ENTIDADESBIBLIOTECONOMIA MATUTINO<br />Renata Cristina P Silva - IFLA<br />Rafael Ramos Eugênio - FEBAB<br />Gustavo  Mart...
IFLA<br />Federação Internacional de Associações e Instituições Bibliotecárias<br />
O que é?<br />A IFLA foi criada em 1927 com sede em Haya na Holanda com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de todo tip...
UNESCO <br />Contribuir para a paz e a segurança, promovendo a colaboração entre as nações através da educação, ciência e ...
IFLA/UNESCO<br />MANIFESTO DA IFLA/UNESCO SOBRE BIBLIOTECAS PÚBLICAS<br />MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR<br />
Estrutura Organizacional Interna<br />A IFLA se organiza entre Conselho Geral de Membros, Conselho Diretor, <br />Comitê E...
Essa hierarquia visa tratar o universo da biblioteca organizada <br />em oito divisões. São elas:<br />PRIORIDADES PROFISS...
A IFLA possui as seguintes categorias:<br />Associações Membros <br />Instituições Membros <br />Bibliotecas Escolares <br...
O IFLA possui um periódico científico trimestral chamado IFLA Journal <br />cujo conteúdo inclui artigos de profissionais ...
Escritório Regional Para a America Latina e o Caribe (IFLA/LAC)<br />Seu foco está voltado para:<br />- Promover o fortale...
Desenvolver projetos de interesse para a região
 Capacitar profissionais da área com projetos de pesquisa e bolsas de estudo</li></li></ul><li>Sua importância para a Amér...
FEBABFederação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições<br />Como nasceu      ...
Como Nasceu<br />A Febab nasceu após uma proposta apresentada por Laura Russo e Rodolfo Rocha no 2° Congresso de Bibliotec...
Missão<br />É a associação dos bibliotecários brasileiros, nasceu para reunir os bibliotecários, para que juntos possam te...
Estrutura<br />Presidente<br />Vice Presidente<br />Secretário Geral<br />Primeiro Secretário<br />Segundo Secretário<br /...
Conquistas<br /><ul><li>Nas gestões que sucederam a primeira secretaria de 1959 as secretarias formadas tiveram várias con...
1963/1965 = Nesta gestão foi criado o primeiro bloco de ética da profissão.
1966/1968 = Neste período a FEBAB foi declarada de utilidade pública e foi adquirida uma sede atravesde doações de amigos.
1969/1971 = Foi elaborado o primeiro regimento das Comissões Permanentes, onde os orgãosintegrantes participam dos process...
1972/1974 = Neste período foi publicada a obra Bibliotecas públicas Municipais de São Paulo, indexando 571 municípios.
1975/1977 = Neste período foi criado a Carta Mensal cujo coleção se constituiu de 21 exemplares onde os integrantes associ...
Conselho Federal de      Biblioteconomia<br />	Composição do CFB:<br />	O CFB é constituído por quatorze membros efetivos ...
Conselho Federal de Biblioteconomia<br />	 Estrutura<br /> <br /><ul><li> Presidente
 Vice-Presidente
 2 Secretárias
 2 Tesoureiros
 6 Suplentes
 2 Delegados para Entidade de Grau Superior
 3 Conselheiros Fiscais</li></li></ul><li>Conselho Federal de      Biblioteconomia<br /> A composição dos membros efetivos...
Conselho Federal de      Biblioteconomia<br />A Renda do Conselho Federal de Biblioteconomia será constituída de:<br /> <b...
