Conforto ambiental

1.409 visualizações

Publicada em

arquitetura

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.409
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conforto ambiental

  1. 1.  Conforto Ambiental Acadêmicas: Renata Isotton Diandra Lis Dragone
  2. 2.  O que é? Todo arquiteto busca a satisfação total de seus clientes durante e depois da execução da obra. Para isso é levado em conta o Conforto Ambiental. Esse conceito está ligado à questão de proporcionar as condições necessárias de habitalidade. Trata-se de fazer com que a obra corresponde às necessidades e condicionantes do ambiente natural, além do social, cultural e econômico de cada sociedade.
  3. 3.  Falta de conforto ambiental O barulho do elevador social invade o quarto. À noite, o som da televisão do vizinho atrapalha a concentração na hora de dormir. A falta de preocupação com o conforto ambiental nas construções pode trazer problemas como esses para a sua casa. Grande parte das novas edificações não desenvolve estudos necessários para preservar a individualidade do morador em sua residência. Os ruídos, a falta de acesso à luz natural e a dificuldade de ventilação nos ambientes, são os principais problemas dos projetos das novas edificações.
  4. 4.  Conforto Ambiental O Conforto Ambiental envolve o estudo das condições térmicas, acústicas, luminosas e energéticas e os fenômenos físicos a elas associados como um dos condicionantes da forma e da organização do espaço. Todo arquiteto deve ser capaz de projetar considerando as especificidades climáticas do local, a luz natural e a eficiência energética como parâmetros de projeto arquitetônico. É preciso conhecer as condições ambientais e visitar o local do projeto para se ter uma noção correta de todas as particularidades como percepção dos ventos, percurso do sol, ruídos acústicos e vegetação, por exemplo. Posteriormente, com as simulações feitas em softwares a partir dos dados obtidos no local, temos como ter uma visão bem próxima da realidade e, assim podemos fazer os ajustes necessários antes que a obra seja executada.
  5. 5. Conforto Térmico: Um dos principais pontos para o conforto ambiental é o conforto térmico, que impede que haja excesso de frio ou calor nas edificações. Para isso, podem ser usados certos tipos de vidro que controla, além do calor, também a luz no ambiente. Dentre outras opções, há também as ideias de telhados verdes e jardins internos, para manter o ambiente mais saudável e resfriado nas estações quentes. Conforto Lumínico: a luz artificial deve ser um complemento, jamais uma substituição da luz natural. A luz artificial não reproduz as cores como a luz natural que possui o espectro diferente, nem possui variação dentro do período do dia, reduzindo drasticamente a riqueza das cores e contrastes dos objetos iluminados. Nosso corpo ao ter contato com a luz natural, produz vitamina D, que melhora a absorção do cálcio, fortalecendo os ossos. Além disso, a iluminação natural ajuda na economia de energia e tem uma estética agradável. Conforto Térmico e lumínico
  6. 6.  Conforto acústico O conforto acústico é uma condição importante a procurar para alcançar bem-estar. A ausência de conforto acústico condiciona fortemente a nossa saúde e a nossa produtividade. Causa dificuldade de comunicação, irritabilidade e efeitos nocivos à audição e saúde. Tanto os ruídos vindo das ruas ou causados pelos vizinhos traz a necessidade desse conforto nas residências e ambientes de trabalho e demais estabelecimentos. Colocados em forros, pisos e paredes, ou ainda envolvendo instalações prediais, esses produtos anti-ruído resultam da combinação de diversos materiais e reduzem de maneira satisfatória a vulnerabilidade dos edifícios. Cada ambiente, conforme sua utilização, demanda critérios bem definidos de níveis de pressão sonora e de reverberação para permitir o conforto acústico e eliminar as condições nocivas à saúde.
  7. 7.  Conforto Visual Um bom sistema de iluminação, com o uso adequado de cores e texturas, criação de contrastes e escolha adequada de lâmpadas e luminárias pode produzir ambientes que promovem o bem estar, resultando em um conforto visual perfeito. O conforto visual interfere diretamente na produtividade, nas vendas e na qualidade de vida de quem habita o espaço. Um sistema de iluminação inadequado pode, inclusive, produzir acidentes de trabalho. A luz natural, além de proporcionar o conforto lumínico se enquadra também no conforto visual, por tornar o ambiente agradável e gerar maior bem-estar.

×