPU
  • 50. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Motherboard A motherbord é uma placa eletrónica onde estão ligados todos os dispositivos que fazem parte do hardware. Tipos: • AT – Antigas • ATX - Atuais
  • 52. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Processador • A definição de Processador : • CPU ou UCP - Unidade Central de Processamento de Dados. • É o circuito integrado de vital importância do computador. • É o cérebro da máquina. • Função: é responsável por executar todos os cálculos lógicos e aritméticos e controlar o funcionamento da máquina.
  • 53. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Processador – Arquitetura Interna • A arquitetura interna do microprocessador caracteriza se pela existência de unidades funcionais básicas, denominadas: – ALU ou ULA (Unidade lógica e aritmética); – UC (Unidade de Controlo); – UD (Unidade de Descodificação – “Decode Unit”) – UR (Unidade de Registos – “Registers”); – FPU (Unidade de Vírgula Flutuante); – Unidade de memória cache interna; – Unidade de segmentação e unidade de paginação; – Unidade de Pré-escolha (“Prefetch”); – Unidade de Ligação com BUS – Bus Externo de Dados; – Bus Externo de endereços;
  • 54. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Processador – Arquitetura Interna • ULA - Unidade Lógica e Aritmética : Bloco responsável por todas as operações lógicas (operações de comparação, por ex. “maior que”) e aritméticas (Somas, Subtrações, etc).
  • 55. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Processador – Arquitetura Interna • UC - Unidade de Controlo: Bloco que coordena o funcionamento da Unidade Central de Processamento (CPU), controlando o fluxo de informação entre a memória interna e as várias unidades do CPU e dos periféricos. • A UC cuida do endereçamento de memória, colocando e retirando dados, envia os dados para a ULA, juntamente com as operações que ela deve de realizar e ainda confere os resultados devolvidos pela ULA
  • 56. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Processador – Arquitetura Interna • UD - Unidade de Descodificação: Tem como função a descodificação das instruções e informações provenientes da cache para que a CPU as possa processar. • UR - Unidade de Registos: Memórias internas onde são armazenados temporariamente, dados e resultados.
  • 57. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Processador – Arquitetura Interna • Unidade de Segmentação e Unidade de Paginação: Converte os endereços lógicos contidos nos programas em endereços físicos, conforme o tipo de gestão de memória utilizada. • Unidade de Pré-escolha: Requisita à memória cache uma lista de instruções a executar, armazenando-as internamente num dispositivo próprio de memória, pronta a passá-las à unidade de descodificação.
  • 58. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Processador – Arquitetura Interna • Unidade de Ligação com o BUS: Permite ao processador comunicar com os dispositivos exteriores através dos barramentos (ligação física entre os múltiplos componentes existentes na motherboard). • Bus externo de dados: É o canal físico (“pistas”) de comunicação de dados entre o interior e o exterior do CPU. O número de pistas do bus externo de dados determina a quantidade de informação que a CPU pode receber e enviar de cada vez.
  • 59. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Processador – Arquitetura Interna • Bus externo de endereços: São linhas ou pistas de comunicação externas através das quais a CPU referencia e acede a endereços de memória. O número de linhas deste barramento determina o número de células de memória a que o processador pode aceder. (Define a quantidade de memória RAM que um computador pode ter)
  • 60. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Processador – Tipos de Microprocessadores Tipos de Microprocessadores em função da sua arquitetura: • Single-core ou multi-core: esta característica indica a quantidade de núcleos de processamento que um processador pode ter, podendo variar de apenas um núcleo até mais de oito núcleos. Quanto maior o número de cores, maior é a capacidade de processar tarefas simultaneamente e acelerar as aplicações do PC. • Arquitetura 32 ou 64 bits: essa característica remete à capacidade de processamento de informações do processador. Apenas chips com arquitetura de 64 bits é possível que o PC aproveite quantidades superiores a 3GB de RAM, além de processarem blocos maiores de dados de maneira mais rápida.