¼ da anuidade de revogação do registro;
¼ das multas aplicadas de acordo com a Lei;
Doações;
Subvenções (subsídio) dos governos;
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Seminário evanda entidades

677 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
677
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário evanda entidades

  1. 1. ENTIDADESBIBLIOTECONOMIA MATUTINO<br />Renata Cristina P Silva - IFLA<br />Rafael Ramos Eugênio - FEBAB<br />Gustavo Martins de Paula – CFB E CRB<br />Elisângela de França Ribeiro - ABECIN<br />Robison A. Machado - SINDICATO<br />
  2. 2. IFLA<br />Federação Internacional de Associações e Instituições Bibliotecárias<br />
  3. 3. O que é?<br />A IFLA foi criada em 1927 com sede em Haya na Holanda com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de todo tipo de biblioteca e serviço de informação.<br />É uma organização independente e sem fins lucrativos. <br />São associados a ela mais de 1700 membros de 150 países, incluindo bibliotecas, associações de bibliotecas nacionais e internacionais, de caráter público, privado ou voluntário. <br />Para que serve?<br />Tem como proposta encorajar, patrocinar e promover a cooperação internacional em níveis elevados de oferta e prestação de serviços.<br />A IFLA, uma das mais prestigiosas na área, oferece foro profissional com uma atuação importante em programas que estudam: <br />Controle Bibliotecário Internacional e MARC Internacional ( UBCIM )<br />Disponibilidade Universal das Publicações (UAP)<br />Preservação e Conservação (PAC) <br />Transmissão Universal de Dados (UDT) <br />Representar as Bibliotecas no Mercado Tecnológico<br />
  4. 4. UNESCO <br />Contribuir para a paz e a segurança, promovendo a colaboração entre as nações através da educação, ciência e cultura de modo a aumentar o respeito universal pela justiça, ordem, direitos humanos e liberdades fundamentais dos povos.<br />
  5. 5. IFLA/UNESCO<br />MANIFESTO DA IFLA/UNESCO SOBRE BIBLIOTECAS PÚBLICAS<br />MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR<br />
  6. 6. Estrutura Organizacional Interna<br />A IFLA se organiza entre Conselho Geral de Membros, Conselho Diretor, <br />Comitê Executivo e Comitê Profissional. <br /> - Conselho Geral de Membros (Council) <br /> É o órgão de maior hierarquia executiva e é formado pelos delegados dos membros com direito a voto<br /> - Conselho Diretor (Governing Board)<br /> É responsável pela gerência e direção profissional da IFLA, de acordo com as diretrizes aprovadas pelo Conselho Geral de Membros<br /> - Comitê Executivo (Executive Committee)<br /> Organizado por delegação do Conselho Diretor, supervisiona a condução geral da Federação de acordo com as políticas estabelecidas pelo Conselho<br /> - Comitê Profissional (Professional Committee)<br /> É o órgão responsável por garantir a coordenação do trabalho de todas as unidades da IFLA responsáveis pelo desenvolvimento das atividades profissionis, políticas e programas. <br />
  7. 7. Essa hierarquia visa tratar o universo da biblioteca organizada <br />em oito divisões. São elas:<br />PRIORIDADES PROFISSIONAIS DA IFLA<br /><ul><li>Divisão de Bibliotecas de Pesquisas Gerais de Investigação: nacionais, universitárias, parlamentares;</li></ul>- Divisão de Bibliotecas Especializalizadas:governamentais, ciências sociais, geografia e mapas, ciência e tecnologia, biológicas e ciências médicas, arte;<br />- Divisão de Bibliotecas que Servem ao Público em Geral:públicas, infantis, escolares, servem pessoas deficientes, cegos, servem populações multirraciais, bibliotecas móveis;<br />- Divisão de Controle Bibliográfico:bibliografia, catalogação, classificação e indexação<br />- Divisão de Acervos e Serviços:aquisição e desenvolvimento de acervo, empréstimo entre bibliotecas, publicações em séries, informação governamental e publicações oficiais, livros raros e manuscritos;<br />- Divisão de Admnistração e tecnologia:preservação e conservação, edifícios e equipamentos de bibliotecas, tecnologia da informação, estatística;<br />- Divisão de Educação e Pesquisa:educação e treinamento, teoria da biblioteca e pesquisa, leitura;<br />- Divisão de Atividades Regionais:África, Ásia e Oceania, América Latina e Caribe;<br />
  8. 8. A IFLA possui as seguintes categorias:<br />Associações Membros <br />Instituições Membros <br />Bibliotecas Escolares <br />Membros Pessoais <br />Estudantes<br />Sócios Corporativos <br />Entre muitos dos eventos profissionais que a IFLA oferece, a <br />Conferência Geral é um evento anual que acontece em cidades diferentes a cada encontro para trocar experiências, debater temas profissionais e conhecer os mais recentes produtos <br />da indústria da informação com tecnologia de ponta.<br />
  9. 9. O IFLA possui um periódico científico trimestral chamado IFLA Journal <br />cujo conteúdo inclui artigos de profissionais <br />bibliotecários e de Ciência da Informação <br />em diversas línguas ( alemão, espanhol, francês e inglês )<br />bem como notícias da própria Instituição <br />( workshop, seminários e sessões em conferências anuais )<br /> que possibilitam a renovação da atuação do profissional.<br />
  10. 10. Escritório Regional Para a America Latina e o Caribe (IFLA/LAC)<br />Seu foco está voltado para:<br />- Promover o fortalecimento das Associações Nacionais e Regionais estimulando-as a participar da IFLA.<br />- Fomentar o desenvolvimento de bibliotecas e serviços de informação e incrementar a participação nos programas fundamentos da IFLA através de publicações distribuindo “Notícias IFLA/LAC”<br /><ul><li> Manter um arquivo com documentos para divulgação, identifica projetos de interesses a serem desenvolvidos na Região ( Programa ALP), como bolsas, fundos e concursos da área.
