Revolução francesa

126 visualizações

Publicada em

Publicada em: Indústria automotiva
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
126
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução francesa

  1. 1. A sociedade francesa era dividida em três estados:  1º estado: Era formado pelo clero, proprietário de 10% das terras da França, não pagavam impostos;  2º estado: Era constituído pela nobreza, proprietária de mais de 20% das terras, tinham amplos privilégios e também não pagavam impostos;  3º estado: Era formado pelos burgueses, trabalhadores urbanos e camponeses, representavam a maioria da população, viviam na miséria e eram os únicos que pagavam impostos. Tudo começou quando o rei Luíz XVI convocou a Assembleia dos Estados Gerais pelo fato da França enfrentar uma crise econômica, logo, os representantes da Assembleia (1º, 2º e 3º estados) entraram em conflito e o terceiro estado cansado de só pagar impostos e viver em desvantagem se retira da Assembleia Geral e forma sua própria constituição, que se tornou Assembleia Nacional Constituinte que teve como objetivo elaborar uma constituição para a França. Em 13 de Julho de 1789, o povo tomou as ruas de paris e no dia seguinte houve a queda da Bastilha, que foi o marco histórico.
  2. 2. Essa assembleia decretou novas leis e aprovou a Declaração dos Direitos dos Homem e do Cidadão ( os homens nascem livres e iguais em direitos) . Por fim, em 1791, foi promulgada a Constituição que estabelecia como forma de governo a monarquia constitucional e liberal. Ficou decidida a divisão de três poderes:  Executivo: exercido pelo rei;  Legislativo: exercido pela assembleia;  Judiciário: exercido pelos juízes eleitos. Os membros republicanos da Assembleia acusaram o rei Luís XVI de estar traindo a revolução. A família real foi presa e a Assembleia elegeu a Convenção Nacional ( eleita por voto universal masculino). No dia 7 de Setembro foi proclamada a República.
  3. 3. Os revolucionários dividiram-se em:  Girondinos: alta burguesia;  Jacobinos: média e pequena burguesia ;  Planície: alta burguesia. A república francesa começou com uma série de crises, então a Convenção governou de forma ditatorial, comandada primeiramente pelos girondinos, em seguida pelos jacobinos (período do Terror) que saem do governo e os girondinos voltam instalando um governo chamado Diretório que era bastante fraco e com a insatisfação popular convoca Napoleão Bonaparte (famoso na época) que deu um golpe de Estado, instalando na França um governo chamado Consulado. Esse fato ficou conhecido como O golpe de 18 Brumário. Dando fim na Revolução Francesa.
  4. 4. Depois de instalar o Consulado (recuperação econômica da França e estabilização do poder político) Napoleão torna-se imperador da França e decretou o Bloqueio Continental ( proibia qualquer país europeu de comercializar com a Inglaterra) com o objetivo de anquilar economicamente a Inglaterra. A Rússia rompe o Bloqueio Continental o que leva Napoleão Bonaparte atacar com um exército de quase 600 mil homens, chegando lá ele e seu exército enfrentam um inverno rigoroso e com a cidade abandonada Napoleão perde quase todo seu exército e é derrotado. Napoleão vai preso, e a França querendo sua ajuda “busca” ele novamente, fazendo assim o Governo dos Cem Dias. Napoleão chega a França mas está muito fraco e na Batalha de Waterloo é definitivamente derrotado. Luíz XVIII restaura a monarquia na França e logo em seguida eles organizam os movimentos chamados Congresso de Viena e A Santa Aliança.

×