   A igreja paroquial de Vilar de Ferreiros, tem    na fachada da entrada principal do    templo a data de 1669 portanto ...
   Sua história e a do terreno que a envolve estariam ligados    aos jesuítas, aos Bandeirantes e pode remontar à    Fund...
   Vilar de Ferreiros é uma freguesia    portuguesa do concelho de Mondim de    Basto, com 16,15 km² de área e 1 136    h...
   É uma freg. muito antiga e cujos limites    são anteriores aos da própria    Nacionalidade. Para além da ermida de    ...
      Residência, cruzeiro e cadeira paroquial de Vilar de    Ferreiros são peças que além do seu valor patrimonial    ma...
      O feito mereceu uma visita às renovadas    instalações por parte das forças vivas da freguesia e    do concelho, oc...
     Muito mais há que fazer em prol da    protecção, conservação e melhoramento    do património paroquial desta remota ...
REALIZADO POR BRUNO E MARCELINO
A igreja de vilar de  ferreiros
A igreja de vilar de  ferreiros
A igreja de vilar de  ferreiros
A igreja de vilar de  ferreiros
A igreja de vilar de  ferreiros
A igreja de vilar de  ferreiros
A igreja de vilar de  ferreiros
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A igreja de vilar de ferreiros

548 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
548
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
79
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A igreja de vilar de ferreiros

  1. 1.  A igreja paroquial de Vilar de Ferreiros, tem na fachada da entrada principal do templo a data de 1669 portanto a sua construção ainda é do Século XVII. Para além da igreja e do cruzeiro paroquial com seu brasão, existe também a capela de São Sebastião, século XVIII, com alpendre e um pequeno adro. Assim a Igreja paroquial, cruzeiro e capela de São Sebastião, formam no todo um conjunto patrimonial a ser visitado na aldeia de São Pedro de Vilar de Ferreiros.
  2. 2.  Sua história e a do terreno que a envolve estariam ligados aos jesuítas, aos Bandeirantes e pode remontar à Fundação da Vila de Piratininga por Martim Afonso de Sousa, em 1532, como indica o mapa elaborado por Wilson Maia Fina no livro "O Chão de Piratininga". Está à margem de um antigo caminho transcontinental que vai do oceano Atlântico ao Peru, Equador e ao oceano Pacífico. Atrás da Capela corria um ribeiro. A área que hoje abriga a Academia da Polícia Militar está apontada no mapa de Wilson Maia Fina como sendo propriedade de João Maciel em 1595 e o local da Capela de São Sebastião, terras de Antonio Nunes, propriedade também seiscentista. Houve em época remota um desmembramento, havendo notícia da existência de uma Fazenda Barro Branco na região. Toda a região norte fazia parte da Fazenda Santana da Companhia de Jesus de Santo Inácio de Loiola.
  3. 3.  Vilar de Ferreiros é uma freguesia portuguesa do concelho de Mondim de Basto, com 16,15 km² de área e 1 136 habitantes (2011). Densidade: 70,3 hab/km². A freguesia de Vilar de Ferreiros é constituída pelas aldeias de Vilarinho, Vilar de Ferreiros, Pedreira, Vila Chã e Covas, decrescentemente. A Junta de Freguesia é actualmente presidida pelo Sr. José Pinto Queirós.
  4. 4.  É uma freg. muito antiga e cujos limites são anteriores aos da própria Nacionalidade. Para além da ermida de NªSª da Graça é digna duma visita, em Vilar: a igreja paroquial de São Pedro, o brasonado cruzeiro, no adro, e a capela de São Sebasti�
  5. 5.  Residência, cruzeiro e cadeira paroquial de Vilar de Ferreiros são peças que além do seu valor patrimonial marcam o que parece ser construções da mesma epoca e postas então ao dispor da igreja local. Na residência destacava-se uma grande chaminé que fazia lembrar Alcobaça, já o artístico cruzeiro, assim como a cadeira paroquial, é um curioso brasão similar a dar-lhes mais realce artístico. Mas isto para dizer que mais uma vez o povo de Vilar de Ferreiros está de parabéns; pois se desfez em generosidade para dar resposta a uma lacuna que há muito carecia de ser resolvida e que por empenho de uma Comissão Fabriqueira muito diligente, e a colaboração das forças vivas do concelho, e não só, lá conseguiram levar a bom termo o restauro da Residência Paroquial e assim darem a merecida comodidade ao Sr. Padre Correia Guedes.
  6. 6.  O feito mereceu uma visita às renovadas instalações por parte das forças vivas da freguesia e do concelho, ocorrida no passado dia 10 de Dezembro e aqual contou com a presença do Sr.Presidente da Câmara de Mondim, Humberto Cerqueira; do arquitecto João de Almeida e do Sr.Paulo Mota. Da freguesia além do presidente da Junta e sua esposa, também os presidentes dos Conselhos de Baldios de Vilar, Sr. Joaquim Costa; e de Vilarinho, Sr. José Lopes, se fizeram representar. A Comissão Fabriqueira formada pelo pároco Sr. Padre Guedes, Mário Lopes e António Mourão e alargada a diversos outros paroquianos, esteve na sua maioria presente, com o pároco como seu presidente a representar também o Sr. Bispo, D. Amândio.
  7. 7.  Muito mais há que fazer em prol da protecção, conservação e melhoramento do património paroquial desta remota paroquia e freguesia de São Pedro de Vilar de Ferreiros, como arranjar espaço condigno para expor algumas das suas memórias de interesse consultivo ou visual ao dispor do estudioso ou mero apreciador. Um museu-biblioteca, era como ouro sobre azul, no todo da obra que um dia vier a ser concluida graças ao zelo do abade Correia Guedes.
  8. 8. REALIZADO POR BRUNO E MARCELINO

×