A Jornada do héroi

323 visualizações

Publicada em

Trabalho da matéria de Linguagens da Comunicação da Faculdade de Comunicação da UnB, baseado no capitulo Um Guia Prático do Livro Jornada do Escritor do Christopher Vogler.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
323
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Jornada do héroi

  1. 1. . É. -= na, u r ~ . . 7"* r a. V* - . ü . .um . - - --, . q_ ñ r _ . n: . L . - _ a. ,. - g -' ~ _ _ _- _ _-_, .. . -u _ x “a "ÉÍÍJÀLÍ “ Í ÊÚFÉ' b ? vuljfik ü L¡ 'b "ikíihÍl/ íi-_Ll n' hzf* “li” JH
  2. 2. «jornada (Io ('. S'('I'ÍÍ(II' No fundo, apesar de sua infinita variedade, a história de um herói é sempre uma jornada. VOGLER, CHRISTOPHER
  3. 3. STAR WARS: L_| MA NOVA ESPERANÇA Luky Skywalker é um orfão que vive com seus tios, no Iongínguo planeta Tatooine. Ele é resgatado dos aliens pelo sábio e barbudo Ben Konobi que na verdade é um Cavaleiro Jedi Ben revela que o pa¡ do Luke também era um Cavaleiro Jedi, o melhor piloto que conhecerá Luke é então instruído sobre como usar um sabe de luz, e ele também treina para se tornar um jedi. Luke vive muitas aventuras na galáxia e faz novos amigos, como Han solo e a princesa Léia. Nessas aventuras, ele também se consagra um talentoso piloto, durante a batalha da Estrela da Morte. Assim ele dá o golpe decisivo que assegura a vitória da Resistência contra o Império. Luke também conhece seu arquinimigo Darth Vader, responsável pela morte de seus pais No final, Luke e seus amigos recebem condecorações
  4. 4. HARRY POTTER E PEDRA FILOSOFAL Harry Potter Rua dos Alfeneiros é um orfão que vive com seus tios, no Iongínguo trouxas Hagrid bruxo Ele é resgatado dos aliens pelo sábio e barbudo Benkenebi que na verdade é um Cavaleiro-Jedi HaQÚÚ Harry bruxo a anhador de quadribol Ben revela que o pa¡ do kuke também era um o me horpilote que conhecerá. Harry uma varinha bruxo Luke é então instruído sobre como usar e ele também treina para se tornar um Í Harry _ _ em Hogwarts _ Rony _Hermione Luke vive muitas aventuras nargaláaaa e faz novos amigos, como Haasele e a prineesakéia. apanhador o campeonato de quadribol Nessas aventuras, ele também se consagra um talentoso piloto, durante . pega o pomo de ouro Grifinória a Sonserina Assim ele que assegura a vitória da Resistência contra o império. Harry Valdemort pais Luke também conhece seu arquinimigo responsável pela morte de seus tios: Harry ganham o campeonato das casas. No final, Luke e seus amigos
  5. 5. Retorno Mundo › _1 i com comum ' " o elixir _ Ressureição o chamam -, à aventura n . " Estrada de volta Rewsa ao chamado | V_ . . . .AL 'z '” ' , . f. Il' ' R r I, L 'p' ecompensa Encontrocom . _i , . b_ t '›, V, o mentor V' , : v l _. V' v 'v provação Cruzamento _ * _ 5' A ao limiar ^. Testes, Aliados e Inimigos Aproximação da Cavema Profunda I . Çljl
  6. 6. l l l às l , nmzxé _i u( : má a ç¡ A e *r* t? ?? : l . Eli
