Apresentações Trabalho De Ti

10.445 visualizações

Publicada em

Para avaliação do módulo de Tecnologia da Informação

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.445
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
63
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
67
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentações Trabalho De Ti

  1. 1. ÉTICA NA DISTRIBUIÇÃO E USO DA INFORMAÇÃO Tecnologia da Informação Ana Luppi Arízio Carlos A. Fante Kezia Lucas Maria Rosa
  2. 2. A informação liga o mundo, orienta pessoas, justifica causas, participa na evolução e da revolução do homem, e integra pessoas. Participa na maioria das vezes em tomada de decisões, como elemento organizador, serve de referência ao homem com relação ao seu destino; profissional ou pessoal. 1) INTRODUÇÃO
  3. 3. Ética é uma palavra de origem grega, com duas origens possíveis. A primeira é a palavra grega éthos , com e curto, que pode ser traduzida por costume, a segunda se escreve éthos , porém com e longo, que significa propriedade do caráter. A primeira é que serviu de base para a tradução latina de moral, que é a forma de agir específico ou concreto. E a segunda é a que, de alguma forma, orienta a utilização da atual que damos à palavra ética. Ou seja, a moral é objeto da ética. 1) INTRODUÇÃO
  4. 4. Informação é todo dado trabalhado, com valor significativo atribuído ou agregado a ele e com um sentido natural e lógico para quem usa. CONHECIMENTO INFORMAÇÃO DADO 1) INTRODUÇÃO
  5. 5. ÉTICA E SEUS RELACIOAMENTOS <ul><li>Individual </li></ul><ul><li>Social </li></ul><ul><li>Estado </li></ul><ul><li>Questões Éticas </li></ul><ul><li>Questões Sociais </li></ul><ul><li>Questões Políticas </li></ul><ul><li>Sistemas </li></ul><ul><li>e TI </li></ul><ul><li>Direitos e Obrigações da Informações </li></ul><ul><li>Direitos e Obrigações da Propriedade </li></ul><ul><li>Prestação de Contas e Controle </li></ul><ul><li>Qualidade do Sistema </li></ul><ul><li>Qualidade de Vida </li></ul>
  6. 6. A conseqüência moral de uma informação infundada em mentiras pode trazer transtornos seriíssimos, por isso precisamos fundamentar qualquer informação recebida ou criada em verdades, verdades estas não do conceito humano e sim em conceitos baseados em fatos comprovados. 2) PRODUÇÃO DA INFORMAÇÃO
  7. 7. A realidade de onde a informação é produzida tem a ver com a diferença social do país e os habitantes dessa comunidade diferenciam-se segundo suas condições, grau de instrução, nível de renda, religião, raça, acesso e interpretação dos códigos de conduta moral e ética. 3) DISTRIBUIÇÃO DA INFORMAÇÃO
  8. 8. Como os direitos de propriedade intelectual será protegida numa sociedade digital, onde localizar e prestar contas pela propriedade é difícil e ignorar tais direitos de propriedade é tão fácil? 3) DISTRIBUIÇÃO DA INFORMAÇÃO DIREITOS DE PROPRIEDADE
  9. 9. Quem pode e será obrigado a indenizar pelo dano causado ao indivíduo e aos direitos de informação e propriedades coletivos? 3) DISTRIBUIÇÃO DA INFORMAÇÃO OBRIGAÇÕES DE IDENIZAR E CONTROLE
  10. 10. Quais os padrões de qualidade de dados e sistemas que deveríamos reivindicar para proteger os direitos individuais e a segurança da sociedade? 3) DISTRIBUIÇÃO DA INFORMAÇÃO QUALIDADE DE SISTEMA
  11. 11. Quais valores deveriam ser preservados em uma sociedade baseada na informação? Quais instituições deveríamos proteger da violação? Quais valores e práticas culturais têm suporte na nova TI? 3) DISTRIBUIÇÃO DA INFORMAÇÃO QUALIDADE DE VIDA
  12. 12. A era da globalização prometeu a abertura de mercado e igualdade de oportunidades para todos e a era do conhecimento chegou atrelada a tecnologia da informação, a internet permite a disponibilização de dados e informações a qualquer momento e por qualquer pessoa ou instituição. Este fato ocasiona um mundo de informações colocadas de forma desorganizada e conseqüentemente de difícil recuperação, por isso a ética é fundamental. 4) UTILIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO
  13. 13. Princípios éticos candidatos 1. Faça a outros o que você gostaria que fizessem a você. 2. Se uma ação não é correta para todos adotarem, então não é correta para ninguém (se todos fizessem isso, a organização ou sociedade poderia sobreviver?) 3. Se uma ação não pode ser tomada repetidamente, então não é certo que ele seja tomada em momento algum (uma vez tendo começado a descer uma caminho escorregadio, talvez não possa mais parar) 4. Empreenda uma ação que alcança o valor mais alto ou maior. Você pode priorizar valores em uma ordem gradual e entende as conseqüências dos vários cursos de ação 5. Empreenda uma ação que produza o menor dano ou tenha o menor custo potencial 6. Presuma que praticamente todos os objetos tangível e intangíveis pertencem a alguém (não existe almoço grátis) 5) CONCLUSÃO

×