6ºano

1.115 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.115
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

6ºano

  1. 1. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SÁ DA BANDEIRA - 170562 ESCOLA DO ENSINO BÁSICO 2 E 3 D. JOÃO II - SANTARÉM - 340790 Rua Cidade D’ Agen, Jardim de Baixo, 2005-503 Santarém Tel. 243.307120 - Fax. 243.307125 - e-mail: geral@agrupamentosabandeira.pt - Web: http://www.agrupamentodjoao22 FICHA DE AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA ANO LETIVO 2012/2013 5º ANONOME: ___________________________________________________________Nº ________ TURMA _______O E.E.: _____________________________________ A PROF.: _________________________ DATA: _______APRECIAÇÃO: ________________________________________________________________ Grupo I Texto ALê com atenção o seguinte texto. As aventuras de Caidé Meu nome é Caidé e sou, segundo me dizem, um cocker de muito bom parecer. Cocker é nome defamília, família inglesa, aliás, embora os meus donos entendam que cocker é uma raça de cão a que eupertenço. Podia desmenti-los e argumentar que, sendo a minha mãe uma cocker e o meu pai outro tanto,como me grita a porteira cá do prédio, quando se zanga. Chamo-me, portanto, Caidé, Caidé, sem mais nada, se bem que merecesse, cá no meu entender,títulos – como direi? – títulos com mais pompa. Isso com mais pompa, com mais nobreza, com maisdistinção. Mas não pensaram assim os meus donos … - Fica Caidé – decidiu a minha dona, pondo fim a uma disputa em que se tinham cruzado no ar, soba minha dócil cabeça de cachorrinho de leite, os nomes mais estapafúrdios, mais patetas, mais ridículos,que já alguma vez os humanos, os mais malucos dos humanos, em dia de aselhice inventaram. E Caidé fiquei. Para um cocker ilustre, com pais, avós, bisavós carregados de prémios, ganhos emexposições caninas, das que dão fama e honra aos canídeos que nelas participem, Caidé não será,realmente, o nome que mais convém, mas que remédio senão conformar-me. Eu, Caidé cocker ou só Caidé para amigos, tenho participado em várias e curiosas aventuras. Vounarrá-las o melhor que sei, com toda a franqueza. Espero, no fim, os vossos juízos. Ora tomem atenção. Foi, com calculam um caso de naufrágio, com alguns riscos e alguns transtornos… Passou-se também no tal jardim, onde às vezes vou com a minha dona. Foi ao fim da tarde. Nojardim há um pequeno lago com um repuxo ao meio, quase sempre sem repuxo. Enquanto a minha donadescansa sentada num baixo do jardim, a ler, eu, nas minhas voltas, nunca perco a ocasião de ir até àbeira do laguinho mirar-me. Gosto de me ver refletido na água, focinho bonito, orelhas pendentes efelpudas, olhos de amêndoa doce … vaidades. Andam sempre garotos por ali. Alguns trazem barquinhos ou constroem-nos com cascas deárvores e pauzinhos dos gelados e põem-nos a vogar nas águas do lago. Fazem regatas, dizem eles.Brincam às batalhas navais, aos comboios de navios, às abordagens. Distraem-me, os garotos. De uma vez, um deles trouxe um barco à vela, um lindo barco pintado de azul com cincobonequinhos atarraxados ao convés, decerto eram os marinheiros. Depois de andar de mão em mão,apreciado por todos os almirantes do lago, o dono lançou-o à água, era um barquinho catita e, visto delonge, parecia um barco de verdade. Ladrei-lhe a desejar-lhe boa viagem. Foi nesta altura que se levantou, rente à água, um ventinho matreiro que afastou o barco à vela das
  2. 2. margens onde estávamos. Corremos à roda do lago, mas o barquinho, por desfeita, de todos os lados nosfugia. O dono tentou chegar-lhe com um pau comprido, debruçou-se de mais e acabou por cair à água.Não foi perigoso o mergulho. Uma vez de pé, dentro do lago, ficava com a água pela cintura. Acorreu a mãe do menino. Içado para terra firme, todo encharcado, o menino ouviu das boas. Elechorava, não tanto do raspanete, como de ver o barco, no meio do lago, quase a naufragar, tantas eramas ondas que este acidente provocara. Aí intervim eu. Era a minha oportunidade. Saltei à água, nadei para o barco, aferrei-o pelo mastro etrouxe-o são e salvo, com toda a tripulação enxuta. A minha rápida ação, bem própria de um cão valente,foi muito festejada. Só a minha dona, que não tinha assistido à cena, é que não gostou nada de me ver,quando lhe apareci com o pelo a pingar, todo sujo e desalinhado: - Por ondes andaste, Caidé? Que maluquice foi essa? Estás imundo, Caidé. E deu-me uma palmada no focinho, vejam a injustiça! Como explicar-lhe que estava a bater numherói? Às vezes, tenho razões de sobra para sentir-me um “in cão preendido”. António Torrado, As aventuras de Caidé, Civilização EditoraResponde às questões que se seguem. 1- Classifica o narrador quanto à sua presença. 2- Justifica a tua resposta transcrevendo do texto uma expressão / frase que comprove a tua resposta. 3- Indica: 3.1- qual a ação central da história. 3.2- duas características físicas da personagem. 3.3- duas características psicológicas, justificando. 4- Caidé e os donos têm opiniões diferentes quanto ao significado da palavra “cocker” . 4.1- Refere em que divergem as opiniões. 5- Por que razão Caidé considera que merecia um nome “com mais nobreza”? 6- Após contar a história do seu nome, Caidé inicia a narração de uma das suas muitas aventuras. 6.1- Onde se passou essa aventura? 6.2- Transcreve do texto uma frase que prove que era habitual Caidé ir àquele local. 6.3- Por que motivo a dona de Caidé lhe deu uma palmada no focinho? 6.4- Concordas com a atitude que ela teve? Explica a tua resposta.
