Paul nasceu em 16 de outubro de 1890, foi um fotógrafo e cineastaamericano. Com os companheiros modernistas fotógrafos Alf...
Paul acreditava que a fotografia devia ser explorada nasua amplitude, pelo seu poder de descrever um momento comprecisão q...
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
PAUL STRAND
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PAUL STRAND

249 visualizações

Publicada em

Trabalho Fotografia Iluminação

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
249
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PAUL STRAND

  1. 1. Paul nasceu em 16 de outubro de 1890, foi um fotógrafo e cineastaamericano. Com os companheiros modernistas fotógrafos AlfredStieglitz e Edward Weston, ajudou a estabelecer a fotografia como umaforma de arte no século XX. Seu diversificado trabalho abrangia seisdécadas, numerosos gêneros e assuntos de todas as Américas, Europa eÁfrica.Seus primeiros passos com as câmeras foi ainda na adolescência, naEscola de Cultura Ética de Nova Iorque. Paul teve como primeiro professorLewis Hine, um dos pilares da tradição documental no país. Játrabalhando para o Comitê Nacional do Trabalho Infantil, Hine passoupara Strand seu senso de humanidade, mostrando sua visão da fotografiacomo um dos possíveis meios de consciência e mudança social. Em 1907,o clube fotográfico da escola fez uma visita às Little Galleries da Photo-Secession, de Alfred Stieglitz, onde conheceram o trabalho de pioneiroscomo Gertrude Käsebier e Edward Steichen. Para Strand, foi um momentodefinitivo: o dia em que decidiu se tornar um fotógrafo.
  2. 2. Paul acreditava que a fotografia devia ser explorada nasua amplitude, pelo seu poder de descrever um momento comprecisão que nenhuma mão humana seria capaz de alcançar.Então passa a explorar as formas geométricas, as divisões daimagens e ritmos. Seu interesse era em construir imagens econseguir perceber a relação de unidade entre as formas.Observando as fotografias de Strand, é possível perceber queele perseguia a luz. Usando as sombras para construir formas,Paul usava luz natural para obter o efeito.Já no trabalho que fez nas favelas imigrantes do Lower EastSide buscava uma luz mais direta, destacando os principaisdetalhes das figuras da época.

×