teste oficina

344 visualizações

Publicada em

slide no uso da oficina sobre slide em rede

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
344
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
103
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

teste oficina

  1. 1. Introdução Os professores precisam romper com a tradição, dominando a cultura tecnológica, assegurando a todos uma educação rica.
  2. 2. Sugestões aos mestres de amanhã <ul><li>Preparar mestres capazes de enfrentar os recursos midiáticos. </li></ul><ul><li>Expor aos estudantes conteúdos com diversas abordagens e convidá-los a apreciar, sentir, rever e discutir. Motivando-os diante do conhecimento </li></ul>
  3. 3. <ul><li>A tecnologia vem para auxiliar o professor para uma formação capaz de desenvolver no indivíduo uma visão de mundo criticamente sintonizada com sua atualidade. </li></ul><ul><li>O mestre de transmissor e guardião da cultura se transformará em estimulador e assessor. </li></ul>
  4. 4. O profético e o patético <ul><li>“ainda não fizemos em educação o que deveria ser feito para preparar o homem para a época a que foi arrastado pelo seu próprio criador” </li></ul><ul><li>A educação continua sendo transmitida para reproduzir. </li></ul>
  5. 5. A pedagogia da transmissão agoniza na cibercultura <ul><li>As salas de aulas,hoje, estão cada vez mais sem atrativos e alunos cada vez mais desinteressados pelo seu modelo clássico baseado na memorização e reprodução. </li></ul><ul><li>Cada vez mais imersos na cibercultura, os alunos estarão exigindo uma nova ambiência de aprendizagem. </li></ul>
  6. 6. A cibercultura como novo desafio à educação <ul><li>A cibercultura permite ao indivíduo operar e colaborar em rede multidisciplinar. </li></ul><ul><li>Cada vez mais imersos na cibercultura, os alunos estarão exigindo uma nova ambiência de aprendizagem. </li></ul>
  7. 7. O que os professores podem aprender com a cibercultura <ul><li>O emissor oferece um leque de elementos e possibilidades à manipulação do receptor. </li></ul><ul><li>O receptor não esta mais em posição de recepção clássica, ele é convidado à livre criação. </li></ul>
  8. 8. Reinventar a autoria do professor <ul><li>*Participação coletiva - interação colaborativa; </li></ul><ul><li>*Dialógica - a comunicação conjunta entre emissor e receptor; </li></ul><ul><li>*Multidisciplinaridade - o professor propõe o conhecimento oferecendo múltiplas informações; </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Os professores devem estimula os alunos a contribuir com novas informações e a criar e oferecer mais e melhores percursos. Ele define um conjunto de territórios a explorar. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>O professor procurará ser um formulador de problemas, provocador de situações, arquiteto de percursos, mobilizador das inteligências múltiplas e coletivas na experiência do conhecimento. Ele disponibilizará estados potenciais do conhecimento de modo que o aluno experimente a aprendizagem quando participa, dialoga e associa. Por sua vez, o aluno deixa o lugar da recepção passiva de onde ouve, olha, copia e presta contas para se envolver com a proposição do professor e haverá a reinvenção da sala de aula e da educação. </li></ul>
  11. 11. Conclusão <ul><li>“Pouco se tem feito para qualificar o professor à altura da complexidade que nos cerca.” </li></ul>

×