SALAS DE RECURSOS OU   MULTIFUNCIONAIS
O QUE SÃO ?
 São espaços localizados nas escolas de educação básica organizado com   mobiliários, materiais didáticos e       pedagóg...
NÃO CONFUNDIR O TRABALHO
Diferente do que muitospensam o foco do trabalho    não é clínico, mas      pedagógico.
Na    sala de recursos umprofessor prepara o aluno para   desenvolver habilidades e utilizar instrumentos de apoio  que f...
Nasala ele é atendido por um professor especializado que     está lá para ensinar.
Também  vale lembrar que o trabalho não é um reforço          escolar ;
Entreas responsabilidades doeducador propostas pela nova Lei  estão a criação de um planopedagógico específico para cada ...
PARA ELABORAR ESSE PLANEJAMENTO, O PROFISSIONAL DA SALA DE RECURSOSAPURA COM O TITULAR DA SALA REGULARQUAIS AS NECESSIDADE...
“TODA INCLUSÃO      DEPENDEPRIMORDIALMENTE DO OLHAR DE CADA UM”.
DOIS CAVALOS                     NA ESTRADA DE MINHA CASA HÁ UM PASTO.                             DOIS CAVALOS VIVEM LÁ.D...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Salas de recursos ou multifuncionais

1.007 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.007
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Salas de recursos ou multifuncionais

  1. 1. SALAS DE RECURSOS OU MULTIFUNCIONAIS
  2. 2. O QUE SÃO ?
  3. 3.  São espaços localizados nas escolas de educação básica organizado com mobiliários, materiais didáticos e pedagógicos, recursos de acessibilidade e equipamentos específicos para auxiliar indivíduos com uma ou mais deficiência, no turno contrário a escolarização.
  4. 4. NÃO CONFUNDIR O TRABALHO
  5. 5. Diferente do que muitospensam o foco do trabalho não é clínico, mas pedagógico.
  6. 6. Na sala de recursos umprofessor prepara o aluno para desenvolver habilidades e utilizar instrumentos de apoio que facilitem o aprendizado nas aulas regulares.
  7. 7. Nasala ele é atendido por um professor especializado que está lá para ensinar.
  8. 8. Também vale lembrar que o trabalho não é um reforço escolar ;
  9. 9. Entreas responsabilidades doeducador propostas pela nova Lei estão a criação de um planopedagógico específico para cada aluno.
  10. 10. PARA ELABORAR ESSE PLANEJAMENTO, O PROFISSIONAL DA SALA DE RECURSOSAPURA COM O TITULAR DA SALA REGULARQUAIS AS NECESSIDADES DE CADA UM. A PARTIR DAÍ A COMUNICAÇÃO ENTRE OS DOIS DEVE SER CONSTANTES. OUTRA ATITUDE IMPORTANTE É TRANSMITIR OCONTEÚDO DAS AULAS DA SALA REGULAR À DE RECURSOS COM ANTECEDÊNCIA.
  11. 11. “TODA INCLUSÃO DEPENDEPRIMORDIALMENTE DO OLHAR DE CADA UM”.
  12. 12. DOIS CAVALOS NA ESTRADA DE MINHA CASA HÁ UM PASTO. DOIS CAVALOS VIVEM LÁ.DE LONGE, PARECEM CAVALOS NORMAIS, MAS, QUANDO SE OLHA BEM, PERCEBE-SE QUE UM DELES É CEGO. CONTUDO, O DONO NÃO SE DESFEZ DELE E ARRUMOU-LHE UM AMIGO; UM CAVALO MAIS JOVEM. ISSO JÁ É DE SE ADMIRAR. SE VOCÊ OBSERVAR, OUVIRÁ UM SINO. PROCURANDO DE ONDE VEM O SOM, VOCÊ VERÁ QUE HÁ UM PEQUENO SINO NO PESCOÇO DO CAVALO NOVO. ASSIM, O CAVALO CEGO SABE ONDE ESTÁ SEU COMPANHEIRO E VAI ATÉ ELE. AMBOS PASSAM OS DIAS COMENDO E NO FINAL DO DIA, O CAVALO CEGO SEGUE O COMPANHEIRO ATÉ O ESTÁBULO. E VOCÊ PERCEBE QUE O CAVALO COM O SINO ESTÁ SEMPRE OLHANDO SE O OUTRO OACOMPANHA E, ÀS VEZES PÁRA, DANDO UM TEMPO PARA QUE O OUTRO POSSA ALCANÇÁ-LO.E O CAVALO CEGO GUIA-SE PELO SOM DO SINO, CONFIANTE QUE O OUTRO O ESTÁ LEVANDO PARA O CAMINHO CERTO. COMO O DONO DESSES DOIS CAVALOS, DEUS NÃO SE DESFAZ DE NÓS SÓ PORQUE NÃO SOMOS PERFEITOS, OU PORQUE TEMOS PROBLEMAS OU DESAFIOS.ELE CUIDA DE NÓS E FAZ COM QUE OUTRAS PESSOAS VENHAM EM NOSSO AUXÍLIO QUANDO PRECISAMOS. ALGUMAS VEZES SOMOS O CAVALO CEGO, GUIADO PELO SOM DO SINO DAQUELES QUE DEUS COLOCA EM NOSSAS VIDAS. OUTRAS VEZES, SOMOS O CAVALO QUE GUIA, AJUDANDO OUTROS A ENCONTRAR O SEU CAMINHO. E ASSIM SÃO OS BONS AMIGOS. VOCÊ NÃO PRECISA VÊ-LOS, MAS ELES ESTÃO LÁ

×