RECURSOS ALIMENTARES    AGRICULTURA
Tipos de Agricultura        Agricultura Moderna           Agricultura Tradicional      Objectivo:         Assegurar a obte...
LATIFÚNDIO
MINIFÚNDIO
ROTAÇÃO DE CULTURASTrigo             Pousio        Batatas                           Batatas            Trigo             ...
“A agricultura moderna e tradicional pode apresentar diferentes formas,                       consoante a região do mundo ...
EXEMPLOS DE AGRICULTURA MODERNA
TEXTO I - AGRICULTURA NORTE-               AMERICANA“As quintas que produzem trigo são evidentemente enormes (de2000 a 300...
TEXTO II - A AGRICULTURA EUROPEIA“Caracteriza-se por ser uma agricultura muitointensiva, praticada em explorações         ...
   Típica das regiões costeiras dos países tropicais com    história colonial (Brasil, Gana, Costa do Marfim,    Moçambiq...
EXEMPLOS DE AGRICULTURA TRADICIONAL
TEXTO III - A AGRICULTURA ITINERANTE DE                  QUEIMADA“Em muitas regiões da savana e de floresta do mundo tropi...
TEXTO IV - AGRICULTURA SEDENTÁRIA DE                 SEQUEIRO“Este tipo de agricultura é praticado, essencialmente, nasreg...
TEXTO V - A RIZICULTURA“A cultura do arroz (cultura alagada), que requer temperaturas elevadas e abundânciade água (except...
OS IMPACTOS ECONÓMICOS E SOCIAIS DA ACTIVIDADE AGRÍCOLA    Nos PD a mecanização permite uma elevada    produtividade      ...
OS IMPACTOS AMBIENTAIS DA ACTIVIDADE AGRÍCOLA    Os produtos químicos poluem os solos, as    águas superficiais e subterrâ...
Agricultura
Agricultura
Agricultura
Agricultura
Agricultura
Agricultura
Agricultura
Agricultura
Agricultura
Agricultura
Agricultura
Agricultura
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Agricultura

556 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
556
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Agricultura