  • 61. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Microprocessadores - Caraterização • Um microprocessador pode ser caracterizado através de três itens:
  • 62. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Microprocessadores - Caraterização Velocidade de Processamento • A transferência de dados entre do CPU, MEMÓRIA INTERNA ou DISPOSITIVOS INPUT/OUTPUT, é efetuada em períodos de tempo designados Ciclos Máquina, realizados pelo sinal do relógio. Por cada ciclo máquina é executada uma instrução no microprocessador. Um ciclo máquina corresponde a um Hz (Hertz). Exemplo: Processador 800 MHz, significa que consegue atualizar 800 milhões de instruções por segundo.
  • 63. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Microprocessadores - Caraterização Registos Internos • Um computador necessita de um local para armazenar os dados e as instruções que o controlam. Essas instruções e dados são armazenados na memória principal e identificados por um ENDEREÇO (valor numérico que designa a posição física em memória dessa informação). • Assim, quanto maior for a capacidade de endereçamento, mais instruções e dados será possível processar em simultâneo.
  • 64. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Microprocessadores - Caraterização Barramento de Dados O barramento de dados indica-nos o número de bits possíveis de serem transportados de cada vez. É conhecido pelo comprimento do barramento. Por Exemplo: Num microprocessador de 32 bits, existem 32 ligações em paralelo, isto é, o barramento de dados tem a largura de 32 bits, conseguindo transportar 32 bits em simultâneo.
  • 65. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Tipos de Relógio (Clock) • Clock interno: Indica a velocidade interna com a qual o processador trabalha. -- Velocidade do Processamento. • Clock Externo: Indica a velocidade de transmissão do barramento de dados da placa mãe para o processador e vice-versa. -- Velocidade de barramento.
  • 66. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU • Dissipador: Elemento metálico que permite libertar o calor excessivo proveniente do consumo de energia do CPU. • Ventoinhas: Permite aumentar o poder de dissipação.
  • 67. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU PROBLEMAS COM A REFRIGERAÇÂO DO CPU • Os processadores mais rápidos são também aqueles que necessitam de dissipar mais energia e, por conseguinte, são os mais problemáticos. • Uma refrigeração inadequada pode: – Danificar permanentemente o processador; – Causar erros esporádicos de processamento, de difícil deteção e que podem causar graves problemas durante longos períodos.
  • 68. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU PROBLEMAS COM A REFRIGERAÇÂO DO CPU • SINTOMAS • O bloqueamento não justificado do sistema • Funcionamento instável, após algum tempo de funcionamento,
  • 69. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU PROBLEMAS COM A REFRIGERAÇÂO DO CPU Sugestões para manter níveis de temperatura aceitáveis: • Verificar se o processador dispõe de uma ventoinha de arrefecimento, ou de um dissipador; • Local onde está o computador atingir, por longos períodos, temperaturas superiores a 25°C, incluir uma ventoinha suplementar; • A memória cache, devido à elevada utilização pode sobreaquecer com facilidade. Contudo, esta memória pode ser "desligada" através do BIOS, degradando a resposta do sistema, mas contribuindo para baixar a temperatura e protegendo a memória cache;
  • 70. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU PROBLEMAS COM A REFRIGERAÇÂO DO CPU Sugestões para manter níveis de temperatura aceitáveis: • Autorize a função de gestão de energia disponível na maioria das motherboards, que permite colocar o processador num regime de baixa potência e desligar o motor dos discos, após alguns minutos (selecionável) de inatividade; • Não utilize o leitor de CDs para ouvir música. Adquira um leitor de CDs dedicado, externo, que lhe permitirá poupar alguns ºC;
  • 71. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Memórias primárias Vamos ver agora as memórias primárias em pormenor..
  • 72. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • Comunicam diretamente com o processador; • Armazenam pequenas quantidades de informação; • Tipos de Memórias Primárias: – Memória RAM; – Memória ROM; – Memória Cache;
  • 73. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • Tipos de Memória RAM quanto à forma física: • Módulo DIP (Dual In-Line Package). • Módulo SIMM (Single In-Line Memory Module): – 30 Contactos; – 72 Contactos; • Módulo DIMM de 168 Contactos (Double In-Line Memory Module); • Módulo DIMM de 194 contactos;
  • 74. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • Módulo DIP (Dual In-Line Package) – Usado nos PC’s antigos (286 e 386); – Os módulos eram soldados na Motherboard; – Impossibilidade de acrescentar ou substituir módulos;
  • 75. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • Módulo SIMM (Single In-Line Memory Module): • 30 Contactos; • 72 Contactos; – Usado nos PC’s com microprocessadores 486 e Pentium; – Os módulos são encaixados em slots disponíveis na Motherboard;
  • 76. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • Módulo DIMM (Double In-Line Memory Module): • 168 Contactos; • 184 Contactos; Usado nos Notebook. – São usados os dois lados do módulo.