  7. 7. CDHU" O Herói em sua vida cotidiana Mundo comum a# Chato
  8. 8. of: N ! r . o O t " ¡ n à -›
  9. 9. . o O | C | ¡ u ¡ ¡ I ¡ A › ¡ Q n n¡ fu : . , / l
  10. 10. › a” i¡ *ai* *rss- 'em wmwm _ l . . . .r _ a Í, l P' . x' r- , a [Ti,
  11. 11. Q EHFIHFIDIJ ' FIUEHTUFIFI Apresentação de um problema Muda a vida do herói . Estabelece o objetivo da jornada
  12. 12. m1.: - tlu thin zeldha. .
  13. 13. f l x l. .l ul. n I/ . . ihux l. a . .. à n T n¡
  14. 14. ;gl l: _; ííE§i3ÍF'in. Íl'. íÍ: +ílj“ rci: :;rr: :air; 'i; l,smzàii , Lrfaaiiit [iiiijwfliíílltiíliáiíÉíl i q» u
  15. 15. c 13-. í' V' , Líítêaãtrí , às _a f, à” " i ' - '_ _u- i n¡ . ' n. í'. _ v . r 174v ' ' i ' l J U l ›
  16. 16. MAS O EHEÚHTHD - HEHTDFI VAI PREPARÁ-LO PARA O DESCONHECIDO
  17. 17. EHEDHTHD - HEHTDFI: incentiva o herói O incentivo pode ser um presente
  18. 18. ›. › - . sk ; V. ;Aut , z : a: . v.- jrarlár. q_ _V É' x " l "í A. : r, . Í : r
  19. 19. V* * “i 5” V* " “TT 'Ef “f 'Í' EJ É 'T' É Eilâil 7 v Ok _ 7 . Haíldírwçíirqà. E” E 7 r lÍlÍlliçÊÍilà t* . › q , _Ag_ E¡ -r : iu-TT iii
  20. 20. .Í Fin* PT 1.I*: «íI. r í! 1 L. ILIÉTE ' TPM f¡ ll a' E-lt" ? à @O t* i _ g A IA 9.9'. r- r
  21. 21. RLIFIDDS - IHIHIEDS Aliados e inimigos são apresentados A coragem do herói é testada
  22. 22. E QUANDO ESTÁ PREPARADO, APROXIMA-SE DA CHUEHHH ucuLüm'
  23. 23. npnuxmnçu cnuEHHn DEUL Período de preparação e observação
  24. 24. .. “¡ n. _q_ '- i a eI IIr-ÍLJFF
  25. 25. lHU”E; ~Li'HÍ2 Clélia” v x' i» n_ l k : :r C I I Ç, |. ' «a l-ÍJ» I v' r 7. M: s E* ” . a. A
  26. 26. PHUUHEÉU O herói enfrenta seu maior medo A provação o transforma
  27. 27. 1,.
  28. 28. E RECEBAA FIECDHPEHSFI
  29. 29. FIEEÚHPEHEFI O herói encontra seu objetivo Nova percepção do mundo
  30. 30. ,z 1.227_ , _ . r. 7*, 4 f. . : É É? ? il? ? *r l I I ¡ I rlfh, fui-li. » í: --n 'n ; mn-dl : Ã-nrtq. azuufli. ”“qumuaain "writing. “"¡
  31. 31. ,É LET? ? “Ê 'T' *Fi-f "É '1 E s. 'il t Ei *É »JL- ss" "E, V) I¡ 'l ! L seg Ja. .:-LÇI__ . . »- EE» . .vs , ._ , ,a . V 41': , I sta-falls. ? a. _ '. àm . c_ x s 'là . .ap m- . 4 a
  32. 32. l 'HP Í P b' da I n. 'REI iu . _ _íí_: vm? . Os_ IF; , EFÍIÀQK-Ui; Wigan¡ fa. . .
  33. 33. FT" . ..r 'A ' ' A T 4a. '. I u rn, _.n, ._y v¡ : = ifiií *RV/ És .
  34. 34. ›' 71?; í: __ , . 17" . .c, r , .. É l . ,_ _ l m. .-| _l ¡. u a' ¡ I _W gr ~¡ i JJ'. " r. . A
  35. 35. E TRARÁ CONSIGO ELIHIH O APRENDIZADO DA JORNADA
  36. 36. ” _ I. : Ê y gd' ff ? Kai q¡ _ HTML: . If IZIIE, the *r « v. . _Ps1
  37. 37. ;fi
  38. 38. › . | 6,: - í 4 a - x _. , . 7 ' r; v, t** . u- n l U àx-u l- . ' ' '“'¡ - “ _ by ~ - f xâba, *W '- ' t, gl_ _ à _O 'v 1,. "à-nã 5:: . -_ 1 . ¡ ,
  39. 39. NÃO é um fórmula NÃO é obrigatória Nem sempre está completa É uma ferramenta
  40. 40. Uma boa história não transforma apenas o herói, mas também sua platé_ia. Ajornada está completa!

×