  11. 11. Desenvolver projetos de interesse para a região
  12. 12. Capacitar profissionais da área com projetos de pesquisa e bolsas de estudo</li></li></ul><li>Sua importância para a América Latina<br />UNESCO e a IFLA, na década de 70, desenvolveram um programa com o objetivo de promover um sistema internacional para controle e intercâmbio de informações bibliográficas. <br />Reunir e tornar disponíveis os registros <br />da produção bibliográfica de todos os países, em uma rede internacional de informação, para  possibilitar <br />a identificação da existência do documento, <br />sua localização e forma de obtenção. <br />Teve como denominação <br />"Universal Bibliographic Control and Information Marc" (UBCIM).<br />
  13. 13.
  14. 14. FEBABFederação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições<br />Como nasceu Missão <br />
  15. 15. Como Nasceu<br />A Febab nasceu após uma proposta apresentada por Laura Russo e Rodolfo Rocha no 2° Congresso de Biblioteconomia e Documentação em 26/07/1959. <br />Foi criado com a finalidade de congregar os bilbiotecários brasileiros<br />Em 1959 foi criada a 1° secretaria que teve a missão de estrutura a Febab e acompanhar o projeto de lei que transitava na Câmara Federal, esse foi o primeiro passo para regulamentação da profissão. Que em 1962 foi transformada na lei n° 4084/62.<br />
  16. 16. Missão<br />É a associação dos bibliotecários brasileiros, nasceu para reunir os bibliotecários, para que juntos possam ter seus propósitos e atividades realizados. Desde que foi fundada a Febab tem como principal objetivo, missão desenvolver  e incentivar o desenvolvimento da profissão. <br />Reune as entidades nacionais; coordena e desenvolve atividades que promovam as bibliotecas e apoiam as atividades das instituições filiadas.<br />
  17. 17. Estrutura<br />Presidente<br />Vice Presidente<br />Secretário Geral<br />Primeiro Secretário<br />Segundo Secretário<br />Primeiro Tesoureiro <br />Bibliotecário <br />
  18. 18. Conquistas<br /><ul><li>Nas gestões que sucederam a primeira secretaria de 1959 as secretarias formadas tiveram várias conquistas importantes para a FEBAB.
  19. 19. 1963/1965 = Nesta gestão foi criado o primeiro bloco de ética da profissão.
  20. 20. 1966/1968 = Neste período a FEBAB foi declarada de utilidade pública e foi adquirida uma sede atravesde doações de amigos.
  21. 21. 1969/1971 = Foi elaborado o primeiro regimento das Comissões Permanentes, onde os orgãosintegrantes participam dos processos de elaborações de leis.
  22. 22. 1972/1974 = Neste período foi publicada a obra Bibliotecas públicas Municipais de São Paulo, indexando 571 municípios.