  • 77. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • Módulo SODIMM (Double In-Line Memory Module): • 72 Contactos; • 144 Contactos; – São utilizados em portáteis. – Capacidade de armazenamento de 2 MB até 256 MB.
  • 78. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • Módulo DIP (Dual In-Line Package) – Usado nos PC’s antigos (286 e 386); – Os módulos eram soldados na Motherboard; – Impossibilidade de acrescentar ou substituir módulos;
  • 79. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS Tipos de Memória RAM quanto à Tecnologia: • DRAM (Dynamic RAM) – Módulos SIMM • FPM RAM (Fast Page Mode RAM) – Módulos SIMM • SDRAM (Sychronous Dynamic RAM) – Módulos DIMM 168 contactos • DDR (Double Data Rate) - Módulos DIMM 184 contactos • DDR II (Double Data Rate) - Módulos DIMM 240 contactos • DDR III (Double Data Rate) - Módulos DIMM 240 contactos • SODIMM (Small Outline DIMM) – Módulos DIMM 73, 100, 144 e 200
  • 80. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • DRAM (Dynamic RAM) – Módulos SIMM – Mais Barata; – Mais lenta – tempos de acesso de 80 a 150 ns (nonossegundos – bilionésimo de segundo)
  • 81. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • FPM RAM – No final dos anos 80 surgiu a FPM-RAM (Fast Page Mode Ram). Possuía 30 pinos; – Utilizados em PC’s 386, 486; – Tempos de acesso de 70 ns;
  • 82. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • SDRAM • Utilizados em microprocessadores Pentium I e II; • Trabalho sincronizado com os ciclos de relógio da placa mãe – sem tempos de espera. • É tão rápida como a placa mãe; – Tempos de acesso de 15 a 6 ns • Utiliza 168 contactos.
  • 83. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • DDR RAM • Utilizados em microprocessadores Pentium III e IV; • Executa 2 acessos durante um ciclo de máquina; • Consegue duplicar a taxa de transferência de uma memória do tipo SDRAM • Ex: módulo DDR a 266 Mhz trabalha a 133Mhz, mas como trabalha 2 vezes, o desempenho é equivalente; • Utiliza um módulo com 184 contactos
  • 84. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS DDR II • Evolução DDR; • Consomem menos energia; • Utiliza um módulo com 240 contactos.
  • 85. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS DDR III • Evolução DDR II; • Consomem menos energia (1,8V para 1,5V); • Maior taxa de transmissão (passou de um máximo de 800 Mbps para 1600 Mbps) • Utiliza um módulo com 240 contactos.
  • 86. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • SODIMM • São utilizadas para portáteis devido às suas dimensões reduzidas; • Apresentam as mesmas características das memórias de maiores dimensões; • Podem ter módulo com 72, 100, 144 e 200 contactos, sendo as de 144 e 200 as mais recentes utilizando as tecnologias DDR2 e DDR3.
  • 87. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS Funcionamento da Memória • A memória é constituída por centena de milhares de pequenos condensadores que armazenam cargas. Quando está carregado, o estado lógico do condensador é igual a 1, no caso contrário é 0, o que significa que cada condensador representa um bit da memória.
  • 88. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS Funcionamento da Memória • Cada ponto memória é chamado de endereço de memória e correspondente a um número de linha (row) e um número de coluna (column). • O acesso à memória não é instantâneo e efetua-se durante um prazo chamado tempo de acesso ou de latência
  • 89. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • Tempo de Acesso da Memória RAM (Latência), Wait State (WS) • O tempo de acesso da memória, ou latência, é o tempo que RAM gasta para encontrar um dado dentro dela. • O desempenho de um computador é influenciado pela latência da memória porque quando é necessário aceder a um dado que o processador necessita na memória RAM, se a memória leva algum tempo a responder, logo o processador tem de esperar “esse tempo” pela resposta da RAM. • O tempo de espera pela memória deve ser configurado no Setup e é denominado Wait State (WS).
