2º Seminário científico: Arquivologia e Biblioteconomia: usos e usuários da informação – abril 2011                       ...
INTRODUÇÃO• Através de    uma   metodologia:   exploratória  descritiva;• Este trabalho apresenta um recorte da pesquisa: ...
FRBR???• Modelo desenvolvido pela IFLA, de 1992 a  1997;• Baseado no modelo E-R, da Ciência da  Computação;• Com o princip...
REQUISITOS FUNCIONAIS PARA   REGISTROS BIBLIOGRÁFICOSum conjunto de conceitos utilizados paradescrever um banco de dados a...
RESULTADOS     O uso dos dados para ENCONTRAR materiais que correspondam aos critérios estabelecidos para a busca do      ...
EXEMPLOSharbat Gula, perdeu os seus pais durante o bombardeio soviético do Afeganistão. Enquanto ela estava no campo de   ...
GRUPO 1Grupo 1: compreende as quatro entidades quesão produtos de trabalhos intelectuais ouartísticos: OBRA, EXPRESSÃO, MA...
OBRAÉ realizada através da                         EXPRESSÃO                                         Esta contida na      ...
Entidade                              Significado               Ao relacionar a obra com a imagem digital, dizemos que não...
GRUPO 2Grupo 2: compreende as entidades responsáveispela produção física e disseminação, ou pelaguarda das entidades do gr...
OBRA  EXPRESSÃO  MANIFESTAÇÃO                          Steve                         McCurry     ITEM                     ...
Entidade                           Significado               Indivíduo responsável pela criação ou realização de uma  Pess...
GRUPO 3E o Grupo 3: compreende os elementosadicionais de representação de conteúdo dosregistros bibliográficos. São as inf...
OBRA           PESSOA       CONCEITO     EXPRESSÃO                    ORGANIZAÇÕES     MANIFESTAÇÃO                       ...
Entidade                            Significado           uma noção abstrata ou ideia que podem ser amplo ou           esp...
CONCLUSÃOPercebemos que esta pesquisa aponta para anecessidade de que algumas investigaçõesprecisam ser realizadas. Para q...
REFERÊNCIASCORRÊA, R. M. R.; SANTOS, P. V. L. A. Catalogação: trajetória para um novo código internacional.Niterói-RJ: Int...
IMAGENS DIGITAIS E OMODELO CONCEITUAL FRBR  anacarolina.simionato@gmail.com   www.twitter.com/karusimionato
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Imagens digitais e o modelo conceitual FRBR

1.825 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado no 2º Seminário científico: Arquivologia e Biblioteconomia, UNESP/Marília.

Publicada em: Tecnologia
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.825
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
40
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Imagens digitais e o modelo conceitual FRBR

