São Paulo, sábado, 9 de setembro de 2006SaúdeTurma da janelinha   Comer banana, chacoalhar a cabeça ou ficar de ponta-cabe...
1. Em que dia da semana foi publicada essa reportagem?a)   segunda-feirab)   quinta-feirac)   sábadod)   domingo2. O títul...
O patinho realmente feio     Era uma vez uma mamãe pata e um papai pato que tinham sete bebês patinhos. Seis eram patinhos...
11. Na frase: E, quando cresceu, tornou-se apenas um pato grande realmente muito feio. Qual palavrao autor usou para dizer...
A formiga                                                                As coisas devem ser bem grandes                  ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Prova língua portuguesa - reportagem, conto e poesia

10.158 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.158
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
378
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
106
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prova língua portuguesa - reportagem, conto e poesia

  1. 1. São Paulo, sábado, 9 de setembro de 2006SaúdeTurma da janelinha Comer banana, chacoalhar a cabeça ou ficar de ponta-cabeça; vocêjá fez alguma loucura para ajudar seu dente a cair?Renato Stockler/Folha Imagem Da esq. para a dir., as banguelas Mayla, 7, Júlia, 7, Catherine, 8, e Alyssa, 6, exibem seus sorrisosMARIA CAROLINA NOMURACOLABORAÇÃO PARA A FOLHA Quando o dentinho da frente amoleceu, Mayla Macedo Horvarth, 7,empolgou-se. Queria ganhar o presente da fada dos dentes. Para tanto, fezmil peripécias: empurrava o dente com a língua, com os dedos, ficava deponta-cabeça, chacoalhava-se e comia muita banana para ver se o denteacabava fincado na fruta. "Mas ele caiu sem eu fazer nada", conta. Júlia Gebenlian, 7, achou graça quando a irmã mais velha, Catherine, 9,apareceu com uma "trave de gol" no sorriso, mas não sabia que issoaconteceria com ela. "Quando meu dente ficou mole, minha mãe meexplicou que ele cairia, como o da minha irmã. Como eu vi que o delanasceu, não fiquei nervosa", lembra. Alyssa Bermudez, 6, lembra que os dentes da frente amoleceram einflamaram. "Como a gente ia viajar, minha mãe achou melhor a gente falarcom a tia Regina a odontopediatra". No final, fui viajar sem dor -e sem doisdentes." Para outros, a troca de dentes pode ser assustadora. "Eu chorava e tinhamedo de mastigar porque achei que meu dente não fosse crescer", contaGustavo Pereira, 5. Para ele parar de chorar, a mãe, Priscila Paixão, contouque, se ele jogasse o dente no telhado, viria outro mais forte e mais bonito.E veio mesmo!odontopediatra: dentista que cuida somente dos dentes de crianças
  2. 2. 1. Em que dia da semana foi publicada essa reportagem?a) segunda-feirab) quinta-feirac) sábadod) domingo2. O título “Turma da Janelinha”, significa que:a) as crianças possuem janelas nos quartosb) as crianças entrevistadas fazem parte de um clubinhoc) os entrevistados são dentistasd) as crianças entrevistadas ficaram banguelas3. No trecho: “Mas ele caiu sem eu fazer nada.”, a palavra ele substitui a palavra:a) irmãob) dentec) amigod) cabelo4. Leia: Para outros, a troca de dentes pode ser assustadora. "Eu chorava e tinha medo de mastigarporque achei que meu dente não fosse crescer", conta Gustavo Pereira, 5.O trecho destacado aparece entre aspas, porque representa:a) o pensamento de um animalb) qualquer parte do textoc) que o entrevistado não tinha medod) a fala do entrevistado5. Um outro modo de dizer a frase: "Como eu vi que o dela nasceu, não fiquei nervosa".a) “Para eu vi que o dela nasceu, não fiquei nervosa"b) “Quando eu vi que o dela nasceu, não fiquei nervosa"c) “Não eu vi que o dela nasceu, não fiquei nervosa"d) “Ainda eu vi que o dela nasceu, não fiquei nervosa"6. No trecho: Júlia Gebenlian, 7, achou graça quando a irmã mais velha, Catherine, 9, apareceu comuma "trave de gol" no sorriso, mas não sabia que isso aconteceria com ela.A palavra "trave de gol", pode ser substituída por:a) cesta de basqueteb) rede de vôleic) banguelad) travessão7. Quais as peripécias que Mayla Macedo contou que fez para ganhar o presente da fada dos dentes?__________________________________________________________________________________
