INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA (material de estudo)

15.116 visualizações

Publicada em

Material de estudo desta unidade

Publicada em: Educação, Tecnologia, Espiritual
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.116
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
203
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA (material de estudo)

  1. 1. 1 INTRODUÇÃO À permitiam a utilização dos conhecimentos das cargas, pois a numeração binária utiliza dois dígitos para fazer suas combinações e as cargas são duas (positiva e negativa). Por serem diferentes, as combinações da numeração binária INFORMÁTICA possibilitam a utilização das cargas sem confusões. Inúmeros foram os inventos que contribuíram para o surgimento e inovação do computador, por exemplo, a memória magnética – 1900; as válvulas e o interruptor eletrônico – 1906; o “A digitalização permite registrar, editar, combinar, manipular toda e analisador diferencial – 1931 etc. qualquer informação, por qualquer meio, em qualquer lugar, a qualquer tempo. A digitalização traz a multiplicação de possibilidades de escolha, de A descoberta da numeração binária dá início a Era dos Computadores Eletrônicos. interação” (José Manuel Moran). Em 1944 surge o primeiro computador eletrônico, o Mark I – que apesar de ser CONCEITO menos poderoso do que certas calculadoras de hoje, representa um marco entre a pré-história e a história propriamente dita do computador. O professor A “Informática” ou “Tecnologia da Informação – TI” é o tratamento automático da Howard Aiken, da Universidade de Haward, com a ajuda da IBM elabora o Mark I, informação por meio da utilização de técnicas, procedimentos e equipamentos com base na Máquina das Diferenças – calculadora construída pelo matemático adequados, tendo por base o computador. e engenheiro inglês Charles Babbge (1792-1971) para calcular tabelas de funções (logaritmos, funções trigonométricas, etc.) sem a intervenção humana. UM POUCO DE HISTÓRIA GERAÇÃO DE COMPUTADORES A história do Processamento Manual da Informação inicia-se com a invenção do primeiro instrumento de cálculo, o Ábaco – surgido na Babilônia por volta do Muitas foram as inovações na estrutura e performance dos computadores desde ano 3000 a.C. O Ábaco era constituído por uma armação de madeira onde o seu surgimento. Cada inovação caracterizou uma geração: eram amarradas, de um lado ao outro, fios contendo pequenas pedras calcárias: os Calculis. Aos fios e seus respectivos Calculis, eram atribuídos valores • 1ª Geração – 1946 – computadores de válvulas, entre eles estão o tais como: unidades, dezenas, centenas. O cálculo era processado pelo ENIAC, EDVAC e o UNIVAC. Eles eram enormes e consumiam muita deslocamento das pedras de um lado para outro, lendo-se então o total eletricidade; acumulado (soma) ou restante (subtração). Esse instrumento de cálculo contribuiu para desencadear o desenvolvimento de novos instrumentos de cálculo. • 2ª Geração – 1948 – invenção do transistor que substituiu as válvulas com vantagens no que diz respeito à energia; Em 1642, o francês Blaise Pascal (filósofo cientista) desenvolveu a primeira calculadora mecânica – La Pascaline, como foi chamada. Essa máquina • 3ª Geração – final da década de 50 – Concebe-se o Circuito Integrado ou funcionava através de engrenagens de rodas dentadas que levava os dígitos de chip; uma coluna à outra – realizava somente operações de soma e subtração. Em 1671, o filósofo e cientista alemão, Gottfried Willhelm Von Leibnitz aperfeiçoou • 4ª Geração – 1970 – com o surgimento dos circuitos VLSI (Integração em a La Pascaline ampliando sua capacidade de operação para multiplicação, divisão Grande Escala) os computadores ficam menores e mais rápidos, chegam e cálculo da raiz quadrada, criando assim a sua Calculadora Universal – através de às casas e estão ao alcance de qualquer pessoa; um engenhoso mecanismo. Contudo, a maior contribuição de Gottfried para a • 5ª Geração – 1980 – surgem os computadores do futuro, possuindo AI informática atual foi a descoberta da numeração binária que é a base da (inteligência artificial), capazes de entender a linguagem humana e tendo eletrônica. Para Gottfried a numeração binária possuía características que raciocínio independente. Desenvolvidos pelos japoneses, os computadores Material de Estudo / Prof.ª Andréa Bruzaca.