  1. 1. RECURSOS ALIMENTARES AGRICULTURA
  2. 2. Tipos de Agricultura Agricultura Moderna Agricultura Tradicional Objectivo: Assegurar a obtenção de lucro Garantir a subsistência do agregado familiar Destino da produção Mercado (nacional e/ou Autoconsumo internacional) Dimensão das Latifúndio Minifúndio ExploraçõesVariedade de Culturas Monocultura Policultura Técnicas Utilizadas Modernas (especializadas, Rudimentares (Rotação de mecanizadas e de caráter Culturas, rega manual… ) e científico) transmitidas de geração em geração)Aproveitamento do Solo Sistema Intensivo Sistema ExtensivoInstrumentos Agrícolas Mecanizados (tractores; Arcaicos (o arado puxado por ceifeiras/ debulhadoras; animais; enxada, foice…) avionetas, enfardadeiras …) Tratamento do Solo Uso de grandes quantidades de Adubação natural com restos produtos químicos de plantas e dejectos de (fertilizantes; pesticidas e animais herbicidas) Produtividade e Elevados Baixos rendimento O trabalho é essencialmente O trabalho é essencialmenteTrabalho do Agricultor mecanizado, por isso existem manual e recorre poucos activos na agricultura frequentemente aos animais destes países. como força de trabalho.
  3. 3. LATIFÚNDIO
  4. 4. MINIFÚNDIO
  5. 5. ROTAÇÃO DE CULTURASTrigo Pousio Batatas Batatas Trigo Pousio Pousio Batatas Trigo
  6. 6. “A agricultura moderna e tradicional pode apresentar diferentes formas, consoante a região do mundo onde é praticada”
  7. 7. EXEMPLOS DE AGRICULTURA MODERNA
  8. 8. TEXTO I - AGRICULTURA NORTE- AMERICANA“As quintas que produzem trigo são evidentemente enormes (de2000 a 3000 hectares, em média) e tendem a aumentar aindamais. Sobre tão vastas superfícies é indispensável uma fortemecanização, pelo que a dimensão das quintas é medida pelonúmero de tratores (muitas vezes 3 ou 4) mais do que pelo númerode hectares. Aos tratores juntam-se camiões, charruas de discos,cultipackers (grades de discos) e sobretudo combines, enormesmáquinas que cortam o trigo à frente e deixam para trás sacos degrão sobre o campo ceifado. A indústria esforçou-se por fornecer àagricultura máquinas simples e robustas que executassem emsimultâneo, várias tarefas agrícolas (por exemplo, ceifa, debulha eensaca; daí o seu nome de combines). Neste tipo de agriculturaexiste uma especialização regional muito acentuada e também umapoio estatal muito elevado.”
  9. 9. TEXTO II - A AGRICULTURA EUROPEIA“Caracteriza-se por ser uma agricultura muitointensiva, praticada em explorações depequena e média dimensão e em algunspaíses europeus em sistema de policultura. É muitomecanizada e recorre abundantemente aouso de fer tilizantes químicos, o que fazdesta agricultura uma das mais poluentesdo mundo. A agricultura europeia tem sofridovárias transformações e caminhado para umaespecialização cada vez mais acentuada, tendo emvista corrigir os excessos de produção emdeterminados setores (o dos cereais, por exemplo)”.
  10. 10.  Típica das regiões costeiras dos países tropicais com história colonial (Brasil, Gana, Costa do Marfim, Moçambique, etc..); O café, o cacau, o algodão, a banana, a cana-de- açúcar são plantadas em monocultura e destinam-se á exportação para a Europa e América do Norte onde se localizam as sedes das multinacionais que controlam este comércio; Ocupam grandes latifúndios; Utilizam técnicas modernas com recurso a mão-de- obra local barata.
  11. 11. EXEMPLOS DE AGRICULTURA TRADICIONAL
  12. 12. TEXTO III - A AGRICULTURA ITINERANTE DE QUEIMADA“Em muitas regiões da savana e de floresta do mundo tropical, pratica-se aagricultura mais primitiva do mundo: é a chamada agricultura itinerante. Oshomens derrubam as ár vores, cor tam os ramos, que espalham peloterreno, incendeiam todo o material – queimada -, embora possam deixaruma ou outra árvore para recolha de frutos ou para fazer sombra. Abre-se destemodo uma clareira, que constitui o solo a cultivar, aproveitando-se as cinzas comofertilizante. Como a terra não é estrumada nem adubada, acaba por seesgotar passados poucos anos, pelo que terá então de sersimplesmente abandonada. A maior ou menor distância dela procede-se anova queimada, ou seja, a preparação de novo espaço agrícola. É vulgar que odeslocamento dos campos de cultura se faça em círculo, rodeando a aldeia. Mas,se tal não for possível e as distâncias a percorrer, em relação à nova terra arrotearforem muito grandes, então também a aldeia se desloca. As técnicas sãoextremamente simples e rudimentares e os instrumentos agrícolas resumem-se àenxada, ao machado e a um pau endurecido pelo fogo para enterrar as sementes.Tal sistema encontra-se em franca regressão, embora actualmente ainda surjacom alguma frequência na Floresta Amazónica, em certa áreas da Cordilheira dosAndes e da América Central, na África a sul do Sara, na Malásia e na Índia”.
  13. 13. TEXTO IV - AGRICULTURA SEDENTÁRIA DE SEQUEIRO“Este tipo de agricultura é praticado, essencialmente, nasregiões de clima tropical seco entre a savana e o deserto,onde o período de chuvas se apresenta curto e os mesessecos ocupam a quase totalidade do ano. Nestes climas, aescassez de água conduz a uma agricultura não irrigada,mas os povos que a praticam estabelecem-se em grandesaldeias próximas de um pequeno lago, que lhes forneceágua.A actividade agrícola está, normalmente, associada à criaçãode gado, cujas fezes constituem o único fertilizante utilizado.A área de cultivo é dividida em três partes separadas porsebes de arbustos espinhosos, onde se pratica umafolhamento com rotação trienal das culturas e pousio.”
  14. 14. TEXTO V - A RIZICULTURA“A cultura do arroz (cultura alagada), que requer temperaturas elevadas e abundânciade água (excepto na fase de maturação), está em grande equilíbrio com as condiçõesnaturais desta região (quente e húmida). Também as elevadas densidadespopulacionais existentes proporcionam mão-de-obra disponível para esta actividade. Oarroz é produzido em sistema de monocultura através de técnicas agrícolas simples,muito minuciosas e intensivas.A técnica de produção do arroz, principal e quase único alimento, apresenta-se como aactividade agrícola em maior equilíbrio com a Natureza. Para tal contribuem a quaseausência de recurso aos produtos químicos e a utilização de dejectos humanos,estrume dos animais, algas e as próprias raízes apodrecidas para fertilização doscampos, factores que, aliados ao permanente alagamento dos campos e ausência dedeclives, protegem os terrenos da erosão.É um sistema muito intensivo em mão-de-obra e que exige um conjunto de técnicasagrícolas minuciosas, não existindo mecanização.Para garantir maiores produções recorre-se à técnica da repicagem, que consiste emfazer uma cultura em tabuleiros, enquanto outra se encontra no solo em fase dedesenvolvimento. Depois da primeira colheita, transplantam-se as dos tabuleiros paraos campos, assegurando assim mais do que uma colheita por ano.”
  15. 15. OS IMPACTOS ECONÓMICOS E SOCIAIS DA ACTIVIDADE AGRÍCOLA Nos PD a mecanização permite uma elevada produtividade e rendimento, originando excedentes. A agricultura moderna dispensa o trabalho manual, provocando desemprego . Nos países em desenvolvimento a agricultura tradicional com baixo rendimento e produtividade não permite a subsistência dos agricultores e família e por isso abandonam os campos para viverem na cidade . Esta situação pode contribuir para o aumento da desertificação.
  16. 16. OS IMPACTOS AMBIENTAIS DA ACTIVIDADE AGRÍCOLA Os produtos químicos poluem os solos, as águas superficiais e subterrâneas. A mecanização excessiva e a monocultura intensiva provocam o esgotamento dos solos, tornando-os menos produtivos. Nos países em desenvolvimento a desflorestação e a agricultura de queimada destroem a cobertura vegetal, ficando o solo mais exposto à erosão.

×