Revista RC

215 visualizações

Publicada em

Material desenvolvido

Publicada em: Marketing
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
215
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista RC

  1. 1. RC RC revista atsiver Porta voz do mercado imobiliário
  2. 2. 3 Palavra de Empreendedor 5 Imobiliária RC completa 15 anos de atuação na região sul curi bana 6 Aprenda escolher o po de nta ideal para sua casa 13 O B-a-Bá de uma construção 18 Saiba mais sobre o Programa Minha Casa, Minha Vida 23 Uso do Pinus e do Eucalipto na Construção 24 Dica verde RC RC revista atsiver Porta voz do mercado imobiliário
  3. 3. O “B-a-Bá” de uma construção Por Douglas Nogari Construir um imóvel é para a maioria das pessoas a realização de um sonho, mas para isso é necessário ter um bom planejamento, as a tudes devem ser tomadas de acordo com as receitas e despesas, muito mais que isso pautadas em um orçamento financeiro. A RC Empreendimentos Imobiliários, empresa situada no Sí o Cercado, com 15 anos de atuação no ramo, apresenta a Revista RC, um veículo de comunicação voltado para o mercado imobiliário, que trará dicas e informações sobre aquisição, implantação, execução, acabamento, comercialização e a con nuidade dos diversos cuidados que se deve ter com um imóvel. Para isso, vários parceiros empreendedores estão presentes nesta edição, colaborando com um apanhado de informações úteis ao gênero. Vamos em frente para sabermos como realmente funciona a brilhante tarefa de se fazer um imóvel sonhado, virar realidade, com isso iniciamos nosso capítulo com O “b a bá” de uma construção. É comum visualizarmos placas espalhadas por todos os cantos da cidade oferecendo terrenos, casas, apartamentos, sobrados, etc para venda ou locação. Isto é especulação imobiliária provocada pelo aquecimento inexplicável desse mesmo mercado que vem crescendo a cada dia. Na região sul por exemplo, podemos citar um ápice deste mesmo mercado, que há quem diga que o bairro, devido a superpovoação está sendo o segundo metro quadrado mais caro de Curi ba e não é para menos, pois a grande Capital está em pleno desenvolvimento e a região escolhida para crescer até o momento é a Sul, onde formam os bairros Sí o Cercado, Pinheirinho, Boqueirão, Alto Boqueirão, Xaxim, Tatuquara, Rio Bonito, Osternack,
  4. 4. Ganchinho, Campo de Santana e é bem provável que já esteja planejado outro grande empreendimento com centenas de casas, apartamentos e sobrados nas divisas de Curi ba, fazendo com que o crescimento não estacione, e com isso a valorização con nue acontecendo. Oque queremos dizer com isso é que, terra tem preço e se tem algo em cima, tem mais ainda e o mercado imobiliário agradece esse processo todo, afim de que muitas pessoas consigam realizar o sonho da casa própria, uma, duas ou mais vezes, adquirindo, construindo enfim, fazendo parte desta massa de empreendedores e consumidores final, que nos enchem os olhos com tanta imaginação em arquiteturas que vão do simples ao moderno, do moderno ao clássico, do clássico ao básico, mas que seja confirmada a essência de se ter e fazer mais moradias. Para colaborar ainda mais com isso, temos o incen vo das ins tuições financeiras (Bancos) e do Governo Federal que viram lucros e resultados em um mesmo tempo, que oferecem cartas de crédito e financiamentos a longo prazo, para quem se enquadra nas opções por eles impostas, e oferecem ainda subsídios para que o indivíduo conquiste de vez o sonho da casa própria. Mas nós íamos iniciar nosso capitulo com o “b a bá” da construção, certo? Então vamos lá. rnet a inte aída d m extr image Não basta ter um terreno, é necessário saber oque e de que forma mais coerente que atenda os parâmetros impostos pelos departamentos urbanís cos, deve-se construir um imóvel. Para isso é necessário planejar e isso pode se ter certeza que é o início de tudo. O primeiro passo, segundo o engenheiro civil Ocimar Andrade (Foto) é estabelecer um plano de ação que vai da terraplanagem ao acabamento final, ou seja, iniciamos o “b a bá” com a terraplanagem do terreno e isso envolve limpeza, compactação, nivelamento, bancada para receber as armações que na sua maioria serão elaboradas na obra, espaço para materiais como jolos ou blocos, madeiras para caixarias, ferro, cimento, cal, areia, pedra e o mais importante, o local onde os operários depositarão seus EPI`s (Equipamentos de Proteção Individual), farão suas refeições, terão acesso a plantas da referida obra que será executada no local e no mínimo um banheiro. Para Ocimar, estes pré-requisitos são fundamentais para o início de uma determinada construção, pois trata-se do ambiente que será desenvolvido a obra por alguns meses e isso requer estrutura para que ao transcorrer do trabalho seja organizado e bem executado. Em meio a terraplanagem, deve-se saber que sem a planta ou projeto de determinada construção, é impossível executar qualquer obra e para isso é necessário ter em mãos, previamente definido o Projeto Arquitetônico, algo que deve ser desenvolvido antes de tudo e claro, em comum acordo com as condições do terreno. >