  3. 3. Texto B Os MarretasTítulo original: The MuppetsDe: James BobinCom: Jason Segel, Amy Adams, Chris CooperGénero: Comédia, MusicalClassificação: M/6Outros dados: EUA, 2011, Cores, 101 min. Walter (voz de Peter Linz) é um fantoche que vive com Gary (Jason Segel), o seu irmão humanona cidade de Smalltown, EUA. Desde que se conhecem são grandes admiradores dos Marretas, que ambossentem ser uma espécie de alter-egos de si próprios. Quando Mary (Amy Admas), a namorada de Gary, oconvida para uma viagem de sonho a Los Angeles, crente que será finalmente pedida em casamento,não esperava que ele resolvesse levar o irmão. Mas, apesar da desilusão e de a viagem ser tudo menosromântica, os três acabam juntos nos estúdios dos Marretas, em Los Angeles. É então que descobrem oterrível plano de Tex Richman (Chris Cooper), um magnata do petróleo que pretende arrasar com o estúdioem busca de fortuna (e vingança). Determinados a salvar o espaço, onde a magia da sua infância teve lugar,Walter, Gary e Mary têm uma ideia brilhante: de forma a angariar os dez milhões de dólares necessários paraSalvar o espaço, reúnem o velho grupo e organizam a grande Gala dos Marretas. Conscientes da difícilTarefa e do pouco tempo que lhes resta, eles terão de fazer de tudo para manter o grupo unido e a confiançaNum regresso extraordinário. Produzido pelos Estúdios Disney e realizado por James Bobin, o filme segue a velha tradição doConhecido programa com a participação de várias celebridades: Ricky Gervais, Danny Glover, Selena Gomez,Danny Trejo, Mickey Rooeny, Billy Crystal, Whoopi Goldberg, Judd Hirsh ou Jim Parsons, entre muitos outros. http://cinecartaz.publico.pt/Filme298474_os-marretas (consultado em dezembro de 2011)7- Indica se as afirmações são verdadeiras ou falsas. a) Walter é um ser humano. ___ b) Gary pretende pedir Mary em casamento assim que chegarem a Los Angeles. ___ c) A viagem até Los Angeles é muito romântica. ___ d) Tex Richman quer destruir o estúdio dos Marretas. ___ e) Mary, Gary e Walter organizam uma gala para salvarem o estúdio. ___ f) Para eles será uma tarefa muito fácil. ___8- Transcreve do texto frases que corrijam as afirmações falsas.
  4. 4. 9- Faz a correspondência. a) Smalltown 1- Estúdio dos Marretas b) Peter Linz 2- Estúdio em que o filme foi gravado c) Mickey Rooney 3- Uma das celebridades que participa no programa d) James Robin 4- Ator que faz a voz de Walter e) Estúdios Disney 5- Cidade onde vive Gary f) Los Angeles 6- Realizador do filme Grupo IIResponde ao que te é pedido de acordo com as orientações que te são dadas.1. Assinala com um (X) a classificação correta das palavras: Aguda Grave Esdrúxula Monossílabo Dissílabo Polissílabo Portugal Armas Século Pão Fantástica2. Identifica os adjetivos qualificativos e numerais nas seguintes frases: • O primeiro panda tem manchas brancas na barriga. • Estes magníficos animais aterraram em Edimburgo no último avião de domingo. a. Adjetivos qualificativos: _________________________________________________ b. Adjetivos numerais: ____________________________________________________ 3. Coloca os adjetivos indicados no grau pedido Superlativo absoluto sintético pobre fácil doce amigo bom mau
  5. 5. 4. Lê a frase: As crianças que estavam no jardim perguntaram ao guarda se podiam visitar os animais nas suas habitações. a. Imagina que as crianças se dirigem diretamente ao guarda. Escreve a frase no discurso direto.________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 5. b. Escreve no discurso indireto Duas amigas foram ao jardim ver as flores. - Eu gosto mais das acáceas. – disse uma delas. - Eu gosto mais de gerberas – respondeu a outra. - são mais bonita!________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ Grupo IIO autor da história narrada pelo Caidé chama-se António Torrado. Encontrasde seguida uma nota biobibliográfica do autor. Com base nas informações quete são dadas, redige uma entrevista ao escritor. A mesma deverá conter, nomínimo seis questões e, no máximo, oito. Não te esqueças de evitar asperguntas de resposta fechada (sim, não).Nome: Anónio Torrado Data de nascimento: 21 de novembro de 1939Naturalidade: Lisboa Habilitações Literárias: Licenciatura em FilosofiaProfissão: Escritor, dramaturgo, jornalista, professor, editor e produtor de televisão na RTPPrimeiro livro: publicado aos 18 anos Temas: Literatura infantil, ficção, poesia e pedagogiaPrémios: Grande Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para Crianças, 1988Obras para a infância: A chave do castelo azul, 1969; Cadeira que sabe música, 1976; O mercador decoisa nenhuma, 1983; O livro das sete cores, 1984; Dez contos de reis, 1990.Poesia: Não se chama chama, 1984

×