  23. 23. 1975/1977 = Neste período foi criado a Carta Mensal cujo coleção se constituiu de 21 exemplares onde os integrantes associados ficavam sabendo dos eventos mais importantes de maneira mais dinâmica.</li></li></ul><li>Conselho Federal de Biblioteconomia<br />O Conselho Federal de Biblioteconomia<br /> com sede e foro no Distrito Federal jurisdição em território nacional, nos termos da Lei Nº 4.084/62, do <br />Decreto N. 56.725/65 que a regulamenta e a <br />Lei N. 9.674/98, é uma Autarquia Federal <br />dotada de personalidade jurídica de direito público<br />com autonomia administrativa, patrimonial e financeira.<br />
  24. 24. Conselho Federal de Biblioteconomia<br /> Composição do CFB:<br /> O CFB é constituído por quatorze membros efetivos <br /> e três suplentes, designados pelo título de <br /> Conselheiros Federais, todos brasileiros natos e <br /> naturalizados, Bacharéis em Biblioteconomia, <br /> com mandato trienal eleitos nos termos legais <br /> e na forma prevista no Regimento Interno<br />
  25. 25. Conselho Federal de Biblioteconomia<br /> Estrutura<br /> <br /><ul><li> Presidente
  26. 26. Vice-Presidente
  27. 27. 2 Secretárias
  28. 28. 2 Tesoureiros
  29. 29. 6 Suplentes
  30. 30. 2 Delegados para Entidade de Grau Superior
  31. 31. 3 Conselheiros Fiscais</li></li></ul><li>Conselho Federal de Biblioteconomia<br /> A composição dos membros efetivos obedece à seguinte sistemática<br /> <br /> - Um (1) Presidente, nomeado pelo Presidente da República e escolhido dentre os nomes constantes da lista tríplice organizada pelos membros do Conselho;<br /> - Sete (7) conselheiros federais efetivos e três (3) suplentes escolhidos em assembléia constituída por delegados-eleitores de cada Conselho Regional de Biblioteconomia;<br /> - Sete (7) conselheiros federais escolhidos representantes da Congregação das Escolas de Biblioteconomia do Distrito Federal e de todo o Brasil, cujos nomes serão encaminhados pelas Escolas em listas tríplices, ao Conselho de Biblioteconomia;<br />
  32. 32. Conselho Federal de Biblioteconomia<br />A Renda do Conselho Federal de Biblioteconomia será constituída de:<br /> <br /><ul><li>¼ da taxa de expedição da carteira profissional;
  33. 33. ¼ da anuidade de revogação do registro;
  34. 34. ¼ das multas aplicadas de acordo com a Lei;
  35. 35. Doações;
  36. 36. Subvenções (subsídio) dos governos;
  37. 37. ¼ da renda de certidões.</li></li></ul><li>Conselho Federal de Biblioteconomia<br /> Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB)<br /> <br /> Assim como o Conselho Federal de Biblioteconomia <br /> os Conselhos Regionais de Biblioteconomia <br /> foram criados pela Lei nº 4084/62 <br /> e tem como objetivos básicos <br /> fiscalizar o exercício da profissão de bibliotecário <br /> e também contribuir para o aprimoramento <br /> da área e seus profissionais.<br />
  38. 38. Conselho Federal de Biblioteconomia<br />Os Conselhos Regionais de Biblioteconomia exercem ações <br /> administrativas, normativas, supervisoras e disciplinares. <br /> As principais finalidades dos CRB’s são zelar <br /> pelo bom conceito da profissão e orientar <br /> e defender seu livre exercício, julgar infrações contra a Lei e Ética <br /> e servir como órgão consultivo do governo<br /> no âmbito dos interesses dos bibliotecários<br /> além da organização e manutenção de cadastros de profissionais <br /> registrados, de escolas de biblioteconomia, <br /> bibliotecas e centros de documentação<br />
  39. 39. Conselho Federal de Biblioteconomia<br />Para que o profissional exerça legalmente a função de bibliotecário é necessário:<br /><ul><li>Graduação de ensino superior em biblioteconomia;
  40. 40. Registro no Conselho Regional;
  41. 41. Manter em dia o pagamento das anuidades.</li></li></ul><li>O que é ABECIN?<br />Associação brasileira de educação em ciência da Informação<br /> <br />Entidade constituída com a finalidade de assegurar o debate sobre a formação de pessoas comprometidas com a manutenção e a ampliação de um corpo profissional atuante nos campos das práticas da Ciência da Informação. Como qualquer outra entidade que congrega instituições e profissionais voltados à formação de recursos humanos em nível universitário, sua missão guarda relação direta com o conjunto de interesses e visões de mundo e com o ideário de permanência desse corpo profissional na sociedade.<br />
  42. 42. Origem do ABECIN<br /><ul><li>ABEBD – Associação Brasileira de Ensino de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação (1967 – 2001).
