Apresentação

137 visualizações

Publicada em

Apresentação

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
137
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação

  1. 1. QUEM SÃO? Abandonados pelos donos no hospital, deixados à porta do canil ou recolhidos da rua, todos eles têm uma história menos boa para contar.... Porém, depois de recolhidos, estes cães passaram de sem abrigo a verdadeiros professores! Participando nas aulas ajudam os futuros veterinários ao longo da sua formação. No entanto, eles também precisam da nossa AJUDA!
  2. 2. CANIL DO HOSPITAL 1. Pirolito, 2. Estrelinha, 3. Pipas, 4. Barone, 5. Charlie, 6. Tusca, 7. Fox 8. Benfica
  3. 3. CANIL DE FARMACOLOGIA 1.  Zé Tolas e Margarida 2. Dick 3. Chico 4. Nina 5. Bernardo 6. Diana 7. Puto 8. Malhada
  4. 4. COMO PODES CONTRIBUIR? v  Passeios, sociabilização e treino v  Mimos e brincadeiras ( muitos ! ) v  Observação regular para uma detecção precoce de situações anormais v  Divulgação dos mesmos para adopção v  Participação em workshops, cãominhadas em Monsanto v  Família de acolhimento/apadrinhamento v  Donativos v Brinquedos interactivos (cordas, bolas, ...) e p/ entretenimento (ossos de couro, Kong e similares, ...) v Guloseimas (comida enlatada, patés, biscoitos, ...) v Mantas e almofadas para os dias mais frios, camas fofas para os velhotes v Material de Treino/Passeio (coleiras, trelas, clickers, ...)
  5. 5. QUERES SER VOLUNTÁRIO? O QUE IMPLICA? Caso queiras ser voluntário, ou no âmbito da disciplina de AC, deves sempre ter em conta algumas regras básicas de funcionamento: 1. Verificar sempre se está algum cão solto e só depois entrar no canil; Antes de tirar um cão da box confirmar se a porta do canil está fechada e se não há mais nenhum cão solto (muitos deles são autênticos mestres na fuga); 2. Não juntar cães do mesmo sexo (isto só é permitido aos voluntários do canil que já tenham sido devidamente instruídos nesse sentido) – é preciso especial atenção aos machos do canil de farmacologia!; 3. A medicação só deve ser dada se indicado previamente por alguma das responsáveis; 4. Se por algum motivo acharem necessário levar algum animal ao hospital contactar sempreas responsáveis primeiro para que a situação possa ser avaliada e serem-vos dadas as devidas indicações.
  6. 6. 5. Não deixes as coleiras muito largas pois eles podem soltar-se, mas também não as deixes muito apertadas quando regressarem do passeio, de modo a não os sufocar permanentemente. O Bernardo é terrível neste aspecto, não o forces a andar puxando-o pela trela. 6. Verifica sempre se as portas das boxes estão bem fechadas antes de saires ou soltares outro cão. 7. Se por algum motivo um cão se soltar, não corras atrás dele nem mostres pânico, normalmente isso apenas fará com que o cão corra ainda mais depressa para te desafiar a brincar! Tenta manter a calma, segue-o e tenta-o persuadir a ir ter contigo com ração e/ou algum brinquedo que possas ter contigo. 8. Quando estiver a chover, não os passeies ao ar livre de modo a que se molhem em excesso, opta por interagir com eles nos corredores de cada canil. 9. O Benfica e a Estrelinha estão soltos no canil do hospital, devem assim permanecer e não devem ser passeados por ninguém. 10. No fim de cada ida ao canil, regista sempre que possível na folha de ponto, o que fizeste ou o que faltou fazer.
  7. 7. LIMPEZAS 1. As limpezas dos canis devem ser feitas com a ajuda de uma vassoura e mangueira que se encontram em ambos os canis, e as fezes conduzidas para a valeta (nunca se apanham para colocar em algum caixote). O detergente utilizado para lavar o chão do canil é azul e deve ser esfregado com a vassoura, passando só depois novamente água com a mangueira. 2. Caso utilizes o picadeiro, deves sempre ter o cuidado de recolher as fezes com uma vassoura e deixa-las num balde junto ao mesmo. 3. Os recipientes da água devem ser todos mudados e caso tenham algum verdete, devem ser limpos com esfregões.
  8. 8. ALIMENTAÇÃO •  A alimentação é feita apenas no canil do hospital, respeitando as doses afixadas numa folha acima dos contentores da ração. •  O Fox é o único que come uma ração especial, cujo contentor está devidamente identificado com o nome dele. •  O doseador encontra-se dentro do contentor da ração normal. •  Não devem haver trocas de boxes nem de pratos de comida.
  9. 9. CONTACTOS Facebook https://www.facebook.com/caesveterinarios http://caesveterinarios.pt.vu/ Email: gaaf.fmv@gmail.com Catarina Morais 967226223 Mariana Nunes 960013570 Sofia Reis 916132908 Daniela Marques 925078756 FICAMOS À TUA ESPERA!

×