Paul Strand
Thainá Carolini Peluffo
Iluminação – 2015/1
Curso Superior de Tecnologia em Fotografia / ULBRA
Professor Ferna...
Paul Strand nasceu em 1890 em Nova Iorque e estudou na Ethical Culture
School, onde em 1907 se juntou ao “clube” de fotogr...
Ficha Técnica
Os primeiros trabalhos de Strand eram pictorialistas, mas começou a
manifestar uma crescente desilusão com o...
Portifólio
Autoretrato
Referências
 http://foto.espm.br
 http://wikipedia.org.br
 http://www.museusegall.org.br
 http://www.infopedia.pt
Paul Strand
Paul Strand
Paul Strand
Paul Strand
Paul Strand
Paul Strand
Paul Strand
Paul Strand
Paul Strand
Paul Strand
Paul Strand
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Paul Strand

78 visualizações

Publicada em

Trabalho Acadêmico do Curso de Tecnólogo em Fotografia na Ulbra Canoas/RS, cadeira de Iluminação Ministrada pelo Professor Fernando Pires

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
78
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Paul Strand

  1. 1. Paul Strand Thainá Carolini Peluffo Iluminação – 2015/1 Curso Superior de Tecnologia em Fotografia / ULBRA Professor Fernando Pires
  2. 2. Paul Strand nasceu em 1890 em Nova Iorque e estudou na Ethical Culture School, onde em 1907 se juntou ao “clube” de fotografia, frequentando aulas de Lewis Hine, seu primeiro professor. Strand também foi cineasta, em 1921 comprou sua primeira filmadora e começou a ganhar a vida como operador de câmera. Depois da ascensão de Hitler na Alemanha, fundou com outros realizadores a Frontier Films para produzir filmes antifascistas. Quando a Segunda Guerra Mundial obrigou a uma interrupção nas filmagens, voltou novamente para a fotografia. Depois do início da Guerra Fria, passou a fazer parte da lista de artistas perseguidos e resolveu partir para França produzindo seus melhores trabalhos nos anos 50 e 60, quando viajou pela França, Itália, Egito e Gana. Algumas das imagens que registou nestas viagens encontram-se hoje entre os "clássicos" da fotografia. Viveu os seus últimos anos a trabalhar em colaboração com a sua terceira mulher, Hazel Kingsbury, e morreu vítima de doença prolongada, em 1976, em Orgeval, França. Biografia
  3. 3. Ficha Técnica Os primeiros trabalhos de Strand eram pictorialistas, mas começou a manifestar uma crescente desilusão com o pictorialismo com o passar do tempo. Em 1915, o seu trabalho já manifestava um claro interesse pelas formas geométricas, pelos moldes, ritmo, espaço e a divisão da imagem. Outras técnicas que gostava eram : Retratos, Arquitetura e paisagem. Paul Strand acreditava que a fotografia deveria usar as suas potencialidades únicas, particularmente a possibilidade de descrever uma determinada cena ou objeto com uma precisão e fidelidade jamais alcançáveis pela mão humana. Queria aprender a construir uma imagem, conhecer a sua consistência, a relação das formas, o sentimento dos espaços e perceber como o todo dava a noção da unidade.
  4. 4. Portifólio
  5. 5. Autoretrato
  6. 6. Referências  http://foto.espm.br  http://wikipedia.org.br  http://www.museusegall.org.br  http://www.infopedia.pt

×