Media capital (dr3)

721 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
721
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
117
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Media capital (dr3)

  1. 1. Media Capital
  2. 2. Breve descrição do Grupo <ul><li>O Grupo Media Capital é actualmente o maior grupo no sector de media em Portugal. </li></ul><ul><li>Está presente na área: </li></ul><ul><ul><li>Televisão: TVI ,TVI24 , TVI Internacional; </li></ul></ul><ul><ul><li>Rádios: Rádio Comercial, M80, Cidade FM, etc.; </li></ul></ul><ul><ul><li>Internet: portal IOL, Mais Futebol; </li></ul></ul><ul><ul><li>Impressa: Lux, Maxmen, Lux Women; </li></ul></ul><ul><ul><li>Música e cultura: Farol (editora) ,Castello Lopes Multimédia (direitos cinematográficos ). </li></ul></ul>
  3. 3. Quando foi criado? <ul><li>O Grupo Media Capital foi criado em 1992, com a sua actividade assente maioritariamente na área de imprensa, iniciada em 1989, com o jornal “O Independente”. </li></ul>
  4. 4. Percurso <ul><li>Em 1997, a actividade do Grupo expandiu-se, com a aquisição das rádios Comercial e Nostalgia. Entre 1999 e 2003 o Grupo entrou no mercado de publicidade em Outdoor e lançou a sua área de Internet, com a criação do portal IOL em 2000. </li></ul><ul><li>A entrada no capital do Grupo na NBP em 2001, e o seu controlo no ano seguinte, consolidou o negócio de televisão como um todo, com a aposta estratégica na ficção portuguesa como conteúdo televisivo. </li></ul><ul><li>Em 2003 a Media Capital entrou na área da distribuição cinematográfica e da edição discográfica com a criação da MC Entertainment e a aquisição da Farol Música, actual líder deste mercado. </li></ul>
  5. 5. Continuação <ul><li>O ano de 2004 marcou o início de uma nova fase na vida do Grupo com a entrada da empresa em bolsa e o consequente aumento de visibilidade. </li></ul><ul><li>Em 2005 o Grupo passou a assumir a sua gestão executiva. Em 2007 e na sequência de duas OPA’s, o Grupo Prisa passou a deter a quase totalidade do capital da empresa. </li></ul><ul><li>No ano de 2008 a Media Capital alienou a área de imprensa à Progresa e, no final do ano, adquiriu a Plural Espanha que, juntamente com a NBP, deu origem à Plural Entertainment.   </li></ul>
  6. 6. <ul><li>A TVI é o principal canal de televisão em Portugal e cobre quase todo Portugal Continental com uma rede de emissão própria. </li></ul><ul><li>É líder absoluta de audiências desde 2005 e em receitas publicitárias desde 2001, como resultado da liderança do horário nobre. </li></ul><ul><li>A estratégia de programação da TVI assenta em formatos chave como a informação, a ficção nacional e entretenimento, completados por cinema e séries estrangeiras, futebol e programas infanto-juvenis. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>A MCR é a sub-holding do Grupo Media Capital para a rádio, incluindo as rádios Comercial, M80, Cidade FM, Best Rock FM e os mais recentes projectos, Star FM e Vodafone FM.  </li></ul><ul><li>Estas rádios abrangem vários estilos musicais, chegam a mais de um milhão de ouvintes diariamente e têm audiências significativas sobretudo entre os 15 e os 55 anos. </li></ul><ul><li>A MCR divulga e promove a interacção com os seus ouvintes através do Cotonete – o principal portal online de rádios em Portugal. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>A CLMC Multimédia é uma das principais empresas de distribuição de direitos cinematográficos a actuar no mercado Português, tanto no mercado de cinema, como no mercado de Vídeo/DVD, onde é a terceira e a segunda distribuidora respectivamente. </li></ul><ul><li>A CLMC Multimédia distribui os filmes da 20th Century Fox e da MGM em conjunto com um leque alargado de produções independentes para as salas de cinema e em DVD. No total destes catálogos, a CLMC detém os direitos para mais de 2.000 filmes. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>O ano de 2010 marca o reconhecimento a nível mundial do trabalho da Plural Entertainment na área da ficção, com a atribuição do Emmy Internacional na categoria de “Melhor Novela” para a produção “Meu Amor”. </li></ul><ul><li>Da autoria de António Barreira e produzida pela Plural Portugal, “Meu Amor” registou audiências médias de 1,2 milhões de espectadores diariamente, tendo permanecido um ano em exibição na TVI. </li></ul><ul><li>A Plural Entertainment é, actualmente, um dos três maiores operadores Ibéricos e figura entre as cinco maiores produtoras de ficção de língua Portuguesa e Espanhola do Mundo. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>A Media Capital Música e Entretenimento (MCME) é a sub-holding do Grupo Media Capital para os negócios relacionados com conteúdos musicais. </li></ul><ul><li>As áreas de negócio da MCME incluem a edição de música gravada (em suportes físicos ou digitais, pela Farol), o agenciamento de artistas (booking), a produção de concertos, e a gestão de direitos autorais (publishing). </li></ul><ul><li>Para além do seu catálogo, a Farol distribui em Portugal o catálogo da Warner Music International , uma das principais editoras multinacionais. O agenciamento de artistas está a cargo da Eventos Spot, Lda (Spot). </li></ul>
  11. 11. <ul><li>A Media Capital Multimedia surgiu no ano 2000 e agrega os principais conteúdos do Grupo Media Capital na Internet, abrangendo três linhas de negócio principais: digital media, produção e distribuição de conteúdos e serviços para o mercado empresarial. </li></ul><ul><li>A MCM tem uma presença muito significativa no mercado de Internet em Portugal, através de marcas como o IOL, o segundo maior Portal nacional, e de sites de referência em diversos sectores como o tvi24.pt, o Maisfutebol, a Agência Financeira ou o Autoportal. </li></ul><ul><li>Actualmente, a rede de sites IOL tem um tráfego mensal de mais de 100 milhões de page views e uma audiência mensal de 2.000.000 indivíduos (utilizadores únicos). </li></ul>

×