  • 90. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • Tempo de Acesso da Memória RAM (Latência), Wait State (WS) • Quanto mais baixos forem os tempos de espera, mais rápidas são as memórias.
  • 91. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • A Memória ROM é constituída por 3 tipos de programas: – BIOS – POST – SETUP.
  • 92. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • BIOS – Software armazenado num chip que se encontra na Motherboard e onde guarda a informação referente ao hardware da máquina.
  • 93. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • POST – Auto teste de inicialização, ou seja executa um diagnóstico de todo hardware instalado.
  • 94. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • SETUP – Programa de configuração do hardware do computador. Essa configuração pode ser feita manualmente pelo utilizador, através da escolha de várias opções num interface próprio.
  • 95. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS • A Memória ROM é constituída por 3 tipos de memórias segundo a forma de gravação: • PROM (Programmable Read Only Memory) – a informação pode ser gravada uma só vez através de um equipamento especial fundindo fusíveis internos à memória. • EPROM (Erasable and Programmable ROM) – Pode-se gravar e apagar várias vezes. A programação é feita através de cargas elétricas. A eliminação do programa faz- se expondo a memória a raios ultravioleta. • EEPROM (Electricaly EPROM) – Podem ser gravadas eletronicamente sem as retirar do seu local na placa-mãe
  • 96. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) MEMÓRIAS PRIMÁRIAS Memória Cache: • Permite que o processador não fique subutilizado quando envia muitos dados para a memória RAM. • É construída com circuitos muito rápidos, capazes de executar operações a uma velocidade compatível com a velocidade do processador.
  • 97. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Disco Rígido • Uma unidade de disco rígido é composta por um conjunto de discos sobrepostos, tendo cada um destes discos duas superfícies de leitura e escrita. • As cabeças de leitura e escrita, acedem a qualquer sector do disco, a fim de efetuar operações de leitura e escrita.
  • 98. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Disco Rígido • Cada superfície do disco é dividida em pistas concêntricas, que são numeradas a partir da pista mais afastada do centro do disco e que tem atribuído o número zero.
  • 99. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Disco Rígido • As pistas de um disco estão divididas em sectores normalmente com a capacidade de 512 bytes. • Embora os sectores ocupem menos espaço de superfície quando estão mais próximos do centro do disco do que na extremidade, a sua capacidade mantém-se inalterável.
  • 100. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Disco Rigido • Todas as operações levadas a cabo pelo disco são geridas por um controlador, ao qual o disco vai ficar ligado. Tipos de controladores: – Controlador IDE – Controlador S-ATA – Controlador SCSI – Controlador SAS – Controlador FC (Fiber Channel)
  • 101. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Disco Rígido • Controlador IDE • Permite uma transferência de dados de 4MB por segundo. • Com a evolução dos discos para capacidades superiores o IDE evoluiu dando ao EIDE (Enhanced IDE). • EIDE usa um conjunto de comandos estendido para garantir uma taxa de transferência de 11 a 16,6 MB por segundo e uma operação com mais dispositivos e de maior capacidade.
  • 102. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Disco Rígido • Controlador S-ATA • Este controlador e respetivos discos vieram aumentar a capacidade de armazenamento e a velocidade de acesso (150 MBps). • Embora mais dispendiosos do que os discos IDE, são mais acessíveis do que os SCSI, o que os tornou num produto popular a curto prazo. • Possibilidade de hot plugging, ou seja podemos ligar os mesmos com o pc a funcionar e o sistema operativo a correr. • Características: 8MB de cache, 7200 rpm e 8,5 milissegundos de tempo médio de acesso à informação.