  3. 3. O patinho realmente feio Era uma vez uma mamãe pata e um papai pato que tinham sete bebês patinhos. Seis eram patinhosnormais. O sétimo, porém, era um patinho realmente feio. Todo mundo dizia: “Mas que bando depatinhos tão bonitinhos... todos, menos aquele ali. Puxa, mas como ele é feio!” O patinho realmente feio ouvia o que as pessoas diziam, mas ele nem ligava. Sabia que um dia iriacrescer e provavelmente virar um cisne, muito maior e muito mais bonito do que qualquer ave do lago. Bem, só que no fim ele era apenas um patinho realmente feio. E, quando cresceu, tornou-se apenasum pato grande realmente muio feio.SCIESZKA, Jon. O patinho realmente feio e outras histórias malucas. São paulo: Cia. Das letrinhas,1997.Agora responda:8. O texto “O patinho realmente feio”, fala de um patinho:a) que era muito bonitinho e ficou feio quando cresceu.b) realmente feio, que pensava que iria ficar mais feio do que as outras aves do lago.c) realmente feio, que acreditava virar um lindo cisne, mas que se tornou um pato grande realmentemuito feio.d) realmente lindo, que acreditava virar um lindo pato grande.9. Transcreva o parágrafo onde aparece o comentário das pessoas sobre o patinho realmente feio.__________________________________________________________________________________10. As reticências (...) na frase: “Mas que bando de patinhos tão bonitinhos... todos menos aquele ali.”indicam:a) amorb) alegriac) dúvidad) tristeza
  4. 4. 11. Na frase: E, quando cresceu, tornou-se apenas um pato grande realmente muito feio. Qual palavrao autor usou para dizer que o patinho, quando cresceu, ficou mais feio:a) patob) muitoc) cresceud) apenas12. No último parágrafo, o autor conta o que aconteceu quando o patinho cresceu. Qual a expressão eleusou no lugar de patinho realmente feio?a) pato feio e realmente grandeb) pato grande e feioc) pato grande muito feiod) pato grande realmente muito feio13. Leia os fatos do texto que conta à história do patinho realmente feio:• A mamãe e o papai pato tinham sete bebês patinhos.• __________________________________________________________• O patinho realmente feio ouvia o que as pessoas diziam, mas nem ligava.• Bem, só que no fim ele era apenas um patinho realmente feio.O fato que falta para completar a ordem dos acontecimentos dessa história é:a) Sabia que um dia iria crescer e provavelmente virar um cisne.b) Quando cresceu, tornou-se apenas um pato grande realmente muito feio.c) Todo mundo dizia: “mas que patinhos tão bonitinhos... todos menos aquele ali.”d) Muito maior e mais bonito do que qualquer outra ave do lago.14. Leia o trecho: Todo mundo dizia: “Mas que bando de patinhos tão bonitinhos...todos, menosaquele ali. Puxa, mas como ele é feio!”Copie do trecho acima a frase em que todo mundo demonstra que o patinho é feio mesmo.15. O patinho realmente feio nem ligava para as críticas das pessoas, porque :a) Sabia que era realmente muito feio e não seria um cisne maior e mais bonito.b) Sabia que um dia iria crescer e mandar no lago.c) Sabia que um dia iria crescer e virar um cisne maior e mais bonito.d) Sabia que não seria a mais bonita e maior ave do lago.16. Dê um outro título para o texto “O patinho realmente feio”.__________________________________________________________________________________
  5. 5. A formiga As coisas devem ser bem grandes Pra formiga pequenina A rosa, um lindo palácio E o espinho, uma espada fina A gota dágua, um manso lago O pingo de chuva, um mar Onde um pauzinho boiando É navio a navegar O bico de pão, o corcovado O grilo, um rinoceronte Uns grãos de sal derramados, Ovelhinhas pelo monte Autor: Vinícius de MoraesAgora responda:17. O texto é um poema que apresenta:a) 5 estrofes e 12 versosb) 2 estrofes e 15 versosc) 3 estrofes e 12 versosd) 3 estrofes e 10 versos18. No texto a palavra mar rima com a palavra:a) derramadosb) montec) rinoceronted) navegar19. Na poesia o autor compara, por exemplo, o pingo de chuva com um mar porque:a) fala de coisas que são do mesmo tamanho.b) compara as coisas que são pequenas para nós e muito grandes para a formiga pequenina.c) confunde o tamanho real das coisas e da formiga pequenina.d) Compara as coisas grandes para nós e para as formigas pequeninas.20. Releia os versos:A gota dágua, um manso lagoO pingo de chuva, um marOnde um pauzinho boiandoÉ navio a navegarA palavra onde está substituindo a palavra:a) gotab) marc) naviod) pauzinho

×