  5. 5. Ambiente de trabalho organizado, o lema agora é “mãos a obra” e é nesse momento que iniciamos a construção das caixarias e as brocas (Buracos com diâmetros que variam de 50 a 500 milímetros e profundidades que variam de 1 a 10 ou mais metros – conforme a estrutura que será erguida no local), para então fazer o alicerce do empreendimento. Este processo todo envolve a armação metálica com vergalhões de diversas espessuras – tudo conforme o planejamento que foi estabelecido para estrutura da obra, que serão chamadas de colunas de sustentação. Nos dias atuais existem outras técnicas de amarrações ao assentar os jolos ou blocos, que já subs tuíram as colunas, porém os empreendimentos RC, con nuam no formato clássico, oque já foi testado e comprovado que é mais garan do para o resultado final da construção. Um nome que não foge muito da ação, porém é de suma importância para o desenvolvimento da obra. Neste plano, o jolamento pode ser feito com jolo de barro ou blocos de cimento – o diferencial de ambos está no tamanho e na economia de massa cimentada. Porém é imprescindível que o operário tenha visão de linhas, esquadras, retas, planos, nível, e conhecimento de causa, para que as paredes sejam erguidas em sintonia ao alinhamento, e neste caso recomenda-se o uso da ferramenta “plumo” a todo instante. Enfim, não tentando narrar o jolamento, mas aconselhando a melhor forma, temos a certeza que as paredes da construção serão bem alinhadas e claro, estarão dentro do que pede o projeto e implantação. Fato importante no jolamento é a aplicação dos conduítes e canos que levarão fios de eletricidade, dados, telefone, água, esgoto e gás por toda a construção, devidamente projetados. Paredes erguidas, o momento é de fechamento das vigas superiores, isto é uma espécie de amarração feita por uma “sinta” de concreto por toda a extensão da obra, o que difere em alguns casos é o fator piso secundário ou superior, que requer a implantação de laje, ou seja, neste caso, a amarração deve ser reforçada e preparada para um segundo pavimento. >
  6. 6. Dias ou meses de trabalho estamos prestes a coroar a primeira etapa da obra, seja ela com um ou mais pavimentos, chega o momento da cobertura e para isso, temos que trabalhar no madeiramento (na maioria dos casos) ou em uma possível estrutura metálica, para então espalharmos as telhas nas devidas posições. Cada caso é um caso – existem telhas de barro ou cimento que u lizam um determinado formato de madeiramento e existem telhas em amianto, mais conhecidas pelo nome de eternit – nome fortalecido pela publicidade, que u liza de um madeiramento ou estrutura mais espaçosa. Obedecendo ao projeto da cobertura da obra, desenvolve-se os eitões ou tesouras que ligadas dão o formato de cobertura tanto reta ou levemente inclinada (meia água), quando triangular ou duas águas, como Podemos dividir esse tópico em partes, bruto, fino e extrafino. Pois entendemos que na construção devemos seguir planejamentos e coloca-los em prá ca de forma organizada para que o resultado final, seja sempre o esperado. Acabamento Bruto – Neste quesito trabalhamos na implantação do chapisco – nome u lizado nas obras, e o reboco, para que as paredes joladas sejam protegidas e obedeçam o nivelamento plano. Há situações em que se aplica o cal fino, massa corrida ou o gesso, para então colocarmos a pintura que na sua maioria é feita em duas ou mais etapas (demão). Há também casos em que se aplica diretamente grafiato ou texturas. No acabamento bruto é o momento também de finalizar a implantação das tomadas e interruptores elétricos, bocais de lâmpadas, espera de fiação para os chuveiros da casa, enfim, é o momento de mapear os disposi vos do banheiro, onde ficarão o vaso sanitário, bacia, banheira de hidromassagem, etc, e sequencialmente a implantação do piso da casa, seja ele em madeira, laminado, cerâmico ou porcelanato, tudo devidamente projetado. Acabamento fino – A casa, sobrado ou aparta- conhecemos e ainda em formato quatro águas. Não que isso seja regra, pois é possível realizar coberturas de diversos modos, com á co, sacadas, etc, enfim é possível na arquitetura tudo, desde que prime a segurança e o conforto. No fator cobertura também é posto em prá ca o beiral e o forro quando é o caso. Há construções que seguem o padrão laje na cobertura também, tudo é uma questão daquele nosso primeiro tópico: o planejamento. mento começa a ser vista como obra prima, certo? Então deve-se tomar o imenso cuidado em acaba-la com fineza e coerência, para isso voltamos no tópico planejamento, lembram-se? O acabamento fino é aquele em que escolhemos as luminárias, cor das paredes, es lo do piso, louças para os banheiros, registros, torneiras, espelhos de tomadas, interruptores, as