  1. 1. 2º Seminário científico: Arquivologia e Biblioteconomia: usos e usuários da informação – abril 2011 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE MARÍLIA Faculdade de Filosofia e Ciências IMAGENS DIGITAIS E OMODELO CONCEITUAL FRBR Ana Carolina Simionato Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa Santos
  2. 2. INTRODUÇÃO• Através de uma metodologia: exploratória descritiva;• Este trabalho apresenta um recorte da pesquisa: “Catalogação de imagens digitais: busca por um sistema mais eficiente”;• Propondo mostrar aplicações conceituais do modelo FRBR nas imagens digitais através de uma interlocução do modelo E-R (entidade- relacionamento).
  3. 3. FRBR???• Modelo desenvolvido pela IFLA, de 1992 a 1997;• Baseado no modelo E-R, da Ciência da Computação;• Com o principal objetivo: melhorar o design das bases de dados e para torná-las úteis e mais bem sucedidas em suas buscas.
  4. 4. REQUISITOS FUNCIONAIS PARA REGISTROS BIBLIOGRÁFICOSum conjunto de conceitos utilizados paradescrever um banco de dados a fim de tornar oscatálogos automatizados mais amigáveis para osusuários, e universal. Pois tem como propósitofavorecer compatibilidades internacionais sobreseus usos, de modo a tornar o processo debusca e de recuperação cada vez mais eficientes(MORENO, 2006; CORRÊA; SANTOS, 2008).
  5. 5. RESULTADOS O uso dos dados para ENCONTRAR materiais que correspondam aos critérios estabelecidos para a busca do usuário; o uso dos dados recuperados para IDENTIFICAR uma entidade;o uso dos dados para SELECIONAR uma entidade adequada às necessidades do usuário; e o uso dos dados para encomendar, adquirir, ou OBTER acesso à entidade descrita (IFLA, 1998, p. 8).
  6. 6. EXEMPLOSharbat Gula, perdeu os seus pais durante o bombardeio soviético do Afeganistão. Enquanto ela estava no campo de refugiados Nasir Bagh, no Paquistão, em 1984, ela foi fotografada pelo fotógrafo Steve McCurry.
  7. 7. GRUPO 1Grupo 1: compreende as quatro entidades quesão produtos de trabalhos intelectuais ouartísticos: OBRA, EXPRESSÃO, MANIFESTAÇÃO eITEM.
  8. 8. OBRAÉ realizada através da EXPRESSÃO Esta contida na MANIFESTAÇÃO Imagem digitalÉ exemplificada pelo ITEM
  9. 9. Entidade Significado Ao relacionar a obra com a imagem digital, dizemos que não está se referindo a uma realização desta imagem concreta, Obra em pixels, mas sim na criação intelectual de quem irá capturar uma imagem; Refere-se à realização intelectual ou artística específica que assume uma obra ao ser elaborada, ou seja, para imagem Expressão digital a expressão é o processo de a criação intelectual ser transformada em imagem digital; Quando se diz “imagem digital” no sentido de umaManifestação publicação; Quando se diz “imagem digital” para descrever o objeto Item físico.
  10. 10. GRUPO 2Grupo 2: compreende as entidades responsáveispela produção física e disseminação, ou pelaguarda das entidades do grupo 1. E sãoagrupados em duas entidades básicas: PESSOA eORGANIZAÇÕES;* Organizações (ENTIDADE COLETIVA, FAMÍLIA) definida peloRequisitos Funcionais para Dados de Autoridade (FRAD).
  11. 11. OBRA EXPRESSÃO MANIFESTAÇÃO Steve McCurry ITEM PESSOA É propriedade de É produzida por ORGANIZAÇÕESÉ percebida através da É criada por
  12. 12. Entidade Significado Indivíduo responsável pela criação ou realização de uma Pessoa obra, ou seja, quem capturou a imagem digital ou quem é responsável pela mesma. São organizações ou grupos de indivíduos responsáveis pelo conteúdo intelectual da imagem digital, inclusiveOrganizações grupos temporários (encontros, conferências, reuniões, festivais, etc.) e autoridades territoriais como uma federação, um estado, uma região, entre outros.
  13. 13. GRUPO 3E o Grupo 3: compreende os elementosadicionais de representação de conteúdo dosregistros bibliográficos. São as informaçõesrelacionadas aos pontos de acesso por assuntoou palavra-chave, agrupados em quatroentidades básicas: CONCEITO, OBJETO, EVENTOe LUGAR.
  14. 14. OBRA PESSOA CONCEITO EXPRESSÃO ORGANIZAÇÕES MANIFESTAÇÃO OBJETO ITEM EVENTOTem como assunto LUGAR OBRA
  15. 15. Entidade Significado uma noção abstrata ou ideia que podem ser amplo ou específico, abrangendo abstrações que podem ser temáticasConceito de uma obra: áreas de conhecimento, disciplinas, escolas de pensamento, teorias; uma coisa material, que abrange uma completa categoria de coisas materiais que podem ser as temáticas de uma obra:Objeto objetos da natureza, objetos da criação humana ou objetos que já não existam. entidade que inclui uma variedade de ações, ocorrências ouEvento acontecimentos: histórica, época, período de tempo; entidade referente a uma localização, abrangendo uma série de localizações como: terrestres e extraterrestres, históricas Lugar ou contemporâneas, características geográficas e jurisdições geopolíticas.
  16. 16. CONCLUSÃOPercebemos que esta pesquisa aponta para anecessidade de que algumas investigaçõesprecisam ser realizadas. Para que no futuro hajauma participação maior dos catalogadores nodesenvolvimento de softwares para recuperaçãodestes recursos específicos que ainda não foramdescritos adequadamente para uma melhorrecuperação; principalmente com o avanço douso destes recursos na web 2.0, em universossociais.
  17. 17. REFERÊNCIASCORRÊA, R. M. R.; SANTOS, P. V. L. A. Catalogação: trajetória para um novo código internacional.Niterói-RJ: Intertexto, 2009. 80p.IFLA. Study group on the Functional Requirements for Bibliographic Records: final report.München: K. G. Saur, 1998.JONSSON, G. Las bases para un registro en la mayoría de las reglas de catalogació y la relación aFRBR. IFLA COUNCIL GENERAL CONFERENCE, 68, Glascow, Scotland 18-24 Aug. 2002. Disponívelem: http://www.ifla.org/IV/ifla68/papers/052-133e.pdf Acesso em: 02 jun 2010.LE BOEUF, P. O Admirável mundo novo do FRBR. In: REUNIÃO D A IFLA DE ESPECIALISTAS PARAUM CÓDIGO DE CATALOGAÇÃO INTERNACIONAL (IME ICC 5), 14-15 de agosto, 2007, Pretória,África do Sul.Anais... Tradução de Fernanda Moreno. Revisão de Márcia Rosetto. Disponível em:<http://www.imeicc5.com/download/portuguese/Presentations2c_BraveNewFRBRWorld(PR)_Port.pdf.> Acesso em: março de 2008.MAXWELL, R. L. FRBR: A Guide for the Perplexed. Chicago: American Library Association, 2008.151 p.MORENO, F. P. Requisitos Funcionais para Registros Bibliográficos – FRBR: um estudo nocatálogo da Rede Bibliodata. 2006. 199 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) -Universidade de Brasília, Brasília, 2006.
  18. 18. IMAGENS DIGITAIS E OMODELO CONCEITUAL FRBR anacarolina.simionato@gmail.com www.twitter.com/karusimionato

×