LOCKSS Como funciona 2007

2.074 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre o funcionamento do LOCKSS para a equipe do Laboratório de TI do Ibict - outubro 2007

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.074
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
46
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

LOCKSS Como funciona 2007

  1. 1. Como funciona Miguel Ángel Márdero Arellano MCT/Ibict
  2. 2. Preservação digital 00100110001001011011000010010110011000110010001001011000111 11011011100 01111000100101100001100111011011100110110001100100110001001 11011011100 011011000010010110011000110010001001011000111 01111000100101 11011011100 00100110001001011011000010010 001001100010010110110000100101 110110111001101101110011011011100110110111001101101110011011011100110110111001101101110011011011100110110111001101101110011011011100110110111001101101110011011011100110110111001101 Conjunto de ações destinadas a manter a acessibilidade dos objetos digitais a longo prazo
  3. 3. Stanford’s LOCKSS project Lots Of Copies Keeps Stuff Save http://www.lockss.org Muitas Cópias Mantém As Coisas Seguras...
  4. 4. Stanford’s LOCKSS project
  5. 5. A tartaruga de Darwin morreu aos 176 anos
  6. 6. Stanford’s LOCKSS project
  7. 7. O QUE É O LOCKSS? <ul><li>LOCKSS (Open BSD) é um sistema de código aberto que cria uma rede de replicação de dados (cópias compartilhadas de periódicos eletrônicos), permitindo que os participantes acessem dados preservados confiáveis através de uma conexão restrita a um grupo. </li></ul>
  8. 8. LOCKSS = NAPSTER <ul><li>No caso do LOCKSS “acesso a um grupo restrito” não significa o mesmo que o compartilhamento que se faz tipo Napster. </li></ul><ul><li>Os usuários do um sistema ou biblioteca LOCKSS podem acessar apenas o conteúdo da coleção de uma biblioteca. </li></ul>
  9. 9. Para começar... <ul><li>Um usuário do LOCKSS precisa apenas fazer o download dos arquivos do site do LOCKSS e salvá-los num CD, cria um boot CD, e reinicia o CD num computador dedicado para o LOCKSS. </li></ul><ul><li>Recomenda-se que o computador onde estará instalado o sistema seja dedicado exclusivamente ao LOCKSS para armazenamento das suas coleções digitais. </li></ul>
  10. 10. As caixas LOCKSS <ul><li>Para criar uma Caixa LOCKSS é necessário um computador com 1 GB de memória, com drive para CD, drive para disquete ou para USB e pelo menos 250 GB para armazenamento. </li></ul><ul><li>“ Uma caixa LOCKSS em 5 minutos e 6 segundos” </li></ul><ul><li>http://www.youtube.com/watch?v=0wdcnXrQkal </li></ul>
  11. 11. As caixas LOCKSS <ul><li>O computador funcionará como um aparelho para arquivamento digital. Sua manutenção ocorre quando ele está conectado à Internet, contando com um sistema de segurança próprio para monitorar seu estado e defesas. </li></ul><ul><li>Instruções para Instalação: </li></ul><ul><li>http://www.lockss.org/publicdocs/install.html </li></ul>
  12. 12. Como funcionam as caixas LOCKSS? <ul><li>A caixa está constantemente coletando novos dados, validando seu próprio conteúdo com outras caixas LOCKSS, reparando qualquer dano, monitorando o acesso dos usuários ao conteúdo preservado e disponibilizando-o de forma transparente caso o editor não possa torná-lo acessível. </li></ul>
  13. 16. Aliança LOCKSS <ul><li>É possível formar alianças independentes e gratuitas com outros usuários do LOCKSS, mas participar da Aliança LOCKSS tem suas vantagens econômicas. </li></ul><ul><li>A Aliança está governada por uma mesa diretora e conta com um grupo técnico formado por membros da equipe do projeto. </li></ul><ul><li>As contribuições servem para ajudar no desenvolvimento do software e criar um fundo para que os membros possam participar das atividades e workshops organizados pela Aliança. </li></ul>
  14. 17. Participantes: bibliotecas e editores <ul><li>São redes virtuais privadas permitindo que grupos de instituições criem parcerias colaborativas para preservar com segurança suas coleções digitais. </li></ul><ul><li>Cada biblioteca parceira preserva as cópias das revistas que ela assina ou das áreas que ela cobre, levando em consideração as restrições dos editores. </li></ul>
  15. 18. Participantes: bibliotecas e editores <ul><li>Na declaração que os editores assinam estão incluídas as restrições que os bibliotecários devem observar, parecidas com aquelas no acordo das assinaturas em papel. Principalmente proibindo a redistribuição das publicações para outras instituições. </li></ul><ul><li>Digital Preservation and LOCKSS http://www.youtube.com/watch?v=TOE_Jw23cVg </li></ul>
  16. 19. Bibliotecas e Editores <ul><li>Com permissão dos editores, o LOCKSS habilita bibliotecas a coletar, preservar e distribuir para seus leitores cópias do material que as bibliotecas assinam. </li></ul><ul><li>Cada biblioteca participante possui um Web crawler que: </li></ul><ul><ul><ul><li>confere o site da revista </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>confirma que o editor permite ao crawler fazer o download da publicação </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>faz download das novas edições da publicação. </li></ul></ul></ul>