janelas, portas, fechaduras, dobradiças, em caso de imóvel com escadas o granito ou outras opções como carpe, piso madeirado, os corre mãos, inclusive os vidros das portas e janelas, tudo devidamente combinando ou procurando combinar para que o detalhe do acabamento venha valorizar também o imóvel no futuro. Este pensamento também é visto externamente, pois um muro, grade, ou outra opção, um jardim, calçadas internas e externas também fazem grande diferença e o impacto é agregado no valor do imóvel. Os imóveis RC obedecem um padrão de acabamento que leva es lo, qualidade e elegância a fim de proporcionarem aos compradores conforto e segurança. Acabamento extrafino – Este setor deve ser cuidadosamente pra cado de preferência por um profissional de arquitetura, designer de interiores e exteriores,
  7. 7. pois trata-se do ápice final do imóvel. É neste momento que vamos planejar os móveis e equipamentos do imóvel, a começar por uma bela cozinha devidamente planejada, ou até mesmo um quarto totalmente sob medida, atendendo aos preceitos e requisitos que nos dão total conforto. Mas não para por aí, pois neste tópico escolhemos o chuveiro que vamos instalar, escolhemos se vamos optar por gás ou energia elétrica, vamos cuidar de elaborar uma sala confortável com tecnologias de ponta em eletro eletrônicos, vamos na cozinha decidir se queremos fogão ou cooktop, se teremos lareira, churrasqueira, ou vamos abusar da tecnologia e deixar a cargo de lojas especialistas em interiores como PoliShop, Tok Stok entre outras. Ainda pensaremos na parte externa da casa, como sala de jogos, piscina, uma preparada área de serviços com armários e tudo oque a tecnologia nos oferece e ainda faremos aquele jardim dos sonhos, com cascata, iluminação, enfim, pensando sempre no conforto e claro, obedecendo o nosso tão mencionado planejamento que forma sem sombra de dúvidas o “b a bá” da construção. Enfim, passos e mais passos realizados temos um imóvel pronto, acabado e basicamente mobiliado para atender o nosso conforto. Mas é só isso? Tão simples assim? Bem, sabemos que não, pois para trazer a tona a imaginação e o sonho para a realidade requer o nosso planejamento, aquele inúmeras vezes mencionado neste texto. Quando citamos a palavra planejamento, temos que ter ciência de que teremos custos, do desenho, planta e projeto arquitetônico ao acabamento extrafino e para isso temos que estar devidamente amparados financeiramente. Mas sabemos também que é possível conseguir tudo isso com as ins tuições financeiras, pois existem hoje programas de financiamentos em diversos bancos que nos permitem também realizar nossos sonhos. A RC Empreendimentos Imobiliários por exemplo, é uma das únicas empresas da região sul curi bana a ser correspondente CAIXA e estabelecer parceria com outro bancos, como o Santander, Itaú, HSBC, Sicred, Banco do Brasil entre outros, com o obje vo de oferecer também ao consumidor final a oportunidade de realizar o sonho da casa própria. Porém, pensando a “grosso modo”, o sonhador que construiu o seu imóvel, ele tem a opção de o fazer para si próprio ou para comercializar. Se o fez para sí, que seja feliz em sua nova morada, mas se fez com o obje vo de vender, seja coerente e saiba que ostras pessoas sonham e também podem realizar o sonho da casa própria e é nesta etapa que oferecemos a opção financiamento. Isso mesmo, uma pequena parcela de entrada, anos de prestações, o fim do aluguel e a sa sfação em poder saber que realizou o seu sonho e é um feliz proprietário de um imóvel. A receita para tudo isso é bem simples, basta sonhar, se organizar, planejar e pôr em prá ca tudo oque você leu neste texto. A Revista RC sente se honrada em poder contribuir com um pouco do seu sonho. RC RC revista atsiver atsiver 9 Porta voz do mercado imobiliário
  8. 8. RC RC revista atsiver 19 Porta voz do mercado imobiliário
  9. 9. Lançamentos 2 Sobrados Dupléx com 65 m², 3 dormitórios, sala, cozinha, bwc, lavabo, área de serviço, sacada, excelente padrão de acabamento, vidros temperados, telhas de cimento, piso cerâmico e grafiato. Apartamentos com 2 dormitórios, sala de estar/jantar, bwc social, cozinha, área de serviço, varanda e vaga de garagem coberta. 70 a 72 m². Aquecimento a gás (bwc e cozinha), piso cerâmico portinari. Alto Boqueirão INFORMAÇÕES TEL. 3015-7770 Rua Ourizona, 2435 Sítio Cercado - Curitiba www.imobiliariarc.com.br PREVISÃO DE ENTREGA PARA JUNHO/2014. Alto Boqueirão Sobrados com área total de 92m² e 84,94 m² com 3 dormitórios, sala de jantar/estar, lavabo, cozinha, bwc social e vaga de garagem. Acabamento diferenciado: Cerâmica Portinari na cozinha e bwc, porcelanato portinari na sala e cozinha, escadas em granito. Previsão de entrega - novembro/2013 INFORMAÇÕES TEL. 3015-7770 Rua Ourizona, 2435 Sítio Cercado - Curitiba www.imobiliariarc.com.br
  10. 10. RC RC revista atsiver Porta voz do mercado imobiliário
  11. 11. RC RC revista atsiver Porta voz do mercado imobiliário

×