  2. 2. do futuro ou da 5ª Geração são capazes de, entre outras coisas, entender ELEMENTOS DO HARDWARE vários idiomas, diagnosticar doenças, fazer análises econômicas, interpretar gráficos estatísticos, jogar cartas, xadrez, etc. • (CPU) Unidade Central de Processamento; • Memória Principal; O PROCESSAMENTO DE DADOS • Unidades de Entrada; É o tratamento sistemático de dados, através de computadores ou de outros • Unidades de Saída. dispositivos eletrônicos, com o objetivo de ordenar, classificar ou efetuar quaisquer transformações nos dados, segundo um plano previamente programado, visando à obtenção de um determinado resultado. Dados: na informática, referem-se a tudo aquilo que é fornecido ao computador de forma “bruta”. Exemplo: Uma letra, um valor numérico. Quando os dados são vistos dentro de um contexto e transmite algum significado, tornam-se “informações”. Informação: é um conjunto de dados ordenados de maneira lógica e racional que podem ser impressos ou ficarem armazenados em meio magnético. Exemplos: A letra de um hino, uma receita de bolo. Computador: é uma máquina que processa dados, orientada por um conjunto de instruções, destinadas a produzir resultados completos, com um mínimo de (CPU) Unidade Central de Processamento intervenção humana. É capaz de realizar diversas tarefas em pouco tempo. O processamento dos dados é feito na CPU (Central Processing Unit) que em O sistema de um computador compõe-se de dois elementos indispensáveis: português significa Unidade Central de Processamento (UCP). Os dados fornecidos ao computador, por meio dos periféricos, podem ser armazenados em • Hardware: é a parte física do equipamento, palpável. São seus circuitos, sua memória para processamento imediato ou posterior. dispositivos e unidades periféricas. São as partes mecânicas e eletrônicas do computador. É geralmente ligado à CPU. São os periféricos: Teclado, Mouse, Memória Principal escâner, Impressora etc. A Memória Principal é responsável pelo armazenamento dos dados que serão • Software: são os programas que fazem funcionar o Hardware. Um programa processados e das informações já processadas. O computador possui, em sua é um conjunto de instruções que o computador deve executar passo a memória principal, dois tipos de armazenamentos: passo. O computador não funciona sem programas. Os softwares se dividem • Memória ROM (Read Only Memory – memórias somente para leitura): dependendo de sua aplicabilidade: Sistemas Operacionais, Aplicativos, etc. Os programas armazenados na memória ROM são gravados pelo Curso de Pedagogia / Disciplina: Informática
  3. 3. 3 próprio fabricante, pois são programas fundamentais para a Um computador é formado por várias partes. Aqui algumas descrições de seus inicialização do computador. Não conseguimos ter acesso a eles. componentes: • Memória RAM (Random Access Memory – memória de acesso • Processador: Core 2 Duo; randômico): Está inserida no gabinete do computador. Uma de suas características principais é que a memória RAM é utilizada somente para • Placa-mãe: Onboard Áudio/ Vídeo/ Rede/ Modem ; armazenamento temporário dos dados, enquanto eles estão sendo • Memória RAM: 3GB processados. Quando o trabalho for finalizado, os dados deverão ser gravados na Memória Auxiliar ou Secundária. • HD: (Hard Disk) 250GB; Entende-se por Memória Secundária ou Auxiliar o disco rígido ou HD, disquetes, • Teclado: ABNT-2 CD-ROM, DVD-ROM, etc. Ela permite que os dados sejam armazenados de forma permanente e também possam ser retirados. • Mouse: Óptico Unidades de Entrada • Monitor de vídeo: LCD 18’’ São responsáveis pelo fornecimento dos dados para que possam ser processados • Impressora: Laser ou Jato de tinta; pela CPU. As “Entradas de Dados” no computador ocorrem principalmente por • Estabilizador; meios dos periféricos: teclado, monitor de vídeo, mouse, scanner, CD-ROM, DVD- ROM, disquete, pendrive, leitora óptica, sistemas de reconhecimento de voz, • Gravador: CDRW, DVDRW. joystick, entre outros. Consulte o infográfico “Principais componentes do PC”: Unidades de Saída MEDIDA SIGLA CARACTERES BYTE São responsáveis pela transferência da informação da CPU para o meio externo. As Byte 2 1 1 (8 bits) 1 byte Kilobyte Kb 210 1.024 1.024 bytes “Saídas de Dados” no computador ocorrem principalmente por meio dos Megabyte MB 220 1.048.576 1.024 Kbytes periféricos: monitor de vídeo, impressoras, disquetes, caixas de som, CD-ROM, Gigabyte GB 230 1.073.741.824 1.024 MBytes DVD-ROM, disquete, pendrive, etc. Terabyte TB 240 1.099.511.627.776 1.024 GBytes Pentabyte PB 250 1.125.899.906.842.624 1.024 TBytes Unidades de Entrada e de Saída Hexabyte HB 260 1.152.921.504.606.846.976 1.024 PBbytes Algumas unidades do hardware são utilizadas para componentes cuja informação • http://tecnologia.uol.com.br/infograficos/2008/06/19/ult6432u5.jhtm é recebida e enviada. Exemplo: modem, placa de rede, CD-ROM, DVD-ROM, UNIDADES DE MEDIDA EM INFORMÁTICA disquete, pendrive e outras. Para quantificar a memória do equipamento é utilizado um sistema de medida, ou seja, o byte (B), que significa a utilização de um caractere na memória, ou seja, se PRINCIPAIS COMPONENTES DE UM COMPUTADOR você digitou um (*), (:), (1), (a), você utilizou um byte. Material de Estudo / Prof.ª Andréa Bruzaca.
