Viajei nas asas do tempo

216 visualizações

Publicada em

Publicada em: Indústria automotiva
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
216
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Viajei nas asas do tempo

  1. 1. Viajei nas asas do tempo Viajei nas asas do tempo e ao retornar percebi que o amor ficou mais forte!" Chove! Gotas de chuva escorrem sobre meu rosto e despertam meu coração a olhar para a grandeza de um simples momento bem vivido! Momentos não sonhados 07/02/2014anteriormente, mas que aconteceram! E de tão especiais, jamais haviam sido esperados! Esse é o encantamento do amor! Momentos que todos gostariam de um dia, viver! Tempo repleto de faíscas de vida com som e cor! A vida tem cheiro e sabor! Toque, gentileza e beleza! Momentos de olhos nos olhos com o mesmo brilho das estrelas. De bocas que se tocam como instrumentos de uma grande orquestra. De palavras suaves proferidas na mais deslumbrante das sensações com que são feitas as poesias. De pedacinhos do céu iluminados pelo sol como os momentos vividos sem receio de que desapareçam com chegada da noite ou de uma possível partida! A noite chega e se instala antes mesmo que se consiga fugir das próprias emoções! Do próprio medo! É hora! Declare! Victor Sterling Franco
  2. 2. Viajei nas asas do tempo Declare seus sentimentos, mesmo que algumas lágrimas insistam em cair diante do outro ou de si mesmo! Amar faz parte da vida! Amar é sentir a felicidade dentro de si! Sem tempo, sem medidas! Só sentir! Aceite, viva o que dá para viver! Viva o amor intensamente em seu tempo! "Se a felicidade for só o agora que seja! Seja eterna, felicidade! Seja a síntese da parassíntese com que é construído o amor! O amor de antes, sentimento! O amor de agora, emoção! O amor vivido, posteridade! O amor se completa dentro de si mesmo! O amor o faz crescer! É esse crescimento que alimenta a vida ainda por viver! A vida é feita de laços amorosos! Laços de cores criadas nos desenhos traçados a cada dia! Todos os dias são conquistas! São momentos para serem vividos com a mais pura disposição de ser a própria alegria descoberta a dois. Sim! A vida é sempre compartilhada com alguém! Nunca estamos sozinhos! A vida é uma sociedade! É feita de pessoas, de gente, de seres! A vida é repleta! A vida é dávida! A vida dá vida a Victor Sterling Franco
  3. 3. Viajei nas asas do tempo quem quer viver! A vida dá amor a quem se permite sentir! E quem não se permite sentir a vida traz amor do mesmo jeito! De outras formas! Afinal, do que é feita a vida? A vida é o próprio amor por nós! É o ar que mantém a nossa vida! E todos nós precisamos do ar e do amor! O ar do amor pela vida! A vida é eternidade! A vida é o tempo por aqui! É o quanto amamos cada pedacinho de vida! Um pouquinho do amor de cada dia constrói a vida para além da eternidade do agora! Cada momento vivido transforma-se nas maiores e nas mais inesquecíveis lembranças! Tudo vale a pena e não desfalece ao lembrar! Recordar pontua o quanto crescemos! Valoriza o ontem para o hoje aproveitar melhor! E o amor... O amor reconhecido e aceito é luz! Traz poesia a nossa vida! Leveza! O amor passa a ser um cântico feito da mais perfeita e cândida melodia! O amor como fonte que recitará anos depois os mais sublimes sentimentos vividos! Pura nostalgia! O amor que transforma a noite em dia! O amor que brilha como estrelas em pleno dia! O amor que transforma as Victor Sterling Franco
  4. 4. Viajei nas asas do tempo lágrimas em gotas de poesia. O amor que nos faz fortes no raiar de cada manhã. O amor que nos revigora como mil noites bem dormidas. O amor nas asas do tempo não tem hora, lugar ou momento para se instalar! No amor, não há ponto de chegada e nem de partida! O amor é um vôo pela terra e pelos braços de cada um que abraçam a própria vida! O tempo do amor é o quanto e como se deseja viver! VIDA Autor desconhesido Victor Sterling Franco

×