  • 103. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Sistema de Ficheiros • Um disco rígido é um armazém onde se pode guardar ou ir buscar dados. Para tal, é necessário organizar o disco. • A formatação lógica consiste em escrever no disco a estrutura do sistema de ficheiros utilizado pelo sistema operativo. • O sistema de ficheiros é um conjunto de estruturas lógicas que permitem ao sistema operativo controlar o acesso ao disco rígido. • Cada sistema operativo tem um sistema de ficheiros próprio. • Sistemas de ficheiros mais utilizados • –FAT32 (File Alocation Table) • –NTFS (New Tecnologies File System) • –EXT3 /4 (Extended File System)
  • 104. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Sistema de Ficheiros • FAT 32 • O FAT é o sistema de ficheiros usado pelo MS-DOS e outros sistemas operativos baseados em Windows para organizar e gerir ficheiros • A sigla FAT significa File Allocation Table ou tabela de alocação de ficheiros. (estrutura de dados que o Windows cria quando se formata um volume usando sistemas de ficheiros FAT 16 ou FAT 32. ) • O FAT 16 não suporta partições maiores do que 2 GB. Já o FAT 32 suporta partições de até 2 TB. • Não permite partilha de pastas. • Outra limitação do FAT 32 está no tamanho máximo dos ficheiros que não pode ultrapassar 4 GB.
  • 105. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Sistema de Ficheiros • NTFS • É um sistema de ficheiros de 32 bit utilizado no Windows NT,2000, 2003,XP e Vista. • Características: –Introdução de um sistema que permite recuperar rapidamente de problemas sem precisar verificar a integridade do sistema de ficheiros. –Permissões que possibilitam um grande controle de acesso dos utilizadores aos ficheiros. – Compressão de ficheiros, ausente nos sistemas de arquivos de Microsoft desde a introdução do FAT32. –Encriptação transparente de arquivos. –Quotas, que permitem definir a quantidade de espaço em disco que cada utilizador pode utilizar.
  • 106. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Sistema de Ficheiros • EXT3 • É um sistema de ficheiros utilizado em Linux, que apresenta diversos recursos avançados de segurança e suporta partições de até 4 TB. • Possui um sistema de tolerância a falhas, fazendo um registo de todas as operações realizadas. • Deste modo quando houver uma falha, o sistema consulta os últimos registos, para saber exatamente onde ocorreu a falha e corrige-a automaticamente.
  • 107. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Sistema de Ficheiros • EXT4 • É um sistema de ficheiros utilizado em Linux. • O ext4 é um sistema de arquivos do Linux desenvolvido para ser o sucessor do ext3 a partir de 2006. • suporta partições de até 16 TB.
  • 108. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Placa Gráfica • Placa que se encontra encaixada na Motherboard, tem como função traduzir a informação vinda do CPU ou da RAM e enviar de forma percetível, para o monitor.
  • 110. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • As avarias podem ser: • Por erro de configuração • Por erro dos dispositivos • Por inadequação do software • Por drivers impróprios
  • 111. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • O Sistema não arranca • A energia está OK? • Tomada • Cabos • Fonte de alimentação • Conectores internos • Placas bem encaixadas
  • 112. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • O PC liga mas não acontece nada no • monitor – Cabos do monitor estão ligados? – Placa de vídeo presa? – Placas de memória estão bem encaixadas? – Cabos do disco rígido ok? – O processador está bem encaixado? – Tudo está firmemente ligado?
  • 113. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Arranca sem sinal no monitor – O computador arranca sem sinal no monitor – Iniciar o computador. – O computador arranca, mas não há sinal no – monitor. É uma típica avaria da placa gráfica, – ou da ligação existente à mesma. – Desligar o computador e abrir a caixa. – Retirar a placa e reencaixá-la. – Iniciar novamente o computador. – Se não resolver…
  • 114. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Se não resolver, repetir o ponto anterior. • Se ainda não funcionar, conclui-se pela avaria da placa. A placa gráfica nestas condições não efetua a aquisição da imagem e provoca a avaria. • Opta-se pela substituição da placa gráfica, pois a avaria deve-se ao integrado que controla a transmissão da informação do CPU para o monitor. • A placa gráfica substituída é PCI ou AGP ? • Entrar na BIOS e procurar dentro de um dos campos iniciais a opção “INIT FIRST DISPLAY” e escolher qual o bus (PCI ou AGP) que a placa utiliza. • Verificar se a troca da placa não desconfigurou a BIOS. • Iniciar o computador. • No caso da placa substituída ser diferente da original, proceder à sua • instalação. • Reiniciar o computador.