  4. 4. Para facilitar a escrita destes valores é utilizada a seguinte unidade abaixo: Softwares Aplicativos: São programas que cumprem finalidades específicas para determinados grupos de pessoas ou interesses individuais. Uma empresa, por • KB: KiloByte , corresponde a 1 byte x 1.000; exemplo, pode criar um software para controlar o número de empregados, seus endereços, etc. Porém, o próprio mercado se encarregou de criar alguns softwares • MB: Mega Byte, corresponde a 1 byte x 1.000.000; aplicativos que são necessários a uma grande parte dos usuários de computador, • GB: Giga Byte, corresponde a 1 byte x 1.000.000.000; como é o caso dos editores de texto (Word), planilhas eletrônicas (Excel), entre outros. • TB: Terá Byte, corresponde 1 byte x 1.000.000.000.000. REDE DE COMPUTADORES Exemplos de como são utilizadas as unidades citadas: Uma rede de computadores consiste de 2 ou mais computadores e outros dispositivos Equipamento Medida Utilizada Exemplo conectados entre si de HD – Hard Disk Giga Byte (GB) 250GB modo a poderem CD-Rom Mega Byte (MB) 700MB compartilhar seus serviços, que podem ser: dados, impressoras, mensagens (e-mails), etc. SOFTWARE A Internet é um amplo sistema de comunicação que conecta muitas redes de São os programas. É o software que torna o computador útil, informando a ele computadores. Existem várias formas e recursos de vários equipamentos que como executar determinada tarefa. É a combinação entre Hardware e Software podem ser interligados e compartilhados, mediante meios de acesso, protocolos e que faz nosso computador funcionar como conhecemos, tomando forma e requisitos de segurança. fazendo as coisas acontecerem. Milhares de programas estão disponíveis para uso Classificação, segundo a extensão geográfica: nas mais diversas áreas, atendendo assim as mais variadas necessidades dos usuários. • LAN: rede de área local (local área network) é um conjunto de hardware e software que permite a computadores individuais estabelecerem Os programas são divididos por categorias: comunicação entre si, trocando e compartilhando informações e recursos. Software Básico: composto do sistema operacional determina para o computador Tais redes são denominadas locais por cobrirem apenas uma área limitada como ele deve usar seus próprios componentes. (Windows, Linux e Linguagens de (10 km no máximo). As LANs são utilizadas para conectar estações, Programação). O sistema operacional é quem gerencia o computador, pois é sua servidores, periféricos e outros dispositivos que possuam capacidade de tarefa controlar a máquina para os outros programas rodarem. Ele gerencia seus processamento em uma casa, escritório, escola e edifícios próximos; discos e arquivos, controla como o monitor exibe a imagem, define as prioridades • WAN: (Wide Area Network) rede de área alargada ou Rede de longa de impressão de uma impressora, reserva um espaço da memória para cada distância, também conhecida como Rede geograficamente distribuída, é programa, enfim, organiza tudo. uma rede de computadores que abrange uma grande área geográfica, com freqüência um país ou continente. Curso de Pedagogia / Disciplina: Informática
  5. 5. 5 Consulte mais informações no infográfico “Saiba como funcionam nove tecnologias de banda larga”. • http://tecnologia.uol.com.br/infograficos/2008/11/07/banda_larga.jhtm Bibliografia consultada para elaboração deste material: VELOSO, Fernando de Castro. Informática: conceitos básicos. Rio de Janeiro: Campus. 1997. REDE de Computadores. In: Wikipédia: a enciclopédia livre. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Rede_de_computadores Acesso em: 07 de julho de 2009. MORAN, José Manuel. A educação que desejamos: Novos desafios e como chegar lá. São Paulo: Papirus, 2007. INTRODUÇÃO à Informática. In: Apostilando. Disponível em: http://www.apostilando.com. Acesso em: 07 de julho de 2009. INFORMÁTICA. In: Algo Sobre. Disponível em: http://www.algosobre.com.br/informatica Acesso em: 07 de julho de 2009. Material de Estudo / Prof.ª Andréa Bruzaca.

×