  17. 21. As caixas LOCKSS... <ul><li>Sabem onde estão as outras cópias, mesmo que cada biblioteca participante assine outros jornais. </li></ul><ul><li>Como um sistema auto-validador, elas procuram replicas daquelas publicações entre suas parceiras da rede. </li></ul><ul><li>Elas comparam continuamente o conteúdo coletado por outras caixas LOCKSS e repara as diferenças, substituindo a publicação com outra cópia do editor ou de um parceiro da rede. </li></ul>
  18. 22. Monitoramento LOCKSS
  19. 23. As caixas LOCKSS <ul><li>Não há necessidade de fazer back up das cópias. </li></ul><ul><li>Os editores não precisam imprimir muitas cópias dos seus periódicos. </li></ul><ul><li>Com o limite de uso do material preservado que possua direitos autorais, os detentores de tais direitos são persuadidos de forma mais efetiva a conceder as permissões necessárias. </li></ul>
  20. 24. Benefícios para os editores <ul><li>Oferece um meio de arquivar a longo prazo uma publicação, mesmo que o tempo de vida da instituição editora tenha acabado. </li></ul><ul><li>Permite o acesso perpetuo para usuários autorizados </li></ul><ul><li>Permite a continuidade das relações de negócios entre as bibliotecas e as instituições editoras </li></ul><ul><li>Não entra em conflito com o modelo de negócios padrão para aquisição de materiais nas bibliotecas. </li></ul>
  21. 25. Evolução do LOCKSS <ul><li>Metadados </li></ul><ul><li>Inicialmente, os bibliotecários participantes mencionaram a necessidade de muitos metadados descritivos para cada objeto digital (periódico). </li></ul><ul><li>O cumprimeto disso precisaria de um grupo de trabalho especializado e de alto orçamento. </li></ul><ul><li>A solução foi optar que o LOCKSS se concentrasse na preservação das cópias dos periódicos. </li></ul><ul><li>Os bibliotecários, independentemente de participarem do LOCKSS podem acrescentar todos os metadados que considerem necessários. </li></ul>
  22. 26. Evolução do LOCKSS <ul><li>Migração </li></ul><ul><li>Um periódico preservado hoje poderá ser visualizado no futuro por usuários com novos softwares? </li></ul><ul><li>Qual será o browser que as pessoas usarão em 2040? </li></ul><ul><li>Os browsers de 2040 reconhecerão um formato obsoleto de 2007? </li></ul><ul><li>LOCKSS resolve esse problema com um processo automatizado de migração de formato que converterá o periódico para um formato atualizado. </li></ul>
  23. 27. Evolução do LOCKSS <ul><li>Mudança? </li></ul><ul><li>Os bibliotecários voltaram a ser os guardiões das coleções (agora em formato digital). </li></ul><ul><li>As teses e dissertações digitais estão sendo armazenadas para preservação no LOCKSS. </li></ul><ul><li>Arquivos oficiais do Governo Americano também estão sendo armazenados no LOCKSS. </li></ul><ul><li>Periódicos importantes publicados por editores independentes estão procurando o LOCKSS. </li></ul>
  24. 28. Evolução do LOCKSS <ul><li>Mudança? </li></ul><ul><li>Os periódicos custodiados no LOCKSS até hoje são de países do primeiro mundo. </li></ul><ul><li>As instituições que participam da Aliança também são de paises do Hemisfério Norte. </li></ul><ul><li>Existe a Aliança CLOCKSS (com “C” por “Control”) de 12 editores e sete instituições que decidem sobre a disponibilidade de periódicos que não estão mais acessíveis. </li></ul><ul><li>A Library of Congress entrou no projeto para estudar a viabilidade do LOCKSS ser usado nas suas coleções digitais que crescem a cada dia. </li></ul>
  25. 29. Bibliografia LOCKSS <ul><li>Chris Dobson, From Bright Idea to Beta Test, The Story of LOCKSS, by, F1 Services Inc., SEARCHER: The magazine for Database Professionals , February, 2003; pages 50 - 53. </li></ul><ul><li>David S. H. Rosenthal, Thomas Lipkins, Thomas Robertson, Seth Morabito, “Transparent Format Migration of Preserved Web Content” D-Lib magazine, Volume 11, Number, 1 January, 2005. </li></ul><ul><li>http://www.dlib.org/dlib/january05/rosenthal/01rosenthal.html </li></ul><ul><li>Vicky Reich, “Editors' Interview with Victoria Reich, Director, LOCKSS Program”, Volume 10, Number 1, Feb 15 2006. www.rlg.org/en/page . php ? Page_ID =20894 </li></ul>
  26. 30. Bibliografia LOCKSS <ul><li>Petros Maniatis, Mema Roussopoulos, TJ Giuli, David S. H. Rosenthal, Mary Baker, and Yanto Muliadi, &quot;LOCKSS: A Peer-to-Peer Digital Preservation System &quot; ACM Transactions on Computer Systems (TOCS) </li></ul><ul><li>Vicky Reich &quot;Lots of Copies Keep Stuff Safe As A Cooperative Archiving Solution for E-Journals&quot; , Issues in Science and Technology Librarianship. Fall 2002 http://www.istl.org/02-fall/article1.html </li></ul>
  27. 31. Como funciona Miguel Ángel Márdero Arellano MCT/Ibict

×