  • 115. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • O sistema bloqueia • O microprocessador possui um dissipador de calor e o cooler está a funcionar? • Todas as placas estão correta e firmemente encaixadas nos slots? • O microprocessador está bem encaixado? • A configuração da voltagem de operação do processador está correta? • A configuração da frequência de operação (MHz) do processador está correta? • Todos os periféricos estão bem ligados e a funcionar corretamente?
  • 116. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Rato • Avarias comuns: • Ficha; • Cabo; • Bola; • Botões; • Leitor ótico. • O Rato funciona? – Teste o rato noutro sistema – Teste outro rato no seu sistema
  • 117. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • A bolinha do rato está limpa e livre para girar? • A porta serie ou USB do rato está ativa? • O rato está ligado na porta correta? • Ligue e desligue o rato com o equipamento desligado (exceto se for USB)
  • 118. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Avarias comuns com o Teclado – Ficha; – Cabo; – Teclas. • O teclado funciona? – Teste o teclado noutro sistema – Teste outro teclado no sistema
  • 119. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • O conector está preso? • Ligue e desligue com o PC desligado • Verifique se o isolador plástico (revestimento) da ficha não impede o contacto elétrico • O teclado está ligado na interface correta? • Se no arranque do sistema os LEDs acendem mas o teclado não é inicializado, provavelmente o problema é na motherboard
  • 120. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Discos • Avarias comuns: • Ligação; • Leitor; • Cabeça.
  • 121. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Disco Rígido • O Disco Rígido não é reconhecido • Se o disco é o único dispositivo no barramento, verificar se: • Está ligado no fim do cabo. • Está configurado como “Master”. • Se existir mais do que um dispositivo ligado ao controlador, verificar se: • Um dos dispositivos está configurado como “Master” e o outro como “Slave”. • O “Master” está ligado no fim do cabo.
  • 122. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Verificar se todos os cabos estão devidamente ligados. – Pino 1 (condutor colorido) está voltado para a alimentação • Verificar a existência de pinos tortos ou dobrados – Substituir o cabo • Tentar arrancar o sistema apenas com o disco rígido ligado (remover todos os outros periféricos, CD-ROM, ...) para testar conflitos.
  • 123. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Periféricos • Energia ok? • Verificar ligações • Verificar se os LEDs estão acesos
  • 124. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Problemas de memória • A maneira mais simples de identificar o problema é remover um módulo de cada vez.
  • 125. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Emissão de bips de Erro • O computador emite bips de erro através da BIOS (um programa implementado na placa-mãe, que é o primeiro a ser carregado quando se liga o computador). • Estes problemas são os mais difíceis de identificar, pois não há mensagens de erro exibidas no ecrã. • A Placa-Mãe possui uma série de códigos na forma de sinais sonoros (identificados pela quantidade de beeps) que nos orientam no possível problema.
  • 126. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Podem ser diversos tipos de problemas, tais como: • mau contacto na ligação da placa gráfica, • má ligação do monitor, • memórias e • processador.
  • 127. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Mensagens de Erro do computador • Nesta situação o PC funciona, mas interrompe as operações com a apresentação de uma mensagem de erro. • O computador envia uma mensagem através de texto ou imagem com a descrição do problema.
  • 128. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) AVARIAS • Podem ser diversos tipos de problemas, tais como: • teclado, • memória, • bateria, • placa gráfica, • processador, • disco rígido…
  • 129. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Software • O software disponibiliza instruções que dizem ao hardware o que fazer. • O software é o conjunto de todos os programas que possibilitam o funcionamento do próprio sistema, bem como a realização de tarefas mais simplificadas e variadas, como elaboração de gráficos, tratamento de textos e imagens, entre outros
  • 130. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Software Tipos de Software: • Software de Sistema: conjunto de programas responsáveis pelo funcionamento do computador e pela gestão de todo o hardware • Software de aplicação: é representado pelo conjunto de programas que permitem ao computador executar tarefas práticas e úteis para o dia-a-dia do utilizador (aplicações ou packages)
  • 131. Doc014/9 05-01-2017 Tema (opcional) Autoria: Susana Caetano Data da última versão: 27.Junho.2017 Termos-chave: Memórias, CPU, Placa Gráfica, Motherboard, Barramento, BIOS, RAM, ROM, Disco Rígido, Avarias, Slots, Sockets.