O que foi que o mendigo disse

363 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Very interesting text . Thanks for sharing and congratulations my dear friend Victor !!! Wish you a beautiful day! Best greetings from Greece. I wish you also a wonderful week. Nikos
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
363
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que foi que o mendigo disse

  1. 1. O Que foi que o mendigo disse(O Que foi que o mendigo disse)Estava triste, desmotivado. Sua mulherhavia deixado de amá-lo.Levantou da cama e vestiu-se naquelamanhã de domingo. Sem nada parafazer, saiu de casa e andou sem rumo.Até aquele dia, nunca tinha reparadocomo era penoso viver sem amor.Depois de andar durante horas,sentou-se à sombra de uma árvorefrondosa no banco de uma praça, decabeça baixa.Ao seu lado, sentou-se um homem que,pelo seu aspecto, pareceu-lhe ummendigo.Quase se levantou para seguir o seucaminho, mas o sorriso do homem oreteve.Aos poucos, se estabeleceu um diálogoe uma animada conversa que seestendeu por hora.Victor Sterling Franco Página 1
  2. 2. O Que foi que o mendigo disseFinalmente, o marido se levantou dobanco, deixando dinheiro na mão domendigo.Sua postura já estava diferente.Agora, com passo enérgico, voltou paracasa,tomou banho, fez a barba e sevestiu com todo cuidado.Saiu sem dar explicações e sua mulher,que já não o amava, se mostroulevemente curiosa com a sua novaatitude.Voltou à noite, bem tarde. No diaseguinte, cumprimentou gentilmentesua mulher e foi trabalhar.Na volta, vestiu um short, calçou tênise fez uma longa caminhada noturna.Dormiu com excelente disposição.O dia seguinte foi igual, talvez melhor.Sua mulher, que não o amava, e seusfilhos se surpreenderam. Parecia terperdido a tristeza.Victor Sterling Franco Página 2
  3. 3. O Que foi que o mendigo disseGanhara uma força e uma elegânciaque a família nunca antes tinha notado.Continuou a ser gentil com a mulhermas nunca mais lhe pediu desculpas ouexplicações,, nem exigiu amor dela.Passaram-se semanas.A atitude do marido continuava firme ea disposição otimista instalou-se devez.A mulher sentia-se cada vez maisintrigada com a mudança miraculosa domarido, e teve mais simpatia por suasnovas atitudes, sábias e moderadas.Embora ela persistisse em não amá-lo,ele melhorava seu desempenho comopessoa e como pai.Agora, os amigos o procuravam.Era evidente que tinha se transformadonum homem sábio.Quanto a mim, sou um sujeitoprofundamente curioso, talvez por serescritor e fui à mesma praça ondeVictor Sterling Franco Página 3
  4. 4. O Que foi que o mendigo disseestivera o marido a fim de procurar omendigo.Pude reconhecê-lo imediatamente.Sem vacilar, sentei-me a seu lado.Apresentei-me e perguntei o que eletinha dito para o marido.Sorrindo, o mendigo me respondeu:Ah, lembro... Não dei grande conselho.Disse-lhe apenas que, com minhaexperiência de mendigo, aprendi quenunca se deve pedir dinheiro e, pelasmesmas razões, jamais se deve suplicaramor.Essas são duas coisas que sempre nosnegam quando as pedimos.E sorrindo, acrescentou: "O dinheiro, agente ganha; o amor se conquista". O dinheiro, a gente ganha; o amor se conquistaVictor Sterling Franco Página 4
  5. 5. O Que foi que o mendigo disseVictor Sterling Franco Página 5

×