  43. 43. ENEBCI - Encontros Nacionais de Ensino de Biblioteconomia e Ciência da Informação
  44. 44. SNAC - Seminários Nacionais de Avaliação Curricular
  45. 45. EBCIM - Encontros de Diretores e Docentes de Biblioteconomia e Ciência da Informação do MERCOSUL</li></li></ul><li>Missão<br />Propósito:<br /><ul><li>Reunir os docentes dos cursos de graduação da área, em torno de uma questão central:
  46. 46. A qualidade do ensino </li></ul> Objetivos:<br /><ul><li>Incentivar a comunidade docente da área a buscar soluções para diferentes problemas detectados;
  47. 47. Atualizar as propostas pedagógicas adotadas nos vários cursos;
  48. 48.  Promover o aperfeiçoamento contínuo dos professores, buscando, assim, o aprimoramento do ensino de Biblioteconomia e Ciência da Informação no país. </li></li></ul><li>SINDICATO<br />*O SINBIESP: Sindicato dos bibliotecários no Estado de São Paulo;<br />* Organização sem fins lucrativos;<br />
  49. 49. SINDICATO<br />Avanços obtidos em 1994:<br /> *Inscritos 2.500 profissionais;<br /> * Contribuições sindical e assistencial, obrigatórias;<br /> <br /> Anuidade associativa R$ 148,58<br /> Contribuição Sindical R$ 139,00<br />
  50. 50. SINDICATO<br /> Missão:<br /> * Representar legalmente os bibliotecários;<br /> * Defendê-los em seus interesses profissionais;<br />
  51. 51. SINDICATO<br />O sindicato oferece:<br /> * Atendimento de segunda a sexta;<br /> * Assessoria jurídica;<br /> * Assessoria de comunicação;<br />
  52. 52. SINDICATO<br />O Sindicato tem por finalidade:<br />I- Coordenar e encaminhar as reinvindicações salariais e profissionais dos integrantes da categoria, especialmente em negociações e dissídioa coletivos;<br />II- Defender os interesses e direitos individuais ou coletivos representados;<br />III- Promover o desenvolvimento e aprimoramento cultural, social e técnico dos representados;<br />IV- Integrar a sociedade civil organizada como entidade comprometida com o Estado de Direito Democrático e com o bem estar social;<br />
  53. 53. SINDICATO<br />Deveres dos associados:<br />I- Acatar, cumprir e fazer cumprir o presente Estatuto bem como os regulamentos e decisões das diversas instâncias da entidade;<br />II- Comparecer as reuniões e assembléias convocadas pelo Sindicato, denunciando quaisquer obstáculos (...) que, direta ou indiretamente, frustem ou possam frusstar o livre acesso a elas;<br />III- Votar nas eleições sindicais;<br />V- Pagar pontualmente as taxas e contribuições previstas em lei ou neste Estatuto;<br />
  54. 54. SINDICATO<br />Capítulo IX - Das Eleições Sindicais:<br />Art. 37º - Os mandatos do Presidente e demais <br /> membros da Diretoria do Sindicato<br /> bem como do Conselho Fiscal<br /> será de 3 (três) anos (CLT, art. 515, b)<br />permitida a recondução;<br />
  55. 55. SINDICATO<br />Piso Salarial e nova proposta:<br />* Bibliotecários no Estado de São Paulo R$ 1.651,00<br />* Bibliotecários (com experiência comprovada) de R$ 5.000,00 a <br /> R$ 11.000,00 exercendo direta ou indiretamente cargos de chefia; <br /> Proposta: R$ 6.500,00 a R$ 14.000,00<br />* Bibliotecários com experiência de 2 anos de R$ 1.850,00 a R$ 5.000,00 exercendo cargos direta ou indiretamente de assistentes; <br /> Proposta R$ 2.50,00 a R$ 8.000,00<br />* Auxiliar de Biblioteca de R$ 750,00 a 1.200,00; <br /> Proposta R$ 900,00 a R$ 1.200,00<br />

×